sexta-feira, 19 de maio de 2017

#FamososQuePartiram - O misterioso caso da morte de Elizabeth Short, a 'Dália Negra'


Nome: Elizabeth Short
Data de Nascimento: 29 de julho de 1924
Local: Boston, Massachusetts (EUA)
Ocupação: Garçonete
Data de Morte: 15 de janeiro de 1947
Idade: 22 anos, 5 meses e 17 dias
Local: Los Angeles (EUA)
Causa: Assassinato/Hemorragia e choque de concussão cerebral, lacerações no rosto
Motivo: Desconhecido

Fontes:
Wikipédia
Dália Negra (Tumblr)
Noite Sinistra
Além da Imaginação

O Famosos Que Partiram de hoje relembrará um dos casos de assassinato mais misteriosos de toda história policial estadunidense. A vítima era a garçonete Elizabeth Short, de 22 anos, cujo corpo foi encontrado no dia 15 de janeiro de 1947 em Los Angeles, e até hoje o crime nunca foi desvendado, e o assassino permanece sem a identidade revelada.

Corpo de Elizabeth Short em 15 de janeiro de 1947, quando foi encontrado pela manhã daquele dia
Elizabeth tinha o sonho de ser atriz, mas nunca obteve sucesso até ser vítima de um assassinato, que é falado até os dias de hoje. Embora fosse conhecida em Hollywood, a polícia não conseguiu identificar o assassino, que como constam as investigações, era formado em medicina por causa dos vários cortes feitos em seu corpo. Um dos primeiros suspeitos foi George Hill Hodel Jr., na época com 39 anos.
Análises no corpo de Elizabeth Short comprovaram que ela foi estuprada, só não se soube se foi antes ou depois da morte.
Após a morte de George Hill, o filho dele, Steve Hodel, disse que tinha evidências que comprovaram ter sido ele o responsável pela morte de Elizabeth, como também por outros vários assassinatos. Segundo Steve, a polícia sempre acobertou vários dos maus feitios de seu pai, por ele conhecer figuras muito importantes de Los Angeles. A polícia considerou várias das provas apresentadas por Steve como falsas. George morreu aos 91 anos, em 16 de maio de 1999, por insuficiência cardíaca.

Elizabeth Short morta

Elizabeth Short nasceu em 29 de julho de 1924, e era a terceira de cinco filhos de Cleo Short e Mae Phoebe Sawyer. Seu pai, Cleo, perdeu grande parte de seus bens em 1929 após uma queda na bolsa de valores, e no ano seguinte, desapareceu, deixando seu carro estacionado em uma ponte. Muitos acreditavam que ele tinha se suicidado, porém, mais tarde, Elizabeth descobriu que seu pai ainda estava vivo e morando na Califórnia, sendo criada enquanto isso somente pela mãe.
Sofria de asma e bronquite, e por causa disso, foi mandada por sua mãe para Miami, na Flórida, aos 16 anos, durante o inverno. Aos 19, foi viver com seu pai em San Francisco Bay, onde ele trabalhava num estaleiro naval. Logo em seguida, se mudou para Santa Bárbara, também na Califórnia. Foi presa por oferecer bebida alcoólica a um menor de idade, sendo levada após sua saída da prisão de volta para Medford pelas autoridades juvenis.

Elizabeth Short na delegacia, em 1943, após prisão
Short já recebeu proposta de casamento de um oficial das Forças Aéreas do Exército dos Estados Unidos, Matthew Michel Gordon Jr., mas a cerimônia não aconteceu porque ele morreu em um acidente aéreo, em 10 de agosto de 1945, antes mesmo dele retornar aos EUA para que isso acontecesse. Por razões desconhecidas, mudou a história dos fatos, dizendo que os dois se casaram e tiveram um filho, que morreu.
Após a morte de Gordon, Elizabeth Short continuou em Los Angeles, onde trabalhou com pessoas envolvidas na área de produção cinematográfica de Hollywood e foi amante de muitos homens que por lá passaram.
O assassino, com identidade oculta, enviou uma carta à polícia oito dias do assassinato de Elizabeth Short, com palavras recortadas de diversas revistas: "I will give up in Dahlia's killing if i get 10 years. Don't try to find me". (Eu vou me entregar pelo assassinato de Dahlia em 10 anos. Não tentem me encontrar). No dia seguinte, uma agenda com o nome de todos os 70 admiradores de Dália Negra foi entregue, levando as autoridades investigarem um por um. Em 25 de janeiro daquele ano, a bolsa de couro e um par de sapatos da garçonete foram encontrados.

Carta mandada pelo assassino de Black Dahlia
Ao menos 50 pessoas, entre homens e mulheres, confessaram terem matado Elizabeth Short, até mesmo sem terem feito isso, deixando o trabalho ainda mais difícil para a polícia. Nenhuma delas apresentaram provas de terem cometido o crime, só repetiam tudo o que a imprensa veiculava, se aproveitando da situação para conseguirem fama e por auto-promoção.

Elizabeth Short havia chegado em Los Angeles poucos meses antes de morrer


Temer alega que tentou evitar futuras reuniões com Joesley


Michel Temer vem quebrando a cabeça para construir versões para o assombroso diálogo que teve com Joesley Batista, devidamente gravado pelo delator.
Num dos trechos mais bombásticos, o presidente da República dá o aval para Joesley tratar de “tudo” com seu homem de confiança, o deputado Rodrigo Rocha Loures, filmado pela Polícia Federal dias depois recebendo uma mala de dinheiro.
Internamente, Temer vem argumentando que autorizou o interlocutor a iniciar tratativas com Rocha Loures justamente para não ter de se reunir novamente com ele.
Agora, para entregar à opinião pública uma explicação sobre o pagamento de 500 000 reais ao seu homem de confiança, o peemedebista nem precisa ser tão criativo, basta aderir à cartilha de Lula e dizer que não sabia de nada.

Fonte: Veja

Com bilhete, criminoso anuncia assalto às vítimas em cidades do interior de SP


Com bilhete para anunciar o assalto, um criminoso cometeu ao menos oito roubos em Santo Antônio do Pinhal e Campos do Jordão em cerca de duas horas na noite desta quinta-feira (18). A abordagem inusitada chamou a atenção das vítimas. O suspeito foi preso.
Segundo a Polícia Militar, a série de crimes começou por volta das 18h, em Campos do Jordão. O homem estava de moto e, armado, assaltou um empório. Na sequência, roubou um depósito às margens da SP-50 e seguiu para Santo Antônio do Pinhal.
No local, ele assaltou um mercadinho, uma quitanda, dois comércios e uma pessoa que andava pelo Centro. O último crime foi por volta de 20h.
"Ele me entregou um bilhete e nele estava anotado que era um assalto, que eu deveria passar o dinheiro do caixa para ele. Os clientes têm costume de trazerem a lista de materiais, por isso não estranhei no começo, mas após ler levei um susto", informou a Suzana Maria, funcionária de um depósito que foi alvo do assaltante.
O suspeito foi reconhecido após passar novamente em frente à quitanda que havia assaltado. Funcionários acionaram a Polícia Militar, que perseguiu o supeito pelo bairro Lageado. Policiais chegaram a atirar contra o homem, que tentou fugir a pé por uma estrada, mas foi abordado enquanto tentava invadir uma casa da região. Ninguém ficou ferido.
Segundo a polícia, com o homem foram encontrados itens pessoais das vítimas como carteiras e celulares; além de dinheiro, capacetes e três pinos de cocaína. Na vistoria, a polícia encontrou a arma usada pelo crime, que era de brinquedo.
O homem foi encaminhado à Polícia Civil, onde o caso foi registrado. Ele permanece preso. Em depoimento, ele disse aos policiais que fazia a abordagem às vítimas por meio do bilhete por considerar mais fácil e discreto que anunciar o roubo verbalmente.

Fonte: G1

Participante do MasterChef tem mentira descoberta e é eliminada, diz colunista


Correio da Bahia - Uma participante do reality MasterChef, da Band, teve uma mentira descoberta e será eliminada do programa, segundo informação da colunista Keila Jimenez, do R7. De acordo com a jornalista, a candidata Ana Luiza Teixeira, 27 anos, já teria trabalhado como cozinheira profissional em um restaurante de Chapecó, em Santa Catarina. A Band não se manifestou sobre a notícia até o momento. 
A versão do reality, no entanto, é de amadores, e não de profissionais, e a descoberta teria causado revolta. Logo depois da descoberta, Ana teria sido eliminada do programa após uma averiguação em uma prova de uma réplica de prato da jurada Paola Carosella - o reality é gravado antecipadamente e a cena ainda não foi ao ar. A eliminação aconteceu de maneira natural e sem citar nenhuma polêmica envolvendo a candidata, em intenção de abafar o caso.
No perfil de Ana Luiza, a Band afirma que a jovem vive em Chapecó e se inscreveu no programa "para provar para a família que tem talento e que a gastronomia é sua verdadeira paixão". 

