quarta-feira, 28 de junho de 2017

#PorTrásDasCâmeras - O Vídeo Show mostra os bastidores da prisão de Ângela em 'Torre de Babel'


Há 18 anos, o programa semanal Vídeo Show mostrou os bastidores da novela Torre de Babel, nos momentos em que a grande vilã Ângela, vivida por Cláudia Raia, foi presa por assassinato. A própria atriz também falou sobre sua personagem, diferente das outras que havia feito. Segundo ela, até as figurantes que estavam nas outras celas começaram a chorar com a prisão de Ângela, mesmo querendo que ela pague pelo que fez.
Torre de Babel é uma das poucas novelas que nunca foram reprisadas no Vale A Pena Ver de Novo. A primeira reprise, no Canal Viva, terminou no início de junho.

Esposo larga mulher após ela 'gemer demais' em estupro coletivo

O incidente, que ocorreu na Nigéria, mostra como o machismo na região é alto. De acordo com informações de órgãos de imprensa internacional, um homem teria abandonado a própria esposa, após essa ser alvo de um estupro coletivo efetuado por ladrões. Ele, que foi identificado como Baba Eneh, inclusive, teria expulsado a mulher de casa. O motivo do divórcio a contra-gosto, segundo Baba Eneh, é que sua companheira estava gemendo muito quando houve o abuso coletivo. O #Crime contra a mulher ocorreu quando assaltantes invadiram sua casa. Eles estavam armados quando tudo ocorreu e realizaram o estupro [VIDEO] na frente do homem, que não pôde fazer nada.

O crime ocorreu no estado nigeriano de Lagos, na rua Bello. O bairro em questão é conhecido como Iyana-Ejigbo.

Ladrões estupram mulher na frente do marido e ele não gosta de suposto prazer
Os homens teriam invadido a casa de Baba Eneh na terça-feira (20). A invasão ocorreu na madrugada. Os criminosos queriam dinheiro do homem, que chegou a ser abordado na rua antes dos ladrões entrarem em sua residência. O esposo que abandonou a mulher vitimada em um caso de abuso sexual coletivo trabalha como motorista de ônibus. Após ser ameaçado de morte pelos homens, ele disse ter dinheiro em casa e acabou levando os estupradores para dentro de sua residência. Eles reviraram tudo, mas acabaram não encontrando qualquer quantia. Com isso, os bandidos ficaram muito furiosos em virtude da ação.
Como "prêmio de consolação", eles decidiram estuprar a mulher do motorista de ônibus.

Após estupro, homem expulsa mulher de casa por ela ter "gostado" de abuso
O homem disse que sua mulher a desonrou durante o estupro coletivo. De acordo com Baba Eneh, a mulher teria mexido muito a cintura durante a ação, tendo, inclusive, feito barulhos estranhos e engraçados. Ele informa que isso seria um sinal de que a mulher estava gostando muito do que houve. "Imagine minha esposa, em vez de pedir ajuda, ela estava ocupada gostando do sexo, mesmo na minha presença", revelou ele, que não pensou duas vezes. Ele mandou então que a mulher saísse de casa e voltasse para sua aldeia de origem.
Ao que se sabe, a mulher teria passado por uma espécie de limpeza espiritual, a fim de que ela não pegasse doenças sexualmente transmissíveis, como o HIV, vírus que pode gerar a AIDS. Após isso, o motorista teria aceito que ela retornasse à sua residência.

