quarta-feira, 1 de novembro de 2017

Clara descobrirá gravidez! Confira o resumo de 'O Outro Lado do Paraíso' de 6 à 11 de novembro


CAPÍTULO 13 - SEGUNDA-FEIRA
Natanael (Juca de Oliveira) fala para Elizabeth (Gloria Pires) sobre a armação de Jô (Barbara Paz). Caetana (Laura Cardoso) se desculpa com Mercedes (Fernanda Montenegro) por ter a afastado de Josafá (Lima Duarte). Sophia (Marieta Severo) diz para Amaral (Sérgio Fonta) que, caso Gael (Sergio Guizé) não a ajude a conseguir as esmeraldas, vai tirar Josafá de seu caminho. Leandra (Mayana Neiva) aconselha Caetana (Laura Cardoso) a unir Mercedes e Josafá novamente. Elizabeth é orientada por Natanael para simular sua própria morte. Samuel (Eriberto Leão) diz pra Inácio (João Cunha) que não aceita ser gay e pede que ele o ajude a ter desejo por Suzy(Ellen Rocche). Gael diz a Clara (Bianca Bin) que pretende conversar com seu avô sobre a mina. Lívia (Grazi Massafera) abre seu coração para Estela (Juliana Caldas). Clara se sente mal. Nádia (Eliane Giardini), por meio de Diego (Arthur Aguiar), confirma Bruno (Caio Paduan) e Raquel (Erika Januza) se beijaram. Caetana vai até Josafá para dizer que Mercedes ainda sente amor por ele. Ao se despedir de Adriana (Lara Cariello), Elizabeth pede para levar a boneca da filha que tem seu nome. Sob os conselhos de Natanael, Elizabeth simula sua morte.

CAPÍTULO 14 - TERÇA-FEIRA
De volta ao Brasil, Henrique (Emílio de Mello) descobre a falsa morte de Elizabeth e sofre. Natanael aprova a aproximação de Jô para consolar Henrique e Adriana. Com nova identidade, Elizabeth adota o nome Duda. Sophia fica irritada por Josafá negar a exploração do garimpo a Gael. Em conversa com Gael, Estela fala do sonho de encontrar um amor. Nádia ouve Bruno dizer a Raquel que deseja se casar com ela. Samuel pensa em tentar transar com Suzana. Lívia, depois de expor Renato (Rafael Cardoso), se insinua para Rafael (Igor Angelkorte). Sophia contrata Rato (César Ferrario) para matar Josafá. Everton (Ravel Cabral) vai até o bordel para falar com Leandra. Josafá faz visita a Mercedes. Nádia declara para Gustavo (Luis Mello) que não vai deixar Bruno se envolver com Raquel. Samuel tenta fazer sexo com Suzana. Elizabeth/Duda fica bêbada. Mercedes fala para Josafá que ele corre perigo. Acreditando ser Josafá, Rato dispara contra Everton. Josafá acredita que Sophia tentou lhe matar e chama de assassina.

CAPÍTULO 15 - QUARTA-FEIRA
Sophia t, enta se defender das palavras de Josafá. O delegado Vinícius (Flavio Tolezani) colhe os depoimentos de todos. Sophia diz para Vinícius cancelar a investigação. Samuel tenta, mas não consegue transar com Suzy e é aconselhado por Adinéia (Ana Lúcia Torre) a se casar com a mulher. Renato diz para Lívia que desconfia que Sophia esteja envolvida na morte de Everton. Gael é indagado por Clara a respeito de Sophia. Natanael ameaça Elizabeth/Duda por ela ter ido à escola de Adriana. Samuel é aconselhado por Inácio a tentar outros métodos para conseguir solucionar seu problema. Raquel é humilhada e expulsa da casa de Nádia pela sogra. Lívia fala para Estela e Rosalinda (Vera Mancini) que Clara é o verdadeiro amor de Renato. Josafá enfrenta Sophia. Raquel pede que Clara a ajude. Gael é ofendido por Sophia. Clara é alertada por Renato sobre a família de seu marido. Gael se revolta quando Estela diz que Renato gosta de Clara. Clara, voltando atrás em sua decisão em defender o marido, pede que Renato a ajude a fazer uma denúncia contra Gael.

CAPÍTULO 16 - QUINTA-FEIRA
Depois de explicar seu plano para Renato, Clara deixa o hospital com Gael. Eliseu salva Elizabeth/Duda, prestes a se joga de um morro, e lhe acolhe em sua casa. Clara fica enjoada de novo. Mercedes promete a Josafá que irá cuidar dele. Caetana escreve seu testamento. Josafá fala para Leandra que Everton morreu. Diego desmascara Nádia, que diz a Bruno que Raquel se demitiu. Samuel consegue ficar com Suzy. Lívia chama Tônia (Patricia Elizardo) para atender Clara quando a cunhada passa mal novamente. Clara descobre sua gravidez. Eliseu fica preocupada com o estado de Elizabeth/Duda, que mais uma vez fica bêbada. Bruno procura por Raquel. Clara diz para Renato que não vai denunciar Gael. Lívia pede para ter um filho com Renato. A mulher recebe uma advertência da polícia por atentado ao pudor. Gael e Clara comemoram a notícia da gravidez.

