quinta-feira, 19 de outubro de 2017

‘A Força do Querer’: Eurico patrocinará show de transformista


A trama de Eurico (Humberto Martins) e Nonato (Silvero Pereira) passará por uma reviravolta no penúltimo capítulo de “A Força do Querer”, da TV Globo, nesta quinta-feira, 19.
O empresário descobrirá que seu motorista é transformista e vai perdoa-lo por ter escondido o segredo por tanto tempo.
Segundo o site “GShow”, o rabugento irá ao desfile de Biga (Mariana Xavier) e Elis Miranda será uma das atrações do evento.
O marido de Silvana (Lilia Cabral) elogiará a performance, mas no decorrer do show notará algumas semelhanças com o funcionário. Após se dar conta de que trata-se de Nonato, Eurico ficará boquiaberto.
De acordo com o “Notícias da TV”, já no capítulo da próxima sexta-feira, 20, o patrão demitirá o funcionário, mas voltará atrás na decisão e resolverá patrocinar a carreira de Elis Miranda.

Fonte: Catraca Livre

#Polêmica - Doria vai distribuir granulado junto com merenda nas escolas municipais de SP


O prefeito João Doria (PSDB) anunciou nesta quarta-feira (18) que o granulado feito a partir de alimentos próximos do vencimento será distribuído nas escolas municipais de São Paulo junto às refeições dos estudantes. O anúncio foi feito em uma entrevista coletiva na sede da Cúria Metropolitana, ao lado do arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Scherer.
A ideia é que o granulado, também chamado de "farinata", seja servido como um complemento à comida dos alunos. A Prefeitura de São Paulo classifica o produto como um "suplemento alimentar". Segundo a Plataforma Sinergia, responsável pela fabricação, ele mantém as mesmas propriedades nutricionais dos alimentos in natura, além de prorrogar a vida útil deles em dois anos.
"A Secretaria de Educação já foi autorizada a utilizar na merenda escolar, de forma complementar, o alimento solidário. Com todas as suas características de proteína, de vitamina, de sais minerais, para a complementação desta merenda. E isto já com início neste mês de outubro", disse o prefeito.
Doria não informou qual tipo de granulado vai chegar às escolas. Diversos alimentos podem passar pelo reprocessamento que os transforma em granulado. Segundo a secretária de Direitos Humanos, Eloísa Arruda, a farinata poderá servir de base para a fabricação de bolos, por exemplo, mas um estudo deve mostrar as carências nutricionais dos alunos.

Sem detalhes
Na coletiva, o prefeito não deu detalhes sobre o caminho a ser percorrido pelo granulado até chegar à rede municipal de ensino. Na teoria, as próprias empresas vão pagar para transformar em farinata os alimentos que iriam para o lixo. De acordo com Doria, é uma questão de economia, já que elas gastarão menos com o reprocessamento do itens do que com a incineração hoje utilizada para se livrar deles.
O processo, no entanto, é patenteado pela Plataforma Sinergia e, portanto, não pode ser realizado sem o aval da organização não-governamental. A fundadora, Rosana Perroti, admite, porém, que não tem capacidade de produzir o granulado em escala.
"Como vamos conseguir produzir em escala para acabar com a fome? Somente através de políticas públicas, somente através de lei. A gente não pode abrir essa tecnologia para uma, duas, três toneladas. A gente está falando aqui de muito volume de alimento", disse ela.
Uma das alternativas sugeridas por Rosana é que as próprias fabricantes dos alimentos se licenciem e utilizem a tecnologia da Plataforma Sinergia para reprocessar, ainda nas indústrias, os itens que seriam descartados. Ela vislumbra até a possibilidade de se criar estações de trabalho "nos fundos de supermercados" para aumentar o reaproveitamento.
Doria, mais uma vez, não deu detalhes sobre possíveis incentivos à produção, mas garantiu que a Prefeitura não pagará nada para a fabricação da farinata.


