quarta-feira, 27 de setembro de 2017

#InMemorian - Paulo Ubiratan, diretor da novela 'Por Amor' (1997)

Nome Completo: Paulo Ubiratan Fontes Gaspar
Data de Nascimento: 14 de janeiro de 1947
Local: São Paulo (SP)
Ocupação: Diretor de TV
Data de Morte: 29 de março de 1998
Local: Rio de Janeiro (RJ)
Idade: 51 anos

O diretor e produtor de novelas da Rede Globo faleceu vítima de infarto às 12h25 do dia 29 de março de 1998, dia em que foi ao ar o capítulo 144 da novela 'Por Amor', que está no ar pela terceira vez desde o dia 08 de maio no Canal Viva. Ele era diretor de núcleo da atração, e tinha problemas cardíacos há mais ou menos dez anos.


No dia da morte, Paulo Ubiratan estava com sua namorada, Carla Godinho, quando sentiu fortes dores, sendo levado ao Centro Médico Sorocaba, em Botafogo (Zona Sul do Rio).
Ao longo de seus 20 anos de trabalho, Paulo dirigiu as novelas Feijão Maravilha (1979), Coração Alado (1980), Baila Comigo (1981), Elas Por Elas (1982), Final Feliz (1982), Champagne (1983), Roda de Fogo (1986), O Salvador da Pátria (1989), 'Meu Bem, Meu Mal' (1990) e Tropicaliente (1994).
Ele era o diretor responsável pela direção de todas as atrações transmitidas entre as 18hrs e 21hrs. Antes de morrer, pretendia dirigir um filme pela primeira vez, que já estava com o roteiro pronto e assinado por Aguinaldo Silva.
Foi casado com a atriz Natália do Vale e com a ex-modelo e jornalista Valéria Monteiro, com quem teve uma filha, Vitória.
Tinha problemas cardíacos há quase 10 anos e fez uma cirurgia para colocar quatro pontes de safena no coração por causa do estresse e do fumo

Villa Mix é condenada pela Justiça Federal por racismo


Casos recentes mostram como atitudes racistas e preconceituosas são rechaçadas em um mundo que se esforça para ser mais diverso, inclusivo e respeitoso com as diferenças.
Enquanto algumas marcas já entenderam o recado, outras escorregam no tema.
Se no começo de setembro um dos sócios do restaurante Coco Bambu deu uma lição para um cliente preconceituoso, a casa de shows Villa Mix fez o contrário e teve que pagar pelo ato: foi obrigada a indenizar um cliente por ter faltado nesta aula de humanismo e não ver as pessoas com equidade.
Condenada nesta segunda-feira (25) pela Justiça Federal, a casa noturna, da Zona Sul de São Paulo, foi condenada a pagar uma indenização de R$ 60 mil para uma ex-funcionária do lugar.
A autora da ação, uma hostess negra que trabalhou lá por dois anos, alega que o estabelecimento solicitava a restrição na entrada de pessoas negras, pois, segundo eles, tais pessoas não se enquadravam no perfil dos frequentadores da balada.
“Nós recebíamos ordens da diretoria e dos donos das reuniões em relação a esse perfil que tinha que seguir como pessoas mal vestidas, negras e que aparentavam ter baixo poder aquisitivo”, afirmou a ex-funcionária ao G1. Além de tudo isso, a ex-colaboradora de 26 anos também disse ao portal que e sentia invadida.
“Sofria com o racismo também, várias vezes liberei pessoas sem autorização e fui cobrada por isso”, finalizou a jovem.
Em um histórico onde o estabelecimento é investigado pelo Ministério Público desde 2015 por ações discriminatórias, se multiplicam páginas nas redes sociais que incentivam o seu fechamento.
Uma das mais populares era a fanpage “Boicote ao Villa Mix”, que tinha 17 mil seguidores e saiu do ar depois da divulgação da pena sofrida pelo empreendimento.


Porém, se uma das principais plataformas de denúncias no Facebook saiu do ar, os usuários demonstram sua indignação na própria página moderada da empresa. Confira abaixo algumas avaliações feitas pelos internautas:


No entanto a companhia escolhe gerenciar sua crise de modo omisso e além de não permitir alguns tipos de postagens, a equipe responsável pelo social media também exclui comentários que vão contra a imagem da marca dando a impressão que não há crise alguma e tudo segue normalmente. Confira:

Gerson Brenner recebe aparelho médico após apelo da mulher


Após apelo feito pela mulher, a psicóloga Marta Mendonça, por meio de uma matéria publicada no R7, no último dia 12, Gerson Brenner recebeu o equipamento médico que precisava. O ator de 57 anos estava com dificuldades de ser transferido por seus cuidadores da cadeira de rodas para os espaços comuns da casa e acabou sendo presenteado com o aparelho por um empresário de São Paulo.

