sexta-feira, 14 de abril de 2017

Caso de violência contra mulher comove o Peru


Notícias Ao Minuto - Um caso de violência chocou a população do Peru. Circulou no Facebook um vídeo em que uma jovem é agredida em uma boate até ficar inconsciente. O vídeo foi removido, mas antes, muita gente que viu ficou indignada, e tal indignação se estendeu para fora do país. Mulheres se juntaram e fizeram uma manifestação com a frase 'Ni una menos Perú: Tocan a una, toca a todas'.
Um papel importante na condenação do caso teve a organização peruana ‘Ni una menos Perú: Tocan a una, toca a todas’.

O imprevisível Donald Trump desestabiliza a política norte-coreana da China


A imprevisível política externa de Donald Trump, que inclui mensagens no Twitter e também mísseis Tomahawk, está desestabilizando a China e suas complexas relações com a Coreia do Norte.
À medida que aumentam as tensões na península coreana, as autoridades comunistas de Pequim estão preocupadas com as mensagens estridentes de Trump, que quer que a China controle seu vizinho ou que assuma as consequências.
“A tendência do presidente Donald Trump de aplicar uma política externa imprevisível não cai bem para Pequim, que calibra sua posição em função das cuidadosas avaliações da coerência dos Estados Unidos”, indica Tiffany Ma, do National Bureau of Asian Research, sediado em Washington.
A decisão de Trump de bombardear uma base área na Síria, na semana passada, e de lançar a maior bomba americana convencional jamais usada em combate contra instalações de extremistas no Afeganistão revelam sua intenção de mover as peças no tabuleiro geopolítico e demonstram que ele não teme em usar a força.

Líder norte-coreano, Kim Jong-un
“A Coreia do Norte é um problema, o problema será resolvido”, disse Trump depois de lançar no Afeganistão a “mãe de todas as bombas”.
Segundo observadores, a Coreia do Norte pode realizar neste fim de semana um novo teste de míssil balístico ou, inclusive, nuclear, coincidindo com o 105o. aniversário do nascimento de Kim Il-sung, o primeiro líder do país comunista.
A China se negou até agora a tomar medidas drásticas contra seu turbulento vizinho porque tema que a queda do regime leve a milhões de refugiados para sua fronteira e reforce a presença dos Estados Unidos na região.
“Mas Washington está perdendo a paciência”, segundo Tiffany Ma. “Se a China decidir ajudar, isso será muito bom. Se não, solucionaremos o problema sem eles”, postou Trump na terça-feira no Twitter.
A ameaça foi acompanhada de outra mensagem mais conciliadora. “Expliquei ao presidente chinês que um acordo comercial com os Estados Unidos será muito melhor para eles se resolverem o problema da Coreia do Norte”.
Um dia depois, o presidente Xi Jinping falou com Trump por telefone pedindo calma, ao mesmo tempo em que um porta-aviões americano se dirigia para a região.
“Os Estados Unidos podem ter a tentação de atuar por conta prórpia contra a Coreia do Norte se Pequim não fizer nada. Por isso, para Pequim, a melhor solução parece envolver-se mais ativamente”, alerta o historiador Xu Guoqi, da Universidade de Hong Kong.
Já existem sinais de que as autoridades de Pequim estão perdendo a paciência e esta semana o jornal oficial Global Times publicou um editorial especialmente duro alertando que um novo teste militar norte-coreano seria “uma bofetada para o governo americano” e ameaçando restringir as exportações de petróleo chinesas para Pyongyang.
Para resolver a questão norte-coreana, Pequim defende que a Coreia do Norte abandone seus testes nucleares e balísticas em troca que os Estados Unidos e a Coreia do Sul detenham seus exercícios militares na região.
Mas Washington rejeita esta opção, mesmo durante a presidência de Barack Obama. A política da nova administração Trump ainda não está clara, mas o secretário de Estado Rex Tillerson parece apoiar esta linha.
“A rivalidade entre a China e os Estados Unidos na região continua sendo muito elevada e há razões para duvidar de que a deixarão de lado para resolver a questão da península coreana”, assegura Alice Ekman, especialista em China no Instituto Francês de Relações Internacionais.