Centros de acolhida
Além das escolas, a Prefeitura quer que o produto seja utilizado nos centros de acolhimento a moradores de rua. A distribuição do produto direto nas ruas foi descartada pelo secretário de Assistência e Desenvolvimento Social, Filipe Sabará - está nos planos da gestão Doria proibir até mesmo a distribuição de alimentos in natura a céu aberto.
A Prefeitura chegou a afirmar que não havia previsão de distribuição generalizada da farinata, e que ela só seria destinada a casos críticos, em quadros de desnutrição, como um suplemento alimentar. A secretária Eloísa Arruda chegou a comparar o produto ao whey protein.
Na semana passada, quando anunciou o plano, o prefeito apresentou o granulado como um "alimento completo". Ele chegou a dizer que uma xícara do produto seria "suficiente para alimentar uma criança por um dia e três xícaras alimentam um adulto". Nesta quarta, ressaltou que a farinata não vai substituir alimentos in natura.

Produção cara e demorada
O granulado é feito com processo de liofilização, ou seja, de desidratação dos alimentos. Em entrevista ao SP1, Carmen Cecília Tardini, professora da Universidade de São Paulo (USP), explicou que a água existente em frutas e verduras, por exemplo, é completamente retirada do alimento.
A fruta, então, é congelada em um congelador especial e depois vai para uma máquina conhecida como liofilizador, onde fica durante 16 horas e sai desidratada. A pesquisadora explica que esse processo mantém todos os nutrientes, mas "é caro e também demora muito para ser produzido".
O Conselho Regional de Nutrição já se manifestou contrário à políticaanunciada pela Prefeitura. Em nota, a entidade afirmou que o granulado "contraria os princípios do Direito Humano à Alimentação Adequada (DHAA), bem como do Guia alimentar para a população brasileira, em total desrespeito aos avanços obtidos nas últimas décadas no campo da segurança alimentar e no que tange as políticas públicas sobre as ações de combate à fome e desnutrição".
O arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Scherer, por sua vez, defende o alimento. "Espero que não se politize a questão porque quem acaba prejudicado é o pobre, é o faminto", disse.

"A Praça é Nossa" chega à marca de 1500 programas exibidos nesta quinta-feira


Um dos programas mais tradicionais do SBT, “A Praça é Nossa” leva ao ar a edição de número 1500 nesta quinta-feira (12).
Sob o comando de Carlos Alberto de Nóbrega, o humorístico irá comemorar a data especial com a participação de Danilo Gentili no quadro “Falta Horas”, uma sátira do “Altas Horas”, comandado por Serginho Groisman na Globo.
Em maio, Carlos Alberto também celebrou os 30 anos de “A Praça é Nossa” no SBT. Na época, ele foi homenageado pelo “The Noite”, de Gentili, e pelo “Domingo Legal”, de Celso Portiolli.
Apesar dos dois marcos históricos e da ótima audiência, o humorístico tem sentido a crise financeira enfrentada pelas emissoras de TV. Em agosto, alguns atores veteranos da atração foram dispensados em um corte de custos.


Fonte: RD1

Luciano Huck faz Ivete Sangalo se derreter em lágrimas no “Caldeirão”


O apresentador Luciano Huck fez a cantora Ivete Sangalo se debruçar em lágrimas recentemente. Mas, Calma! Foi no bom sentido. O TV Foco explica o que aconteceu. Ivete gravou uma participação no programa “Caldeirão do Huck”, na ocasião a artista foi pega literalmente de surpresa.
Luciano Huck conseguiu recriar o apartamento onde Ivete viveu com a família na infância em Salvador. A homenagem será exibida no próximo sábado dia 21/10. O site oficial do programa já revelou alguns detalhes que acontecerão na gravação. Antes de saber que estava participando do quadro “Visitando o Passado”, Ivete fica chocada e a emoção toma conta. A cantora chora muito antes mesmo de chegar até a porta que revelaria a surpresa isso porque Luciano Huck ainda ‘prepara’ a convidada para a novidade.

