sábado, 13 de maio de 2017

Papa Francisco vai a Fátima para canonização dos irmãos pastorinhos

Papa Francisco em Fátima (Portugal)
Foto: Notícias do Dia
O Papa Francisco realizou neste sábado (13) a cerimônia de canonização dos irmãos Francisco e Jacinta Marto no Santuário de Fátima, em Portugal.
Num santuário completamente cheio, e numa missa rezada em português, 500 mil pessoas celebraram, em Fátima, as primeiras crianças da história da Igreja a se tornarem santas não por martírio.
Antes, dentro da Basílica do Rosário, o Papa Francisco fez orações no túmulo dos dois pastorinhos, que há cem anos, junto com a prima Lúcia, afirmaram ter visto Nossa Senhora, e ter recebido dela um segredo dividido em três partes, com imagens do inferno, o anúncio de guerras e a visão de mártires da Igreja, que João Paulo II identificou com o atentado que sofreu em 1981, também num 13 de maio, na Praça São Pedro.
Francisco e Jacinta morreram ainda crianças de uma epidemia de febre espanhola. Lúcia se tornou freira de clausura e morreu em 2005.
Com a fórmula em latim, o Papa Francisco canonizou os dois irmãos Francisco e Jacinta, protagonistas de um dos mistérios da Igreja do Século XX. É o quarto Papa a visitar o Santuário de Fátima. O primeiro foi Paulo VI em 1967. Francisco passou menos de 24 horas em Portugal e deixou uma mensagem pela paz e contra os muros que dividem os homens.
Numa cerimônia emocionante, o Papa abraçou o menino brasileiro Lucas de Oliveira, de 9 anos, do Paraná, ao qual o Vaticano atribuiu a cura inexplicável que deu a santidade aos dois pequenos pastores.
Francisco se despediu de Fátima levantando um lenço branco, junto com a multidão, uma das homenagens mais tradicionais à virgem portuguesa.

Fonte: Jornal Nacional