sábado, 22 de julho de 2017

No ar em "Carinha de anjo", Camilla Camargo estreia drama no cinema

Sucesso com o público infanto-juvenil por conta de sua Diana na novela "Carinha de Anjo", Camilla Camargo teve a oportunidade de mostrar outra faceta como atriz no cinema. É que o longa "Travessia" estreou nesse ano e, nas telonas, a personagem é totalmente diferente. "Fazer o 'Travessia' foi uma oportunidade incrível, de muito aprendizado. Rodar em Salvador tornou tudo mais intenso e desafiador! A Marina é uma personagem densa, cheia de nuances, que começa a trama totalmente solar, e que no decorrer vai se complicando conforme vai ficando maior o envolvimento com as drogas e a proximidade com o namorado que a leva a entrar ainda mais nesse caminho", adiantou a atriz, que, ao lado de Chico Díaze Caio Castro, já emocionou público e crítica.

Atriz Camilla Camargo
"Desde que li a sinopse do "Travessia" me encantei pela história e pela possibilidade de mostrar uma personagem totalmente diferente de tudo que já fiz, para o ator esses desafios são muito importantes, bom poder mostrar versatilidade! No SBT faço uma personagem leve, mãezona. É a primeira vez que faço uma personagem que bate com minha idade real, sempre me dão menos idade. É totalmente outro perfil, 'Carinha de Anjo' é uma novela linda e que tem sido grande sucesso de audiência só que, bem diferente de 'Travessia', é focada no público infantojuvenil. Fazer personagens tão distintos é o que me encanta na minha profissão", explicou.
De fato, na novela sua Diana trabalha fora, cuida da casa e da família. E como será que tem sido a rotina cercada de tantas crianças? "Gravar com as crianças é sempre divertido e muito estimulante. Falo sempre que não tem como não sorrir estando cercada delas, que nos enchem de energia e amor. As menores me chamam de mãe, me escolheram acredito devido ao carinho e cuidado que tenho com elas, já dos maiores sou parceira e brinco, damos risada, já ajudei ate a fazer a tarefa da escola", entregou a atriz. E será que todo esse amor não desperta vontade de ser mãe? "Um dia vai acontecer, mas não tenho ansiedade, acredito que as coisas acontecem no momento certo e agora meu foco está todo voltado para o trabalho!".
Além dos dois personagens, Camilla também estava no teatro, na peça "Caros Ouvintes". "Era outra totalmente diferente. A Leonor Praxedes era uma cantora de radio, Boêmia, desquitada, dos anos 60. Vi que o público conseguiu diferenciar bem essas personagens e fico muito feliz pois estou tendo uma repercussão muito positiva de ambas e muito carinho das pessoas que tem visto o filme, a novela ou viram a peça", analisou ela, que, após rodar a novela, pretende voltar aos palcos. "A novela tem um longo caminho pela frente, estou focada nisso, mas posso adiantar que já estou vendo projetos meus de peças que ficaram parados e também tem alguns textos novos de peça pra ler. Já estou com sede de palco", disse.

Fonte: Jornal do Brasil (Heloísa Tolipan)