Fonte: Blasting News

"O estupro é um dos únicos crimes em que tentam culpar a vítima pelo o que aconteceu"


Guarapuava – A semana começou com a divulgação de mais um caso de estupro em Guarapuava. Uma mulher de 22 anos foi abusada sexualmente após pegar carona na saída de uma festa na madrugada do último domingo (25). O ato do agressor, no entanto, pareceu não ser a principal preocupação de muitas pessoas. Pelo contrário. Após a divulgação do caso pela RedeSul de Notícias, não foram poucos os comentários de pessoas que, aparentemente, só estavam interessadas em julgar a vítima por ela ter entrado no carro de um desconhecido, culpabilizando a mulher pelo crime que ela própria sofreu. Como se não bastasse a gravidade do ato que é o estupro, comentários negativos, que colocam em cheque a credibilidade da mulher, agravam, ainda mais, a situação da vítima.
Para a Secretária de Políticas Públicas para as Mulheres, Priscila Schran, culpabilizar a vítima faz com que as mulheres que foram estupradas tenham menos vontade ou coragem de denunciar.
“Atacar a credibilidade dessas mulheres ajuda a proliferar a cultura do estupro. Essa cultura de que a culpa é da mulher por conta do comportamento que ela teve naquele momento. Isso faz com que as mulheres se sintam coagidas e elas recuem no direito delas de denunciar. O crime foi praticado e o estuprador tem que ter a sua punição”.

De acordo com Priscila, é preciso que fique implícito ao imaginário social que estupro é uma questão de violência, relacionada a um ato motivado por poder.
“O estupro é uma questão de poder sobre um corpo feminino. Em nenhum momento o estupro está relacionado a satisfação sexual. O estupro é uma agressão. Uma agressão brutal que invade o corpo da outra pessoa. A gente tem que entender que estupro é crime”.

O ato de culpabilizar a vítima, de acordo com Priscila, acontece sempre que as pessoas questionam o comportamento, roupa, aparência, horário ou lugar em que a mulher se encontra em determinada situação. Para a secretária, o estupro é um dos poucos crimes em que as pessoas tentam culpar a vítima pelo o que aconteceu.
“O estupro é um dos únicos crimes que a gente presume que a vítima está mentindo, que a vítima era culpada pelo o que aconteceu com ela. Ninguém fica duvidando de um assalto em um ponto de ônibus, ou de um assalto na saída da balada. Mas o estupro as pessoas acabam duvidando, achando que foi mentira da vítima”.

CULTURA MACHISTA
Priscila relembra que este tipo de atitude está relacionada a cultura machista em que, historicamente, estamos inseridos. Para a secretária, é comum a insistência de se ensinar as mulheres sobre como elas deveriam se comportar, mas não é falado para os homens que, na verdade, são eles que não devem estuprar.
“Então quando a gente ataca essa credibilidade, seja em comentários ou onde for, a gente faz com que prevaleça uma cultura machista, que insiste em dizer que as mulheres têm que se comportar de tal forma. Que elas não podem sair à noite sozinhas, que elas não podem beber, que elas não podem viajar sozinhas, ou que elas não podem trabalhar a noite ou de madrugada. A gente está exigindo comportamentos dessas mulheres”.

Segundo a secretária, a cultura machista resulta em homens que pensam serem donos do corpo de mulheres pelo simples fato de serem homens.
“Os homens, os meninos, eles precisam saber, entender, que a mulher não é um mero objeto. Que é ele que vai definir sobre a vida dela, ou sobre o seu comportamento. A gente tem que ensinar esses homens de que são eles que não podem estuprar ninguém. São eles que não podem se aproveitar de uma situação e acabar estuprando uma mulher”.

A fala de Priscila sobre o tema pode ser ouvida na íntegra no áudio abaixo.

#TBT - "RS2000", de E-Z Rollers


O #TBT de hoje vai para o grupo E.Z. Rollers. Além de música house, trance e dance pop, a gravadora Paradoxx Music também era eclética. A música abaixo, do gênero 'drums n bass', foi divulgada no Brasil exclusivamente por ela.
O grupo também ficou conhecido por aqui pela música Tough At The Top

