quarta-feira, 28 de junho de 2017

Esposo larga mulher após ela 'gemer demais' em estupro coletivo

O incidente, que ocorreu na Nigéria, mostra como o machismo na região é alto. De acordo com informações de órgãos de imprensa internacional, um homem teria abandonado a própria esposa, após essa ser alvo de um estupro coletivo efetuado por ladrões. Ele, que foi identificado como Baba Eneh, inclusive, teria expulsado a mulher de casa. O motivo do divórcio a contra-gosto, segundo Baba Eneh, é que sua companheira estava gemendo muito quando houve o abuso coletivo. O #Crime contra a mulher ocorreu quando assaltantes invadiram sua casa. Eles estavam armados quando tudo ocorreu e realizaram o estupro [VIDEO] na frente do homem, que não pôde fazer nada.

O crime ocorreu no estado nigeriano de Lagos, na rua Bello. O bairro em questão é conhecido como Iyana-Ejigbo.

Ladrões estupram mulher na frente do marido e ele não gosta de suposto prazer
Os homens teriam invadido a casa de Baba Eneh na terça-feira (20). A invasão ocorreu na madrugada. Os criminosos queriam dinheiro do homem, que chegou a ser abordado na rua antes dos ladrões entrarem em sua residência. O esposo que abandonou a mulher vitimada em um caso de abuso sexual coletivo trabalha como motorista de ônibus. Após ser ameaçado de morte pelos homens, ele disse ter dinheiro em casa e acabou levando os estupradores para dentro de sua residência. Eles reviraram tudo, mas acabaram não encontrando qualquer quantia. Com isso, os bandidos ficaram muito furiosos em virtude da ação.
Como "prêmio de consolação", eles decidiram estuprar a mulher do motorista de ônibus.

Após estupro, homem expulsa mulher de casa por ela ter "gostado" de abuso
O homem disse que sua mulher a desonrou durante o estupro coletivo. De acordo com Baba Eneh, a mulher teria mexido muito a cintura durante a ação, tendo, inclusive, feito barulhos estranhos e engraçados. Ele informa que isso seria um sinal de que a mulher estava gostando muito do que houve. "Imagine minha esposa, em vez de pedir ajuda, ela estava ocupada gostando do sexo, mesmo na minha presença", revelou ele, que não pensou duas vezes. Ele mandou então que a mulher saísse de casa e voltasse para sua aldeia de origem.
Ao que se sabe, a mulher teria passado por uma espécie de limpeza espiritual, a fim de que ela não pegasse doenças sexualmente transmissíveis, como o HIV, vírus que pode gerar a AIDS. Após isso, o motorista teria aceito que ela retornasse à sua residência.

Fonte: Blasting News