quarta-feira, 4 de outubro de 2017

#Que? - Brooke Shields revela cantada de Trump: 'Sou o homem mais rico do mundo'


Se a beleza e o carisma não lhe eram suficientes para conquistar uma mulher, Donald Trump apelava para o poderio financeiro mesmo. Foi o que revelou a atriz Brooke Shields, que, numa entrevista ao programa ’Watch What Happens Live’, do apresentador Andy Cohen, contou o que se passou há cerca de vinte anos, quando o atual presidente dos EUA tentou conquistá-la.
"Ele disse: "Eu realmente acho que devemos namorar porque você é o coração da América, e eu sou o homem mais rico dos Estados Unidos. As pessoas adorariam isso", relatou Brooke.
Segundo ela, o telefonema aconteceu depois que Trump se separou da segunda esposa, Marla Maples.


Além de Brooke Shilds, Candice Bergen e Emma Thompson já falaram publicamente sobre seus encontros com o magnata. A atriz Salma Hayek foi além e contou que seu 'não' ao empresário foi vingado com uma exposição dela na primeira página de um dos tablóides dele.O atual presidente dos Estados Unidos teria convidado ela e o namorado certa vez para visitar seu hotel em Atlantic City, Nova Jérsey. Para arranjar a visita, Trump ligou para ela.
"Ele me chamou para sair e eu fiquei: 'Mas e o meu namorado? Estou louca? Você está me chamando para sair? Você sabe que eu tenho um namorado'", disse a atriz ao apresentador Trevor Noah, do "The Daily Show", em uma entrevista que foi ao ar em junho. Segundo Hayek, Trump respondeu de forma pouco humilde:
"Ele não é bom o bastante para você. Ele não é importante, não é grande o bastante para você".
Ainda de acordo com a atriz, após ser rejeitado, Trump plantou uma história falsa na imprensa sobre ele a ter dispensado por ela ser baixinha.
"Ele achou que eu sairia com ele para que as pessoas não pensassem que a história era verdade", disse Salma.

Fonte: O Globo

Record se “desespera” com atual temporada da “Fazenda”


Muita gente, inclusive dentro da própria Record, acreditava que a atual temporada da “Fazenda” na Record seria responsável pelos melhores índices de audiência e repercussão de todas as edições do programa, mas de fato a atual temporada da atração tem mostrado totalmente o contrário.
Com a escolha do atual elenco composto por participantes que já passaram por outros realitys, a Record esperava que “A Fazenda” contaria com muitas brigas, disputas e o mais importante: confinados com sangue nos olhos para ganhar o prêmio máximo da atração, o que de fato não está acontecendo. Só nos últimos dias, Dinei, Fábio Arruda e Nahim já deixaram claro que realmente estão cansados e fazem pouca questão de faturar o prêmio máximo da “Fazenda”, o que de fato faz o programa perder toda a graça. Como se não bastasse, a atual temporada da “Fazenda” vem acumulando uma das piores audiências de todos os tempos.
A edição da atual temporada da “Fazenda” tem sido uma das mais chatas de todos os tempos e a produção do programa tem tido trabalho para achar bons momentos capazes de fazerem parte do programa exibido diariamente no horário nobre. Os participantes, por sua vez, estão muito abaixo do que se esperava deles. Todos seguem se controlando, sendo “amiguinhos” e tornando o programa um verdadeiro marasmo e o mais chato de todas as edições. Xii!

Fonte: TV Foco

Susana Vieira vive affair com jovem de SP, diz jornal


Famosidades - Flagrada recentemente acompanhada em um shopping do Rio de Janeiro, Susana Vieira despistou os rumores de que estaria namorando. Contudo, a atriz não está sozinha como alguns fãs podem pensar.
E o escolhido não é o amigo que a acompanhou ao cinema. Segundo o jornal "Extra", a veterana engatou um romance com um rapaz em São Paulo, após passar um tempo na cidade para a temporada da peça "Uma Shirley Qualquer".
Pessoas próximas à artistas revelaram que o moço não é do meio artístico e que eles evitam rotular o relacionamento. Além disso, eles devem ficar juntinhos em breve, já que a famosa estará na capital paulista para gravar um filme.