Ivete Sangalo no quadro "Visitando O Passado"
“Isso é aquele negócio daquela coisa da casa…“, dispara Ivete questionando Luciano Huck. Depois que o cenário do quadro se abre a cantora solta: “Valei-me Nossa Senhora! Meu Deus, você não fez a casa…“, diz Ivete desacreditada.
A técnica do reality global “The Voice Brasil” ficou muito emocionada ao poder ‘revisitar’ um lugar que a fez muito feliz no passado. Vale lembrar que Ivete recentemente anunciou estar grávida de gêmeas e por isso sua emoção está a flor da pele. Assim que finalmente abre a porta, Ivete Sangalo poem a mão no rosto e exclama: “Meu Deus do Céu! Está igual!“.


Antes de viver essas fortes emoções, a cantora baiana se apresentou no programa global. A intérprete levou a plateia presente a pular como em um carnaval com a música “Tempo de Alegria”.
Em conversa com Luciano Huck, ele a chamou de “trio elétrico ambulante”, a cantora ainda celebrou sua participação no Rock in Rio. “Foi uma experiência linda, tenho um apreço e um carinho grande pelo festival“, disse.
Então a mamãe das gêmeas disparou sobre dançar no palco: “Estou com suingue aqui, meu amor. Ninguém me segura“, comentou empolgada e arriscando uns passos simples.

Simone e Simaria e DJ Alok agitam o 'Fernando Costa'


GCN.net - A noite desta sexta-feira (20) será uma mistura de música sertaneja com eletrônica. O palco da festa será o Parque de Exposições “Fernando Costa”. Toda a animação ficará com a dupla Simone e Simaria e ainda com o Dj Alok. A Dj francana Aline Rocha é outra atração do evento organizado pela Viola Show, Auê Eventos e Casagrande Eventos.
As irmãs sertanejas caíram no gosto popular com o sucesso As Coleguinhas. Hoje elas são conhecidas nacionalmente e arrastam multidões por onde passam. Atualmente no repertório dos shows estão canções como Meu Violão e o Nosso Cachorro, que rendeu um clipe com a participação do ator Sidney Sampaio. Agora com o novo sucesso Regime Fechado, que também é a música que abre as apresentações, a dupla tem mais de 71 milhões de visualizações no vídeo do clipe e mais de 2,5 milhões de inscritos do canal do Youtube. Na noite de hoje, o público poderá ainda dançar ao som de canções como: Quando o mel é bom, Loka, Amor mal resolvido, Amor de motel, entre muito mais.

Alok
Outra atração da noite é o Dj Alok. Artista consagrado, se apresentou recentemente em países da América do Norte, Sul e Europa, onde passou pelo Tomorrowland Bélgica, considerado um dos maiores festivais de música eletrônica do planeta. Ele foi o único brasileiro no palco principal do festival. No começo desse ano, Alok lançou os hits Never Let me Go com a participação de Bruno Martini e Zeeba e Fuego tendo ao seu lado, seu irmão gêmeo, Bhaskar Petrillo. Sucessos esses que atingiram o top 50 no Spotify, ficando na 47º entre as mais tocadas no mundo todo. A expectativa para sua apresentação na noite desta sexta-feira em Franca é de repetir o sucesso que o Dj tem conquistado por onde se apresenta.

Ingressos
Segundo os organizadores do evento, o espaço de apresentação será dividido em quatro setores: pista, área vip, camarote universitário e camarote golden. Os valores e requisitos dos setores serão: pista R$ 40; área vip R$ 90 (com refrigerante, cerveja e água); camarote universitário R$ 140 (com cerveja, vodka, refrigerante e água); camarote golden R$ 190 feminino e R$ 220 masculino (cerveja, vodka, whisky, refrigerante, água e buffet). O evento está previsto para começar às 22 horas.
O ingresso você pode adquirir pelos pontos de venda Galeria 9 de Julho e Casa das Embalagens ou então pelas vendas online, pelo www.totalacesso .com.br ou www.quero2in gressos.com.br.

