sábado, 24 de junho de 2017

Cerveja é mais eficaz contra dores do que paracetamol, diz estudo


"Beber cerveja faz bem". Pelo menos é o que indica uma revisão de estudos feita por pesquisadores da Universidade de Greenwich que foi publicada no Journal of Pain, dos Estados Unidos.
Segundo o estudo, duas doses (aproximadamente 500ml cada) de cerveja são mais eficazes no combate à dor do que analgésicos como paracetamol, por exemplo. Durante a análise de 18 estudos, foi descoberto que os drinks alcoólicos conseguem reduzir em 25% a dor. A explicação para essa redução ainda não está bem clara. Agora, os pesquisadores querem entender se o álcool age nos receptores do cérebro ou na redução dos níveis de ansiedade. 
Para Trevor Thompson, que lidera a pesquisa, a cerveja pode facilmente ser comparada a medicamentos opioides como a codeína e seu efeito é mais poderoso do que o do paracetamol.
Os pesquisadores salientam, porém, que uso prolongado do álcool acarreta muitas consequências negativas à saúde. Não ficou claro para os pesquisadores, no entanto, se o álcool reduz as dores porque mexe com os receptores cerebrais ou porque, ao beber, a pessoa ficaria mais relaxada.
Sabe aquela dor de cabeça chata que te importunou durante todo o expediente? Eis a explicação do porque ela se curou milagrosamente durante sua ida ao bar com os colegas.

Fonte: Folha Vitória