Susana Vieira está fazendo a fila andar

“A Força do Querer”: Juliana Paiva fala sobre final de Simone


No ar em “A Força do Querer”, novela da faixa das 21h da Rede Globo, a atriz Juliana Paiva, que interpreta Simone, falou sobre o que deseja para o fim de sua personagem.
Na trama escrita por Gloria Perez, Simone é aquele tipo de pessoa que faz de tudo para ajudar quem ama. A loira, por exemplo, não mede esforços para resolver os conflitos da mãe, Silvana (Lilia Cabral), e alertá-la sobre o vício em jogos, ou também em ajudar Ivan (Carol Duarte) com a transição de gênero.
Por essa e outras razões, Juliana torce por um final feliz para a filha de Eurico (Humberto Martins). “Simone é uma pessoa rara. A palavra que a define é compaixão, porque ela consegue se colocar no lugar do outro por mais distante que seja a situação. Ela nunca tinha ouvido falar em transgênero, mas entendeu o que Ivan sentia. Com Silvana, acontece uma inversão de papéis. Simone virou mãe da mãe. E como uma mãe jamais desistiria de um filho, ela continua na luta para vê-la livre da compulsão pelo jogo”, contou ela em entrevista ao jornal Extra.
De tanto fazer o bem, Simone acaba deixando sua vida em segundo plano e esquece si. Para Juliana, ela deve ganhar um amor e ser feliz: “Quero que ela encontre uma pessoa especial. Ela merece ter um amor!”, comentou.
Há quem diga que esse “amor” já apareceu e é o transgênero Te (Tarso Brant), no entanto, a atriz diz que é algo praticamente impossível: “Não acho que vá rolar alguma coisa entre os dois. Ela não teria preconceito, mas precisaria buscar uma outra relação com a sua sexualidade”, justifica.

Fonte: TV Foco

Namorada do atirador de Las Vegas retorna aos Estados Unidos e investigação prossegue

A namorada de Stephen Paddock, o atirador que matou 58 pessoas e feriu mais de 500 em Las Vegas, retornou aos Estados Unidos, onde os os investigadores do FBI a aguardavam para tentar entender o que motivou o maior massacre da história recente do país.
Apesar da intenção do FBI de ouvir Marilou Danley, de 62 anos, ela não está em custódia policial e foi classificada como "pessoa de interesse" para os investigadores e está livre para seguir para onde desejar, informou a imprensa americana após o desembarque da mulher em Los Angeles na terça-feira à noite.
Marilou estava nas Filipinas quando Paddock cometeu o massacre de domingo à noite, ao abrir fogo com rifles de alta precisão de seu quarto de hotel, no 32º andar, contra as pessoas que assistiam a um festival de música country na famosa avenida Las Vegas Strip.
As autoridades investigam informações da imprensa de que Paddock teria transferido 100.000 dólares para uma conta de Marilou Danley quando ela estava no exterior.
Danley é uma cidadã australiana que emigrou para os Estados Unidos há 20 anos para trabalhar nos cassinos, segundo o governo da Austrália.
Com o país em luto, o presidente Donald Trump deve visitar Las Vegas nesta quarta-feira. Na véspera, ele chamo Paddock de "doente" e "demente".
Para além da análise de Trump, as autoridades permanecem confusas sobre como e por quê este contador público aposentado de 64 anos, que gostava de apostar, levou um arsenal para seu quarto de hotel e executou o ataque. Ele matou 58 pessoas antes de cometer suicídio.
O balanço de 59 mortos na tragédia, que havia sido anunciado inicialmente pela polícia, incluía o atirador, o que deixa o saldo de vítimas fatais em 58, além de mais de 500 feridos.
Alguns mortos começaram a ser identificados pela imprensa: uma professora da pré-escola que casou com seu amor de infância, uma enfermeira, uma líder de torcida, um policial, entre outros.