CAPÍTULO 17 - SEXTA-FEIRA
Gael jura para Clara que irá mudar seu comportamento. Sophia e Gael vão até a delegacia para soltar Lívia, que está presa. Lívia diz que, mesmo sem casar, vai ter um filho. Lívia e Sophia discutem e a mulher diz não gostar de Estela, que escuta. Eliseu insiste para Elizabeth/Duda ir à igreja com ele. Clara pede para Nicácio (Fábio Lago) ajudá-la. Bruno pede Raquel em casamento de novo ao reencontrá-la. Estela fala sobre a rejeição de Sophia para Rosalinda. Sophia fala com Lívia sobre as intenções de Renato. Com seu testamento pronto, Caetana fala de seu sócio para Leandra. Elizabeth/Duda recebe os cuidados de Eliseu. Josafá celebra a gravidez de Clara. Com o apoio de Mercedes e Renato, Caetana parte com sua filha. Mercedes diz para Clara se separar de Gael.

CAPÍTULO 18 - SÁBADO
O conselho de Mercedes deixa Gael furioso e Clara afirma à ela que seu casamento será salvo por seu filho. Raquel é aconselhada por Mãe (Zezé Motta), a líder do quilombo, a aguardar que Bruno fale do casamento com a família. Na casa de Lorena (Sandra Corveloni), Vinícius e Laura (Bella Piero), Sophia é questionada pela menina sobre Estela. Elizabeth/Duda resolve ir embora por Eliseu insistir para que ela desabafe. Bruno vai embora mas jura que voltará para buscar Raquel no quilombo. Sophia liga para Renato após dizer a Lívia que dará um rumo à sua vida. Samuel pede para encontrar Suzy. Eliseu fica triste com a partida de Elizabeth/Duda, de volta à pensão de Silvana. Mercedes fala para Josafá sobre a ida de Caetana para a capital para morar com a filha. Elizabeth/Duda fica bêbada novamente. Sophia sugere que Renato volte a namorar Lívia para conseguir um cargo de direção no hospital. Gael vê Sophia junto de Renato e fica furioso.

Fonte: Purepeople

Aline Dias dá à luz Bernardo no Rio: "Ele chegou. Meu bêzinho"


QUEM - Aline Dias e o namorado, Rafael Cupello, celebraram a chegada do primeiro filho, Bernardo, na tarde desta quarta-feira (1), na Maternidade Perinatal da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. O menino nasceu com 3,5 quilos e 47 centímetros. Mãe e filho passam bem, segundo a assessoria da atriz.
"Foi quando Deus olhou pra mim e disse: 'vai lá filha, cumprir o seu maior papel da vida, o de ser mãe'. #elechegou #meuBêzinho Foto: @fotografa_thalitacastanha", derreteu-se a atriz, divulgando o primeiro clique do filhote.
Protagonista da temporada de Malhação - Pro dia nascer feliz, Aline anunciou a gravidez na reta final da trama. Em entrevista para QUEM, a atriz contou que engordou apenas oito quilos durante a gestação.
"Estou superbem por enquanto. Estou com oito meses de gestação e na segunda-feira completo 33 semanas. Engordei sete ou oito quilos. Parece que eu engoli uma melancia ou que uso aquelas barrigas falsas", brincou Aline, que não fez nenhuma dieta.



Paolla Oliveira é eleita a mulher mais sexy do ano pela 2ª vez


Pela segunda vez, a atriz Paolla Oliveira foi eleito a mulher mais sexy do ano pela revista "VIP". A lista da publicação foi publicada nesta quarta-feira, 1º de novembro, e ainda traz nomes como a humorista Tatá Werneck, a rapper Karol Conka, a cantora Anitta e a atriz Grazi Massafera, entre outras.
Em entrevista à revista, Paolla Oliveira, que acabou de fazer bastante sucesso com a personagem Jeiza na novela "A Força do Querer", afirmou que parou de tentar se encaixar em um padrão específico.
"A verdade é que parei de tentar me encaixar em um padrão que não é o meu", contou. "Tem pessoas que são morenas, outras que vão tentar ficar loiras como a Paolla e não vai ficar bom. É preciso encontrar o que fica melhor em você, e esse é um processo que inclui se gostar mais", avaliou.
A atriz ainda falou sobre como foi se transformar em um meme e até fantasia de carnaval graças a famosa cena da minissérie "Verdades Secretas" (2015).
"Eu achava que as pessoas se expunham demais nas redes, não entendia, mas aos poucos fui me soltando", revelou. "Depois da série, aliás, eu me escondi, não esperava aquela repercussão. Quando vi que a Danny Bond virou fantasia de Carnaval, fiquei assustada."
Paolla ainda contou que gosta de beber uísque e comer doce de criança. A atriz foi eleita a mulher mais sexy do ano pela revista a primeira vez em 2013, quando era uma das mocinhas na novela "Amor À Vida".