O doador não quis se identificar. Toda a transação de logística para que o objeto chegasse até a casa do ator foi intermediada por um terceiro. No dia da entrega, porém, Marta teve a possibilidade de enviar uma mensagem de áudio de agradecimento pelo celular do motorista do caminhão que entregou o equipamento.
— Bom, eu queria muito te agradecer, mas eu não tenho nem o seu nome. Então, o nome que eu consigo te dar é de Anjo. Eu te agradeço muito, pois você está dando uma qualidade de vida melhor ao Gerson. Gostaria muito de conhecer você, mas respeitamos muito seu anonimato. Se um dia você quiser vir até aqui para nos conhecer, vai ser um prazer enorme, nós vamos gostar muito. Muito, muito obrigada.


Com a sensação de dever cumprido, Marta contou que após o recebimento do material o dia a dia de Gerson melhorou bastante, pois o ator, até então, estava muito limitado.
— Gerson passou muitos dias deitado. Os últimos banhos, por exemplo, eram dados na cama. Não podia deixar que a qualidade de vida dele caísse, era uma dificuldade muito grande. Mas graças a Deus um anjo apareceu e nos ajudou.

A entrega do equipamento foi acompanhada pelo Balanço Geral de São Paulo e foi exibida nesta quarta-feira (27).

Fonte: R7

Veja como está Isabela Garcia, a Ana de 'Bebê A Bordo' (1988)

A atriz Isabela Garcia estará no ar, no Canal Viva, à partir de janeiro do ano que vem com a reprise de 'Bebê A Bordo', novela que foi transmitida pela Rede Globo entre os anos de 1988 e 1989 no horário das sete, substituindo Sassaricando e sendo substituída por Que Rei Sou Eu?. Isabela fez 46 anos de carreira e 50 de idade, em junho deste ano.

Isabela Garcia em foto recente
Isabela em 'Bebê A Bordo'
Em Bebê A Bordo, Isabela viveu a jovem Ana, que foi abandonada pela mãe assim que nasceu, e essa mesma história se repetiu com ela, após dar à luz sua primeira filha.
Isabela, que revelou seu gosto por costura, disse ao Extra que pretende trabalhar atrás das câmeras, na direção, e para se aprofundar mais, acompanhou todo o trabalho de Vinícius Coimbra na novela Novo Mundo, que acabou na segunda-feira (25).


Isabela Garcia em 'Pai Heroi' (1979)

Sua carreira começou aos quatro anos no episódio Medéia, do programa Caso Especial, da Rede Globo. À partir daí, conseguiu outros papéis na mesma emissora, em 'O Semideus' (1973), 'Pai Herói' (1979), 'O Amor É Nosso' (1981), 'De Quina Pra Lua' (1985), 'Anos Rebeldes' (1986), 'O Sexo dos Anjos' (1989), 'Perigosas Peruas' (1992), 'Sonho Meu' (1993), 'Labirinto' (1998), 'Celebridade' (2003) e 'Paraíso Tropical' (2007), tendo feito toda sua imensa carreira na própria Globo.
Isabela tem quatro filhos e uma neta.


Em 1986, na novela Roda de Fogo

Isabela Garcia em 'Lua Cheia de Amor' (1990)
Em cena da novela 'Perigosas Peruas' (1992)
Isabela Garcia em 'Sonho Meu' (1993)

Na novela Celebridade (2003)

Em 2007, na novela Paraíso Tropical
No ano passado, em Êta Mundo Bom!

Chef Paolla Carosella é criticada por levar vaca ao ‘MasterChef’


Veja - A chef Paola Carosella usou o palco do MasterChef Brasil na noite desta terça-feira para um discurso político sobre o consumo de carne. O posicionamento de Paola a favor do consumo consciente, e contra o que ela chamou de hipocrisia, dividiu opiniões. Para muitos usuários, a chef errou ao colocar uma vaca — sim, uma vaca de verdade, vivinha — na berlinda.
“Nada justifica levar um animal para dentro de um estúdio. Eu te amo, mas esse discurso foi horrível”, escreveu uma usuária no Twitter, a quem Paola respondeu também com um tuíte. “Sabe o que justifica? Que muita gente não sabe que a carne que come vem de um animal.” Outros comentários nas redes sociais consideraram exagerada a postura da chef.
Na noite desta terça, o reality culinário da Band recebeu uma vaca como convidada especial, o que levou Paola Carosella a discursar sobre a responsabilidade de cada com relação à forma como os animais são criados.