- Câmeras instaladas -
De acordo com as autoridades, o ataque parece ter sido minuciosamente planejado: Paddock instalou uma câmera na porta de seu quarto de hotel e duas no corredor.
"Parece que estava esperando que alguém chegasse para prendê-lo", disse o chefe de polícia local, Joe Lombardo.
Após a tragédia ressurgiram os pedidos de mudanças na permissiva lei americana de porte de armas.
Trump, no entanto, não parece pronto para atender os pedidos.
"A polícia tem feito um trabalho extraordinário e vamos falar de leis de armas à medida que passar o tempo", disse Trump na terça-feira.
As autoridades ainda encaram com cautela a reivindicação do grupo extremista Estado Islâmico (EI) sobre o ataque de Paddock.
Os investigadores descartaram a princípio qualquer relação de Paddock, que não tinha antecedentes criminais, com o grupo terrorista.
Ao mesmo tempo, recuperaram 47 armas de fogo que pertenciam ao atirador e que foram encontradas em três locais diferentes.

- "Uma carnificina" -
Após cometer o massacre, Paddock atirou através da porta de seu quarto de hotel - no qual estava hospedado desde 28 de setembro - e feriu um segurança. Mas quando uma equipe da SWAT entrou no local, ele já havia cometido suicídio.
Na avenida Las Vegas Strip, o cenário era de "carnificina, muito sangue", afirmou Bruce Ure, vice-comandante de polícia de uma pequena cidade do Texas que estava no festival e salvou três pessoas feridas.
"Estavam todos chorando e eu também estava", disse à AFP. "As pessoas falavam: 'Vamos morrer, vamos morrer' e eu lembro que dizia: 'Não esta noite, não esta noite'".
Até o momento, os investigadores não encontraram nada que explique as ações do atirador, mas procuram qualquer pista sobre Paddock, que classificaram como um "psicopata".
"Foi obviamente premeditado. O fato de ter tudo isso em sua casa mostra o planejamento. E estou certo de que avaliou cada passo de suas ações, o que é preocupante", indicou Lombardo.
Ele disse que o "caos e o dano" provocados são "inexplicáveis".
Seu irmão, Eric Paddock, disse que Stephen era um apostador e que o pai de ambos esteve na lista dos mais procurados do FBI como ladrão de bancos.
Mas afirmou que ele parecia ter uma vida normal.
"Gostava de jogar vídeo pôquer, viajava em cruzeiros, enviava biscoitos para a mãe", disse Erick.
O massacre supera o número de mortos no ataque contra uma boate gay de Orlando em junho de 2016, que deixou 49 mortos.

'Quando criança, lutava contra a exposição', diz Sasha Meneghel

Para comemorar 15 anos no Brasil, a Revista Estilo traz Sasha Meneghel na capa da edição de outubro. "Sasha estava superanimada durante o ensaio, acho que ela se divertiu com a experiência de posar como modelo", disse Ana Cristina Gonçalves, redatora-chefe da revista. "Queríamos alguém fresh, que não está o tempo todo exposto e que representa o futuro. Ela era perfeita." 
A sessão de fotos ocorreu em São Paulo, comandada pelo fotógrafo Jacques Dequeker e acompanhada de perto por Xuxa. "A Sasha sempre foi tímida, ao contrário de mim", disse a apresentadora à publicação. "Ela detestava ser clicada."