Fonte: IstoÉ

Rússia alerta que ataque dos EUA na Síria pode ter consequências sérias


MOSCOU E BEIRUTE (Reuters) - A Rússia alertou nesta sexta-feira que os ataques de mísseis dos Estados Unidos contra uma base aérea síria podem ter consequências "extremamente sérias".
A primeira grande iniciativa do presidente dos EUA, Donald Trump, em um conflito estrangeiro criou uma cisão entre Moscou e Washington.
Estacionados no mar Mediterrâneo, os navios de guerra USS Porter e USS Ross lançaram dezenas de mísseis Tomahawk contra a base aérea de Shayrat, que o Pentágono disse ter se envolvido em um ataque com armas químicas na semana passada.
Tratou-se da maior decisão de política externa de Trump desde sua posse, em janeiro, e o tipo de intervenção direta na guerra civil síria de seis anos que seu antecessor, Barack Obama, evitou.
Os bombardeios foram uma reação ao que os EUA dizem ter sido um atentado com gás venenoso pelo governo do presidente sírio, Bashar al-Assad, que matou ao menos 70 pessoas em território dominado pelos rebeldes. Damasco nega a autoria do ataque.
A ação militar colocou Washington em confronto com a Rússia, que tem conselheiros na Síria auxiliando Assad, seu aliado próximo.
"Repudiamos as ações ilegítimas dos EUA. As consequências disto para a estabilidade regional e internacional podem ser extremamente sérias", disse o vice-enviado russo à Organização das Nações Unidas (ONU), Vladimir Safronkov, durante uma reunião do Conselho de Segurança da ONU nesta sexta-feira.
O primeiro-ministro russo, Dmitry Medvedev, afirmou que os ataques norte-americanos ficaram a um passo de um choque com os militares da Rússia.
Autoridades dos EUA informaram fontes russas antes do lançamento dos mísseis e evitaram alvejar efetivos russos.
Imagens de satélite levam a crer que a base abriga forças especiais e helicópteros russos, parte dos esforços do Kremlin para ajudar Assad a combater o Estado Islâmico e outros grupos militantes.
Trump, que vinha pedindo relações melhores com a Rússia – estremecidas na era Obama por conta da Síria, da Ucrânia e de outras questões –, estava recepcionando o presidente da China, Xi Jinping, em seu resort de Mar-a-Lago, na Flórida, na noite de quinta-feira quando o ataque dos EUA ocorreu.
O secretário do Tesouro norte-americano, Steve Mnuchin, que está na Flórida com Trump, disse nesta sexta-feira que seu país irá anunciar sanções adicionais à Síria no futuro próximo, mas não deu detalhes.
O Ministério de Defesa da Rússia reagiu ao ataque convocando o adido dos EUA em Moscou para dizer que, à meia-noite do horário local, irá fechar uma linha de comunicação usada para evitar choques acidentais entre forças russas e norte-americanas na Síria, relatou a agência de notícias Interfax.
Aviões de guerra dos EUA atacam frequentemente militantes do Estado Islâmico em solo sírio e se aproximam de forças russas.

(Por Michelle Nichols, Andrew Osborn e Tom Perry)

Fonte: Extra

Passageiro é picado por escorpião em voo da United


São Paulo – A última semana não foi nada fácil para a companhia aérea americana United Airlines. No mesmo dia em que o passageiro David Dao foi retirado à força de um de seus voos, outro passageiro levou uma picada de escorpião a bordo de uma outra aeronave.
O passageiro era Richard Bell, que viajava com a esposa Linda Bell de Houston, nos Estados Unidos, para Calgary, no Canadá. “Enquanto eu estava comendo, alguma coisa caiu no meu cabelo do compartimento de bagagens acima de mim”, disse à rede canadense CBC.
“Eu o segurei pela cauda, então neste momento ele não poderia me picar”, disse. Foi quando um outro passageiro o alertou do perigo que o animal representava.
“Eu, então, soltei o escorpião na minha bandeja e depois tentei pegá-lo de novo, mas foi quando ele me picou.” O susto foi tanto que Bell soltou o animal no chão do corredor e uma comissária o prendeu com um copo. Em seguida, ela jogou o escorpião dentro de uma privada na aeronave.
Segundo Bell, a equipe de comissários imediatamente prestou auxílio ao casal, retirando-os de seus assentos originais. Eles também fizeram ligações para descobrir se o escorpião era venenoso ou não.
Ao pousarem em Calgary, uma equipe médica já estava esperando Bell para levá-lo ao hospital. Ele foi liberado logo em seguida, sem problema algum.
A esposa dele, Linda, contou que a United ofereceu crédito em viagem ao casal por causa do acontecido, e que eles aceitaram. Eles não pretendem processar a companhia aérea.
Veja abaixo o vídeo disponibilizado pela rede CNN no YouTube com a entrevista de Bell à canadense CBC e o momento em que ele foi picado pelo escorpião:

Inês Brasil vai se casar com o próprio empresário


Inês Brasil vai se casar. O escolhido foi o seu empresário, Jefferson. O casamento vai ser na Europa. “Vou casar, mas não quero explanar para ninguém. Aliás, por enquanto apenas 20 pessoas sabem sobre o meu casamento. Vou casar porque o meu marido me ama, graças a Deus. Como foi que você descobriu isso, Leo Dias?”, perguntou Inês a este colunista na tarde de ontem. Inês disse que agora vive numa fase mais reclusa: “Não vou nem para a televisão para ninguém saber da minha vida. Tenho casas e lojas alugadas. Se eu quisesse, podia parar de trabalhar. Mas eu quero trabalhar mais um pouco”.