SPOILER
Ainda segundo a coluna, outra candidata já foi eliminada do programa - Nayane, que sairá por conta de tomates assados que ficaram amargos. Na prova, ela terá que fazer um prato no inspirado no drink Blood Mary, feito com suco de tomate.

Ana Paula será eliminada

Ana Maria Braga aparece vestida de Unicórnio no “Mais Você”: “É tendência”


Ana Maria Braga aderiu à moda do unicórnio para apresentar o "Mais Você" desta sexta-feira (19), dois dias após se queimar com um ferro de passar roupa. A apresentadora colocou um pijama cor de rosa, com direito a capuz, e pantufas com a cara do ser mitológico e abriu o matinal dançando para espanto do Louro José. "Para! Para! Tira a música. Ana Maria, que situação é essa? De pijama? Veio da cama para o trabalho? Essa eu não entendi", ironizou o mascote.

'FAZ DE CONTA QUE ESTOU NORMAL', BRINCOU ANA
Ainda em conversa com o seu papagaio, a apresentadora disse que estava seguindo uma moda: "Viu o meu sapato? É tendência, Louro José. E você não entende nada disso". Então, o mascote de pelúcia elogiou a sua dona, conhecida pelas gafes. "Está bonita! Gosto muito", aprovou. "Faz de conta que estou normal. Estou normal", pediu Ana. "Não dá para fazer de conta", retrucou o seu fiel escudeiro. "É confortável. Não estou passando frio", respondeu a apresentadora. Em outro momento, ela brincou com o rabinho e o chifre presentes na roupa. "Adorei esse pijama! Estou enchifrada, mas com um chifre só!", apontou.


Fonte: Purepeople

Morreu hoje aos 62 anos o cantor e compositor Kid Vinil

Kid Vinil faleceu nesta sexta-feira, aos 62 anos, vítima de complicações de um ataque cardíaco sofrido no mês passado, quando passou mal durante uma apresentação em Conselheiro Lafaiete, interior de Minas Gerais e em seguida entrou em coma. Ele sofria de diabetes.


Kid Vinil era a alcunha de Antônio Carlos Senefonte, nascido em Cedral, interior de São Paulo, em 10 de março de 1955. Ficou famoso nos anos 1980 como vocalista do grupo Magazine, que lançou hits como 'Sou Boy', 'Adivinhão', 'Tic Tic Nervoso' e 'Comeu' (tema de abertura da novela das seis A Gata Comeu, de 1985, reprisada no Canal Viva entre outubro do ano passado e abril deste ano).
Além de músico, Kid era também apresentador dos programas Boca Livre e Som Pop na TV Cultura, Mocidade Independente na Rede Bandeirantes, e VJ da MTV, onde apresentava clipes de bandas e artistas estrangeiros que os telespectadores não conheciam muito. Atuou também como DJ ao lançar o CD Time Was, assinando como Kid Vinil Experience, que contém covers de suas músicas favoritas.




#ORicoELázaro - resumo dos capítulos de 22 a 26 de maio


Segunda-feira
Evil questiona a atitude provocativa de Nebuzaradã. Asher reconhece Rabe-Sáris. Fassur ofende Joana. Zac intervém. Nabonido consulta os astros. Fassur dá uma bronca em Oziel. Absalom presenteia Dana com uma flor. Chaim humilha os filhos. Belsazar confessa que Nitócris mandou derramar vinho em Shamiran. Neusta chega à festa. Zac fala mal de Fassur. Sammu-Ramat tenta acalmar Shamiran. Joaquim beija Edissa. Sammu diz que Nitócris está tramando alguma coisa. Ilana demonstra sua insatisfação com a presença de Gadise. Neusta se despede de Ezequiel. Raquel não dá atenção a Nicolau. Dalila diz que não costuma costurar a noite e Sadraque estranha. Zac convida Joana para dançar. Asher discute com Joel. Shag-shag e Hurzabum seguem para a festa dos hebreus. Edissa desabafa com Ebede-Meleque. Larsa encontra Zabaia e avisa que o Lobo de Judá partiu em uma caçada com os nobres. Lia e Naomi se preparam para fugir. Lia e Naomi fogem e seguem para festa. Daniel as protege. Rebeca recebe Shag-Shag e Hurzabum. Aspenaz conforta Joaquim. Samira e Talita discutem. Namnu diz que fez o que Nitócris pediu. Elga repreende a atitude das gêmeas. Amitis escuta um grito no palácio e se preocupa com Shamiran. Asher percebe Nebuzaradã indo atrás de Evil e decide segui-los. O hebreu vê uma leoa se aproximando do príncipe.

Terça-feira
Asher percebe que Nebuzaradã não ajudará Evil e atira uma flecha na leoa. Sem saber que foi salvo pelo escravo hebreu, o príncipe vê Nebuzaradã e agradece pela ajuda. Asher retorna ao acampamento e percebe a presença de mais leões no local. Evil diz a Nabucodonosor que foi salvo por Nebuzaradã. Sem saber da verdade, o rei agradece ao chefe da guarda real. Nitócris se desespera e mostra um animal morto em sua cama. Asher e Joel são atacados por uma leoa. Nitócris acusa Shamiran de ter colocado a ave morta em sua cama. Talita e Samira pedem para Elga escolher logo seus quartos. Daniel decide acompanhar Lia até o alojamento. Amitis repreende a atitude de Nitócris. Asher fica aliviado por não ter sido atacado pela leoa, mas lamenta que um escravo tenha morrido no ataque. Zac se declara para Joana. Rebeca canta durante a Festa da Colheita dos hebreus. Tamir e Shamir dormem sem as esposas. Mostrando sinais de loucura, Fassur se encontra novamente com a prostituta. Hurzabum pede para Shag-Shag parar de beber. Daniel deixa Lia no alojamento. Abednego começa a se entender com Naomi. Elga e as noras disputam na sorte para saber como ficará a divisão dos quartos. Ezequiel agradece o acolhimento da família de Zadoque. Sadraque e Mesaque acompanham Dalila e Raquel até o palácio. Talita e Samira dizem que Elga fará a divisão dos quartos. Daniel fala de Deus com os sábios. Belsazar vê um vulto em seu quarto. Elga diz que Tamir e Talita ocuparão o quarto de Nicolau. Namnu entra desesperada no quarto de Nitócris e avisa que Belsazar sumiu. Ezequiel conversa com Deus e tem a visão do Vale dos Ossos Secos. Desesperada, Nitócris acusa Shamiran pelo sumiço de Belsazar. Larsa descobre que Lia e Naomi foram à festa dos hebreus e as ameaçam. Rabe-Sáris mente para Asher e diz que Zac e Joana estão noivos.

Quarta-feira
Asher fica profundamente magoado com a mentira contada por Rabe-Sáris. Beroso avisa que o escravo hebreu não seguirá na caçada. Shamiran se defende e diz que não tem nada a ver com o sumiço de Belsazar. Zac reclama das ofensas ditas por Chaim. Ezequiel fala sobre a visão do Vale dos Ossos Secos. Elga tenta implicar com as noras. Larsa avisa que levará Lia e Naomi para um passeio. Namnu procura por Belsazar no palácio. Neusta é inconveniente com Nitócris. Ebede-Meleque avisa Kassaia sobre o acontecido com Belsazar. Namnu fica aliviada ao ver Sammu-Ramat trazendo o menino. Zac diz que a visão de Ezequiel representa o ressurgimento do povo hebreu. Nitócris reencontra o filho e o abraça. Sammu avisa que o menino teve uma visão à noite e a procurou pedindo proteção. Belsazar diz ter visto um demônio. Lia e Naomi têm os corpos lambuzados de leite e mel para atrair insetos. Elga discute com as gêmeas. Daniel lê o livro de Rute. Lia conta um pouco sobre a história dos hebreus para Naomi. Lior estranha o comportamento de Asher. Ezequiel se despede de Zadoque, Ravina e Daniel. Sammu-Ramat faz uma ameaça velada à Nitócris. Em conversa com Neusta, Dalila diz que amuleto não é proteção. Matias troca carinhos com Gadise. Shamiran agradece a amizade da serva Raquel. Chaim humilha Nicolau e Absalom. Zac pede para falar a sós com Joana. Tamir e Shamir começam a se entender com as novas esposas. Amitis fica horrorizada ao ver a estátua de uma deusa quebrada. Zac pede Joana em casamento.

