quinta-feira, 6 de abril de 2017

Luana Piovani fala do assédio de José Mayer, agressões de famosos e relembra briga com Dado Dolabella


No último vídeo publicado em seu canal no Youtube, a atriz e apresentadora Luana Piovani disparou farpas para todos os lados. Falou de José Mayer, Kadu Moliterno, Dado Dolabella e Garrincha.
Sobre o fato do ator José Mayer ter assediado uma figurinista da Globo, Luana foi enfática ao dizer que coisas como essa sempre aconteceram nos bastidores.
“Não é o primeiro assédio e com certeza não será o último. O que acho genial é que ela rompeu o silêncio, falou. O que mais existe é assédio em ambiente de trabalho, em ambiente de subalterno“, disse.
A mulher de Pedro Scooby aproveitou o gancho e relembrou as diversas agressões praticados pelo ator Kadu Moliterno com suas companheiras.
“Kadu Moliterno, que já foi meu par, bateu na esposa, ela foi capa da revista “Veja” com a manchete: “Não foi a primeira vez” e não soube de condenação. Continua trabalhando, fazendo novelas, posando com as novas namoradas para as revistas de celebridades“, criticou.
Por fim ela detonou a forma como os homens são tratados logo após serem denunciados por algo gravíssimo contra alguma mulher.
“Garrincha enchia a Elza Soares de porrada e é lembrado como herói no Brasil… Dado Dolabella ganhou R$ 2 milhões num reality seis meses, depois de bater na minha cara, em votação popular“.

Fonte: TV Foco

Record decide abordar caso de Zé Mayer no “Domingo Espetacular”


Pegando carona na atual polêmica envolvendo o ator global José Mayer, a Record irá abordar o tema assédio e tratar diretamente sobre o caso do galã com a figurinista Su Tonani.
O caso, como todos sabem, aconteceu dentro da Globo, nos bastidores da novela “A Lei do Amor”, em que Su e Mayer trabalhavam.
“Quem é a jovem de 28 anos que teve a coragem de denunciar um dos maiores galãs das novelas: José Mayer?”, pergunta Paulo Henrique Amorim, na chamada do Domingo Espetacular divulgada no R7.
Janine Borba acrescenta: “Como interpretar as explicações do ator e o que fazer em situações desse tipo no trabalho?”.

Fonte: TV Foco

Apresentada nesta quinta, Base Nacional Comum prevê que crianças terão acesso mais cedo a português e matemática


R7 - As crianças, em todo o País, deverão ter acesso desde cedo a conteúdos de português e matemática. Até o 2º ano do ensino fundamental, geralmente aos 7 anos, os estudantes deverão ser capazes de ler e escrever. Além disso, aprenderão conteúdos de estatística e probabilidade. 
As definições estão na BNCC (Base Nacional Comum Curricular), apresentada nesta quinta-feira (6) pelo MEC (Ministério da Educação).
Na educação infantil, que vai até os 5 anos, a BNCC estabelece que seja desenvolvida a "oralidade e a escrita". O conteúdo começa a ser introduzido aos poucos. Até 1 ano e 6 meses, as creches deverão garantir, por exemplo, que as crianças reconheçam quando são chamadas pelo nome ou demonstrem interesse ao ouvir a leitura de poemas e a apresentação de músicas.
Aos 7 anos, no 2º ano do ensino fundamental, as escolas deverão garantir que os estudantes saibam escrever bilhetes e cartas, em meio impresso e digital - e-mail, mensagem em rede social. Devem também ler, com autonomia e fluência, textos curtos, com nível adequado, silenciosamente e em voz alta.
A matemática também deverá estar presente na formação desde cedo. Até os 7 anos, os estudantes terão acesso a conteúdos de probabilidade e estatística. Saberão, por exemplo, coletar, classificar e representar dados em tabelas simples e em gráficos de colunas, além de classificar eventos cotidianos como pouco ou muito prováveis, improváveis e impossíveis.