"Sim, eu me considero uma pessoa cruel, eu como carne. E eu sinto dor quando olho para ela. Mas eu assumo a minha responsabilidade, eu como carne"

“Quando a gente cozinha frango, o impacto não é tão grande. Mas quando a gente tem do lado um bicho desses, de 800 quilos, com essa carinha, esses olhos, a gente se horroriza. Quem está em casa começa a falar mal e, enquanto isso, come a pizza com uma fatia de linguiça ou tem um sapatinho de couro”, disse Paola, já atacando a hipocrisia. “Quando a gente olha para um bicho vivo, para mim, particularmente, vem um monte de sentimentos. Sim, eu me considero uma pessoa cruel, eu como carne. E eu sinto dor quando olho para ela. Mas eu assumo a minha responsabilidade, eu como carne.”
Paola continuou, listando outras responsabilidades vinculadas ao consumo de carne. “A segunda responsabilidade é estar ciente da carne que come, pesquisar quem está por trás do bicho e como esse bicho foi criado. A terceira é tomar cuidado ao cozinhar. Temos de saber aproveitar o boi, do rabo ao nariz, e respeitar muito bem cada pequenininho pedaço de carne que ele nos dá”, disse. “É difícil, mas é a realidade, não vamos ser hipócritas.”

Atriz de Tieta é transferida para a Record

No ar com a reprise de Tieta, pelo Canal Viva, a atriz Joana Fomm é contratada pela Record para a próxima novela que irá substituir O Rico e Lázaro, 'Apocalipse'. Ela está fora do ar desde o fim de Malhação - Pro Dia Nascer Feliz, no começo de maio deste ano, e alguns sites de notícia deram como certa a sua escalação para a novela de Aguinaldo Silva, 'O Sétimo Guardião', que tem data de estréia marcada para maio de 2018.
Joana tem no seu currículo participações em grandes sucessos, como A Viagem (1975 - na TV Tupi), Dancin' Days (1978), Coração Alado (1980), Brilhante (1981), Corpo A Corpo (1984), Cambalacho (1986), Vamp (1991), Fera Ferida (1993), Explode Coração (1995), Porto dos Milagres (2001) e Paraíso Tropical (2007).

Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert se mudam para os Estados Unidos


A apresentadora Fernanda Lima e o marido, Rodrigo Hilbert, se mudaram com os filhos para a Califórnia, nos EUA, onde a família deve passar uma temporada.
De acordo com o Uol, a mudança foi possível porque Fernanda conseguiu com a direção da Globo adiar a próxima temporada de "Amor e Sexo" para o segundo semestre do ano que vem. Assim, ela terá um período de tempo livre e pretende usá-lo morando em outro país.
Fernanda e Rodrigo são pais de João e Francisco, gêmeos de 9 anos. Recentemente, a apresentadora desmentiu uma gravidez, mas segundo o site Rodrigo deseja ser pai novamente e fala sempre com amigos sobre a possibilidade de ter mais uma criança.
Os dois estão juntos há cerca de 15 anos - começaram a namorar em 2001, terminaram em 2005 e reataram em 2007. Fernanda e Rodrigo não são casados oficialmente "por falta de tempo", segundo disse a apresentadora em 2016.
Além do "Amor e Sexo", Fernanda esteve à frente do "Popstar", reality musical que acabou recentemente. Rodrigo é apresentador do "Tempero de Família", do GNT.

Fonte: Correio da Bahia

Em A Força do Querer, Ruy descobre que o filho de Ritinha não é seu!


Na reta final do fenômeno das nove, Cibele (Bruna Linzmeyer) vai abrir o DNA que mandou fazer há tempos para provar que Ruy (Fiuk) não é o verdadeiro pai do filho de Ritinha (Ísis Valverde). A cena irá ao ar em 16 de outubro. Cibele também será a portadora da revelação da traição e bigamia de Ritinha.
O que vai acontecer também na reta final é a Ritinha perder a guarda de Ruyzinho, que vai para as mãos de Joyce (Maria Fernanda Cândido) e Eugênio (Dan Stulbach), e para se vingar, Ruy vai impedi-la de ver o próprio filho.

Adriana Bombom ou Flávia Viana: quem deve deixar 'A Fazenda'?


Em uma formação da Roça surpreendente, Bombom e Flávia levaram a pior e estão na berlinda, de forma que apenas uma delas continuará na busca por R$1,5 milhão a partir da noite de quinta-feira, 28.
A formação da Roça começou com a indicação de Ana Paula Minerato, que mandou Bombom para a Roça. Em seguida, Flávia recebeu 10 votos dos colegas de confinamento e ainda teve a dura missão de indicar um colega para ir para a berlinda com ela. O escolhido foi Matheus Lisboa.
Já na prova do fazendeiro, que é feita com os peões que estão na Roça, Matheus Lisboa levou a melhor e se garantiu no reality por mais uma semana, logo, a segunda Roça de A Fazenda - Nova Chance, é encarada por Adriana Bombom e Flávia Viana.