Quinta-feira
Fragilizada, Joana aceita o pedido de casamento feito por Zac. Lior tenta alertar Asher sobre a história contada por Rabe-Sáris. Sadraque e Mesaque pedem para acompanhar Dalila e Raquel até os aposentos. Lia diz para Naomi que é preciso confiar em Deus. Joana avisa aos familiares sobre o pedido de Zac. Chaim diz que não permitirá que o filho se case com Joana. Fassur discute com Ravina e Zadoque. Neusta pede para Joaquim usar um amuleto, mas ele se recusa. Fassur pede para falar com Talita e Samira. Raquel diz se sentir gorda. Amitis tenta acalmar Nitócris. Zelfa distrata Fassur. Daniel diz que precisa encontrar mais pessoas para colocar em prática o plano de descobrir a fraude nas contas do palácio. Aspenaz entrega um amuleto à Amitis. Dalila fica confusa ao ver um tecido sobre a estátua. Daniel fala sobre Deus com Sammu. Dalila diz estranhar a alteração em suas peças de costura. Neusta vai até a casa de Elga e pede para ser apresentada à Shag-Shag. Abednego vai até o alojamento de escravas e se assusta ao notar a ausência de Lia e Naomi. Lambuzadas de leite e mel para atrair insetos, elas oram a Deus. Joana fala sobre o pedido de casamento feito por Zac. Amitis distribui amuletos para os nobres do palácio a fim de os protegerem de demônios. Shamiran diz estar assustada com tudo que está acontecendo e avisa que quer deixar o palácio. Neusta vai até a Casa da Lua. Daniel descobre que Lia e Naomi sumiram do alojamento de escravas. Zac discute com Chaim e o ameaça com uma espada.

Sexta-feira
Absalom pede para Zac não matar Chaim. Daniel segue para o alojamento de escravas. Amitis convence Shamiran a permanecer no palácio. Neusta pede para Shag-Shag ajudá-la a proteger Joaquim. Zelfa pergunta se Joana conseguiu esquecer Asher. Nabucodonosor avisa que está na hora de voltar ao palácio. Asher diz que tentará falar com Joana. Larsa diz não saber do paradeiro de Lia e Naomi. Shag-Shag afirma que não existe demônio no palácio. Ebede avisa que Amitis deseja ver Hurzabum. No calabouço, Lia pede para Naomi ter fé. Daniel se desespera ao pensar que Lia morreu. Kassaia chama Nitócris para um passeio. Se sentindo culpado, Daniel ora a Deus. Naomi tem um pesadelo e é amparada por Lia. Neusta agradece a consulta de Shag-Shag. Ao ver Hurzabum chegando ao palácio, Abednego tem uma ideia. Em conversa com a serva Darice, Sammu diz que ficará de olho no governador. Chaim procura Fassur e avisa que Zac pediu Joana em casamento. Joaquim diz sentir falta de Evil. Abednego tranquiliza Daniel dizendo ter um plano para encontrar as escravas hebreias. Joaquim procura por Neusta. Darice avisa que Dalila e Raquel são próximas de Daniel. Matias diz não ter certeza se quer casar com Gadise. Raquel come compulsivamente. Abednego diz que Hurzabum conseguirá descobrir o paradeiro de Lia e Naomi. Fracas, as escravas hebreias tentam sobreviver no calabouço. Hurzabum diz para Shag-Shag que fará um favor a algumas pessoas. Zac reclama da implicância de Chaim com Joana. Hurzabum conversa com Larsa e descobre a verdade sobre Lia e Naomi. Nitócris entrega uma adaga para Belsazar se defender dos demônios. Hurzabum vai ao encontro de Daniel. Darice procura Sammu e avisa sobre o interesse dos sábios em Hurzabum. Daniel descobre a verdade sobre o paradeiro das escravas. Beroso diz que armará nova luta com o Lobo de Judá. Daniel vai até o calabouço e encontra Lia e Naomi desfalecidas.

#OsDiasEramAssim - resumo dos capítulos de 22 a 26 de maio


Capítulo 21 - Segunda-feira
Maria se revolta e Gustavo tenta tranquilizá-la. Renato e Rimena saem em lua-de-mel. Vitor avisa a família sobre o nascimento do bebê. Vera lamenta por não ter mostrado para Alice a carta de Renato. Marcos avisa a Cora que irá à construtora cobrar de Vitor o dinheiro que ela lhe deve. Vitor se preocupa com a possibilidade de o filho descobrir que ele não é seu pai biológico. Renato lembra de Alice na noite de núpcias. Vitor exige que Amaral continue monitorando Renato. Cora pede que Amaral impeça Marcos de importuná-la. Alice escolhe um nome para o filho. Passam-se algumas semanas. Marcos aparece na casa de Cora, que o ataca. Vitor reclama da falta de intimidade com Alice. Renato e Rimena se preparam para iniciar o projeto de medicina humanitária. Alice se entrega a Vitor. Amaral se livra do corpo de Marcos e Cora o observa.

Capítulo 22 - Terça-feira
Alguns dias se passam. Alice se prepara para viajar e se despede de Arnaldo. Vitor convida Cora para morar com ele fora do Brasil. Vera recebe uma carta de Renato e se preocupa. Rimena encontra o recorte de jornal com a foto de Alice na carteira de Renato e se irrita. Gustavo procura Cátia. Vitor mostra a Amaral e Arnaldo a foto de Laura com a carta de Padre Nuno no jornal. Alice se despede de Renato em seu falso túmulo. Gustavo vê Maria em um protesto e corre para ajudar a irmã. Josias teme pela segurança de Natália. Toni marca um encontro com Monique, mas acaba dormindo dentro do banheiro. Renato rasga a foto de Alice na frente de Rimena. Gustavo decide ir embora e Vera se desespera.

Capítulo 23 - Quinta-feira
Passam-se alguns anos. Nasce o filho de Rimena e Renato. Alice tira uma foto de sua família com Vitor. Gustavo arma uma ação com outros rapazes. Natália é presa. Amaral prende Gustavo. Maria consola Vera. Monique fica frustrada com o descaso de Toni. Maria e Cátia participam de uma passeata. Maria e Vera esperam Gustavo na porta do presídio. Amaral pede dinheiro para Arnaldo, que acaba passando mal. Alice pede para voltar ao Brasil por causa da doença de Arnaldo e Vitor se irrita. Rimena hesita em ir para o Brasil com Renato. Arnaldo é levado para o hospital. Sandoval leva Nanda para o hospital. Vera torce para que Renato volte logo para o Brasil. Monique recebe um telefonema e Esperança fica curiosa. Amaral tenta descobrir informações sobre Renato e Gustavo. Arnaldo não resiste. Renato, Rimena e Valentim se organizam para voltar ao Brasil. Vitor conta para Alice sobre a morte de Arnaldo.

Capítulo 24 - Sexta-feira
Rimena, Renato e Valentim se despedem de todos no posto médico. Alice discute com Vitor. Vicente consola Nanda. Gustavo se revolta com a morte do pai de Alice. Renato vê uma notícia sobre Arnaldo e fica paralisado ao ver a imagem de Alice. Toni descobre a oficina que Caíque montou na garagem e reclama com Monique. Monique se encontra com Chico e tenta terminar o relacionamento com ele. Gustavo lembra dos tempos em que ficou preso. Renato pensa em Alice. Cátia pensa em denunciar Arnaldo, mas se preocupa com Natália. Toni descobre a morte de Arnaldo. Renato avisa o dia de sua chegada e Vera e Maria vão para o aeroporto. Alice, Vitor, Cora e as crianças chegam ao Rio de Janeiro e são recebidos por Sandoval. Renato e Vera se encontram emocionados. Gustavo chega ao cemitério. Alice fotografa a felicidade das famílias no aeroporto. Lucas pede ajuda a Renato em uma banca de jornal.

#CarinhaDeAnjo - resumo dos capítulos de 22 a 26 de maio


Capítulo 131 - segunda-feira
Bárbara (Renata Randel) e Frida (Sienna Belle) veem escondidas Juju (Maisa Silva) e Zeca (Jean Paulo Campos) darem o primeiro beijo após o início do namoro. Frida acha nojento e Bárbara sugere para a amiga contar, por meio de seus pais, sobre o namoro para a Madre Superiora (Eliana Guttman). Flávio (Eduardo Pelizzari) conta para Haydee (Clarice Niskier) que já deu um jeito em Fátima (Rai Teichimam). Nicole (Dani Gondim) fica nervosa por Gustavo (Carlo Porto) não telefonar para ela confirmando o jantar e decide ficar na porta do apartamento dele. O empresário tenta avisar Nicole sobre o imprevisto com o contrato, mas a mulher esqueceu o celular em casa. Franciely (Carol Loback) aparece bem vestida na sala e avisa Silvestre (Blota Filho) que devem jantar no lugar de Gustavo para não desperdiçar tudo o que preparam ao longo do dia. Silvestre diz que não vai participar disso, pois não está correto. Franciely insiste e diz que o jantar romântico é dos dois. Nicole escuta tudo e surpreende os empregados com aplausos após entrar no apartamento. Dulce (Lorena Queiroz) sonha com Tereza (Lucero) mais uma vez e apresenta Adriana (Marianna Santos) para a mãe. Silvestre diz para Nicole que estava apenas desmontando a mesa porque Gustavo desmarcou o jantar. A vilã não compreende, mas afirma que se está no apartamento é porque o jantar vai acontecer. Verônica (Elisa Brites) revela para Fátima que está encantada com Gustavo. Fabiana (Karin Hils) fala com Adriana e Dulce Maria sobre preconceito racial. Nicole diz para Franciely e Silvestre que não contará nada do que viu para Gustavo em troca da fidelidade dos dois empregados. Cristóvão (Guilherme Gorski) vai até a casa de Verônica novamente para entregar o celular que a secretária esqueceu em seu carro. Fátima atende o advogado e pede para ele se sentar e comer um pedaço de bolo. Gustavo chega em casa, pede desculpa para Nicole, mas se nega a jantar com ela ao alegar que está cansado.