Ex-Polegar quer processar Estado por danos morais após erro em prisão


Depois de passar a manhã de terça (27) preso por engano, o ex-Polegar Ricardo Costa afirmou que vai processar o Estado pelo ‘constrangimento’. Ele foi detido em Taubaté por atraso no pagamento da pensão alimentícia do filho.
O mandado de prisão foi cumprido pela polícia, mesmo com um contramandado expedido uma semana antes anulando a prisão. Com esse documento, ele foi libertado à tarde.
Segundo a Polícia Civil, o mandado contra o ex-músico foi cumprido por volta das 7h na casa onde ele mora no bairro Jardim Ana Rosa. De acordo com o mandado a que o G1 teve acesso, expedido em 24 de maio, ele seria preso pelo débito entre julho de 2016 e março de 2017, com dívida acumulada de R$ 5,8 mil. Ele havia quitado esse valor neste mês e um contramandado foi expedido.
Como a prisão foi divulgada na imprensa, Costa avalia que foi exposto a constrangimento. “Eu paguei os débitos, tinha um documento anulando a minha prisão e eles não se atentaram a isso. Minha família ficou desesperada e eu fui encarcerado com outras nove pessoas. Sou uma pessoa pública e tive meu nome exposto, atrelado a uma prisão”, disse.
De acordo com a defesa dele, cujo responsável é o advogado André Luiz Stasini, o documento estava na delegacia, mas não havia sido anexado ao mandado anterior, por isso ocorreu a confusão.
À reportagem, a Secretaria de Segurança Pública, pasta a qual a Polícia Civil é subordinada, informou apenas que o ex-Polegar foi levado à delegacia e, assim que as informações do contramandado referente ao pagamento da pensão foram levantadas, ele foi liberado.
“Nós conseguimos constatar a falha cerca de três horas depois. Mas ele passou pela triagem, teve que fazer o registro do boletim de ocorrência e passar por uma situação desnecessária. Agora vamos avaliar um processo por danos morais”, disse a defesa do ex-músico.
Costa cobra justiça no processo que o levou à prisão. “Da mesma forma que todo mundo que erra e paga por seu erro preso, como houve erro do Estado, eles vão ter que pagar pelo erro dele. Vou entrar com uma ação por danos morais. A lei é para todo mundo”, afirmou.
Sobre o filho, cujos débitos de pensão ficaram em atraso, o ex-Polegar disse que ele tem hoje 7 anos e que nunca manteve contato com a criança. Ele disse ainda que fez um exame de DNA quando o menino nasceu para atestar a paternidade e afirmou que nunca manteve relacionamento com a mãe do filho.
O Estado não comentou a declaração do ex-Polegar sobre a intenção de processar o governo por causa do engano.

Food Truck
Um dos motivos da defesa da ex-companheira de Ricardo para o pedido de prisão é que ele teria vendido o ônibus que usava como Food Truck – Costa vende lanches em avenidas da cidade. Em juízo ele havia feito um acordo para pagar o débito - hoje parcelado em 27 vezes -, à vista caso vendesse o veículo. Ele anunciava o bem por R$ 145 mil na internet.
Costa nega que tenha vendido o veículo e explicou que não circulava mais com o food truck porque o ônibus teve um problema mecânico e estava em São Paulo passando por manutenção.
“Ele teve um problema no câmbio que eu demorei para resolver por falta de verba. Meu ônibus é meu ganha pão. Semana que vem devo voltar às ruas com os lanches”, garantiu. Segundo ele, o ônibus vai ficar estacionado na praça Santa Terezinha.

Fonte: Mídia News

Em 'Novo Mundo', Leopoldina revela nova gravidez à Pedro


Leopoldina (Letícia Colin) e Dom Pedro (Caio Castro) terão uma nova surpresa nos próximos capítulos da novela "Novo Mundo". Em meio às brigas por causa do relacionamento extraconjugal do príncipe regente com Domitila (Agatha Moreira), enfrentada pela pela rival austríaca, a mãe da bebê Januária anunciará que está esperando um novo filho do representante da corte portuguesa no Brasil. As cenas estão previstas para ir ao ar na próxima quarta-feira (05).

