segunda-feira, 5 de junho de 2017

Ex de Luiza Brunet é condenado a um ano de prisão em regime aberto por agressão à modelo

O empresário Lírio Parisotto foi condenado a um ano de detenção em regime aberto pela agressão à Luiza Brunet no ano passado, informou a assessoria de imprensa da modelo nesta segunda-feira (5). A condenação pronunciada pela juíza Elaine Cristina Monteiro Cavalcanti determina ainda que o réu deverá ficar dois anos sob vigilância, sendo obrigado a cumprir serviço comunitário durante 12 meses.

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) informou ao G1 que o processo corre em segredo de Justiça e, por isso, não poderia passar informações sobre a sentença.
Um dos advogados do empresário, Celso Vilardi, disse que ainda não foi formalmente notificado da decisão, mas adianta que vai recorrer.
“Nestes últimos meses, aprendi mais sobre solidariedade. Recebi, de homens e mulheres, apoio e carinho com uma força enorme. A todos, minha imensa gratidão. Não foi fácil me expor, nem será apagar as marcas que a violência me deixou. Mas o que, ontem, foi vergonha e medo, hoje, é força e uma certeza: seguir no combate à violência contra as mulheres. Dei um importante passo, tive coragem para mudar e sempre fiquei ao lado da verdade”, diz Luiza Brunet, em nota divulgada pela assessoria dela.

Em sua página na rede social Instagram, a modelo compartilhou uma nota ainda maior na noite desta segunda-feira. Confira a mensagem na integra abaixo:
"Difícil dizer o que sinto. Mas é um dia que me deixa realizada, com o coração pacificado e uma sensação de ter ido no caminho certo. Não foi fácil me expor e conviver com as marcas dessa violência. Mas há algo maior. Este dia dia não é só meu - que atravessei esse doloroso caminho pessoal até aqui e precisei romper tantos medos. É um momento muito maior pelo que significa para tantas mulheres na mesma condição. Não existe aqui a Luiza. Existem mulheres. Existe a minha imensa felicidade pelo funcionamento da justiça. Dessa incrível Lei Maria da Penha. Não se calem mulheres. Vamos mudar essa situação. Não acaba aqui. Vocês me inspiraram sempre com seu apoio e sua força. E o que tenho a dizer se resume a uma palavra: gratidão. #CoragemPraMudar #NãoSeCale #UnidasSempre #Gratidão"

Sancionada em 7 de agosto de 2006, a Lei Maria da Penha tem como objetivo combater crimes domésticos contra a mulher, criando mecanismos de proteção para coibir a violência e punir homens que agridam física ou psicologicamente suas parceiras.

Ministério Público
O promotor Carlos Bruno Gaya da Costa celebrou a condenação, mas afirma que o Ministério Público irá recorrer ao Tribunal de Justiça para que também seja considerada a agressão que o empresário cometeu em 2015. A decisão é relativa somente ao crime ocorrido em 2016, nos EUA.
“Recebo a decisão com alegria. É bom ver a Justiça sendo feita. Fico satisfeito que a juíza [Elaine Cristina Monteiro Cavalcante] aumentou consideravelmente a pena. Aplicou pena três vezes maior do que a pena mínima”, disse o promotor em entrevista ao G1 por telefone.

De acordo com o Ministério Público, Lírio Parisotto, a condenação é relativa ao crime de lesão corporal de natureza leve ocorrido em maio de 2106 no apartamento do empresário em Nova York.
Na ocasião, Luiza Brunet, de 54 anos, teve costelas fraturas e um olho roxo naquela ocasião depois de apanhar do então marido.
Segundo a Promotoria, a Justiça afastou outro caso pelo qual o empresário era investigado, a denúncia de que Lírio agrediu a modelo em 2015 em São Paulo, quando ele quebrou um dos dedos da mão de Luiza.
Gaya da Costa afirmou que irá recorrer ao Tribunal da Justiça (TJ) da decisão da magistrada em não levar em conta a agressão que Luiza alegou ter sofrido na capital paulista em 2015. “Vai ser objeto de recurso do MP”, disse o promotor sobre a denúncia de lesão corporal grave descartada pela Justiça.
Segundo o MP, o empresário foi condenado e não está preso “porque seu caso ainda cabe recurso da defesa”. De acordo com a Promotoria, se o TJ confirmar a decisão da juíza de primeira instância, Lírio terá de cumprir uma espécie de medidas restritivas por dois anos em troca de não vir a ser preso, tais como: não poder viajar para fora do país sem autorização, se ausentar da comarca sem autorização, e ainda terá de comparecer mensalmente à Justiça.