Para a revista, Sasha falou sobre crescer em frente às câmeras - seu parto foi transmitido ao vivo no Jornal Nacional - e sobre como está sendo morar em Nova York, onde ninguém a conhece. "Quando criança, eu não sabia lidar com a exposição e lutava contra. As pessoas acham que você sempre deve satisfação", disse. "Em Nova York, estou longe de tudo isso e acabei encontrando um jeito de lidar com as expectativas." 
Sasha também falou sobre a relação com a mãe."Brigamos, discutimos, mas sei que ela sempre estará ao meu lado mesmo em momentos de erro", afirmou. "Nunca a vi como a Xuxa ou a Rainha dos Baixinhos. Ela é a minha amiga e minha conselheira. Para mim, ela é um anjo de verdade."

Fonte: Bonde

Projeto de Marco Feliciano quer proibir artistas que 'profanem símbolos religiosos'

Marco Feliciano arrumou um jeito de ganhar mais IBOPE ainda, só que em cima da arte
A classificação indicativa que já é aplicada a programas de televisão, filmes, DVDs e outras obras audiovisuais pode ser expandida às apresentações ao vivo. Pelo menos é o que pretende o deputado Pastor Marco Feliciano (PSC-SP) em projeto de lei de autoria dele.
O texto obriga as exibições e apresentações ao vivo a indicarem classificação indicativa que seja adequada para crianças e adolescentes e proíbe a profanação de símbolos sagrados. O assunto foi um dos mais comentados na tarde desta terça-feira nas redes sociais.
Para muitos a medida trará a proibição de shows de artistas como Iron Maiden, Madonna ou Lady Gaga, que estava escalada para se apresentar na primeira noite do Rock In Rio, mas cancelou o show por motivos de saúde. Esses e outros artistas usam objetos e referências que fazem parte da prática religiosa.
A proposta, se aprovada, exigirá que apresentações musicais teatrais e circenses sejam expostas a classificação pela idade. Proíbe também que TV, cinema, DVD e jogos eletrônicos e de interpretação como RPG, por exemplo, “profanem símbolos sagrados”. O projeto modifica o artigo 74 da Lei nº 8.069, de 13 de julho de 1990.
O parlamentar, no entanto, não esclarece no texto do projeto como se daria essa profanação. O que na opinião de muitos internautas pode levar ao impedimento até mesmo de conter imagens que sejam utilizadas em cerimônias religiosas.
Na justificativa do projeto, o parlamentar sustenta seu argumento na defesas da “moral e dos bons costumes” e cita a polêmica envolvendo a exposição “Queermuseu – Cartografias da diferença na arte brasileira”, cancelada em Porto Alegre (RS). A mostra contava com mais de 270 obras, que exploram a diversidade dos gêneros, mas foi fechada pelo espaço cultural do Banco Santander e causou polêmica.
“O PSC, por ser um partido cristão que preza por uma sociedade mais justa arraigada nos princípios da moral e dos bons costumes, sobretudo, da dignidade humana, não pode nunca compactuar com tal comportamento”, afirma o parlamentar na justificativa.
Ainda segundo ele, a intenção não é censurar, mas permitir que as famílias decidam e se orientem pela classificação para oferecer o conteúdo, principalmente, às crianças.
De acordo com a deputada Jandira Feghali (PSOL-RJ) o texto pode impedir apresentações de diversos artistas. “Sem clareza, texto de Marco Feliciano poderia embasar proibições de dezenas de artistas, desde Iron Maiden a Madonna”, afirma.
A fala da deputada se baseia no fato de que esses e outros artistas usam símbolos religiosos em suas apresentações, por exemplo.
O projeto está neste momento na Coordenação de Comissões e Permanentes e deve ser encaminhando para tramitação, antes de ser levado ao plenário da Câmara dos Deputados.