Capítulo 132 - terça-feira
No colégio, todos se arrumam para a feira do conhecimento. Madre Superiora dá as boas-vindas para os pais das meninas no colégio na abertura da feira. Para a alegria de Dulce Maria, Gustavo, Estefânia (Priscila Sol) e o Padre (Alcemar Vieira) estão no colégio. Selene (Gabriela Petry) vai atrás de Vitor (Thiago Mendonça) e mostra as fotos do chef com Estefânia. Nervoso e inseguro, Vitor diz que ama Estefânia, mas Selene o menospreza e diz que irá recuperar o amor dele. As meninas abraçam o professor Tom (Gabriel Muglia), que encerra seu ciclo no colégio com a peça. Madre Superiora autoriza Estefânia a levar Dulce após a feira para provar seu vestido de dama de honra. Nicole invade o escritório atrás de Gustavo e se irrita com Verônica, que ironicamente diz que o homem está na feira do colégio de Dulce. Cristóvão aparece e diz que Nicole deve pedir desculpa para Verônica pela maneira rude com que abordou a secretária. Nicole ri e diz que os dois formam um casal fofo. No colégio, as crianças se apresentam em coral com as freiras, regida pela noviça Fabiana. Os pais de Frida e Bárbara reclamam com a Madre sobre ter meninos no colégio. A Madre fica surpresa ao saber que havia um casal na escola. Juju apresenta o rap da água ao lado dos amigos no colégio.

Capítulo 133 - quarta-feira
Os alunos apresentam a peça Cinderela para seus pais durante a feira do conhecimento. Cecília (Bia Arantes) faz a narração do conto, enquanto as meninas interpretam e os pais assistem a tudo com encantamento. Enquanto Adriana, que interpreta Cinderela, e Dulce Maria, como o príncipe, dançam, as demais meninas cantam a música "Era Um Vez". Ao final da peça, todos os pais são convidados a dançar em um baile de gala com seus filhos. Selene vai até o apartamento de Gustavo procurar Estefânia. A ex-namorada de Vitor não se identifica para Silvestre e pede para que ele diga que em breve a Tia Perucas vai saber quem a está esperando.

Capítulo 134 - quinta-feira
Madre Superiora diz que confia em Inácio (Eddie Coelho) e Diana (Camilla Camargo), mas que recebeu graves reclamações de pais de duas alunas sobre Zeca e Juju terem namorado dentro do colégio. Os dois ficam chocados com a denúncia e com medo do que a Madre possa fazer se for confirmado. Em casa, Zeca chora ao ouvir os pais conversarem e Inácio diz para Diana que se os dois fossem brancos a reclamação dos pais não teria acontecido com tanta intensidade. Selene vai até a casa de Estefânia mais uma vez e encontra a Tia Perucas. A mulher se identifica como esposa de Vitor e deixa Estefânia em choque. Zeca chora e revela toda a verdade para Diana e Inácio. O pai fica irritado e chama a atenção do filho, mas Zeca explica que não sabia que um selinho causaria tudo isso. Selene conta para Estefânia que iria se casar com Vitor e que o chef só foi embora do país para tentar esquecer dela, a única mulher que realmente amou. Selene diz ainda que agora que ela está de volta, os dois vão ficar juntos e Vitor só não sabe como contar isso para Estefânia. Tia Perucas chora, fica ainda mais abalada ao ver as antigas fotos dos dois e expulsa Selene de sua casa. Dulce sonha com Tereza que garante que o pai nunca vai esquecer dela. Juju conta para a mãe, Rosana (Angela Dippe), que deu o primeiro beijo em Zeca, como namorados, no colégio e que está com medo de alguém ter visto.

Capítulo 135 - sexta-feira
Gustavo conta para Dulce Maria que houve uma mudança de planos e que a carinha de anjo não vai mais provar o vestido com Estefânia, mas sim lhe acompanhar no escritório. Verônica dá flores para Silvana (Silvia Franceschi) e diz estar feliz que tudo deu certo em relação ao contrato e também por acreditar que ela não tem interesse no empresário. Vitor vai até a empresa e espera Gustavo na sala dele para conversar sobre o ocorrido com Estefânia. Gustavo diz que Vitor precisa conversar com Estefânia, pois ela está abalada com tudo. Estefânia conta para Dulce Maria que não haverá mais casamento. Juju chora por não conseguir falar com Zeca. Solange não deixa Vitor se abater e diz para ele reagir e não desistir de seu grande amor por conta de Selene. Vitor se anima e agradece a Solange.

#NovoMundo - resumo dos capítulos de 22 a 27 de maio


Segunda-feira
Dom Pedro se sente atraído por Domitila, e os dois se beijam. Leopoldina sofre com o estado de João Carlos. Patrício leva Anna para consolar Leopoldina, e Thomas exige que Nívea acompanhe a esposa. Elvira implora que Joaquim a trate como esposa. Idalina se desespera ao constatar que a Cecília fugiu de casa. Cecília se encontra com Libério na biblioteca. Licurgo tenta agarrar Elvira. Dom Pedro e Domitila se amam. Piatã termina seu compromisso com Jacira. Ferdinando encontra as mudas que procurava pela mata. Leopoldina teme perder seu filho. Dom Pedro tem um mau pressentimento, e Domitila tenta acalmá-lo. Libério sugere que Diara escreva um artigo para o jornal. Germana abandona Licurgo e vai morar com Elvira. Dom Pedro volta à cidade e é surpreendido por um guarda real à sua procura. Thomas explica como Domitila deve agir com o príncipe. Leopoldina e Dom Pedro choram a perda de João Carlos.

Terça-feira
Dom Pedro culpa Avilez pela morte de João Carlos. Piatã comunica à tribo sua decisão, e Jacira fica arrasada. Thomas flagra Anna e Joaquim conversando. Piatã vai com Jacira até a gruta de Ferdinando. Elvira faz um feitiço para Licurgo se apaixonar novamente por Germana. Libério comemora a reação do povo ao ler seu jornal. Ferdinando e Piatã se reencontram. Cecília conta para Diara que está namorando Libério às escondidas. Francisco percebe o envolvimento de Domitila ao ouvi-la falar de Dom Pedro. Leopoldina se preocupa quando o marido promete vingar a morte do filho. Peter visita Amália. Sebastião avisa a Jacinto que Thomas quer falar com ele. Dom Pedro invade o quartel de Avilez. Joaquim vê Thomas conversando com Jacinto e descobre que o capataz foi o homem que atentou contra Dom Pedro.

Quarta-feira
Joaquim segue Jacinto. Thomas é rude com Anna. Joaquim afirma para Peter que irá desmascarar Thomas. Piatã tenta se aconselhar com Padre Olinto sobre Ferdinando. Jacira sofre pela decisão de Piatã de se separar dela. Elvira tenta enfeitiçar Joaquim mais uma vez. Joaquim revela a Dom Pedro que viu Thomas com o homem que atentou contra ele. Peter faz anotações sobre o caso de Amália. Peter aconselha Libério a esquecer Cecília. Elvira vê Thomas com Domitila e pensa em lhe pedir mais dinheiro. Domitila enfrenta Thomas. Anna teme que seu marido tenha desconfiado da paternidade de Vitória. Diara promete ajudar Joaquim. Leopoldina lamenta a morte de seu filho e se consola com Lurdes. José Bonifácio chega ao palácio.

Quinta-feira
Leopoldina convida José Bonifácio para se hospedar no palácio. Thomas mostra o registro de Vitória, e Anna se preocupa. Sebastião acredita na falsa carta da Madre Superiora feita por Cecília e autoriza a filha a ajudar o convento. Cecília beija Libério. Diara confirma as suspeitas de Joaquim sobre Jacinto. Dom Pedro não deixa Thomas se apresentar a José Bonifácio. Anna comenta com Leopoldina a estranheza com o comentário de seu marido sobre Vitória. Domitila surpreende Francisco ao afirmar que irá ao jantar no palácio com ele. Diara conta para Joaquim o que descobriu sobre Jacinto. Domitila chega ao palácio e Thomas fica furioso. Joaquim tenta falar com Anna, mas Elvira o impede. Thomas convence Domitila a ir embora do palácio. José Bonifácio recusa o cargo de Ministro.