Inês Brasil e o empresário Jefferson, com quem vai se casar
Fonte: O Dia

Pastor flagrado com garotas de 11 e 16 anos é preso por suspeita de estupro

O pastor e ex-candidato a vice-prefeito de Cuiabá (MT) pelo partido PSD, em 2012, Paulo Roberto Alves, de 52 anos, foi preso em flagrante pela Polícia Militar, por suspeita de estupro de vulnerável e favorecimento à prostituição de uma criança de 11 anos e uma adolescente de 16 anos, na noite de quarta-feira, 12. Ele foi encaminhado para o Centro de Custódia da Capital (CCC) nesta quinta-feira (13), onde permanece detido.
Após audiência de custódia, o juiz decretou a prisão preventiva de Alves. O delegado plantonista Cláudio Vítor Freesz, da 2ª Delegacia de Polícia (DP) de Cuiabá, pediu a perícia do celular de uma das garotas. O aparelho será encaminhado aos responsáveis na segunda-feira, 17.
Segundo o Boletim de Ocorrência de número 2017.124592 (BO), a guarnição realizava ronda pelo bairro Jardim Itália, quando os policiais avistaram um veículo Toyota Hilux da cor preta deixando duas garotas menores de idade perto de um matagal, em uma rua nas proximidades da Avenida das Torres. A equipe tentou abordar o condutor.

Pastor Paulo Roberto Alves foi preso em flagrante
O BO diz que, quando percebeu que estava sendo acompanhado pela guarnição, Alves fugiu em alta velocidade seguindo rumo à Avenida Itália. Os policiais, então, retornaram ao local e encontraram as duas menores na Avenida das Torres, em um ponto de ônibus. Elas tinham R$ 150. No mesmo momento, outros policiais foram até a residência das meninas, no bairro Pedra 90, mas não localizaram os responsáveis pelas garotas. As vítimas disseram que foram levadas para a casa do suspeito, onde ficaram no mesmo quarto.
A menor de 16 anos relatou que conheceu o suspeito há alguns dias e já teve relação sexual com ele. Ela disse que recebeu uma ligação de Paulo Roberto Alves em que ele disse que queria sair com ela e com a sobrinha dela de 11 anos. Segundo a ocorrência, o pastor teria pago R$ 100 para a mais velha e R$ 50 para a mais nova.
A vítima de 16 anos também informou que recebeu uma ligação do suspeito em seu celular depois que a PM passou pelo local, pedindo para ela não relatar o ocorrido em troca de R$ 200.
Outro lado. Procurado pelo Estado, Paulo Roberto Alves não foi encontrado. Em vídeo divulgado pelo site Mato Grosso Mais, na quarta-feira, o pastor alegou inocência e disse que não cometeu o abuso.

Fonte: Correio da Bahia

Casal é vítima de panfleto homofóbico distribuído entre novos vizinhos no Paraná

O jornalista João Pedro Schonarth e o servidor público Bruno Banzato estavam prestes a se mudar para uma nova casa em Curitiba (PR). O que o casal não esperava era que a vizinhança tivesse recebido, nesta quinta-feira (13), um panfleto homofóbico anunciando a chegada deles. 
O material traz a foto de um casal gay e um texto que diz: "A sua rua será mais alegre. Todos os dias nos passeios matinais ou dos finais das tardes. Terá a visão para inspirar e influenciar toda a vizinhança. Você, seus filhos, seus netos e amigos". Além disso, o endereço de João e Bruno, casados há sete anos, é divulgado. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.
Um boletim de ocorrência por crime de injúria foi registrado por eles. Os panfletos foram jogados nas calçadas da rua, de dentro de um carro, segundo o relato de vizinhos. "Se fazem isso em público, imaginem o que fazem quando estão a sós. Gostou das boas notícias?", diz o folheto.


Segundo o casal, um boletim de ocorrência já havia sido registrado na semana passada. Além das mensagens de "boas-vindas", o sobrado que estão construindo amanheceu alagado por causa de uma mangueira colocada dentro do duto de ar-condicionado. Outros incidentes como registros de água abertos e vazamentos também ocorreram. "Aí começou a cair a ficha. A gente conhecia a homofobia como conceito, só de ouvir falar, mas viver é muito forte", diz Schonarth.
A Polícia Civil do Paraná está trabalhando no caso. O casal pretende se mudar na próxima semana e amigos e conhecidos irão se mobilizar neste sábado (15) em frente à casa.