Cachorro mata gato que transportava celulares dentro de presídio em Cajazeiras, no Sertão da PB


Um gato foi flagrado nesta quinta-feira (19) caminhando no Penitenciária Padrão de Cajazeiras, Sertão da Paraíba, com dois celulares presos ao corpo. Um cachorro adotado pela penitenciária acabou matando o gato.
De acordo com o diretor da penitenciária Tales Alves de Almeida, o setor de inteligência e monitoramento informou que um gato poderia ser deixado nas redondezas com celulares para os detentos.
A informação foi repassada aos agentes penitenciários, que não conseguiram pegar o gato pela agilidade do animal. Um dos dois cachorros adotados que ficam dentro do presídio acabou alcançando e matando o gato.


Ainda de acordo com o diretor Tales Almeida, o gato foi abandonado nas proximidades do presídio e segundo as investigações teria sido levado para casa por uma visitante, após a visita íntima desta quarta-feira (18), que utilizou esparadrapos para prender os celulares ao corpo do animal.
Conforme o diretor, devido à penitenciária ser muito próxima à BR-230 vários animais são abandonados e acabam entrando e saindo do presídio com facilidade. A direção da unidade pretende entrar em contato com o Centro de Zoonoses para ajudar a solucionar o problema.
A polícia segue investigando o caso, e até as 12h (horário local) desta quinta-feira (19) ninguém foi preso.

Fonte: G1

Em 'Tempo de amar': Teodoro ataca Maria Vitória novamente


Um novo embate entre Maria Vitória (Vitória Strada) e Teodoro (Henri Casteli) vai acontecer em "Tempo de amar". A jovem estará na Maison Dorée negociando um trabalho por lá quando o político chega. Ela combinou que pagaria a hospedagem tocando piano para animar os clientes. Mas Teodoro Magalhães chega ao salão e reconhece Maria Vitória – que ela acha que se chama Maria do Céu.
"Maria do Céu, que surpresa agradável. Sabia que iríamos nos encontrar. Trabalha aqui? E eu achando que era uma donzela. Você tem uma dívida comigo. Se não fosse por mim, teria mofado na cela no navio durante a viagem toda. E você vai me pagar essa dívida. Sabe muito bem como"!

Maria Vitória em pânico e Teodoro continua:
"Achei que, mesmo pobre, era uma moça de família. E, do jeito que me tratou, uma jovem pudica, recatada. Mas eu estava certo, não passa de uma rameira".

Maria Vitória fica revoltada e diz que ele está enganado.
Como? Estou vendo você aqui, na Maison Dorée, um cabaré. Uma desfrutável", acusa ele, que vai pra cima dela, mas Maria Vitória foge.

Fonte: Extra

Anitta e SBT se contradizem em relação à presença da cantora no Teleton


O SBT fez todos os esforços para contar com a presença de Anitta no Teleton desse ano. No entanto, a cantora acabou recusando participar do evento.
O pedido para sua participação partiu do próprio Silvio Santos. No entanto, mesmo que fosse também a vontade da cantora, compromissos de agenda impedirão seu comparecimento.
Ela deverá gravar um vídeo pedindo o apoio de seus milhares de fãs e seguidores para a campanha. A maratona do bem em prol da AACD acontecerá nos dias 27 e 28 de outubro com participação de famosos de várias emissoras, com exceção da Gazeta e Band.
A cantora continua garantindo que não irá ao Teleton. Por questões de agenda, “que ela até gostaria, mas não será possível desta vez”. No entanto, o SBT, por sua vez, continua confirmando a presença da cantora, como informa o jornalista Flávio Ricco.
Inclusive o SBT informa que a sua participação será na tarde do sábado (27). E agora, ela vai ou não vai? Mais um caso para se acompanhar de perto.