Acusação
Luiza Brunet, de 54 anos, afirmou que foi agredida e que teve costelas quebradas pelo companheiro, o empresário Lírio Albino Parisotto, em Nova York, nos Estados Unidos no dia 21 de maio de 2016. Após o episódio, a atriz e modelo se separou dele, com quem tinha uma união estável, informou sua assessoria de imprensa.
Com a repercussão do caso, por meio de nota, Parisotto afirmou na ocasião que "lamenta versões distorcidas" que serão esclarecidas "nas esferas legais". "Neste momento, venho a público lamentar que versões distorcidas sobre um episódio ocorrido na intimidade estejam sendo divulgadas como única expressão da verdade. Embora compreenda a natural repercussão do caso pelas pessoas envolvidas, tenho a convicção de que no momento e nas esferas legais apropriadas todas as circunstâncias serão plenamente esclarecidas", dizia a nota.
O empresário Lírio Albino Parisotto, de 62 anos, está proibido de aproximar e de manter contato com a ex-mulher, Luiza Brunet, de 54 anos, de acordo com o Ministério Público de São Paulo. A atriz e ex-modelo afirmou que foi agredida e que teve costelas quebradas pelo companheiro em Nova York, nos Estados Unidos no último dia 21 de maio. Parisotto diz que lamenta 'versões distorcidas' do episódio ocorrido na intimidade e que vai prestar esclarecimentos nas esferas legais.
Parisotto afirmou em sua conta do Instagram que já havia sido agredido anteriormente por Brunet em um passeio de barco. Segundo ele, a agressão, que aconteceu no ano passado, "resultou em um ferimento que precisou de 10 pontos no hospital".


Quem é Lírio Parisotto
Com uma fortuna avaliada em US$ 1,1 bilhão, Lírio Parisotto é a 28ª pessoa mais rica do Brasil, de acordo com o ranking da Revista Forbes. Ainda segundo a publicação norte-americana, o empresário construiu grande parte deste montante no mercado de ações brasileiro.
O gaúcho Lírio Parisotto aparece como um dos 600 homens mais ricos do mundo, com uma fortuna estimada em quase US$ 2,5 bilhões, ou mais de R$ 8 bilhões.
O empresário atua em vários setores, como o de petroquímica e de mídia. Ele é o segundo suplente do senador Eduardo Braga pelo PMDB do Amazonas.

Fonte: G1

Marcelo Rezende inicia nova etapa para tratamento de câncer


R7 - Na lutra contra um câncer no pâncreas e no fígado, Marcelo Rezende deu início a mais uma fase do tratamento nesta segunda-feira (5). O jornalista e apresentador do Cidade Alerta compartilhou com os seguidores um vídeo em que está no carro, a caminho da clínica.
— Mais uma semana e lá vou me internar novamente na clínica que apelidei de "farmácia de Deus". Vamos lá no caminho da cura, que Deus nos abençõe!
Nas imagens, Rezende aparece na companhia da filha mais velha, Patrícia, e do apresentador e amigo, Geraldo Luís.
Os internautas desejaram força para o jornalista nesse momento difícil.

Veja a publicação:

Uma publicação compartilhada por Marcelo Rezende Corta Pra Mim (@marcelorezende.oficial) em

José Aldo leva 45 dias de suspensão médica após derrota para Holloway

SporTV - A Comissão Atlética Brasileira de MMA (CABMMA) disponibilizou nesta segunda-feira a lista de suspensões médicas dos lutadores que estiveram em ação no UFC Rio 8, realizado no último sábado, na Arena da Barra. O ex-campeão peso-pena José Aldo, depois da derrota para o agora campeão Max Holloway, ganhou uma suspensão em que precisará ficar, no mínimo, 45 dias sem lutar, além de ter que ficar 30 dias sem contato físico.