Fonte: Correio da Bahia

#FaltaDeRespeito - Grupo LGBT causa polêmica ao criar versão gay da Santa Ceia

TV Cidade (SBT) - A organização LGBT DiverCity, de Salerno, no sul da Itália, está causando polêmica no país depois de criar uma versão gay e erótica do famoso quadro da Santa Ceia para divulgar uma festa para esta Quinta-feira Santa. A imagem mostra Jesus e seus 12 discípulos nus e seminus, beijando-se e fazendo sexo de diversas formas.


Previsivelmente, a brigada conservadora da Itália, ainda não plenamente recuperada do fato de que a união civil está legalizada no país desde maio do ano passado, resolveu bradar pela censura da imagem e cancelamento do evento. Raffaele Adinolfi, representante local do partido Il Popolo della Famiglia, declarou: “Nós do Popolo della Famiglia podemos apenas expressar publicamente nossa indignação e convidar todos os habitantes de Salerno, crentes e não-crentes, a fazerem o mesmo”.O partido de que faz parte se opõe ao casamento homoafetivo, ao aborto, ao divórcio e ao uso de barrigas de aluguel.
A festa, “Divercity Easter Edition”, tem como lema “não somos blasfemos, somos alternativos!”. A resposta de Adinolfi a isso é que a imagem é “ofensiva, e alternativa a apenas uma coisa: o bom gosto”. E continua: “seria de bom tom se os proprietários e gerentes do evento cancelassem a festa por respeito à comunidade como um todo e a suas tradições – o mesmo respeito que as minorias exigem mas frequentemente não estão dispostas a conceder.”
Emanuele Avagliano, um dos organizadores da DiverCity, defendeu o evento num post no Facebook: “Queremos reafirmar nosso respeito pela opinião alheia, mas igualmente reiteramos com força e convicção nossa liberdade para vivermos e nos divertirmos da maneira como acharmos melhor. Além disso, enfatizamos que a peça de comunicação que utilizamos não tem como intenção blasfemar, nem ofender, nem desrespeitar.”
Avagliano continua: “Isso dito, lamentamos perceber que mais uma vez o ‘Popolo della Famiglia’, na falta de outros alvos, mais uma vez procura combater LGBTs para ganhar visibilidade às nossas custas, em detrimento de tantos gays, lésbicas e pessoas transgênero. Convidamos a todos, portanto, a estarem presentes na quinta-feira com mais força e fé que de costume, e recuperarem um espaço de liberdade, de expressão e de entretenimento, essencial para jovens homossexuais e pessoas trans de nossa cidade.”
“Nossas cores, nossos sorrisos e nossos corações não podem nem devem serem contidos por pessoas que se escondem por trás do racismo político e da homofobia”, finaliza Avagliano.
No ano passado, juízes italianos decidiram que dizer que alguém é homossexual não pode ser considerado ofensivo, e no começo desse ano uma corte em Trento reconheceu legalmente um casal de gays como os pais de um bebê gerado por barriga de aluguel. Por outro lado, outra corte decidiu em janeiro que um garoto de 13 anos deveria frequentar um “centro para jovens” por 12 horas, todos os dias, por ser “afeminado demais”.
Por Marcio Caparica(@marciocaparica)

“Carinha de Anjo”: Nicole arma para Gustavo e marca data do casamento


Nicole (Dani Gondim) usará de armas pesadas para finalmente marcar a data do casamento com Gustavo (Carlo Porto) na novelinha infantil “Carinha de Anjo“.
A loira jogará sujo ao fazer o amado sentir pena de sua situação, já que precisa trabalhar de modelo para sustentar sua família e para isso tem que viajar diariamente.
Ao ver tal situação o bonitão vai propor, enfim, o casamento com a vilã. Ela toda fez vai comemorar o sucesso de seu plano.
A sequência está prevista para ir ao ar na próxima semana no SBT.

Fonte: TV Foco

Emilly é a vencedora da final do ‘BBB17’


A estudante gaúcha Emilly Araújo venceu o Big Brother Brasil 17, nesta quinta-feira, e faturou o prêmio de 1,5 milhão de reais. A amazonense Vivian Amorim ficou em segundo lugar e a gaúcha Ieda Wobeto, participante com idade mais avançada do BBB, 70 anos, em terceiro. Emilly teve 58% dos votos, Vivian ficou com 41% e Ieda, com 1%. Favorita desde o começo do programa, Emilly foi, realmente, a protagonista do BBB17. Criou e desfez alianças, firmou amizades, brigou e namorou um participante, Marcos. Esta história, porém, teve um final para infeliz: durante uma discussão na madrugada de sábado para domingo, o médico encurralou a gaúcha em um canto da casa, colocou o dedo em riste em seu rosto e apertou seu pulso e seu cotovelo. Emilly reclamou de dor, a Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Jacarepaguá abriu um inquérito e o cirurgião plástico acabou expulso por agressão. O caso, porém, não foi comentado durante toda a final do BBB17.
Ao vencer, a participante saiu da casa e foi recebida com festa pela família e pelos participantes eliminados — menos por Marcos, que ficou em um canto isolado enquanto todos dançavam com o show dos técnicos do The Voice Brasil, Claudia Leitte, Lulu Santos, Michel Teló e Carlinhos Brown. Tiago Leifert sequer entrevistou a vencedora, talvez com medo de ela citar o caso de agressão.