Sexta-feira
Dom Pedro se enfurece com a recusa de José Bonifácio. Leopoldina sente uma forte dor na barriga e todos se preocupam. Elvira invade a cozinha do palácio. Joaquim tenta convencer José Bonifácio a aceitar o pedido de Dom Pedro. Anna estranha o comportamento de Thomas. Piatã não consegue falar a verdade para Ubirajara. Padre Olinto aconselha Ferdinando. Liu ajuda Anna a escrever. José Bonifácio pede para conversar com Dom Pedro. Amália tem um surto e ataca Peter. Madre Assunção proíbe Peter de continuar tratando Amália. José Bonifácio impõe uma condição a Dom Pedro para aceitar o cargo de Ministro. Domitila vai à casa de Thomas. Francisco avisa a Dom Pedro que sua irmã vai embora, e o príncipe corre atrás de Domitila.

Sábado
Dom Pedro implora que Domitila não vá embora. Francisco avisa a Thomas que seu plano deu certo. Pedro dá uma casa para Domitila. Leopoldina e José Bonifácio jogam bilhar. Lurdes defende a princesa das ofensas de Patrício. Domitila se frustra ao acordar e não encontrar Dom Pedro. Jacira não gosta dos conselhos que recebe de Ferdinando. Joaquim questiona Germana sobre Jacinto. Wolfgang se preocupa com a permanência dos escravos fugitivos em sua casa. Piatã se irrita com a cobrança que Ubirajara lhe faz por causa de Jacira. Liu conta para Anna que viu Joaquim a observando. Thomas pede que Domitila continue sendo sua aliada. Diara termina seu artigo. Jacira tenta se desculpar com Piatã. José Bonifácio dá um presente para Leopoldina. Dom Pedro se encontra com Domitila. Thomas exige que Anna fale de seus sentimentos por ele.

Fonte: Extra

#RockStory - resumo dos capítulos de 22 à 27 de maio


Segunda-feira
Lázaro fica irritado com a entrevista de Mariane, que inocenta Gui. Almir beija Néia e declara seu amor por ela. Glenda faz intriga de Nelson para Edith. Léo fica magoado quando Stefany lhe diz que irá para Sergipe morar com a mãe. Júlia comenta com Ricardo que o caderninho de Salvatore deve estar com os capangas de Alex. Alex conta a William e Romildo que fugirá da prisão. Léo convida Jaiminho para ser seu assistente. Diana avisa a Gordo que sairá da casa de Lázaro e venderá sua parte da gravadora para a investidora argentina. Néia pede a Almir para não contar a ninguém que estão juntos. Edith flagra Glenda com Nelson. Gordo e Diana se surpreendem ao constatar que a investidora argentina é Laila.

Terça-feira
Diana e Gordo deixam claro para Laila que não farão negócio com ela. Edith expulsa Glenda de sua casa. Diana aceita o convite de Gordo para voltar com Chiara para sua casa. Daniel parabeniza Gui por ter vencido a ação contra Lázaro. Miro agradece a Eva pelo apoio com a separação de Nina. Júlia diz a Ricardo que pretende procurar Alex na cadeia e descobrir mais sobre a vida de Lorena. Haroldo tenta se reconciliar com Gilda. Gui aconselha Júlia a não procurar Alex. Tainá deixa claro para JF que não consegue ser fiel. Léo conta a Almir que Jaiminho o está ajudando a fazer uma surpresa para Stefany. Glória Braga vai ao bazar de Yasmin e reconhece o bom gosto da irmã de Léo. Júlia procura Alex.

Quarta-feira
Júlia fica assustada com o comportamento de Alex. Yasmin pensa em doar parte do dinheiro que arrecadou no bazar. Gordo decide aceitar a proposta de Laila. Marisa diz que precisa convencer Gilda a não se divorciar de Haroldo. Lázaro cogita fazer um acordo para pagar o que deve a Gui. Ricardo sugere que Júlia omita alguns fatos de seu livro. Yasmin se encontra com Glória. Léo não consegue convencer Stefany a ficar com ele. Glória convida Yasmin para ser sua assistente. Lázaro é obrigado a aceitar a proposta de Gui. Diana e Gordo assinam contrato com Laila. Yasmin comemora sua conquista com Zac. Diana se surpreende com Astrid. Léo pensa em Stefany. Alex acerta os detalhes de sua fuga. Léo descobre que Manu mentiu sobre Stefany para Arthur. Léo confronta Manu. Alex foge do presídio.

Quinta-feira
Alex reclama de ir para o antigo esconderijo. Léo expulsa Manu de sua casa. Gui avisa a Júlia que Alex fugiu. Manu se despede de Eva. Léo e Jaiminho vão atrás de Stefany, que se emociona com a surpresa. William perde o caderninho de Salvatore e Alex se enfurece. Joana incentiva JF a fazer uma nova audição para o Conservatório de Música. Néia decide ficar com Almir. Alex encontra o caderninho nos pertences de William. Léo e Stefany viajam para a Europa. Júlia escreve seu livro com Ricardo. Diana trabalha com Laila. Chega o dia do lançamento do livro de Júlia. Gui volta para sua antiga casa. Nicolau é internado. Marisa entra em trabalho de parto. Néia desconfia que Almir tenha lhe roubado. Alex surge no lançamento do livro de Júlia.

Sexta-feira
Alex tenta se aproximar de Júlia, mas William não deixa. Almir exige que Néia pergunte a Ramon sobre seu dinheiro roubado. Roberto explica o caso de Nicolau para Gilda e Haroldo. Gilda pede para Haroldo voltar para casa. Alex descobre que Júlia se passou por Lorena em Nova York. Ramon conta para Néia que foram Romildo e William que roubaram seu dinheiro. Eva comenta com Gordo sobre o fim de seu atendimento a Miro, e Laila ouve a conversa. Lázaro pensa em como sabotar o show da 4.4 no festival. Alex lê o livro de Júlia. Lázaro contrata Romildo e William para realizar seu plano contra Gui. Alex decide chantagear Salvatore por telefone. Gilda exige um exame de DNA para comprovar que Haroldo é o pai do filho de Marisa. Eva fica chateada com a insistência de Miro. Diana sonda Chiara para saber se ela quer morar fora do Brasil. Miro vai atrás de Eva na gravadora, e Laila se anima ao ver a conversa entre os dois. Gordo flagra Miro beijando Eva. Alex, Romildo e William se apavoram com o recado deixado por Salvatore.

Sábado
Alex decide enfrentar Salvatore. Gordo manda Miro embora e Laila finge querer consolá-lo. Alex guarda o caderninho em um armário na rodoviária. Gordo se entende com Eva. Alex continua a chantagear Salvatore. Almir sente ciúmes de Néia com Ramon. Vanessa dá um fora em Laila. Lázaro entrega a Romildo e William o material para sabotar o show da 4.4. Gilda comenta com Nicolau que acredita que o filho de Marisa não seja de Haroldo. Diana desconfia do comportamento de Laila. Edith avisa que foi convidada para ser a rainha de bateria de uma escola de samba. Laila inventa uma mentira sobre Eva e Gordo para Miro. Diana chega com Chiara para o show e se surpreende com a quantidade de pessoas presentes. Gui teme que algo de ruim aconteça ao ver uma multidão esperando pelo show. Miro revela a Gordo o plano de Laila para separá-lo de Eva. Uma multidão invade o local do show da 4.4 e Gui se desespera.

Fonte: Extra

#AForçaDoQuerer - resumo dos capítulos entre 22 e 27 de maio

Paolla Oliveira em A Força do Querer

Segunda-feira, 22
Rubinho (Emílio Dantas) revela a seu cúmplice que fazia faculdade de Química. Marilda (Dandara Mariana) conta para Ritinha (Isis Valverde) que Zeca (Marco Pigossi) ajudou Edinalva (Zezé Polessa) com a mudança. Zeca se irrita por não conseguir falar com Jeiza (Paolla Oliveira). Edinalva tenta se desculpar com Cândida (Gisele Fróes). Eugênio (Dan Stulbach) se surpreende ao encontrar Irene (Débora Falabella) em sua casa. Jeiza e os policiais abordam o caminhão com drogas. Rubinho é levado para prestar esclarecimentos na delegacia. Eugênio questiona Joyce (Maria Fernanda Cândido) sobre a ida de Irene a sua casa. Eurico (Humberto Martins) afirma a Silvana (Lilia Cabral) que não a perdoará se descobrir uma mentira. Nonato (Silvero Pereira) conta como está sua preparação para o show. Eurico pede o relógio de seu pai para Silvana. Rubinho conta para Bibi (Juliana Paes) que está preso. Dantas (Edson Celulari) questiona Cibele (Bruna Linzmeyer) sobre o homem que ela viu com Shirley (Michelle Martins). Caio (Rodrigo Lombardi) estranha a reação de Irene quando pergunta se ela já foi casada. Rubinho manipula Bibi contra Jeiza.