CONVIDADOS DO TELETON
As cantoras Claudia Leitte, Paula Fernandes, Ana Vilela, Sandy e Wanessa Camargo estão confirmadas no quesito atrações musicais. Já no elenco masculino, estarão o cantor e padrinho do Teleton Daniel, os cantores Eduardo Costa, Felipe Araújo, Pablo, Padre Fábio de Melo e, pela primeira vez, Tiago Iorc.
Nessa onda de solidariedade as emissoras concorrentes sedem alguns de seus artistas para participar do programa no SBT. Da TV Cultura: Dorotéia, Osório e Ludovico do “Quintal da Cultura”, Mariana Kotscho e Roberta Manreza do programa “Papo de Mãe” são presenças confirmadas. A RedeTV liberou apresentador Ângelo, Ricardinho, Tatola e Dennys do programa “Encrenca”.
Para representar a Record TV estarão no Teleton os apresentadores Gugu Liberato e Marcos Mion, a apresentadora Ticiane Pinheiro e o ator Sergio Marone. Até o dia da coletiva, tirando Tiago Abravanel, não haveriam representantes da Globo da tevê aberta no Teleton. No entanto, Michael Ukstin [diretor do Teleton] disse que isso pode mudar conforme a agenda dos artistas até a maratona televisiva começar.
Mas a emissora carioca disponibilizou famosos que trabalham nos canais fechados do Grupo Globo como o GNT e Multishow. As apresentadoras Bela Gil e Fernanda Souza, os humoristas Tom Cavalcante e Wellington Muniz (Ceará) marcarão presença no Teleton.
Ao que parece, em contra partida, a Band não liberou nenhum de seus artistas para participar do programa e, por isso, o SBT proibiu o programa humorístico “Pânico” cobrir o evento.

Fonte: TV Foco

'A força do querer': Bibi mobilizou porque fez espectador refletir sobre os próprios erros, diz Gloria Perez


A sequência de decisões catastróficas de Bibi (Juliana Paes) em "A força do querer" (Globo) fez muita gente desejar entrar na TV para dar uns conselhos à personagem. E foi exatamente essa a arma da Perigosa para mobilizar o público, na opinião da autora Gloria Perez. Ela explica:
"Ela é a representação das escolhas erradas que todo mundo já fez em algum momento, seja no amor, no trabalho, na vida."
"É aquela escolha que te faz dizer depois: 'Onde é que eu estava com a cabeça? Como é que eu pude?'", completa. Perez diz ver machismo por trás de comentários que pedem punição severa à mulher que entrou no crime por amor ao marido, Rubinho (Emílio Dantas).
Também rejeita as críticas de quem alega que a trama de Bibi serviu para glamorizar o crime. "Não posso nem considerar uma bobagem dessa. Desse ponto de vista, o filme sobre a Lava Jato seria a glamorizaçao da corrupção?"

O peso da repercussão
"A força do querer" termina nesta sexta-feira (20), depois de se tornar um fenômeno de repercussão. Muito presente nas redes sociais, Perez diz que costuma dar mais atenção ao que ouve nas ruas para medir a aceitação de suas novelas. E garante que a internet não teve peso maior dessa vez.
"As redes sociais são uma boa fonte, mas é preciso filtrar muito o que vem dali, separar o que é fake do que é real", avalia.
E a opinião do público foi capaz de mudar a trama? O G1 fez à autora essa e outras perguntas que todo fã de "A força do querer" gostaria de fazer enquanto se despede da novela. Ela responde na entrevista abaixo.


G1 - Você já falou em outras entrevistas que vê machismo por trás das críticas a Bibi. Por que acha isso?
Gloria Perez - Tem um viés de machismo, sim, nisso de exigir punição severa só para a Bibi. Em relação a Irene, Sabiá e Rubinho, não se formaram grupos exigindo castigos rigorosos. Mas penso que Bibi mobilizou tanto as pessoas porque ela é a representação das escolhas erradas que todo mundo já fez em algum momento, seja no amor, no trabalho, na vida. Aquela escolha que te faz dizer depois: "Onde é que eu estava com a cabeça? Como é que eu pude?"