Fonte: VEJA

Marilene Saade tem sedação reduzida: 'Finalmente vai ficar boa', diz Stênio

Marilene Saade, que sofreu complicações após uma cirurgia de retirada de útero e está internada desde o dia 29 na Clínica São Vicente, na Zona Sul do Rio, deve deixar a UTI nos próximos dias. Após uma tomografia nesta quinta-feira, 13, os médicos decidiram reduzir a sedação para que ela possa ir para o quarto. A informação foi dada pelo irmão da atriz, Roberto Saade, que conversou com o EGO logo após a conclusão do exame.
"Ela teve uma melhora imensa, acima do esperado. Os médicos estão tirando a sedação aos poucos para já começar a fazer exercícios respiratórios e ela sair da UTI. As perspectivas são de uma evolução rápida. Em poucos dias ela vai para o quarto. A Marilene é nova e isso ajudou muito. Ela saiu de um quadro gravíssimo, depois foi para um quadro grave e, agora, está bem e estável", contou.
Stênio Garcia, marido de Marilene, celebrou a novidade: "Queremos continuar agradecendo a todos por esse carinho que estão transmitindo para a Marilene, que é o que está mantendo ela bem, evoluindo", disse ele, que recebeu a confirmação da melhora após o resultado do exame pela manhã. "Estamos muito felizes porque finalmente ela vai ficar boa". Ele já havia feito um vídeo na noite de quarta-feira, 12, vibrando pela melhora da mulher.

Fonte: EGO

Parque Indígena do Xingu, santuário da cultura brasileira que completa 56 anos


O Parque Indígena do Xingu completa nesta sexta-feira, 14 de abril, 56 anos da sua criação e o aniversário da reserva, uma das maiores e mais famosas do gênero no mundo, foi celebrado pelo Google com um Doodle comemorativo.
Criado em 1961 durante o governo do então presidente Jânio Quadros, o Parque Indígena do Xingu só se tornou uma realidade após longa campanha dos irmãos Orlando e Leonardo Villas-Bôas e do antropólogo Darcy Ribeiro, que à época trabalhava no Serviço de Proteção ao Índio, entre outros ativistas brasileiros. Localizada no Estado do Mato Grosso, a reserva foi a primeira terra indígena homologada pelo Governo federal e, atualmente, conta com cerca de 27.000 quilômetros quadrados.

Esboços que deram origem ao doodle
Santuário da cultura e da biodiversidade brasileira, o Parque Indígena do Xingu abriga uma população de aproximadamente de 5.500 índios de 14 aldeias: Kamayurá, Kaiabi, Yudjá, Aweti, Mehinako, Wauja, Yawalapiti, Ikpeng, Kalapalo, Kuikuro, Matipu, Nahukwá, Suyá, e Trumai.
Os elementos da cultura da população indígena brasileira foram incorporados ao Doodle, entre elas o rio Xingu, além das cestas de pesca, as raízes de mandioca, cocares, entre outros elementos.

Fonte: Brasil (El País)

#FamososQuePartiram - Diana Morel, intérprete de Ofélia na novela 'A Gata Comeu'


Data de Nascimento: 30 de novembro de 1935
Local: Rio de Janeiro (RJ)
Profissão: atriz, dubladora e ex-vedete
Data de Morte: 18 de dezembro de 1998
Local: Rio de Janeiro (RJ)
Causa da Morte: infarto do miocárdio
Idade: 63 anos

Diana Morel e Claudio Marzo em A Rainha Louca (1967)
Diana Morel em O Homem Proibido (1969)
Diana começou sua carreira artística aos 15 anos como vedete nos espetáculos do produtor e diretor de espetáculos teatrais, Carlos Machado. A artista chegou até a ameaçar se jogar do prédio em que morava caso seus pais não lhe permitissem ser vedete. Foi eleita uma das Certinhas do Lalau, de Stanislaw Ponte Preta (o jornalista Sérgio Porto), lista onde figuravam vedetes de grandeza, como Anilza Leoni, que participou da novela como a madrasta da Jô, Esther Penteado.
Na novela A Gata Comeu, a personagem de Diana era Ofélia, mãe de Xande (Oberdan Jr), Suely (Juliana Martins) e de Paula (Fátima Freire), que era noiva do professor viúvo e pai de dois filhos Fábio (Nuno Leal Maia). Só que Ofélia queria que Paula se casasse com um homem rico.
Participou de A Rainha Louca (1967), A Grande Mentira (1969), Supermanoela (1974), e Dancin' Days (1978). Sua última novela foi Gente Fina (1990).