Fonte: em.com.br

Morre Sérgio Sá, compositor de músicas gravadas por Tim Maia e Fábio Jr


Morreu, na madrugada desta terça-feira (3), em Fortaleza, o compositor Sérgio Sá, aos 64 anos. O anúncio foi feito por Thiago Pinheiro, filho do artista, pelo Facebook: "É com imensa tristeza que comunico o falecimento de meu pai Sérgio Sá durante esta madrugada", declara Thiago. O compositor foi vítima de um infarto e não resistiu. Thiago ainda relembrou os momentos de Sérgio em vida.
"Há algumas semanas ele veio me visitar, conhecer o estúdio que nunca havia visitado, passamos um dia inteiro agradável, conversas suaves sobre música, ouvimos o disco que acabara de finalizar, nos abraçamos, demos risada, agradecemos pela trajetória, falamos da admiração mútua, foi um dia de paz, momento muito importante para os dois e eu jamais imaginaria que seria o último encontro", declarou. "Mal sabia que seriam meus momentos derradeiros na presença física do meu querido pai, pessoa que sempre amei e que conheci através dos discos, das composições brilhantes e do carinho em menos encontros do que eu gostaria de ter tido", continuou o filho do artista.
Com 48 anos de carreira, Sérgio Sá era compositor de canções icônicas da música popular brasileira, como Eu me rendo, cantada por Fabio Jr, O vento e as canções, por Tim Maia, e Pensando em minha amada, de Chitãozinho e Xororó. No início deste ano, Sérgio Sá lançou o disco Sérgio S/A, com participação especial de Gilberto Gil e Elba Ramalho.

Fonte: Diário de Pernambuco

Victor & Leo gravam o sétimo álbum de estúdio e inéditas, 'Na luz do som'


Victor & Leo gravam o sétimo álbum de estúdio e de músicas inéditas. Na luz do som é o título do disco que deverá ser lançado ainda neste ano de 2017. Do repertório essencialmente autoral, somente uma música – Senhorita, de autoria de Victor Chaves – foi divulgada por enquanto.
O último (fraco) álbum de estúdio de Victor & Leo, Viva por mim (2013), foi lançado há quatro anos e distanciou os artistas mineiros do universo caipira, com arranjos de tom pop, em tentativa vã de renovar o som da dupla sertaneja formada pelos irmãos Victor Chaves e Leo Chaves.
(Crédito da imagem: Victor & Leo em foto do Facebook da dupla)

Fonte: G1

Tempo de Amar: presa no convento, Maria Vitória dá à luz uma menina


Por causa de sua gravidez, Maria Vitória (Vitória Strada) será mandada para um convento, na novela "Tempo de Amar" . A mocinha até foge para a casa de Henriqueta (Nívea Maria), mas cai em uma armação de Delfina (Leticia Sabatella) e acaba sendo obrigada a ir com as irmãs Assunção (Yasmin Gomlevsky) e Margarida (Malu Valle) para o local, onde ficará internada pelos próximos meses. Após uma nova passagem de tempo na trama das seis, a jovem dá à luz uma menina. "Vai se chamar Mariana", ela diz, em cenas previstas para irem ao ar na sexta-feira (6).

Fonte: Purepeople

Repórter consagrada se demite da Record e desabafa: “Melhor decisão”


Após Bruno Peruca, do Cidade Alerta, outra repórter da Record acaba de sair do canal. Além disso, ela avaliou a decisão de não mais trabalhar no canal dos bispos.
“Realmente, eu pedi demissão e achei que foi a melhor decisão que eu tomei nos últimos anos”, disse Leniza Krauss ao UOL. Vale dizer que ela cobria crimes e até sofreu um AVC enquanto trabalhava, em 2015.
“Brinco, de forma séria, que na UTI há uma mola e de lá tirei forças para impulsionar de outra forma a minha carreira. Sempre adorei ser repórter, mas naquele momento decidi o que não queria mais. Chega um determinado momento em que o jornalismo policial cansa muito, suga”, avaliou a morena.
“Dali para frente, eu tinha outra expectativa de vida em que o mundo do jornalismo policial não estava mais atendendo aquilo que eu gostaria”, avaliou Leniza.
Com 39 anos e dois filhos para cuidar, ela alega que hoje tem outras prioridades: “Combinei comigo mesma de ser menos estressada”.
Durante o AVC que sofreu, ela desmaiou no carro da Record a caminho de uma gravação e foi socorrida por sua equipe, que a levou ao hospital São Camilo, no Ipiranga, zona sul de São Paulo. Quando saiu da UTI e voltou ao trabalho, decidiu mudar de vida, mas mesmo assim ainda passou mais dois anos no canal.
Leniza trabalhou na Band e depois se mudou para a Record Minas. Em 2007, foi transferida para São Paulo. Ela foi colega de trabalho de Datena e de Marcelo Rezende.