G1 - Algumas pessoas também falaram que a personagem “glamoriza o crime”. O que acha dessas críticas? Houve um cuidado para evitar isso?
Gloria Perez - Temos uma protagonista, a Jeiza, criada para representar o policial honesto e incorruptível. De modo que não posso nem considerar uma bobagem dessa! Desse ponto de vista, o filme sobre a Lava Jato seria a glamorização da corrupção? Uma série como "Narcos" seria a glamorizaçao do narcotráfico? Se existe glamour, está nos olhos de quem assiste.

G1 - Novelas anteriores já sofreram ataques de alas mais conservadoras por causa de personagens homossexuais, o que não aconteceu com a trama de Ivan. Você teve medo desse tipo de rejeição? Na sua opinião, por que ela não ocorreu?
Gloria Perez - Acho que pelo cuidado de trabalhar a empatia do público com a personagem antes de apresentá-la como trans.

"Quando Ivan se descobriu trans, o público já tinha acolhido suas inseguranças, suas angustias em relação à identidade. Ele já era familiar a todos."


G1 - Você é muito presente nas redes sociais. A internet teve um peso maior em “A força do querer” do que em suas novelas anteriores?
Gloria Perez - Não. As redes sociais são uma boa fonte, mas é preciso filtrar muito o que vem dali, separar o que é fake do que é real. Aposto mais na repercussão das ruas. Quando você vê que "égua", "o pau te acha", "mármore do inferno", "inshallah”, “né brinquedo não” e “cada mergulho é um flash” [os quatro últimos de "O Clone"] caíram na boca do povo, essa é uma medida que não engana.

G1 - Os destinos dos personagens principais estavam definidos desde o início da trama ou algo mudou de acordo com a reação do público?

Gloria Perez - A gente sempre escuta o público, mas não é para mudar a história.

"Se o público não está entendendo o que você está querendo dizer, você diz diferente, mas para chegar ao mesmo lugar que estava planejado."


G1 - “A força do querer” teve personagens femininas que destoam do tipo clássico da mocinha doce e inquestionável. Foi uma novela feminista? O que isso significa dentro da discussão atual sobre esse assunto?
Gloria Perez - Todas as minhas personagens femininas destoam desse padrão. São sempre transgressoras: Clara, Jade, Dara, Maya, Sol, Carmem, Morena etc. Elas enfrentavam todos os desafios para buscar o que queriam para si.

G1 - É claro que não existe fórmula pronta, mas, em quase 35 anos de carreira, você deve ter percebido alguns elementos que fazem uma novela repercutir. Pode citar alguns desses elementos?
Gloria Perez - Gosto desses temperos: entreter, emocionar e fazer refletir.

Fonte: G1

Sabiá e Rubinho ganham novo final em 'A Força do Querer'; saiba qual


Nem mesmo nos últimos dias da novela os atores recebem uma colher de chá. Emílio Dantas e Jonathan Azevedo gravaram mais um final alternativo nesta quarta-feira (18), no qual os seus personagens Rubinho e Sabiá, respectivamente, morrem ao levarem tiros da polícia durante operação no Morro do Beco.


Neste terceiro final, a polícia é chamada lá no morro por causa de uma discussão entre os bandidos, que deu início a um tiroteio.
Nos outros finais, Sabiá é o assassino de Rubinho, pois este tentou passar a perna nele e se tornar o chefão do morro, e no outro, o ex de Bibi (Juliana Paes) tem final feliz ao lado de Carine (Carla Diaz). As informações são do site TV Foco.

Criticado por atuação em novela, Fiuk diz não se importar

Seja por inveja, pelos 15 minutos de fama ou por sinceridade mesmo, o que interessa é que todos os telespectadores de A Força do Querer fazem uma chuva de críticas quando o assunto é a atuação do intérprete de Ruy, Fiuk. O filho de Fábio Jr. disse estar aberto à todo tipo de crítica, desde que sejam construtivas. "A crítica é muito boa para chegar onde se quer, mas ficar se alimentando delas faz perder a sua essência", disse.


Ele acha que a maioria dos internautas falam mal de algo e muitas vezes não pensam no que falam por se sentirem infelizes. "A internet dá poder a qualquer um".
As informações são dos sites TV Foco e O Fuxico.