A parcial da enquete
Com a formação da Roça, começaram as enquetes informais para medir a preferência dos telespectadores da atração. Nesse primeiro momento, Flávia é a preferida para continuar no programa com mais 70% dos votos, segundo a #Enquete UOL, a principal dos realities exibidos na TV brasileira.
O resultado pode mudar ao longo do dia e no decorrer de toda a quinta-feira, 28, pois ainda está no começo da votação. Vale lembrar que Adriana Bombom é amiga da primeira eliminada, Nicole Bahls e portanto, conta com o apoio dos fãs da ex-Panicat.
Um fato curioso é que em uma outra enquete que pergunta quem deve vencer o reality, Flávia figura em terceiro lugar, antecedida pela ex-Panicat, Ana Paula Minerato, e pelo cirurgião plástico e ex-BBB, Marcos Harter.

Semana de tensão
Antes mesmo da Roça ser formada, a tensão já tomava conta dos peões, desde a formação da primeira Roça.
Na festa do último fim de semana, Monique bebeu demais e Flávia intercedeu pela amiga, pedindo que Dinei não se aproveitasse dormindo com ela, mas o ex-jogador acabou indo para debaixo das cobertas, gerando uma confusão com a loira.
Fábio Arruda andou falando demais também e afirmou que o ex-fazenda, Theo Becker, anunciava nos classificados dos jornais que era acompanhante de mulheres. Por conta disso, Theo Becker anunciou que vai processar o consultor de etiqueta.
Na tarde dessa terça-feira, 26, Marcos Harter e Yuri discutiram feio, após uma punição. Os peões estão sem gás, logo não podem cozinhar na fazenda e precisam improvisar na alimentação diária. Antes disso, eles haviam ficado sem água.
O programa só chega ao fim no começo de dezembro e até lá, muitas outras confusões devem marcar a nona temporada de A Fazenda.

Fonte: Tribuna Hoje

Veja a média geral da novela Novo Mundo e a pontuação do primeiro capítulo de Tempo de Amar

A novela das seis Novo Mundo chegou ao fim nesta segunda-feira (25) com 160 capítulos exibidos em seis meses. Os autores estreantes Thereza Falcão e Alessandro Marson conseguiram acumular exatos 23.8 (24) pontos de média geral, quatro acima da meta. A audiência de cada capítulo variava entre 22 e 27 pontos, com exceção dos sábados, quando se obtia 20 pontos.
Tempo de Amar, a substituta escrita por Alcides Nogueira, conseguiu 27 pontos em seu primeiro capítulo, um ótimo começo. As informações são do blog Gabriel Farac.
Até agora, a novela mais assistida da década é Êta Mundo Bom!, que conseguiu obter 27 pontos de média geral. Antes dela e depois de Cordel Encantado, nenhuma novela conseguiu passar da meta obtida para o horário.

Canal Viva anuncia alteração em sua programação


O Canal Viva, da Rede Globo, anunciou em junho que as novelas substitutas de Por Amor, Tieta e Fera Radical seriam Explode Coração, Jogo da Vida e Sinhá Moça, sendo que as duas primeiras iriam estrear ainda em dezembro deste ano. Só Sinhá Moça que se mantém como substituta de Fera Radical, pois das outras duas novelas que virão, Jogo da Vida foi descartada e trocada por Bebê A Bordo (1988). Explode Coração continua na programação, mas junto com Bebê A Bordo e Sinhá Moça em janeiro de 2018, pois o Canal Viva optou por colocar a mini-novela O Fim do Mundo (1996) e a minissérie Grande Sertão - Veredas para evitar baixos índices de audiência para as novelas.

Bebê A Bordo é uma novela de Carlos Lombardi, transmitida em 209 capítulos entre 13 de junho de 1988 e 10 de fevereiro de 1989, substituindo Sassaricando e sendo substituída por Que Rei Sou Eu? no horário das sete.
Contou no elenco com os atores Tony Ramos, Isabela Garcia, Dina Sfat, Ary Fontoura, Armando Bógus, Ilva Niño, Débora Duarte, Maria Zilda, Sebastião Vasconcelos, Tarcísio Filho, Deborah Evelyn, Carla Marins, Irving São Paulo, Anderson Müller, Cláudia Magno, Léo Jaime e mais! Foi reprisada uma única vez no Vale A Pena Ver de Novo entre novembro de 1992 e março de 1993 em 90 capítulos, substituindo Vale Tudo e sendo substituída por Sinhá Moça '86.