segunda-feira, 15 de maio de 2017

Homem de 96 anos recebe carta de amor escrita em 1945 pela esposa, já falecida


O americano Rolf Christoffersen, de anos 96, recebeu uma carta de amor, na última semana, datada de 4 de maio de 1945, escrita por sua falecida esposa, Virginia, quando ela queria avisá-lo que estava grávida de seu primeiro filho. O envelope, ainda fechado, foi encontrado por um homem e sua filha, em uma antiga casa em Nova Jersey, nos Estados Unidos.
Allen e Melissa Cook encontraram a carta em uma falha no teto de um dos cômodos enquanto reformavam a casa. Como ela havia sido escrita há 72 anos, a curiosidade foi mais forte e os dois não tardaram a verificar do que se tratava.
"Eu te amo, Rolf, como eu amo o ardente sol, e é isso que você é para a minha vida: o sol ao redor do qual tudo gira", escreveu Virginia.


Encantado com a descoberta, o casal começou a procurar pelo destinatário na internet e encontrou o contato de um dos filhos de Rolf, que tem o mesmo nome que o pai e vive em Santa Bárbara, na Califórnia. Hoje com 66 anos, ele não era nascido quando a carta foi redigida, mas destacou o quanto foi emocionante ler a mensagem de amor que sua mãe escreveu para o pai.
"Melissa me perguntou onde eu cresci e eu disse. Ela me contou que estava com a carta. Foi assim que descobri", afirmou o filho de Rolf à emissora "CNN". Imediatamente, ele ligou para o pai e leu o conteúdo, deixando-o bastante emocionado.
"Eu fiquei muito surpreso, depois de todos esses anos. Eu fiquei muito feliz ao descobrir que uma carta como aquela existe. Ainda estou muito emocionado", contou o idoso.
"O envelope estava envelhecido e amarelado. Nunca havia sido aberto. Foi inacreditável quando meu genro começou a lê-lo. Na carta, ela falava sobre o bebê que estava esperando", disse Allen Cook.
Viginia escreveu para Rolf enquanto ele trabalhava na Marinha norueguesa. A carta fora marcada com "retornar ao rementente" e, até 2017, Rolf não tinha conhecimento sobre as palavras escritas por sua esposa.

Fonte: Extra