Leniza na época da Record

Jared Leto vai interpretar criador da ‘Playboy’, Hugh Hefner, em filme

Jared Leto será Hugh Hefner, o criador da Playboy
Jared Leto, ator e vocalista da banda 30 Seconds To Mars, vai protagonizar o filme sobre a vida de Hugh Hefner, criador da “Playboy” que morreu na última semana. Segundo o site americano “The Hollywood Reporter”, Leto conseguiu o papel após reunião com o diretor do filme, Brett Ratner.
“Jared é um velho amigo. Quando ele ouviu sobre os direitos da história de Hef, me disse: ‘Quero fazer. Quero entendê-lo. E eu realmente acredito que Jared possa interpretá-lo. Ele é um dos grandes atores da atualidade”.


Segundo o site americano, o projeto está sendo desenvolvido com a empresa RatPac Entertainment, de Ratner. O filme, que está sendo planejado desde 2007, data do acordo com a Universal Pictures e com o Imagine Entertainment, já tinha levantado especulações sobre Robert Downey Jr. no papel principal. Os direitos, no entanto, expiraram, e foram comprados pelo produtor Jerry Weintraub para a Warner Bros. Depois que Weintraub morreu, em 2015, Ratner obteve os direitos para sua empresa.
“Meu objetivo é lançar o filme como um evento”, disse Ratner que, em abril, convidou Leto para a mansão da “Playboy” para a estreia de um documentário.
Brett Ratner já trabalhou em “X-Men: O Confronto Final” (2006), e sua empresa produziu os filmes “O Regresso” (2015) e "Mulher-Maravilha" (2017). Já o artista Jared Leto apareceu pela última vez em “Blade Runner 2049” e esteve no Rio de Janeiro no último mês para se apresentar no Rock in Rio.

Fonte: Extra

'Em novela, um dia pode durar uma semana', diz Gloria Perez após polêmica sobre tempo de gravidez de Ivan


Depois de polêmicas sobre o tempo que separa a noite de amor de Ivan e Cláudio da gravidez de Ivan em A força do querer, Glória Perez explicou que "em novela, uma noite ou um dia podem durar uma semana inteira até". A declaração da autora da trama ao portal Extra foi bem específica. "Encerrando o assunto de vez: Ivan transou com Cláudio (Gabriel Stalffer) no dia 27 de julho. E virei a página", disse a autora.
A gravidez do personagem vivido por Carol Duarte foi revelada na última quinta-feira (28). O núcleo de Ivan tem sido um dos mais polêmicos da trama. Seu processo de transição foi acompanhado com atenção pelo público. Um outro destaque da novela foi a cena em que ele revela a condição de homem transexual para sua família. 
Segundo o Extra, depois de contar da gravidez aos pais, o personagem Ivan sofrerá uma agressão por ser transgênero e perderá o bebê. Mesmo assim, será transmitida uma cena de Ivan com a barriga de gestante aparente. A força do querer tem apresentado bons índices de audiência para a Rede Globo. Segundo a coluna de Patrícia Kogut, do jornal O Globo, a novela chegou a 45 pontos em São Paulo nesta segunda-feira (2).

Fonte: Diário de Pernambuco