As maiores suspensões foram para o brasileiro Johnny Eduardo, nocauteado no segundo round, e para o britânico Jim Wallhead, finalizado. Os dois foram suspensos por 180 dias. Esse tempo pode cair, caso sejam liberados por médicos após exames ortopédicos e oftalmológicos, respectivamente.

Confira a lista de lutadores e suas suspensões:
Marco Beltran: 45 dias sem lutar / 30 dias sem contato físico
Luan Chagas: 14 dias sem lutar / 7 dias sem contato físico
Viviane Pereira: 14 dias sem lutar / 7 dias sem contato físico
Iuri Alcantara: 14 dias sem lutar / 7 dias sem contato físico
Johnny Eduardo: 180 dias sem lutar ou liberação de um ortopedista (fratura no pé direito)
Antônio Carlos Jr: 14 dias sem lutar / 7 dias sem contato físico
Raphael Assunção: 14 dias sem lutar / 7 dias sem contato físico
Erick Silva: 45 dias sem lutar / 30 dias sem contato físico
Paulo Borrachinha: 14 dias sem lutar / 7 dias sem contato físico
Vítor Belfort: 21 dias sem lutar / 14 dias sem contato físico
Claudia Gadelha: 14 dias sem lutar / 7 dias sem contato físico
José Aldo: 45 dias sem lutar / 30 dias sem contato físico
Deiveson Alcantara: 14 dias sem lutar / 7 dias sem contato físico
Jim Wallhead: 180 dias sem lutar; se apresentar liberação de oftalmologista e for liberado 45 sem lutar / 30 dias sem contato físico.
Jamie Moyle: 45 dias sem lutar / 30 dias sem contato físico
Brian Kelkeher: 14 dias sem lutar / 7 dias sem contato físico
Mattew Lopez: 14 dias sem lutar / 7 dias sem contato físico
Erick Spicely: 14 dias sem lutar / 7 dias sem contato físico
Marlon Moraes: 14 dias sem lutar / 7 dias sem contato físico
Yancy Medeiros: 14 dias sem lutar / 7 dias sem contato físico
Oluwale Bamgbose: 45 dias sem lutar / 30 dias sem contato físico
Nate Marquardt: 14 dias sem lutar / 7 dias sem contato físico
Karolina Kowalkiewicz: 14 dias sem lutar / 7 dias sem contato físico
Max Holloway: 14 dias sem lutar / 7 dias sem contato físico

Silvio de Abreu desmente autora sobre mudança do título de “Pega Pega” e explica estreias na terça

Silvio de Abreu, chefão das novelas da Globo, explicou a decisão da emissora de estrear novelas na terça-feira e desmentiu a autora de “Pega Pega” sobre a mudança no título da trama.
O diretor de Dramaturgia Diária da Globo, que agora também é jurado do “Show dos Famosos” no “Domingão do Faustão”, conversou com Fausto Silva e respondeu algumas perguntas, entre elas, porque agora a novela termina na segunda-feira e a outra começa na terça. “Porque quando você faz uma reprise no sábado, a audiência é muito baixa. E quando você põe o penúltimo capítulo da novela no sábado a audiência é mais alta. Então você ganha na segunda e ganha no sábado”, disse o chefão da dramaturgia global.


Ao comentar sobre a estreia da nova novela das sete, que entra no ar nesta terça-feira (06), Faustão falou “Pega Ladrão” – título anterior da trama – e Silvio logo o corrigiu: “Pega Pega!”. “Tiraram o ladrão para não dar problema”, declarou o diretor da Globo, desmentindo a autora da novela, Claudia Souto, que disse anteriormente que a mudança no nome do folhetim era porque “à medida que ia escrevendo a história, percebeu que o tom dado à trama era mais leve que o título ‘Pega Ladrão'”
Vale lembrar que, o título da nova novela das sete foi mudado na última hora. A própria autora, Claudia Souto, que começou a desenvolver a história em 2012, registrou o título no INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial) ainda em maio de 2013 como “Pega Ladrão!” e, no final de abril deste ano, a Globo também registrou no instituto “Pega Ladrão”. Mas, menos de um mês antes da estreia da trama, anunciou oficialmente como “Pega Pega”.
No “Domingão”, Silvio de Abreu também disse que pra ser protagonista de novela precisa ter carisma. “Tem gente que é péssimo ator e tem muito carisma. Tem gente que é ótimo ator e não tem carisma nenhum”, disparou.