Implementação
A Base Nacional Comum Curricular deverá ser aplicada nas escolas públicas e particulares de todo o país. No setor público, deverá servir de base para a elaboração dos currículos estaduais, municipais e federal, que deverão definir como as habilidades serão implementadas em sala de aula.
Atualmente, nas escolas públicas, principalmente pelo Pnaic (Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa), o letramento em português e matemática deve ocorrer até o 3º ano do ensino fundamental, até os 8 anos. O Pnaic oferece, entre outros subsídios, material didático e formação aos professores. Agora, a intenção é que os conteúdos sejam antecipados.
"Estamos alinhando o Brasil a outros países e ao próprio setor privado do país. Não queremos que a criança da escola pública não tenha o mesmo direito hoje da criança de escola privada", diz a secretária executiva do Ministério da Educação, Maria Helena Guimarães de Castro, que presidiu, nos últimos meses, o comitê responsável pela finalização da base.
Para a superintendente do Cenpec (Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária), Anna Helena Altenfelder, na versão final da BNCC, a alfabetização ganhou clareza na especificação dos objetivos e na progressão. "É preciso pensar na realidade concreta do país, onde muitas crianças não vêm de famílias letradas, não têm familiaridade [com a leitura e escrita]. A escola efetivamente precisa desempenhar um papel importante. Todos os resultados mostram que não estamos conseguindo alfabetizar nossas crianças", diz. Anna integra também o Movimento pela Base Nacional Comum, grupo não governamental de profissionais da educação.
Em matemática, a decisão foi ampliar o conteúdo ensinado além das quatro operações básicas - soma, subtração, divisão e multiplicação. "Consideramos que é fundamental que o aluno desenvolva determinadas atitudes e competências na resolução de problemas, é importante que se sinta valorizado no que faz. Fundamental que compreenda o que faz e que se sinta seguro na capacidade de aprender matemática", explica o redator de matemática da BNCC, Ruy César Pietropaolo.
Segundo ele, embora ensinar probabilidade e estatística mais cedo seja uma tendência já presente em alguns livros didáticos, em alguns estados o currículo prevê que esses conteúdos sejam trabalhados apenas no ensino médio. A BNCC deve, então, antecipar essa aprendizagem.

Próximos passos
A expectativa do MEC é que a Base Nacional Comum Curricular chegue às salas de aula efetivamente a partir de 2019. Isso porque é necessário um longo caminho para a implementação, que envolve a formação dos professores, aquisição de livros didáticos e mudanças nas avaliações nacionais feitas pelo própria pasta.
Hoje, o MEC entrega a versão final da BNCC ao CNE (Conselho Nacional de Educação). Esse é um dos últimos passos para que a base passe a vigorar no país. Após análise, o CNE vai elaborar um parecer e um projeto de resolução e a BNCC volta para o MEC para homologação. Só depois passa a vigorar oficialmente. A partir da BNCC, estados e municípios devem elaborar os próprios currículos.
A base apresentada nesta quinta-feira refere-se ao ensino infantil e ao ensino fundamental. A parte relativa ao ensino médio ainda está em elaboração e deverá ser apresentada nos próximos meses.

Fonte: R7

Personagens de Novo Mundo, Thomas e Anna, anunciam namoro

Thomas e Anna anunciam namoro em Novo Mundo
Gshow - Anna (Isabelle Drummond) não esquece Joaquim(Chay Suede), mas ela está decidida a tomar uma atitude a fim de não sofrer mais por amor, afinal, o amado foi dado como morto. E ao lado de Thomas(Gabriel Braga Nunes), a professora de português se apresenta diante de Leopoldina (Letícia Colin) e Pedro (Caio Castro) para um anúncio.


"Eu e Anna viemos comunicar que a partir de hoje firmamos um compromisso", se antecipa o ministro. Em seguida, a jovem reafirma que está namorando com o inglês. Eis que Dom Pedro reage, com um surto de sinceridade: "Imaginei que a notícia da morte do marinheiro fosse causar estragos. Mas não deste tamanho". Que sacada, príncipe! 😂


Leopoldina fica feliz com a notícia
Não perca estas e outras cenas que estão previstas para irem ao ar nesta quinta-feira, 6/4. Confira o resumo da semana!

'Rock story': Depois de acusar Léo Régis de assédio sexual, Manu agarra o cantor


Depois de acusar Léo Régis (Rafael Vitti) de assédio sexual em “Rock story”, Manu (Antonia Morais) vai se envolver com o cantor. Eles se agarram dentro de um carro e vão viver uma relação gato e rato na trama. A primeira "ficada" acontece depois que ela pega carona com ele. Os dois estão saindo de um show juntos e o carro para pegá-la não aparece. Só que no meio da estrada, o carro de Léo tem um problema e enguiça. Eles ouvem um barulho do lado de fora e se trancam dentro do veículo esperando o socorro. Ao ouvir uma música, Manu diz que a canção lembra um ex-namorado. Léo, então, debocha: "Sério, você teve namorado? Achei que você não curtia, que achava homem uma coisa inútil...".
Manu não se intimida e responde, provocando ele: "Imagina, nunca disse isso. Homem tem várias utilidades... Alguns têm mais, outros têm menos". "Já mulher eu acho que só tem uma utilidade", responde ele. Manu pede que eles continuem ouvindo a música e pinta um clima. Léo aumenta o som e volta a cantar a música de seu jeito, alto, com o maior entusiasmo. Manu se mostra encantada com ele por um momento. Léo canta mais um pouco, sacando o interesse repentino dela. Os dois se encaram. O clima de atração vai ficando forte. Manu não se contém, agarra Léo e o beija com tudo, e ele embarca.

