quarta-feira, 17 de maio de 2017

Suzane Von Richthofen é flagrada em restaurante acompanhada do namorado

Suzane von Richthofen é um nome que vai ser para sempre eternizado na história policial do país. Foi a mandante do assassinato de seus próprios pais, Manfred e Marísia von Richthofen, mortos a pauladas pelos irmãos Daniel e Cristian Cravinhos de Paula e Silva na madrugada de 31 de outubro de 2002. Após mais de dez anos sem sair do presídio, Suzane conseguiu o direito das "saidinhas temporárias", como na última sexta-feira (12), por conta do Dia das Mães.
Uma foto publicada pela jornalista Fabiane Vasconcellos no Facebook mostra a detenta, durante sua saidinha temporária, sentada em um restaurante e acompanhada do namorado, Rogério Olberg, e de um amigo do casal, em um lugar não divulgado no interior de São Paulo. "Você quer um país impune assim, que dá a segunda chance? Os pais dela tiveram a segunda chance?", pergunta a jornalista, indignada.

Reprodução/Facebook
A ré no assassinato do casal von Richthofen conseguiu o benefício por trabalhar de dia e por ter um bom comportamento na prisão. As saídas temporárias que as presas tem direito de sair na Páscoa, Dia das Mães, Dia dos Pais, Dia das Crianças, Natal e Ano Novo.
Suzane voltou ao presídio nesta quarta-feira (17), antes das 17hrs, horário máximo permitido para o detento que conseguiu o benefício voltar à prisão. Caso não tivesse retornado a tempo, Suzane poderia perder o direito das "saidinhas".

No mesmo dia, a detenta aproveita para tirar fotos. (Reprodução/Facebook)