Diana Morel em uma das mais divertidas cenas da novela A Gata Comeu, como Ofélia
Além de atriz, Diana era também dubladora oficial das atrizes Greta Garbo, Bette Davis, e Ingrid Bergman. Fez trabalhos de dublagem na novela Maria Mercedes, nos filmes Tarzan e Superamigos, Police Woman e Ilha da Fantasia.

Diana Morel com Nuno Leal Maia, Fátima Freire, Roberto Pirillo e Rogério Fróes em cena da novela A Gata Comeu

Velozes e Furiosos, a série cada vez mais futurista e distópica


Vin Diesel foi homenageado pelo Facebook no ano passado ao ultrapassar 100 milhões de seguidores. O cara virou uma instituição. Triplo X, Toretto. Você podia achar que a série Velozes e Furiosos ia morrer com Paul Walker. O sucesso está sendo maior ainda, e cada vez mais em ritmo de ficção científica. Vale lembrar - quando esteve no Brasil, em 2013, para promover o lançamento de Velozes e Furiosos 6, o diretor Justin Lin conversou com o repórter sobre... Stanley Kubrick. O que o autor de clássicos como 2001, Uma Odisseia no Espaço e A Laranja Mecânica tem a ver com o universo dos rachas da série Fast and Furious? Nada, e tudo. O mundo de Kubrick como o de Toretto é distópico, e nele o personagem de Vin Diesel tenta introduzir uma noção de ordem baseada na família, não necessariamente a de sangue.
Velozes e Furiosos virou um fenômeno planetário. A série criada por Rob Coen em torno aos personagens de Vin Diesel/Toretto e Paul Walker/Brian foi reformulada por Lin, e o 6 fez grande sucesso. O 7, impulsionado pela morte de Paul Walker, causou comoção - e Lin, que foi dirigir Star Trek, foi substituído por James Wan. Para o oitavo filme, já sem Walker - mas há (mais uma) homenagem a Brian -, a direção foi para o afro-americano F. Gary Gray, testado na direção de videoclipes de Ice Cube, Queen Latifah, Dr. Dre e Jay-Z.
O mundo de Toretto está mais futurista que nunca. Lembram-se dos primeiros filmes de James Bond, com seus satélites, foguetes, armas nucleares? Velozes e Furiosos 8 começa em Havana, com um racha em que Toretto precisa improvisar para vencer o bambambã local. Ainda em Havana, ele é cooptado - intimado - a colaborar com a hacker Charlize Theron. Toretto renega a família afetiva e passa a ser caçado - pelo agente Kurt Russell e o oficial a cargo da operação, interpretado pelo filho de Clint. Scott Eastwood toma um corretivo antes de ser aceito pelo grupo, formado por toda aquela turma que você conhece - Michelle Rodriguez, Dwayne Johnson, Jason Statham, Tyrese Gibson, Ludacris e a vilã Charlize.
Com o codinome Cypher, ela domina as ferramentas da internet para dominar o mundo, mas age racionalmente e sua loucura tem um nome - que ela chama 'responsabilidade'. É um discurso apropriado para a nova era Trump, embora o mundo fosse outro quando Diesel e Gary Gray começaram a fazer o filme que agora estreia em 1.400 salas do Brasil - um dos maiores lançamentos da história do cinema no País.
Basicamente, Toretto segue sendo um homem de família, mas o laço de sangue nunca foi tão íntimo, com direito a... Olha o spoiler. Prepare-se para explosões, chuvas de carros sobre Nova York, perseguição entre carros e submarino nuclear. Vale tudo nesse admirável, mas não tão admirável mundo de vilões internautas. A cena inicial define o filme, com seu elogio ao espírito cubano, mas também as gostosas que vão irritar as feministas de plantão. A melhor cena, e só ela vale o filme, envolve Helen Mirren e Jason Statham. É um regalo.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

NYT diz que caso José Mayer é vitória contra o sexismo


O jornal norte-americano The New York Times publicou uma reportagem na última quinta-feira, 13, repercutindo os desdobramentos do caso de assédio cometido por José Mayer contra Susllem Tonani na Globo.
“Uma vitória contra o sexismo no Brasil”, estampa o título. Na matéria, o repórter compara o caso ao que poderia ser o enredo de uma novela: uma figurinista que realiza seus sonhos no show business ao ser contratada pela maior emissora do País, mas acaba sendo alvo de assédios por um dos grandes atores.
O caso de agressão de Marcos contra Emilly no BBB 17 também foi citado na matéria. Com destaque para a hashtag #EuViviUmRelacionamentoAbusivo, o jornal explicou que as redes sociais foram importantes no desdobramento dos casos, resultando na expulsão de Marcos do programa e na suspensão de Mayer da Globo.