DOM PEDRO FALA PARA DOMITILA QUE LEOPOLDINA ESTÁ GRÁVIDA
O casamento de Leopoldina e Pedro passa por uma crise e, vendo as contantes discussões do casal, Domitila, mesmo após ser humilhada pelo amantes durante sua festa de apresentação à sociedade, coloca como meta engravidar do filho de Dom João (Leo Jaime). O sonho de ter um herdeiro do trono português é tão forte que a concubina chega a acreditar estar realmente grávida, mas quem recebe o pedido é a rival: a amiga de Bonifácio (Felipe Camargo), de quem Dom Pedro morre de ciúmes devido à proximidade do ministro com sua mulher, diz está novamente grávida do marido, com quem transou após ele ter um ataque epilético. Logo após ser informado da novidade, Pedro conta para a cúmplice de Thomas (Gabriel Braga Nunes), que fica desapontada.

Fonte: Purepeople

Aprovado, projeto de lei quer mostrar imagens de fetos às vítimas de estupro


Com o objetivo de esclarecer sobre "os riscos e as consequências do aborto às gestantes vítimas de estupro”, o projeto de Lei 1.465/2013 pretende fazer o uso de imagens de fetos, mês a mês, para “orientar” sobre consequências “físicas e psíquicas” do aborto.
O PL foi enviado para sanção do governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB-DF) nesta segunda-feira 26, e deve ser sancionado ou vetado no prazo de 21 dias.
Proposto em 2013 pela deputada Celina Leão (PDT), o PL foi aprovado na Câmara Legislativa do Distrito Federal em primeiro e segundo turno e teve a redação final também aprovada na última quinta-feira 22 pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).
O texto da lei determina que unidades de saúde, públicas ou privadas, quando autorizadas a realizarem o aborto decorrente de estupro, apresentem um “programa de orientação” que informe sobre os métodos e consequências da interrupção da gestação. 
O programa deve conter imagens da formação física e da extração do feto, além de exames laboratoriais e de apresentar a possibilidade da adoção pós-parto. Nesta etapa, as vítimas de estupro entrariam em contato com entidades que realizam programas de adoção de recém-nascidos. O descumprimento da lei poderá acarretar multas de 10 mil reais às unidades de saúde.
Débora Diniz, pesquisadora da Anis - Instituto de Bioética, afirma que o projeto utiliza a justificativa de que tem a função de informar a mulher apenas como subterfúgio para o que ela considera um “adorno ideológico”.
“Todo o projeto é uma tentativa de levar a mulher a uma outra coisa que não seja o aborto”, explica a pesquisadora ao afirmar que a abordagem possui um “ímpeto de tortura”, ao submeter a mulher a uma prática compulsória em um momento de extremo sofrimento.
De acordo com o Código Penal de 1940, basta a palavra da mulher para que o aborto seja realizado, ou seja, não é preciso a apresentação de qualquer documento, nem mesmo que a mulher relate o crime à polícia para que seja feito o procedimento.
Segundo a norma técnica da Atenção Humanizada ao Abortamento, a mulher vítima deve receber atendimentos médicos, psíquicos e de assistência social no momento em que chega às unidades de saúde por considerar esta um trauma "físico, emocional e social".
A norma afirma ainda que “nos casos de abortamento por estupro, o profissional deverá atuar como facilitador do processo de tomada de decisão, respeitando-a”.
Diniz afirma que instituir este novo procedimento às equipes de saúde que recebem a vítima que deseja fazer o aborto é apenas aumentar o sofrimento da mulher, mas, dessa vez, produzido pelo Estado.
Ao chegar nas unidades de saúde pedindo pelo procedimento do aborto em decorrência do estupro, a vítima passa por exames ambulatoriais como a ultrassonografia para verificar o tempo gestacional e lhe é dada a opção de ver ou não as imagens do feto. Sobre isso, a pesquisadora afirma que a informação que o projeto quer instituir não traz novidades.
“O projeto ignora quem é a mulher, que a ultrassonografia é parte do protocolo e ignora a vontade dela naquele momento. O que há de novo é a compulsoriedade dessa ação, ou seja, submeter a mulher a uma sessão de tortura em nome de um cuidado extremamente violento”, conclui.