Terça-feira, 23
Bibi discute com Jeiza e Rubinho é liberado pelo delegado. Eugênio se preocupa com Irene. Ivana (Carol Duarte) disfarça ao ver Cláudio (Gabriel Stauffer) com a namorada. Silvana pede a ajuda de Dita (Karla Karenina) para manipular Eurico. Jeiza afirma que investigará Rubinho. Heleninha (Totia Meireles) descobre o hotel para onde Bibi vai com o marido e fica intrigada. Silvana decide resgatar o relógio de Eurico do penhor. Jeiza analisa a ficha policial de Rubinho. Rubinho conversa com um cúmplice sobre a prisão dos comparsas. Zeca desafia Jeiza. Amaro (Pedro Nercessian) critica Ruy (Fiuk) por querer ir com Ritinha à casa de Edinalva. Nazaré (Luci Pereira) sugere que Abel (Tonico Pereira) fale com Ritinha sobre o divórcio. Ruy deixa Ritinha na casa de Edinalva e leva o carro na oficina de Abel. Zeca tem uma visão ao pegar o fio que ganhou dos índios. Ritinha chama a atenção de Jeiza. Caio pede para ter uma reunião com o homem que cedeu a casa para a roda de pôquer que Silvana participou. Ruy e Zeca se encontram.

Quarta-feira, 24
Ruy e Zeca se enfrentam. Caio se preocupa com o que constatou sobre Silvana. Eugênio tenta se afastar de Irene. Cibele provoca Ruy. Ivana pede a ajuda de Joyce para se maquiar. Eugênio conversa com a psicóloga da filha. Zeca afirma a Jeiza que não sente mais nada por Ritinha. Rubinho mostra para Bibi a foto de Jeiza. Ritinha briga com Joyce e Ruy se preocupa. Allan (Raul Gazolla) ajuda Jeiza a se preparar para sua luta de MMA. Rubinho comenta que tem um novo esquema. Eugênio pede que Joyce se afaste de Irene.

Quinta-feira, 25
Joyce discute com Eugênio. Ivana e Ruy acreditam que Irene chantageia Eugênio. Silvana paga o dinheiro que deve a Caio. Chega o dia da luta de Jeiza. Zeca reclama de Cândida ter convidado Edinalva e Marilda. Jeiza vence a luta. Jeiza fala para Alan sobre seus sentimentos por Zeca. Ruy pede para ser avisado quando Cibele for embora da empresa. Mira (Maria Clara Spinelli) passa, intencionalmente, uma ligação de Irene para Eugênio. Ruy reclama de Joyce para Eugênio. Rubinho explica seu novo esquema para um cúmplice. Zeca leva Jeiza ao restaurante onde Rubinho trabalha. Eugênio tenta se entender com Joyce. Jeiza percebe a tensão de Rubinho com sua presença. Bibi se preocupa com o marido. Biga se surpreende com a reação de Eurico ao saber que ela vai ao show de Jane di Castro. Cibele vai à casa de Ruy.

Sexta-feira, 26
Cibele ignora Ritinha. Joyce pede para Cibele não hostilizar Ritinha. Eugênio entrega a Ruy os filmes indicados por Irene. Ritinha chega à casa de Bibi para ficar e Aurora (Elizangela) reprova a atitude da filha em acolher a moça. Joyce fala com Silvana sobre sua amizade com Irene. Ruy encontra um bilhete de Irene para Eugênio e questiona o pai. Silvana procura Irene. Zeca leva Marilda até a casa de Bibi. Jeiza é avisada de que um policial está investigando Rubinho. O caminhão de Zeca é fotografado pelo policial à paisana. Simone (Juliana Paiva) convida Cláudio para o jantar de aniversário de Silvana e não conta para Ivana. Joyce pede para Ritinha voltar para casa. Biga senta-se atrás de Nonato no show de Jane di Castro. Chega o dia do aniversário de Silvana. Ivana estranha a ansiedade de Simone. Silvana se surpreende com a chegada de Irene.

Sábado, 27
Joyce se aproxima de Irene e a apresenta para Heleninha. Caio aconselha Eugênio a se afastar de Irene. Nonato vê Biga no show e se desespera. Jeiza não gosta de saber que Zeca foi com Marilda procurar Ritinha. Abel revela a Nazaré que teme que Ritinha faça algo contra o filho. Jeiza desconversa quando Zeca pergunta sobre seus documentos. Cibele fala para Anita (Lua Blanco) que fará o exame de DNA no filho de Ritinha. Irene vai atrás de Eugênio e Joyce quase flagra os dois. Dantas manda mensagens para Shirley. Nonato se esconde de Biga. Eurico flagra Ivana e Cláudio conversando em seu quarto. Shirley encontra Dantas embriagado em um bar e o leva para casa. Ritinha conta para Ruy sobre a visita de Cibele e ele fica furioso. Eugênio se reaproxima de Joyce. Biga reconhece Nonato. Rubinho volta para casa preocupado e comenta com Bibi, que culpa Jeiza. Cibele vê Dantas e Shirley dormindo no sofá. Ruy pede para falar com Cibele. Bibi discute com Rubinho na rua e Jeiza interrompe os dois.

Temer será investigado por corrupção passiva e obstrução à Justiça


O presidente da República, Michel Temer (PMDB), será investigado por, pelo menos, dois crimes: corrupção passiva e obstrução à investigação de organização criminosa.
No pedido de abertura de inquérito contra Temer, o senador Aécio Neves (PSDB) e o deputado federal Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), a Procuradoria-Geral da República disse haver indícios de constituição e participação em organização criminosa, por parte das autoridades, mas não especificou se todos os três serão investigados por isso neste inquérito específico. 
A PGR não respondeu ao questionamento feito pela reportagem sobre se Temer também está incluído como investigado pelo suposto crime de participação em organização criminosa.
Um quarto crime descrito no inquérito é o de corrupção ativa, neste caso, atribuído apenas a Joesley Batista, pelo pagamento de R$ 2 milhões acertada para Aécio Neves para pessoas de confiança do senado.
O despacho em que autorizou a investigação de Temer foi no dia 2 de maio de 2017, mas a abertura de inquérito só noticiada nesta quinta-feira, 18, após a Polícia Federal realizar busca e apreensão em diversos locais para trazer mais elementos à investigação contra Temer, Aécio e Rocha Loures.
Fachin destacou entre os fatos que podem configurar crimes descritos pela PGR a conversa entre Joesley Batista e Michel Temer. Um dos trechos é o em que Joesley e Temer falam sobre Eduardo Cunha.
Joesley afirma que tem procurado manter boa relação com o ex-deputado, mesmo após sua prisão. Temer confirma a necessidade dessa boa relação: 'tem que manter isso, viu'.
Joesley fala de propina paga 'todo mês também' ao Eduardo Cunha, acerca da qual há a anuência do presidente", disse Janot no pedido de abertura em trecho citado por Fachin.
O ministro também destacou trechos sobre Temer indicando o deputado Rodrigo Rocha Loures "como pessoa de sua extrema confiança para tratar dos temas de interesse do Joesley", nas palavras da PGR. Janot também narrou trechos de diálogos de Rocha Loures com Joesley.
No depoimento prestado à PGR, Joesley Batista falou mais sobre atitudes que vinha tomando para manter em silêncio Eduardo Cunha e Lucio Funaro, operador do ex-parlamentar.
Batista disse ter pago R$ 5 milhões em saldo de propina a Cunha. O delator também disse no depoimento "que continua pagando ao Funaro R$ 400 mil para garantir o silêncio dele e de Cunha" e "que sempre recebeu sinais claros que era importante manter financeiramente ambos e as famílias, inicialmente por Geddel Vieira Lima e depois por Michel Temer".

Sem imunidade
O pedido de abertura de inquérito foi feito inicialmente em 7 de abril, mas o ministro Edson Fachin autorizou apenas em parte, deixando de fora o presidente, pedindo uma "manifestação expressa por parte da Procuradoria-Geral da República" sobre se a regra da imunidade temporária à persecução penal se aplicaria a Temer neste caso. Janot defendeu que é inaplicável a regra de imunidade.
"Em casos anteriores postos à análise desta Procuradoria-Geral da República, como é de conhecimento público - inclusive já em relação ao próprio atual detentor do mandato de presidente da República - reputou-se aplicável a regra excepcional do parágrafo 4º do Art. 86 (da Constituição) forte no entendimento de que os fatos em análises naqueles casos não estavam diretamente ligados ao exercício do mandato. A regra excepcional, contudo, não se coaduna no presente caso", disse Janot.
"Como também se depreende do relato e das circunstâncias fáticas de tempo, modo e lugar descritas na petição de instauração, os fatos estão diretamente relacionados ao exercício da função (grifo da PGR). Nesse sentido, importante registrar que um dos delitos em tese cometidos é o de corrupção passiva, o qual, como é sabido, pressupõe justamente o exercício de cargo, emprego ou função pública por parte do agente", disse Janot.
Fachin, então, concordou que é possível haver investigação de presidentes mesmo em atos estranhos ao mandato. "Mesmo na hipótese (a de atos estranhos ao exercício das funções) caberia, em tese, proceder a investigação a fim de, por exemplo, evitar dissipação de provas, valendo aquela proteção constitucional contra a responsabilização apenas, e não em face da investigação criminal em si", disse - em um posicionamento diverso do que Janot apresentou ao pedir arquivamento de citações a Temer feitas por delatores da Odebrecht.
"No presente caso, o Procurador-Geral da República apresenta pedido para instaurar investigação por atos que entende diretamente vinculados ao exercício das funções", acrescenta Fachin. 
O ministro disse que é neste caso um dever "acolher o intento ministerial de investigar", para "colher elementos, inquirir, enfim reunir dados que ensejem a formação da opinio delicti, levando, ulteriormente, ao pedido de arquivamento do próprio inquérito ou a propositura de ação penal com oferta da respectiva denúncia". "O que se põe, por agora, é apurar fatos sob suspeição", disse. 