Fonte: Exame

Na novela Novo Mundo, Anna e Joaquim se entregam à paixão


Joaquim (Chay Suede) leva Anna (Isabelle Drummond) para conhecer a aldeia onde viveu durante anos e, já à noite, o casal conversa sobre tudo que passou. "Quando você sumiu no mar, levou minha alegria junto. Me tornei uma pessoa frágil, triste, cinza", revela a professora.
"Tantas vezes eu senti o impulso de largar tudo e ir atrás de você, Anna. Tantas vezes! Todos os dias. Mas se eu desse as costas para essas pessoas, eu não seria digno de você", ele diz. De repente, Anna avisa: "Eu não quero mais esperar". O casal finalmente se entrega à paixão e passa a noite junto! ❤️❤️❤️❤

Joaquim declara todo seu amor...
... e Anna diz que não quer esperar mais!
Anna e Joaquim se beijam

Em Rock Story, Vanessa confessa ser apaixonada por Diana


Em “Rock Story, novela das 19h da Rede Globo, Vanessa (Lorena Comparato) revelará sua orientação sexual em conversa com Edith (Viviane Araújo).
Nos próximos capítulos da trama de Maria Helena Nascimento, Edith dirá pra Vanessa que sempre soube que ela gostava de meninas, que surpreende a mãe ao revelar que é apaixonada por Diana (Alinne Moraes). “Eu adoro a Diana, tenho um carinho enorme por ela, apesar de tudo…”, dirá ela.
Edith então revelará que já sabia de tudo. “Você nunca me disse, mas eu sei que você gosta de meninas desde que você era adolescente… E pra mim pouco importa, só quero que você seja feliz!”, dirá. “Eu tinha tanto medo que vocês não aceitassem”, responderá Vanessa. “Imaginei que você tinha medo, por isso resolvi falar com você, tava só esperando o melhor momento”, falará Edith.

Fonte: TV Foco

Em A Força do Querer, Rubinho entra na vida criminosa


Em "A força do querer", Rubinho (Emilio Dantas) vai começar a dar mostras de que já está envolvido na vida criminosa. Ela diz a Bibi (Juliana Paes) que conseguiu um empréstimo com o patrão para comprar a casa onde moram. A estudante de direito, claro, não desconfia de nada ilegal e comemora.
Já Aurora (Elizângela) fica com a pulga atrás da orelha. "Tô pensando é nesse dinheiro que Rubinho diz que arranjou com o chefe lá do restaurante!", diz ela para a filha, que rebate: "Pra senhora ver como é só a senhora que não dá valor a ele!". Aurora continua: "Muito pouco tempo que ele trabalha no lugar pra já". E ela é cortada por Bibi: "A senhora não tá achando que Rubinho roubou, tá? Porque mais honesto que ele não tem! taí uma coisa que ninguém, nem a senhora pode dizer de Rubinho!".
Desconfiada, Aurora procura Caio (Rodrigo Lombardi) para saber mais detalhes sobre esse empréstimo e o advogado nega que tenha adiantando qualquer dinheiro a Rubinho. "Se não foi você que emprestou o dinheiro pra Rubinho querer comprar a casa, quem pode ter sido? Não acredito que o chefe dele", diz ela, angustiada.

Fonte: Extra

Adolescentes querem ser transgênero por que está na moda, alerta psiquiatra

Boa Informação - Um renomado psiquiatra australiano está fazendo uma grave denúncia: crianças e adolescentes estão se identificando como transgêneros por acharem que isso está em alta.
O Dr. Stephen Stathis, diretor de uma clínica de gênero em um unidade de saúde infantil de Brisbane, na Austrália, é responsável por diagnosticar casos de disforia de gênero, caracterizada por uma forte e persistente sensação de identificação com o gênero oposto, além de desconforto com o seu próprio sexo.
Ele diz que muitos adolescentes estão apenas confusos sobre sua sexualidade ou pensam que isso os tornará “populares”. O especialista reclama que a mídia tem transformado a situação em “tendência”, o que influenciaria facilmente os mais novos.
“Um deles me disse, ‘Doutor Steve… eu quero ser transgênero, é o novo negro”, relata. Ele disse ter visto meninas querendo se identificar como transgênero após terem disso estupradas. “As meninas dizem: ‘Se eu fosse homem não teria sido abusada”, acrescentou.
Alguns foram convencidos que sua vida será melhor caso mudem de sexo a ponto de fazerem algo drástico sem pensar nas consequências. “Vi até automutilação genital, de quem tentou cortar o próprio pênis”, deplora.
A Austrália passou recentemente a oferecer um novo “serviço de gênero”, de responsabilidade do Estado, no Hospital Infantil Lady Cilento, onde ele trabalha. Eles esperam receber cerca de 180 crianças este ano.
O objetivo da maioria dessas crianças e jovens confusos sobre sua sexualidade é começar a tomar bloqueadores da puberdade ou fazerem um tratamento com hormônios.
Contudo, a grande maioria dos paciente está simplesmente passando por uma fase comum no início da adolescência, ressalta Stathis. Apesar de dizerem que não se sentem bem no corpo que possuem, no momento em que atingem a puberdade, a maioria volta a se identificar com o seu sexo de nascimento.