Fonte: Carta Capital

Opinião: Nenhuma mulher deve ser obrigada a colocar um filho no mundo, ainda mais se este for fruto de um estupro. Se ela tiver o filho, o que vai acontecer é ele ser mal tratado, rejeitado e hostilizado, e a mãe vai ficar com o trauma do estupro para o resto da vida. "O feto/a criança não tem culpa", mas e a mãe? A mãe teve culpa, ela pediu pra ser violentada?

Tiroteio interrompe gravação de série

Heloísa Tolipan - Os atores, figurantes e equipe de "Os dias eram assim", minissérie da TV Globo, passaram por um susto na tarde dessa terça-feira, 27, em Deodoro, Zona Oeste do Rio. É que disparos de tiros de fuzil entre policiais e criminosos da região foram ouvidos por lá e logo a correria entre os mais de 100 figurantes começou. De acordo com o colunista Leo Dias, Gabriel Leone, um dos protagonistas da história, estava por lá e, em entrevista à colunista Patrícia Kogut, do jornal 'O Globo', falou sobre o susto: "Estávamos no meio de uma cena quando ouvi o barulho de um tiro muito próximo. A reação natural foi abaixar atrás de um carro. Foi um susto".


A TV Globo divulgou uma nota explicando o ocorrido. "Nesta terça-feira, dia 27, as gravações de "Os Dias Eram Assim", que acontecia na Vila Militar de Deodoro, tiveram que ser interrompidas por causa de uma perseguição policial que atravessou o mesmo terreno onde o set havia sido montado. Atores, equipe técnica, figuração e direção foram retirados do local em segurança".

Fonte: Jornal do Brasil

Figurante revela fraude em pegadinhas do 'Programa Silvio Santos'


Um dos figurantes do SBT parece que "deu com a língua nos dentes", deixando a emissora em situação ruim.
Ele revelou que as pegadinhas do “Programa Silvio Santos” não passam de armação. Em entrevista, o figurante disse que participou de uma brincadeira recente e que tudo foi mentira.
Na ocasião, uma câmera escondida mostrava um menino com drone, assustando adultos ao perseguir um ladrão e atirar nele.
O participante em questão convidou seus amigos no Facebook para assistirem ao vídeo, mas quando eles se mostraram assustados, revelou que tudo foi combinado e que ele teria recebido R$ 70,00 para participar: “Era tudo armado… precisava da grana. Estou desempregado.”
A pegadinha foi gravada em São Paulo, no Parque da Juventude (ex-Carandiru). A informação foi dada pelo colunista Maurício Stycer. O nome do rapaz em questão foi mantido em sigilo.

Confira a pegadinha que teria sido armada:

Com saúde da filha em risco, Eliana vai ser internada mais uma vez


#Eliana tentou aproveitar ao máximo o seu repouso absoluto na casa da sua mãe, mas a verdade é que ela, dentro de poucos dias, vai ter que ser novamente internada no hospital. Tal como informa o site “TV Foco”, o médico da apresentadora tinha garantido de que ela apenas teria oportunidade de estar por um período de 15 dias fora do hospital, sendo que agora é necessário ela retornar para poder estar em observações constantemente.
Eliana ainda apenas está no sexto mês de gestação, mas seria ótimo que a sua #gravidez possa se prolongar por muito mais tempo, visto que um bebê prematuro corre sempre muito mais riscos com problemas de saúde.
Foi com enorme tristeza e preocupação que Eliana, há pouco mais de um mês, informou todo o seu público de que estaria fazendo de tudo e lutando muito para que a sua filha Manuela pudesse ser salva, após se ter confirmado um descolamento da placenta.
Felizmente, as últimas semanas parecem ter sido bastante positivas para a gravidez de risco da experiente comunicadora, que até teve a oportunidade de estar mais próxima da sua família e de poder sentir um pouco o sol, algo que estava fazendo muita falta para ela.Contudo, apesar de todos esses avanços positivos, ao mesmo tempo em que Eliana continua muito ativa nas redes sociais, a verdade é que ela, juntamente com a sua família, vão ter que passar novamente por um período bastante complicado no hospital, como garante o site “TV Foco”.
De relembrar que Eliana, precisamente em uma confissão feita na sua conta oficial no “Instagram”, garantiu que estava torcendo para que, na próxima vez que estivesse internada, já pudesse assistir ao nascimento do seu segundo filho.
Nas redes sociais, internautas garantem estar bastante preocupados com a gravidez de risco de Eliana, torcendo e rezando muito para que, no final, tudo possa dar certo e sua filha Manuela possa ser o mais saudável possível.
Enquanto Eliana está lutando muito pela saúde de Manuela,o #SBT rapidamente arranjou uma solução temporária para a ausência da sua apresentadora, tendo escolhido Patrícia Abravanel, filha do patrão, como a responsável para comandar a atração “Eliana”, transmitida todos os domingos à tarde na emissora de Silvio Santos.