Fonte: TV Foco

Em 'Novo Mundo', Amália foge do convento e lembra quem roubou seu filho


O mistério do passado de Amália (Vanessa Gerbelli) está sendo revelado aos poucos na novela "Novo Mundo" e nos próximos capítulos da trama das seis a portuguesa vai se lembrar de quem foi que roubou seu bebê. As memórias começam a voltar depois que a interna foge do convento, com medo de ser mandada de volta a Portugal contra a sua vontade, e é acolhida na casa de Dr. Peter (Caco Ciocler). Com o tratamento psiquiátrico do médico, ela vai recordando o passado e reconhece Sebastião (Roberto Cordovani) com o homem que lhe tirou o filho dos braços.

PETER FAZ REGRESSÃO COM AMÁLIA
De acordo com o colunista de TV Daniel Castro, tudo acontece em cenas previstas para irem ao ar a partir do capítulo de 24 de junho, quando Amália vai morar com Peter e assim os dois podem seguir com o tratamento. O médico faz uma espécie de regressão para levar a paciente a recobrar as memórias de seu passado, mas ao ser questionada sobre a identidade dos homens que a deixaram no convento, ela diz que não se lembra. Segundo o roteiro, nas lembranças da personagem Dom João (Léo Jaime) e Chalaça (Romulo Estrela) aparecem com os rostos desfocados.

SEBASTIÃO VISITA PETER E AMÁLIA O RECONHECE
Quando Sebastião aparece na casa de Peter, Amália se esconde, mas fica apavorada ao reconhecer a voz dele. "Você deixou aquele homem entrar!", ela diz, quando o médico a encontra. "Que homem? De quem você está falando?", ele pergunta. "Foi ele que levou o meu bebê! Foi ele!", acusa a jardineira.

THOMAS TENTA MATAR JOAQUIM
Também nos próximos capítulos da novela das seis, Thomas (Gabriel Braga Nunes) vai atirar contra Joaquim (Chay Suede) ao vê-lo com Anna (Isabelle Drummond). A essa altura, o ex-casal terá se reaproximado e reatado o romance, com direito a noite de amor e declarações apaixonadas. Para piorar, em cenas previstas para irem ao ar ainda nesta semana, Elvira (Ingrid Guimarães) vai roubar do marido as provas que ele consegue contra o vilão, para ajudar o comparsa. Será que o mau-caráter vai se livrar de novo?

(Por Samyta Nunes)

Fonte: Purepeople

Thais Fersoza conta que deixou de amamentar Melinda aos três meses


QUEM - Thais Fersoza relembrou em seu canal do YouTube a fase de amamentação de Melinda, de 10 meses, sua primeira filha com Michel Teló. Segundo a atriz, ela não tinha leite e teve que parar de amamentar a menina aos três meses e meio de vida.
"Infelizmente, a amamentação não foi tão simples para mim. Fiquei até um pouco frustrada. Cada vez que eu ficava mais frustrada, menos o leite descia. Fiz tudo que podia! Cheguei em um limite de exaustão e de até machucar o peito. Tive que partir para a fórmula muito antes do que eu queria. Com três meses e pouquinho, quase quatro meses. A Melinda era preguiçosa, deitava no peito e dormia. Tive que entender e deixar de ser egoísta. Achava delicioso ver ela mamando, mas não conseguia."
A atriz está grávida do segundo filho com o sertanejo. O menino ganhará o nome Teodoro.

Nego do Borel acena para namorados em single feito com Maiara & Maraisa


G1 - Em outra conexão com o universo sertanejo, o funkeiro carioca Nego do Borel lança na próxima sexta-feira, 9 de junho de 2017, single gravado com a dupla mato-grossense Maiara & Maraisa. Com letra que brinca com situações típicas da vida de casal, a música Esqueci como namora aposta no humor para atrair audições e visualizações na época em que os brasileiros festejam o Dia dos Namorados. Aliás, o clipe da música vai ser lançado justamente em 12 de junho.