Áudio
Fachin também disse que é válida a gravação de quatro áudios feita por Joesley e entregues ao Supremo como parte do acordo de delação premiada. Um áudio foi com Temer, outro com Aécio Neves e dois com Rocha Loures.
"Convém registrar, ainda e por pertinência, que a Corte Suprema, no âmbito de Repercussão Geral, deliberou que 'é lícita a prova consistente em gravação ambiental realizada por um dos interlocutores sem conhecimento do outro'.
Desse modo, não há ilegalidade na consideração das quatro gravações em áudios efetuadas pelo possível colaborador Joesley Mendonça Batista, as quais foram ratificadas e elucidadas em depoimento prestado perante o Ministério Público (em vídeo e por escrito), quando o referido interessado se fez, inclusive, acompanhado de seu defensor", afirmou Fachin no seu despacho.

Fonte: Tribuna da Bahia

Maia já discute com técnicos legislativos sobre eleições indiretas

BRASÍLIA - Antes mesmo da renúncia ou cassação do presidente Michel Temer, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), já começou a fazer consultas sobre as regras para eleições indiretas para presidente da República. Desde ontem, o parlamentar fluminense se reúne com técnicos legislativos da Casa para estudar as leis existente sobre o tema e ver a possibilidade de "ajustes" nessa legislação.

Rodrigo Maia
Nessa quinta-feira, 18, e nesta sexta-feira, 19, Maia se reuniu na residência oficial da presidência da Câmara, em Brasília, com o secretário-geral da Mesa Diretora da Casa, Wagner Padilha, e outro técnico legislativo. Nas conversas, abordaram a legislação sobre eleições indiretas. Parlamentares da base aliada que passaram pela casa de Maia também conversaram com os técnicos sobre o assunto.
Segundo apurou o Broadcast Político, os técnicos informaram que hoje já há pelo menos duas leis que regulamentam as eleições indiretas para presidente. Uma delas é uma lei complementar de 1990 que estabelece os requisitos exigidos para os candidatos. Ela prevê que detentores de cargos públicos devem se desincompatibilizar pelo menos seis meses antes do pleito e exige que o candidato tenha, no mínimo, seis meses de filiação partidária.
A outra lei é de 1964 e trata sobre o trâmite da votação. Ela estabelece que a eleição indireta será realizada em sessão do Congresso Nacional comandada pelo presidente do Senado. Será eleito o candidato que tiver a maioria absoluta dos congressistas, o equivalente a 257 deputados e 41 senadores. Se após duas tentativas nenhum candidato alcançar esse placar, uma terceira votação é feita e será eleito o que tiver a maioria dos votos apurados. 
Parlamentares da base aliada ouvidos pelo Broadcast Político afirmam que, nas conversas na residência oficial da Câmara, foi discutida a necessidade de elaborar uma nova lei para "ajustar detalhes" da legislação sobre eleição indireta. Não informaram, porém, que detalhes seriam esses. Procurado, Rodrigo Maia negou estar tratando do tema. Ele disse ter conversado com técnicos sobre a pauta legislativa da próxima semana, a qual não deu detalhes. 

Gestos
O presidente da Câmara ainda não comentou publicamente as denúncias contra o presidente Michel Temer feitas pelo empresário Joesley Batista, dono do frigorífico JBS, em delação premiada. Uma delas é de que Temer teria dado aval para comprar o silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Outra é de que o grupo de Temer seria beneficiário de propina recebida pelo deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), ex-assessor do presidente.
Rodrigo Maia, porém, faz gestos públicos de apoio ao presidente da República. Ontem, no auge da crise política causada pela notícia de que Temer foi gravado por Joesley, o presidente da Câmara dos Deputados se reuniu com Temer duas vezes no Palácio do Planalto. Em uma delas, acompanhou o pronunciamento do presidente, no qual Temer disse que não renunciará ao cargo. Maia também disse a aliados que rejeitará os oito pedidos de impeachment de Temer protocolados até ontem na Câmara. 
A discussão sobre eleições diretas voltaram à tona porque, apesar de Temer dizer que não vai renunciar e Maia, que não abrirá impeachment, o presidente pode ser cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A Corte marcou para 6 de junho o julgamento da ação que pede a cassação da chapa Dilma-Temer por abuso de poder econômico nas eleições de 2014. A avaliação é de que o teor da delação da JBS reforça a tese da cassação.
Caso Temer seja cassado, o presidente da Câmara assumirá interinamente o comando do País. Há dúvidas, porém, se o substituto definitivo de Temer será escolhido pelo voto popular ou de forma indireta, por deputados e senadores. Se prevalecer o entendimento de que será de forma indireta, caberá a Rodrigo Maia convocar as eleições em até 30 dias.

Fonte: Estadão

Katy Perry revela motivo inusitado pelo qual raspou o cabelo

Katy Perry raspou o cabelo, ficou lindíssima e foi muito elogiada pelos fãs. O que nem todo mundo sabe, no entanto, é que mudar o visual não era o desejo da cantora.
Katy participou do programa de Ellen Degeneres, na última terça (16), e afirmou que o novo corte, chamado buzz cut, foi adotado para corrigir um problema. Após platinar as madeixas, em fevereiro deste ano, ela passou a sofrer com queda de cabelo, causada pelo processo de descoloração. Foi então que, como solução, resolveu raspar.
Apesar de não ter sido desejado, o novo estilo dos fios caiu muito bem à estrela pop, não é mesmo?

Uma publicação compartilhada por KATY PERRY (@katyperry) em
Fonte: R7

'A bicha não volta pro gueto nem a mulher pra cozinha ou o negro pra senzala', diz Laerte, protagonista de documentário


Faz sete anos que a cartunista Laerte Coutinho iniciou a transição até declarar-se "transgênera, transgênero, não sei... enfim, uma pessoa transgênero".
Um dos momentos mais marcantes desse processo ocorreu logo no início, quando ainda se via só como um homem que gostava de vestir-se de mulher e experimentava fazer isso em público. Ela saía de um banheiro quando cruzou com um senhor idoso.
"Ele parou e checou a porta. Eu disse: 'O senhor está no banheiro certo'. Ele disse: 'Eu sei. Acho que estou no tempo errado", conta Laerte à BBC Brasil, rindo.
"É bonitinho. As pessoas ficam atônitas. Precisamos ter paciência e sensibilidade, porque elas podem ser nossas aliadas. O meu filme de certa forma pode ajudar com isso."
"Laerte-se" é o primeiro documentário de longa metragem original da Netflix produzido no Brasil e estreia nesta sexta-feira (19).
As diretoras Lygia Barbosa da Silva e Eliane Brum mostram a cartunista de 65 anos às voltas com uma reforma em casa e a dúvida se deve ou não fazer um implante de seios.
A câmera acompanha Laerte enquanto ela explora a identidade feminina e a sua própria.
Essa investigação começou ainda em suas tirinhas, em especial com o personagem Hugo, que fazia isso com frequência, enfrentando situações do dia-a-dia com sua versão feminina, a Muriel.
O estalo veio depois de receber um email de um grupo de crossdressers - homens que se vestem como mulheres. "Eles liam o Hugo e escreveram dizendo: 'Olha, nós achamos que você pode ser crossdresser."
Acabou descobrindo-se transgênero, algo que diz a ter pego de surpresa. Laerte sabia desde a adolescência que era gay, e entender-se mulher "veio como um bônus".
"Não sou transexual. Nunca me declarei assim. Estou sob um guarda-chuva que inclui a travesti, o crossdresser, a drag queen, o drag king, e estou satisfeita com isso."
A princípio, a transformação ocorreu de forma mais privada - ou "clandestina", como ela diz no filme, algo que deixava Laerte "mais conformada do que satisfeita".
Tornou-se de fato pública a partir de sua primeira entrevista sobre o assunto, em 2010, quando foi fotografada já de cabelos longos, maquiagem e roupas femininas - época em que a personagem Hugo, um alter-ego de Laerte, também passou a ser permanentemente Muriel na tirinha. O filme é o ápice de processo até agora.
"Estamos vivendo um tempo ambíguo, em que os conservadores e os libertários estão se organizando. Ninguém mais quer ficar no seu canto", diz à BBC Brasil.
"A bicha não volta para o gueto ou a mulher pra cozinha nem o negro para a senzala."
Laerte conta que se passaram "quatro ou cinco anos" entre a proposta de fazer o documentário e a primeira vez que o assistiu, no início deste ano. "Ficou muito bonito. Abre uma janela para quem está perplexo e mostra que aqui não tem truque."
Laerte não é estranha a estar na televisão. Ela foi roteirista de programas como TV Pirata, Sai De Baixo e TV Colosso. Mas desta vez ela não está nos bastidores. Está no palco.
"Tem um lado exibicionista que fica feliz com isso, mas sugeri fazer um filme sobre ser transgênero, porque não queria que fosse só sobre mim, uma ego trip."
Mas a cartunista não tem mais televisão em casa. Ela se desfez da que tinha há três anos e ia comprar uma nova, mas "achou o vazio interessante".
"Nunca tinha ficado sem TV desde os 5 anos de idade, resolvi experimentar. Era um vício, ligava só por ligar. Hoje, meu vício é a internet."
Laerte declarou-se uma mulher transgênero quando já era um homem de meia-idade. Havia se casado - e se separado - três vezes. Já tinha três filhos.
Ela acredita que fazer isso quando estava mais madura e estabelecida profissionalmente e já tinha uma "rede sólida" de amigos e familiares ajudou (e ainda ajuda) a amenizar o preconceito.
"Quando querem me ofender, me chamam de bicha comunista. Mas isso não me ofende, eu sou", diz Laerte.
"Não gosto quando questionam minha ética ou colocam em dúvida minha sinceridade, quando me chamam de baranga moral. Por que me chamam disso, sabe? Isso, sim, me ofende."