Fonte: Tribuna Hoje

Hospital demite funcionário que filmou ator Fábio Assunção no Sertão de PE


O Hospital Memorial de Arcoverde, no Sertão de Pernambuco, demitiu na terça-feira (27) o funcionário que filmou o ator Fábio Assunção da unidade de saúde. De acordo com o hospital, o funcionário, que divulgou as imagens nas redes sociais, "feriu o código de ética, a imagem da instituição e do referido ator". Fábio foi levado para o local no sábado (24) após se envolver em uma briga durante uma festa junina, segundo a polícia.
Por meio de nota, o hospital ainda destacou que o funcionário realizou a filmagem sem o consentimento e/ou conhecimento da diretoria da unidade de saúde. A direção do Memorial de Arcoverde lamentou "profundamente essa infeliz iniciativa, condenando veementemente tal atitude".

Ator preso por desacato
O ator Fábio Assunção foi detido na madrugada de sábado (24) em uma festa de São João em Arcoverde. Segundo Wanderley de Carvalho, comandante do 3º Batalhão da Polícia Militar, o ator agrediu pessoas e desacatou policiais. Ele também teria quebrado um dos vidros da viatura em que foi levado. Após ser ouvido em uma audiência de custódia, ele pagou fiança e foi liberado.
Em seu Instagram, o ator afirmou: "Lamento muitíssimo o ocorrido em Arcoverde. Era uma noite de celebração. Tínhamos acabado de exibir nosso documentário filmado no sertão pernambucano no palco principal do festival de São João. Então fomos com a equipe confraternizar e a situação saiu do controle. Infelizmente aconteceu uma briga. Errei ao me exceder. Não fiz uso de nenhuma droga ilícita - o que será comprovado pelo exame toxicológico que eu mesmo pedi para ser feito. Serei responsável pelos danos causados. Agora estou bem. Agradeço pelas tantas manifestações de carinho e apoio que recebi. Peço a todos sinceras desculpas. Não é fácil, mas reconhecer meus erros e procurar sempre aprender com eles é o que eu desejo".
Em nota, a Polícia Civil informou que Fábio foi autuado por dano qualificado ao patrimônio público, desacato a autoridade, desobediência e resistência à prisão. Ele foi encaminhado para exames no Instituto de Medicina Legal e depois apresentado em audiência de custódia. Nessa audiência, um juiz avalia a necessidade de manter o preso atrás das grades durante o processo judicial. O juiz Thiago Pacheco Cavalcanti fixou a fiança em R$ 9.370, que foi paga pelo ator.
De acordo com a PM, após se envolver em uma briga em uma festa de São João, no Pátio de Eventos da cidade, o ator foi levado para o Hospital Memorial de Arcoverde com ferimentos leves. Ainda segundo a polícia, na unidade de saúde, o ator apresentava sinais de embriaguez e teria discutido com funcionários do hospital. De lá, o ator voltou para o Pátio de Eventos.