(Crédito da imagem: capa do single Esqueci como namora, de Nego do Borel com Maiara & Maraisa)

Eliana, reclusa por gravidez de risco, agradece apoio de fãs na web: 'Acolhida'


Internada há mais de 20 dias por conta de um descolamento de placenta que sofreu durante a gravidez da filha Manuela, Eliana Michaelichen voltou a usar a internet para agradecer o apoio do público. Na noite deste domingo (4), os fãs - que seguem enviando milhares de mensagens positivas para a apresentadora do "Programa da Eliana" em suas páginas oficiais - , subiram a hashtag #ForçaEliana no Twitter durante a transmissão da atração do SBT, transformando a gravidez da também empresária em um dos mais comentados do Brasil. A atitude foi suficiente para a mãe do pequeno Arthur, que já emocionou a mãe com uma surpresa no Dia das Mães, retribuir o carinho: "Vocês são demais!! Obrigada pelo carinho. Me sinto acolhida e abraçada por cada um de vcs. Uma semana abençoada a todos. Beijo na família", escreveu Eliana em seu Instagram.

COM GRAVIDEZ DE RISCO, ELIANA DEVE PERMANECER EM REPOUSO ATÉ O FINAL DA GESTAÇÃO
Grávida aos 43 anos, Eliana - que armou um esquema especial para que a informação sobre sua gravidez não vazasse na mídia - sofreu um descolamento de placenta no 21º dia de gestação. Por ordens médicas, a apresentadora precisou se afastar temporariamente do "Programa da Eliana" e deverá permanecer em repouso até o fim da sua segunda gravidez, fruto da relação de dois anos com o empresário Adriano Ricco. Na ocasião, Eliana comunicou os fãs sobre o seu estado de saúde: "Preciso salvar minha filha de um parto muito prematuro. Tive um descolamento da placenta. Sei que não depende só da minha vontade e do meu esforço, mas farei o impossível para trazer o meu fruto da melhor maneira que Deus permitir, escreveu a loira na web.

"DESAFIO IMENSO", DESABAFA APRESENTADORA NO INSTAGRAM
Do hospital onde permanece internada, Eliana desabafou no Instagram sobre a situação de risco na gravidez e revelou que pausar suas atividades na TV para "cuidar de uma vida" se tornou um desafio imenso: "Quase 30 anos de carreira e nunca parei com minhas atividades. Que desafio imenso este de agora. Não é como nas férias quando deixo meus programas gravados com antecedência, trabalho em dobro pra descansar depois. Ou na licença-maternidade, que a gente se afasta algum tempo, mas tem a vida imensamente preenchida de mil tarefas e um amor que invade cada célula. Nada foi planejado. Foi a vida dizendo 'Para e escolhe o que é mais importante pra você AGORA'. Eu escolhi cuidar de uma vida", disse a apresentadora.

(Por Bianca Venturotti)

Fonte: Purepeople

Otaviano Costa está definitivamente fora das novelas da Globo


Otaviano Costa, apresentador do “Vídeo Show”, não vai mais fazer novelas. O esposo de Flávia Alessandra está contente com o rumo que sua carreira tomou e vai aceitar convites apenas para participações especiais.
Em entrevista ao jornal “Extra”, o rapaz falou sobre o assunto. “Há quatro anos, assim que voltei para minha carreira de comunicador, foi fundamental que eu tomasse uma decisão importante: abandonar as novelas. Não deixar de fazer coisas pontuais, mas dedicar-me completamente, não mais”, disse.
Apesar disso, Otaviano não descartou trabalhar algum dia com a esposa, ou a filha, Giulia Costa. “Pode ser que um dia a gente faça um curta-metragem ou qualquer outra obra. Ia ser um prazer também”, adiantou.