Ao chegarem na fase adulta, já superaram esses sentimentos de confusão a respeito do sexo.
Como esse tipo de confusão sobre gênero geralmente é temporária e os bloqueadores hormonais causam danos permanentes, o doutor Stathis passou a exigir que os pacientes recebessem um acompanhamento na área da saúde mental. Isso fez com que um número elevado deles mudasse de ideia.

A coisa certa?
Catherine McGregor, conhecida advogada de causas LGBT na Austrália, afirmou que as crianças “tendem a fazer a coisa certa quando sentem que estão no corpo errado”. Ao mesmo tempo, diz que é preciso haver controles adequados para assegurar que não ocorram erros prematuros.
O psicólogo infantil Michael Carr-Gregg confirmou que existe 250 crianças sendo assistidas na unidade que trata da disforia de gênero no Hospital Infantil Royal, em Melbourne. Uma década atrás, havia apenas uma criança pedindo ajuda, compara. Segundo ele, “pesquisas indicam que 2,7% das crianças se enquadram nesta categoria”.
Curiosamente, a única igreja a se pronunciar sobre o caso até agora foi a Comunidade de Cristo Porta Aberta, em Cranebrook. A pastora Susan Palmer, que é lésbica e lidera a congregação voltada para a comunidade LGBT, declarou não ver problema que a criança receba acompanhamento logo que a questão seja detectada.
“A maioria dos meus conhecidos que fizeram a transição sabiam desde muito cedo que algo não estava bem, como se a mente e o corpo não estivessem em sintonia”, sublinhou.
“Uma criança é fortemente influenciada por seus cuidadores e sei que os pais podem ficar excessivamente preocupados. Eles realmente podem coagir ou influenciar as crianças quando tudo que elas estão fazendo é apenas explorar algo que não está indo na direção que eles realmente gostariam.” Com informações de Life Site News

Páscoa: como escolher o chocolate mais saudável?

Impossível não relacionar a chegada da Páscoa com a alta temporada de chocolates. A nutricionista Gabriella Alves, da Corpometria, indica as opções mais saudáveis para data e já ressalta que os chocolates mais saudáveis são os que têm maior teor de cacau.Normalmente estes chocolates têm menos açúcar na composição e, assim, é possível ter mais benefícios relacionados à fruta.
Gabriella explica que todos os benefícios associados normalmente ao chocolate, como a maior produção de serotonina – hormônio responsável pela sensação de bem estar – e o efeito antioxidante, por exemplo, são na verdade benefícios proporcionados pelo cacau, ingrediente do chocolate.
“São vantagens vindas da fruta e não do doce em si. Então por isso, a melhor escolha sempre será aquela que priorizar o cacau e tiver maior concentração dele, como um chocolate meio amargo ou um amargo, preferencialmente”, ressalta a nutricionista.


Para não exagerar durante a Páscoa, a nutricionista também tem algumas dicas. Segundo Gabriela, o ideal é dividir os doces em porções e comer um pouco por dia.
“Caso a pessoa queira comer um ovo de chocolate ou metade dele em um dia, tudo bem desde que ele seja rico em cacau. Isso só não pode se tornar uma rotina, e o certo é que nos próximos dias a ingestão de açúcar seja menor”, frisa.
Para quem está fugindo dos açúcares, os chocolates brancos devem ser descartados não apenas da Páscoa, mas do cotidiano também. Isso pelo fato de o doce ser rico em açúcar e leite, e não levar nada de cacau na receita, apenas a gordura da fruta. O chocolate ao leite também é considerado um vilão no quesito teor de açúcares. Doces com corantes e aromatizantes artificiais também devem ser evitados.
Depois de todas essas orientações, não precisa ficar neurótico e se isolar da data, como considera Gabriela. “Datas comemorativas como Páscoa e Natal acontecem apenas uma vez por ano e as pessoas esperam por elas. Não tem problema se permitir um pouco mais nesses momentos, desde que você se cuide durante todos os outros meses”, lembra.
Para comer sem culpa na Páscoa, valorize os bons hábitos no restante do ano. Não vale achar que todos os dias são sem regras e consumir chocolate desenfreadamente diariamente.
“Praticar atividade física, evitar alimentos com muita açúcar e gordura, e se cuidar sempre” são as orientações da nutricionista para manter uma boa rotina nos outros dias.

Fonte: Cenário MT