Fonte: Extra

Bibi é assaltada e perde dinheiro que seria usado para pagar aluguel


A situação de Bibi (Juliana Paes), que já era crítica, vai ficar desesperadora, na novela "A Força do Querer". Depois de vender o anel que ganhou de Caio (Rodrigo Lombardi) no passado para pagar os alugueis atrasados, a cabeleireira é assaltada a caminho da imobiliária e além de ter todo o dinheiro da venda da joia roubado, ainda é atingida de raspão por um tiro. Novamente sem ter como pagar a dívida, nos capítulos seguintes da trama das nove ela acaba sendo despejada, como temia. As informações são do colunista de TV Daniel Castro.

BIBI TENTA IMPEDIR O LADRÃO DE LEVAR SUA BOLSA
Tudo começa já no capítulo desta quinta-feira (6), quando Bibi está em um ônibus, indo para a imobiliária quitar o que está devendo. Antes de o assalto ser anunciado, ela vê, pela janela, Caio em um carro conversível e o executivo também a vê. Depois, a ex-universitária está contando para a mãe que vai conseguir se livrar do despejo, quando um dos bandidos diz: "Passa tudo", já arrancando o telefone das mãos dela. Em seguida, ele puxa também sua bolsa, e a morena protesta, desesperada: "A bolsa não, a bolsa não".

BIBI É BALEADA EM MEIO AO TIROTEIO
Em determinado momento um dos passageiros confronta os assaltantes, que reagem atirando. Para se proteger, Bibi se joga no chão, mas ainda assim é atingida por um dos disparos. Levada para um pronto-socorro, um médico comenta que a paciente teve muita sorte, enquanto faz o curativo em seu ferimento, mas ela responde, chorando: "Sorte? Minha vida estava naquela bolsa! Todo o dinheiro que eu devia pra não ser despejada". Ele a recrimina: "Não devia ter saído com tanto dinheiro na bolsa", e a vítima rebate: "A culpa é minha, doutor?".

A ORDEM DE DESPEJO É EXECUTADA
Já na sexta-feira (7), a ordem de despejo será executada, para tristeza de Bibi, que vê seus móveis e pertences todos serem colocados no meio da rua. Na tentativa de consolá-la, Rubinho (Emílio Dantas) garante que para tudo na vida tem um jeito. Dedé (Gabriel Almeida Bravo), o filho do casal vai morar com a avó, Aurora (Elizângela), enquanto os dois passam a dormir de favor no estabelecimento de um amigo de Rubinho. Por ironia do destino, Aurora procura Caio para pedir ajuda, e Bibi vai morar em uma casa emprestada pelo ex-noivo.

SAIBA MAIS SOBRE A NOVA TRAMA DAS NOVE
A história de Bibi e Caio foi destaque do primeiro capítulo de "A Força do Querer". A personagem de Juliana Paes é uma das protagonistas da trama, assim como Ritinha (Isis Valverde), que vai se casar com Zeca (Marco Pigossi) nos próximos capítulos e Jeiza (Paolla Oliveira), uma policial linha dura que faz sua estreia nesta quinta-feira (6). Além das três atrizes já consagradas, Carol Duarte faz sua estreia na TV interpretando Ivana, que vai se descobrir homem trans, abordando a questão de gênero.

(Por Samyta Nunes)

Fonte: Gshow

Jeiza e Zeca têm primeiro encontro explosivo na novela A Força do Querer


Zeca (Marco Pigossi) mal chegou ao Rio de Janeiro e já está louco para voltar para Parazinho. Isso por que mal colocou os pés na casa da tia Nazaré (Luci Pereira) e foi avisado pelo pai que Ritinha (Isis Valverde) fugiu de casa.


Pronto para pegar a estrada, ele passa por uma barreira policial e é parado por Jeiza (Paolla Oliveira), que comanda a operação. Ansioso, o caminheiro mostra que está com a documentação em dia e que está tudo certo, mas Jeiza tem motivo para desconfiar dele: “Nós temos uma fundada suspeita de um caminhão com as características do seu veículo transportando drogas”, informa a policial.

Jeiza apreende drogas no caminhão de Zeca, que não desconfia de nada
Zeca tenta argumentar, mas é ignorado pela policial
Deu ruim para o Zeca! Não perca esta cena que vai ao ar nesta quinta, dia 6/4. Saiba mais sobre este capítulo e fique por dentro do resumo da semana!