Fonte: TV Foco

Ato-show por Diretas Já atrai 100 mil manifestantes em São Paulo


Uma multidão de artistas, sindicalistas, militantes e cidadãos uniram-se neste domingo 4 no Largo da Batata, em São Paulo, para pedir a saída de Michel Temer e a realização de eleições diretas para a escolha de seu sucessor. Segundo estimativa da organização do evento, o ato-show reuniu cerca de 100 mil manifestantes.
Organizado por artistas e pelo produtor musical Daniel Ganjaman, o ato contou com apresentações de nomes de peso como Chico César, Tulipa Ruiz, Péricles, Criolo e Mano Brown. Participaram também da manifestação diversos blocos de carnaval da cidade, além de integrantes de partidos como o PT e o PSOL, de movimentos sociais, de sindicatos e das frentes Povo sem Medo e Brasil Popular.
Com grande presença do público e dos manifestantes, a apresentação do rapper Mano Brown encerrou o ato político-musical de forma apoteótica. "Há um motivo muito maior que nós nessa noite: Diretas Já", declarou o rapper, antes de iniciar a rima de "Diário de um Detento", maior sucesso do grupo Racionais MC's. (assista ao vídeo abaixo)
Em discurso no palco, Mano Brown afirmou que ou "vamos juntos" ou "eles" vão continuar a mandar. "Se a maioria escolheu, assim será. Não era isso? A conta do trouxa é essa, a maioria manda. Mas se eles escolhem, eles mandam. O comandante não é mais meu, é dos caras, então vamos juntos. De repente, o comandante dos caras é o mais corrupto. foi pego com a mão na cumbuca, mano", afirmou, em referência à gravação de Joesley Batista e Temer.


Primeiro artista a se apresentar, Chico César celebrou a união daqueles presentes ao ato. "Inclusive, há gente que equivocadamente trabalhou pelo impeachment, e agora de certa forma faz um mea culpa e vem, se junta ao povo", diz, antes de lembrar do movimento original das Diretas Já, que levou milhões de brasileiros às ruas no fim da ditadura. "Eu estava me lembrando, há mais de 30 anos, no começo dos anos 1980, eu garotinho participando da luta por Diretas Já. De novo estamos aqui nas ruas, o Brasil quer votar, não aceita uma eleição indireta e quer escolher seu próximo presidente."


Em sua apresentação, o rapper Emicida ressaltou que a luta contra o "sistema" não pode deixar de lado a periferia. "Democracia, população, a base somos nós como cidadãos. Temos que derrubar esse sistema da porra, que só serve pra nos destruir. E tem que derrubar não só aqui onde a bala é de borracha, mas lá nas bordas onde a bala é de verdade." 
O sambista Péricles saudou o engajamento da classe artística em favor das eleições diretas. "Eu acredito na mudança, chega desse negócio de ficar alheio à política, ao que acontece. A gente não está tomando rumo da nossa própria existência, da nossa vida. Chega disso."
Outra artista que subiu ao palco do ato-show foi a cantora Tulipa Ruiz. A CartaCapital, ela alertou para a atual "manipulação midiática" no País.


O cantor Otto afirmou que o objetivo do ato é restituir a democracia no Brasil. "Com essa assembleia e esses deputados e senadores, não dá. Ou o povo escolhe agora o seu, ou a gente está perdido nesse mar de lama podre do Brasil."
A escritora Clara Averbuck lembrou as absurdas declarações de Temer a respeito do papel das mulheres na sociedade e a falta de representatividade delas no governo. "A gente precisa de diretas, precisa votar e derrubar esse governo golpista, que não tem mulher, que acha que a gente tem de saber o preço do supermercado, que trata mulher feito adereço. A gente precisa barrar essas reformas, precisa tirar esse homem do poder."


A advogada Eliane Dias, produtora de Mano Brown, disse que estamos em pleno golpe e na iminência de "perdermos todos os nossos direitos". "Temos quase 100 anos de direitos do trabalho, tudo para perder em um ano? O povo tem que saber que quem manda em tudo isso aqui é ele."
A atriz e cantora Elisa Lucinda comentou que a civilização que nos faz esquecer dos povos indígenas e dos negros "nos faz colher" o atual momento. "A coisa está péssima, é uma família de bandidos brancos no poder. Vale lembrar que não tem um negro na Lava Jato. Temos que ser abolicionistas contemporâneos. Nós (se referindo aos negros presentes como Emicida) falamos pela quebrada, por quem não é escutado." 
Paulo Miklos, ex-Titãs, afirmou que os manifestantes "querem decidir o próprio destino". "Tomamos um golpe parlamentar e agora vivemos em uma ditadura parlamentar. Nós queremos resolver quem vai decidir o nosso futuro."