Fonte: G1

Globo sugere que Fabio Assunção faça tratamento severo no exterior


A Rede Globo mostra disposição em ajudar Fábio Assunção em seu tratamento contra dependência de álcool e drogas. Depois do escândalo protagonizado pelo ator no último fim de semana em Arcoverde (PE), em que ele aparecia transtorno e acabou sendo detido por policiais, a emissora sinalizou que dará todo e qualquer assistência ao contratado, segundo informações do colunista Ricardo Feltrim.
Fábio está prestes a estrear em uma minissérie global, 'A Fórmula', que vai ao ar no próximo dia 06.
Amigos do ator, bem como diretores da Globo, inclusive, sugerem que o galã faça seu tratamento fora do Brasil. A emissora sugere uma famosa clínica na Argentina, que já ajudou pessoas do elenco da empresa, bem como familiares.
O problema é que a clínica tem um regulamento extremamente duro e o internado deve obedecer às exigências, dentre elas, a internação pelo período mínimo de um ano e a restrição de visitas por um longo período, incluindo parentes e /ou namorados (as).
Fábio já passou por internações anteriores em cidades de São Paulo e até nos Estados Unidos.

Fonte: Tribuna Hoje

Silvia Abravanel se revolta contra Dudu Camargo e barraco é exposto online


Pelo visto, nem mesmo as filhas de Silvio Santos concordam com os atos que ele comete, no SBT. O canal da Anhanguera, em São Paulo, como mostra uma reportagem do RD1, decidiu transferiu de horário o 'Primeiro Impacto'. Nesta quinta-feira, 23, o jornalístico foi exibido no horário da tarde. Com isso, algumas atrações foram mexidas, mas em especial o 'Bom Dia e Cia', apresentado por Silvia Abravanel, filha adotiva de Sivlio Santos. Ela perdeu uma hora e quarenta e cinco minutos de sua atração para o novo telejornal, que é dividido por Dudu Camargo e Marcão do Povo, aquele jornalista que chegou a fazer um comentário considerado racista contra a cantora Ludmilla.
Silvia Abravanel decidiu fazer um barraco virtual, mas de maneira educada. Ela passou a curtir todos os comentários de internautas que falavam mal da mudança e, é claro, de Dudu Camargo, que tem apenas dezoito anos e apenas o ensino médio. Entre as reclamações, estão críticas a Dudu. Um internauta escreveu que o garoto é um “babaca que quer imitar [José Luiz] Datena, [Luiz] Bacci e Marcelo Rezende”, e teve o apoio de Silvia. Meio forte, não é mesmo? Lembrando que Silvia é hoje uma das maiores audiência do #SBT. Os desenhos animados apresentados por ela chegam a dar trabalho até mesmo para Fátima Bernardes que, frequentemente, se vê até na segunda colocação no Ibope, especialmente na grande São Paulo. A audiência na cidade é levada em conta para o mercado publicitário.
Outro comentarista da mudança diz que o público do SBT não está afim de ver um jornal na hora do almoço. O telespectador disse que a grade vespertina do SBT estava o maior lixo, mesmo assim, Silvia Abravanel, que com a morte de Silvio Santos passará a ser uma das donas da emissora, fez questão de curtir o comentário. A mensagem aprovada pela apresentadora do 'Bom Dia e Cia' ainda falou que o programa de Dudu Camargo tinha muita violência e que a empresa de Silvio Santos perderia muita audiência. Por conta da mudança, o 'Bom Dia e Cia' acabou meio dia.

Fonte: Blasting News

Nasceu o netinho de Regina Casé

O Globo - Lembra desta foto, ao lado, que saiu na “Revista Ela”, no domingo, mostrando a barrigona de 40 semanas de Benedita, filha de Regina Casé? No mesmo dia, à noite, nasceu Brás, um meninão de 3,8 quilos e 52cm, filho de Benedita com João Pedro Januário. Já o filho mais novo de Regina Casé, Roque, de 4 anos, está com medo de ser tio porque... não quer ter barba (que fofo!). Ele prefere dizer que é irmão do bebê. Bem-vindo, Brás!