quinta-feira, 8 de junho de 2017

Intérprete de Lula no cinema, Ary Fontoura avalia momento atual e critica Temer


Em cartaz em São Paulo com a peça “Num Lago Dourado”, Ary Fontoura, que trabalha da Globo há 52 anos, se prepara para interpretar o ex-presidente Lula que ino filme “Polícia Federal, a Lei É para Todos”. Ele entrega que o filme será o primeiro de uma trilogia.
“É um filme comum, que fala da vida brasileira. É uma trilogia. O primeiro termina com a condução coercitiva do Lula, o segundo e o terceiro estão difíceis de sair, pois existem interesses conjugados”, revelou o ator em entrevista à "Rádio Jovem Pan" nesta quinta-feira.
Crítico ao atual momento político brasileiro, ele enfático ao falar de Michel Temer e indica seu ponto de vista.
“Temos um presidente capenga, que está sendo processado. Tenho 84 anos, e estou na expectativa de um grande presidente para o Brasil esse tempo todo. Meu avô me dizia: ‘Um povo educado e saudável faz uma grande nação’. Sempre vi uma luta constante em cima disso. De repente agora eu vejo que está sendo feita uma limpeza”, analisou.

Ary não se acha um ator top de linha
Ainda na entrevista, apesar de ter cinco décadas de estrada, Ary Fontoura diz não se sentir "top de linha" na profissão. E garante que vai trabalhar enquanto puder.
“Jamais vou me comparar com Fernanda Montenegro ou Paulo Autran. A minha linha de trabalho é outra. Nunca entrei em uma escola de teatro, sou autodidata”, revelou, antes de confessar: “Trabalhar é um hobby e vou continuar até quando der”.

Fonte: Extra