Além de artistas, o ato contou com a presença de intelectuais e líderes de movimentos sociais. A economista Laura Carvalho alertou para necessidade de o País libertar-se do "parlamentarismo de ocasião". "Só vamos resolver isso indo às urnas, não interessa qual é o seu partido, quem é o seu candidato, o que interessa é voltar a ter democracia, e, se possível, uma nova democracia, com mais direitos e não com menos."
Guilherme Boulos, Coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto e colunista de CartaCapital, afirmou que as Diretas são a única bandeira democrática para o País sair da crise. "O Congresso não tem moral para pedir eleições indiretas. Diretas Já é a saída capaz de mudar o governo e a agenda política. Ninguém votou em reforma da Previdência, corte de gastos por 20 anos."
Ele entende que a antecipação de eleições é possível."Há uma PEC (das Diretas) tramitando no senado. Há caminhos constitucionais. Está na mão das ruas a gente ter essa força necessária."

Fonte: Carta Capital

'A Força do Querer' bate recorde semanal, mais uma vez!

Essas duas semanas que passaram foram as melhores para Glória Perez! A novela das nove, A Força do Querer, está sendo um fenômeno, algo que não acontece desde o fim de Avenida Brasil. Na semana retrasada, entre 22 e 27 de maio, a novela conseguiu 32,7 (33) pontos de média. Já nessa que passou, entre 29 de maio e 03 de junho, foram acumulados 33,5 (34) pontos. Até agora, os capítulos mais assistidos são os de 22 e 30 de maio, quando estes obtiveram 36 pontos.


Uma novela das nove não obtém um desempenho considerado bom ou razoável desde o final de Império, que obteve 33 pontos de média geral quando a meta da Globo ainda era de 35. Antes de A Força do Querer estrear, o último sucesso havia sido Avenida Brasil, que conseguiu atingir 39 pontos de média final, 1 a menos que a meta do horário nobre.
E até agora, com 54 capítulos, A Força do Querer obteve média de 31,6 (32) pontos.

Audiência das novelas das oito por meta

Meta: 50 pontos (até 1994)

65 - Tieta (1989)

63 - Roque Santeiro (1985)
62 - O Salvador da Pátria (1989)


61 pontos
Pai Herói (1979)

Baila Comigo (1981)
Vale Tudo (1981)
Renascer (1993)


60 pontos
Sétimo Sentido (1982)

Corpo A Corpo (1982)
Selva de Pedra (1986)
Rainha da Sucata (1990)


59 pontos
Dancin' Days (1978)
Coração Alado (1980)

58 pontos
Duas Vidas (1976)
Água Viva (1980)

57 - O Outro (1987)

56 pontos
Pecado Capital (1975)
O Astro (1977)
Sol de Verão (1982)
Louco Amor (1983)
Roda de Fogo (1986)
Pedra Sobre Pedra (1992)

55 - Meu Bem, Meu Mal (1990)
54 - Mandala (1987)

53 pontos
O Casarão (1976)
Brilhante (1981)
De Corpo e Alma (1992)
Fera Ferida (1993)

52 - Partido Alto (1984)
51 - Champagne (1983)
49 - Espelho Mágico (1977)
43 - O Dono do Mundo (1991)

Meta: 45 pontos (de 1994 até 2007)

52 - O Rei do Gado (1996)

51 pontos
A Próxima Vítima (1995)
Senhora do Destino (2004)

50 - América (2005)
49 - Belíssima (2005)

47 pontos
Explode Coração (1995)
O Clone (2001)
Mulheres Apaixonadas (2003)
Páginas da Vida (2006)

46 - Celebridade (2003)

45 pontos
Pátria Minha (1994)
Laços de Família (2000)
Porto dos Milagres (2001)

44 pontos
Torre de Babel (1998)
Terra Nostra (1999)

43 - Por Amor (1997)

38 pontos
Suave Veneno (1999)
Esperança (2002)

Meta: 40 pontos (de 2007 até 2014)

43 - Paraíso Tropical (2007)
41 - Duas Caras (2007)
40 - A Favorita (2008)

39 pontos
Caminho das Índias (2009)
Fina Estampa (2011)
Avenida Brasil (2012)

36 pontos
Viver A Vida (2009)
Insensato Coração (2011)
Amor à Vida (2013)

35 - Passione (2010)
30 - Em Família (2014)

Meta: 35 pontos (de 2014 até 2017)

33 - Império (2014)
29 - Velho Chico (2016)
28 - A Regra do Jogo (2015)
27 - A Lei do Amor (2015)
25 - Babilônia (2015)