quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Criança vítima de estupro que deu à luz vai passar por nova cirurgia na PB, diz maternidade


criança de 11 anos que foi estuprada e engravidou, em João Pessoa, vai passar por cirurgia após apresentar um quadro de dor e febre, duas semanas após dar à luz. Segundo a direção da Maternidade Frei Damião, para onde ela retornou, a menina deu entrada na unidade no dia 17 de setembro, 13 dias após a cirurgia cesárea.
Ainda de acordo com o boletim do hospital, o estado de saúde da criança é estável. Ela foi submetida a uma ultrassonografia, que detectou um hematoma na parede abdominal. Ela vai ter que passar por um “pequeno procedimento cirúrgico para a drenagem do abscesso”. A data da cirurgia, no entanto, não foi informada.
Após o procedimento, a paciente será encaminhada para a enfermaria, onde permanecerá em observação por alguns dias até a sua recuperação.
O único suspeito de estuprar a menina é o padrasto dela, que foi preso no dia 13 de setembro, na Bomba do Hemetério, na Zona Norte do Recife, em cumprimento ao mandado de prisão preventiva pela prática de estupro de vulnerável, expedido pela 3ª Vara de Mangabeira. Após ser transferido para João Pessoa e passar por audiência de custódia, ele foi encaminhado ao Presídio do Róger, na segunda-feira (18), onde vai aguardar julgamento.
O crime foi praticado quando a vítima tinha 10 anos e, desde que a gravidez dela foi revelada, em maio, o padrasto da menina estava foragido.

Entenda o caso
As investigações começaram em maio de 2017. De acordo com processo que segue sob segredo de justiça na Vara da Infância e Juventude da Paraíba, a menina foi estuprada pelo padrasto quando tinha 10 anos. A criança descobriu a gravidez quando passou mal e foi levada para um hospital. Na época, ela informou à polícia que a violência sexual era algo recorrente, mas não soube precisar quando teve início.
De acordo com o Ministério Público, uma enfermeira do Posto de Saúde da Família (PSF) do bairro do Grotão, em João Pessoa, detectou possíveis indícios de abuso sexual cinco meses antes da gravidez ser descoberta. A enfermeira identificou que a menina apresentava um corrimento e orientou à mãe da criança a leva-la para o Hospital Frei Damião, uma unidade de saúde de referência na região.
Segundo o promotor da Infância e Juventude Alley Borges Escorel, a mãe da menina foi negligente ao não levá-la para fazer exames médicos. Porém a delegada Joana D'arc Sampaio afirmou que, durante as investigações, ficou constatado que a mãe da criança não vai ser responsabilizada pelo crime, pois não teve participação nem sabia o que aconteceu, descartando-se, portanto, a possibilidade de conivência.

Fonte: G1

Ivete Sangalo anuncia que fica de fora do carnaval de 2018 por causa de gravidez


A cantora Ivete Sangalo anunciou nesta quarta-feira (20) que não vai participar do carnaval de 2018 de Salvador em função da sua gravidez. O anúncio foi feito pela artista durante um live em sua página oficial no Instagram. A cantora espera gêmeas, mas não divulgou com quantos meses de gestação está.
"O carnaval, além de ser a menina dos olhos da minha carreira, é a maior festa da Bahia. Me projetou para o mundo inteiro. Eu tenho relaçao intensa demais com o carnaval. Mas, em virturde da alegria, da felicidade que estou esperando gêmeas, não vou pode fazer o carnaval, por orientação dos meus médicos e por orientação também dos meu neurônios. Me colocar em cima do trio seria irresponsável com minha saúde, e seria irresponsável com a minha proposta como artista", destacou a cantora.
Em nota, a assessoria da artista informou que os blocos Coruja e Cerveja & Cia, que saem no circuito Dodô (Barra-Ondina) não desfilam em 2018. As vendas não tinham sido iniciadas. Ainda na live, Ivete, disse que estará de resguardo no período do carnaval, mas que vai acompanhar o desfile dos outros artistas, de casa.
"Uma coisa que ninguém vai me impedir é colocar uma abadá dentro de casa. Vai ser uma opotunidade de ver meus colegas. Não tem festa mais linda, mais gostosa de participar", afirmou a cantora, que mora no Corredor da Vitória, onde ficam concentrados os trios que desfilam no circuito Osmar (Campo Grande).
Ainda conforme a assessoria, Ivete segue com a agenda de shows até dezembro. Na capital baiana, a cantora se apresenta no domingo (24), no Salvador Fest, e no Réveillon da cidade, no qual vai comandar a virada do ano.

Fonte: G1

#Absurdo - Deputado de Minas quer obrigar rádios a tocarem música gospel


O deputado federal Franklin (PP-MG) apresentou projeto de lei que pretende obrigar as rádios públicas a tocarem músicas gospel nas programações. Pastor e ligado à Igreja Mundial do Poder de Deus e radialista, o parlamentar argumenta que pessoas religiosas, ou que optam por ouvir apenas esse estilo musical, não se sentem contempladas com as atuais programações das emissoras públicas. Polêmica, a proposta foi apresentada em 30 de agosto.
Na justificativa da proposta, o deputado por Minas afirma que a atual programação das rádios afasta as pessoas que tem essa orientação e isso acaba por provocar déficit na busca por informação.
“Tal medida visa beneficiar aquelas pessoas que desejam ouvir uma programação, jornais ou informações do governo nas rádios, mas acabam não ouvindo devido as rádios tocarem somente músicas populares, deixando assim as pessoas religiosas sem motivação ou sem jeito para acompanhar aquela programação”, afirma.
O projeto de lei, no entanto, não estabelece qual o percentual de músicas gospel devem ser tocadas, nem horários. Mas, deixa claro que o descumprimento acarretará em multa e pode levar até a suspensão da concessão.
O texto já passou pela Mesa Diretora da Câmara dos Deputados e aguarda agora para ser apreciado nas comissões antes de ser levado ao plenário.

Fonte: em.com.br