Fonte: Gshow

Silvio Santos ironiza José Mayer após acusação de assédio: 'Record contrata'


Silvio Santos ironizou José Mayer, acusado de assédio sexual pela figurinista Su Tonani, ao comentar o caso envolvendo o veterano, suspenso pela Globo por tempo indeterminado de suas produções, durante gravação do "Troféu Imprensa" nesta quinta-feira (6). "Ele vai ser mandado embora?", questinou o apresentador, conhecido por suas pérolas e gafes. "Mas ele é bom ator? Então a Record contrata ele. Ele pode fazer algum papel bíblico", completou o dono do SBT.

ATOR DIVULGOU CARTA DE DESCULPAS
José, após negar denúncia de assédio a figurinista, admitiu que errou através de uma carta e pediu descuplas. Ele, aliás, declarou que não teve a intenção de ofender Susllem Tonani. "Eu errei. Errei no que fiz, no que falei, e no que pensava. A atitude correta é pedir desculpas. Mas isso só não basta. É preciso um reconhecimento público que faço agora. Mesmo não tendo tido a intenção de ofender, agredir ou desrespeitar, admito que minhas brincadeiras de cunho machista ultrapassaram os limites do respeito com que devo tratar minhas colegas. Sou responsável pelo que faço", dizia um trecho do texto.

VETERANO TEVE CENAS CORTADAS DE 'SENHORA DO DESTINO'
A emissora carioca cortou as sequências do ator na reprise da novela "Senhora do Destino", no "Vale a Pena Ver de Novo". Para evitar a superexposição de José Mayer, a Globo diminuiu as cenas do veterano. No entanto, o personagem Dirceu não será retirado do folhetim de Aguinaldo Silva por causa do envolvimento dele com Maria do Carmo (Susana Vieira), sendo exibidas apenas as partes importantes.

FUNCIONÁRIAS SE REÚNEM COM DIREÇÃO PARA DISCUTIR DENÚNCIA DE ASSÉDIO
O caso José Mayer gerou reivindicação pela mudança no Código de Ética da Globo. Funcionárias se reuniram com a direção para discutir a denúncia de assédio sofrido pela figurinista Su Tonani. "Cada mulher precisa saber como agir e a quem procurar. Tudo com o respaldo da emissora. Todas mulheres já sofreram algum tipo de assédio, moral ou sexual, mas precisam de uma grande empresa por trás para garantir que os direitos dela serão cumpridos", disse uma das líderes do movimento.

(Por Patrícia Dias)

Fonte: Purepeople

Advogado de Victor Chaves afirma que esposa agrediu mãe do sertanejo

Indiciado pela Polícia Civil de Minas Gerais por agressão a esposa, Poliana Bagantini, Victor Chaves vive momentos de tensão. Na manhã desta quarta-feira (5), o advogado de defesa do cantor, Felipe Martins Pinto, reuniu a imprensa para falar sobre o indiciamento do sertanejo.


De acordo com representante, apesar da agressividade de Victor, o músico não tinha intenção de machucar Poliana. "Victor tem convicção da conduta dele e da sua inocência. O laudo e as testemunhas atestam que ele não machucou a Poliana. Ela entrou a força no elevador e ele a puxou para fora. Porque queria proteger a filha da mulher, que estava descontrolada. Apesar da agressividade do Victor ao tirar a Poliana do elevador, ele não a machucou", afirma.
Felipe Martins revela que Poliana também teve uma atitude agressiva com a mãe do cantor, Marisa Chaves, mas que a pedido do músico, a esposa não foi denunciada. Na declaração feita a imprensa, o advogado de Victor afirma que o sertanejo está tranquilo com a acusação e que se fosse necessário faria tudo de novo. "Victor tem a tranquilidade de dizer que o que ele fez ele faria de novo. O que ele fez, fez para proteger a filha. E se ele precisasse ele faria de novo", relata.
O representante legal do músico ainda revelou os próximos passos do caso. "Houve a conclusão do inquérito e a juíza abriu vias para o Ministério Público. O MP vai analisar e ele pode ou não ser denunciado", explica.

Fonte: Correio da Bahia

Após assédio, Globo corta cenas de José Mayer em 'Senhora do Destino'


Após o assédio contra a figurinista Su Tonani, além da suspensão da TV Globo, o ator José Mayer também será cortado da reprise de 'Senhora do Destino', que voltou a ser exibida no Vale a Pena Ver De Novo na primeira quinzena de março.
De acordo com o jornal Agora São Paulo, a intenção é evitar a superexposição do artista, que ficará um tempo afastado da emissora para uma espécie de processo de limpeza da imagem.
Contudo, o personagem de Mayer tem participação importante na trama, um vez que se relaciona com a protagonista da novela, Maria do Carmo (Susana Vieira). Por isso, o personagem vivido pelo ator não será totalmente excluído do enredo, mas só aparecerá em momentos em que sua presença é considerada imprescindível para a trama.

Fonte: Metro1