Fonte: G1

Rachel Sheherazade ataca Monica Iozzi por apagar perfil: 'Prova próprio veneno'


Rachel Sheherazade usou seu perfil do Facebook, na última quinta-feira (18), para provocar Monica Iozzi por apagar suas redes sociais depois de a atriz se mostrar contrária a uma campanha da Marisa que brincava com assuntos políticos. "A humorista Iozzi prova do próprio veneno. Guardei com 'carinho' a demonstração pública de 'tolerância' que dedicou às minhas ideias há quatro anos, quando ela ainda era garota CQC e buscava 'surfar' no prestígio alheio. Após me xingar de 'imbecil reacionária', a humorista ganhou destaque nas redes. Bom pra ela", escreveu.

'DEUS PERDOA, MAS EU NÃO ESQUEÇO', DIZ JORNALISTA
A jornalista, envolvida em uma discussão com Titi Müller, ironizou a atriz em sua rede social: "Cada um tem seu jeito de vencer na vida e mostrar seus talentos, mesmo difamando quem sequer a conhecia. Deus perdoa, Srta Iozzi, mas eu não esqueço!".

#Bomba - Temer e Aécio agiam juntos para impedir avanço da Lava Jato, diz Janot


O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, afirma que o presidente Michel Temer e o senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) agiram "em articulação" para impedir o avanço da Lava Jato.
O G1 procurou as assessorias de Temer e Aécio mas, até a última atualização desta reportagem, ainda não havia obtido resposta.
A afirmação consta da decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Edson Fachin que determinou a abertura de inquérito para investigar Temer, Aécio e o deputado afastado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) por corrupção passiva e obstrução à Justiça.
O inquérito está relacionado ao acordo de delação de executivos da JBS. A decisão foi divulgada nesta sexta (19).
"Além disso, verifica-se que Aécio Neves, em articulação, dentre outros, com o presidente Michel Temer, tem buscado impedir que as investigações da Lava Jato avancem, seja por meio de medidas legislativas, seja por meio de controle de indicação de delegados de polícia que conduzirão os inquéritos", afirma Janot.
"Desta forma, vislumbra-se também a possível prática do crime de obstrução à Justiça", completa o procurador-geral da República.
No pedido para investigar Temer e Aécio, a procuradoria afirma que o senador teria "organizado uma forma de impedir que as investigações [da Lava Jato] avançassem por meio da indicação de delegados que conduziriam os inquéritos, direcionando as distribuições."


Denúncias
Na quarta (17), o jornal "O Globo" divulgou que o dono do frigorífico JBS, Joesley Batista, havia gravado conversa com Temer em que o presidente dava aval para a compra do silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ).
Joesley e outros executivos da JBS fecharam acordo de delação premiada. O acordo foi homologado na quinta (18) pelo ministro Luiz Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF).
Também na quinta, Fachin liberou o audio da conversa entre Temer e Joesley Batista. O trecho do diálogo em entre Temer e Batista com a referência a Eduardo Cunha é o seguinte, conforme a gravação:
Joesley Batista: Agora... o negócio dos vazamentos. O telefone lá [inaudível] com o Geddel, volta e meia citava alguma coisa meio tangenciando a nós, e não sei o que. Eu estou lá me defendendo. Como é que eu... o que é que eu mais ou menos dei conta de fazer até agora. Eu tô de bem com o Eduardo, ok...
Temer: Tem que manter isso, viu... [Inaudível]
Joesley: Todo mês. Também. Eu estou segurando as pontas, estou indo. Esse processo, eu estou meio enrolado aqui no processo, assim [inaudível]...
O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, afirmou, em pedido de investigação ao STF, que houve “anuência” do presidente Michel Temer ao pagamento de propina mensal para comprar o silêncio de Cunha por parte de Joesley Batista.
Ainda na quinta, em pronunciamento no Palácio do Planalto, o presidente Michel Temer negou que tenha atuado para calar Cunha. Em nenhum momento autorizei que pagasse a quem quer que seja para ficar calado. Não comprei o silêncio de ninguém", afirmou o presidente.

Obstrução e suborno
Na conversa em que gravou o presidente Michel Temer, o dono do frigorífico JBS, Joesley Batista, relata uma sequência de crimes que vão de obstrução à Justiça, suborno de procuradores e compra de informações privilegiadas.
A gravação do empresário que fechou acordo de delação premiada com a Procuradoria Geral da República (PGR) mostra até tentativa de ter influência em órgãos que regulam e fiscalizam as atividades do grupo empresarial (veja vídeo abaixo).
Ao longo do encontro, Temer ouviu tudo e não condenou os relatos de crimes do empresário em nenhum momento. Pelo contrário, em alguns trechos da conversa, o peemedebista chegou a repetir que tava "ótimo". Além disso, o presidente da República não mandou investigar nada.
Sobre esse trecho da gravação, Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República divulgou uma nota afirmando que "o presidente Michel Temer não acreditou na veracidade das declarações. O empresário estava sendo objeto de inquérito e por isso parecia contar vantagem". "O presidente não poderia crer que um juiz e um membro do Ministério Público estivessem sendo cooptados", diz o texto.

Fonte: G1

Nasceu Carolina, filha de Vitória Frate e Pedro Neschling


Nasceu na noite desta quinta-feira, 18, Carolina, filha de Vitória Frate e Pedro Neschling. O parto, normal, aconteceu na Perinatal da Barra, Zona Oeste do Rio de Janeiro. A bebê tem 48cm e 3,330 kg. Viva eles!

Fonte: Patrícia Kogut

Paris Jackson, filha do rei Michael Jackson, é o novo rosto da Calvin Klein

Heloísa Tolipan - Paris Jackson sempre tentou se afastar da fama, inclusive, depois da morte do seu pai o rei do pop, Michael Jackson. Mas, agora, ela está se revelando uma referência de moda. Segundo o site Page Six, ela participou esta semana de uma sessão de fotos para a capa da Vogue da Austrália e também deve integrar o casting de um filme com Charlize Theron, Amanda Seyfried, Joel Edgerton e Thandie Newton para os estudios da Amazon. Consolidando-se ainda mais no mercado, a it girl está prestes a assinar um contrato envolvendo milhões de dólares para ser o novo rosto da marca Calvin Klein. A campanha é a maior de sua carreira até o momento.

Paris Jackson
O objetivo é que ela seja referência da Calvin Klein. A ideia é que Paris seja vista em grandes projetos publicitários e em novos tapetes vermelhos representando a corporação. O novo rostinho foi convidado pela própria marca para o Gala Met que aconteceu no início do mês. No evento, ela desfilou com um vestido preto com um corte da própria empresa ao lado de seu novo designer, Raf Simons.
A filha do rei do pop tem apenas 19 anos e, desde sua infância, conviveu com grandes artistas mundiais, principalmente, por causa da influência de seu pai. Teve uma vida complicada por causa das brigas judiciais entre os pais, Deborah Rowe e Michael. Em 2005, a mãe deixou a filha sob os cuidados exclusivos do pai. Depois da morte de Michael, em 2009, Paris ficou com sua avó, Katherine Jackson. No entanto, em 2013, a imprensa divulgou que ela havia tentado cometer suicídio.
Apesar de todas as dificuldades, a it girl, atualmente, se destaca no mercado. Sua estreia no tapete vermelho foi na festa da InStyle do Golden Globes. Depois disso, participou do Grammy e da Paris Fashion Week. O contrato de modelo é com a IMG Models. Mais do que conectada com o mundo da moda, a garota já é amiga de personalidades como Kendall Jenner e Gigi Hadid.

Fonte: Jornal do Brasil