Fonte: Catraca Livre

Cuidado! Golpe que promete carteira de habilitação gratuita já pode ter afetado 3 milhões de brasileiros


Ontem noticiamos a respeito de um novo golpe no WhatsApp que promete CNH grátis. Os criminosos apresentam um falso comunicado, que se refere a um programa real - o CNH Social do governo federal, que beneficia pessoas de alguns estados brasileiros que recebem menos de 2 salários mínimos ou que estão desempregadas há mais de um ano.
De acordo com o DFNDR Lab, laboratório de segurança digital especializado no combate ao cibercrime, mais de 270 mil brasileiros receberam o golpe em apenas uma semana através do WhatsApp. Esse número corresponde apenas às vítimas que usam o sistema DFNDR, então a empresa acredita que outros 3 milhões tenham sido afetados.
Isso significa que em apenas um dia, o número de vítimas detectadas mais que duplicou, já que ontem eram 100 mil usuários confirmados.



Este golpe leva o usuário a preencher seus dados pessoais em um formulário e a compartilhar a falsa promessa com dez amigos ou em cinco grupos do WhatsApp. Ao realizar a tarefa, a vítima é levada para uma página no Facebook que contém posts sobre outros programas governamentais, o que dá mais credibilidade ao golpe.
Com todos os passos executados pela vítima, os criminosos conseguem obter seus dados pessoais.

Emilio Simoni, Diretor do DFNDR Lab, afirma que:
Diariamente, centenas de milhares de links maliciosos são espalhados via WhatsApp sem que as pessoas saibam que estão ajudando os hackers a disseminarem seus golpes. Neste caso específico, o cibercriminoso está aplicando métodos de engenharia social ao ampliar sua base de contatos para a veiculação de novos golpes e até mesmo ganhar dinheiro expondo/vendendo dados pessoais dos usuários. Queremos alertar a população para que evite clicar ou compartilhar links sem antes conferir se são verdadeiros ou falsos.

A empresa de segurança oferece suas soluções para prevenir ataques desse tipo. O DFNDR Security pode ser instalado em seu smartphone e conta com a função ‘anti-phishing’ ou ‘anti-hacking’. Com isso, você poderá ter uma análise de todas as ameaças existentes no mundo virtual e será alertado automaticamente se receber alguma ameaça.

Fonte: Tudo Celular

Mãe é presa após pagar homens para levar filho à força para clínica de dependentes


Uma mulher foi presa por sequestro e cárcere privado após ter contratado homens para levar o filho à força para uma clínica de dependentes químicos em Cuiabá (MT). O caso foi registrado na noite de terça-feira (31), em Vilhena (RO), a 700 quilômetros de Porto Velho. Ao todo, seis pessoas foram presas suspeitas de envolvimento no crime. O filho da mulher tem 31 anos.
De acordo com a Polícia Militar (PM), a central de operações recebeu uma denúncia de que um homem foi colocado à força dentro de um carro. O informante ainda contou que no veículo havia outros quatro homens, e depois de sequestrarem a vítima, saíram em alta velocidade, sentido Cuiabá.
Viaturas da PM localizaram o carro na BR-364, ainda no perímetro urbano da cidade. Na revista, os policiais encontraram o homem de 31 anos, com as mãos amarradas com uma faixa de tecido usada para prática de artes marciais. Segundos os militares, a vítima estava em pânico.
Ainda durante a revista, os militares encontram com um dos suspeitos, de 35 anos, uma porção de maconha. Enquanto acontecia a averiguação da PM, a mãe da vítima chegou ao local. Ela disse que havia pagado os homens para que levassem o filho à força até uma clínica para dependentes químicos em Cuiabá, onde seria internado.


A mulher ainda contou que pagou a quantia de R$ 3,7 mil pelo serviço. Com um suspeito, de 31 anos, os policiais encontraram R$ 3.475 e mais R$ 20, 40 que estavam dentro do veículo.
A vítima narrou à PM que foi abordado próximo de um posto de gasolina, na Avenida Marechal Rondon. O homem contou que foi jogado no chão, agarrado pelo pescoço e imobilizado pelos suspeitos. Depois disso, ele teve as mãos amarradas.
Dentro do veículo, a PM também encontrou remédios controlados. O delegado que atendeu o caso, Fábio Campos, disse ao G1 que seis pessoas foram flagranteadas por sequestro e cárcere privado, entre elas, a mãe e o padrasto da vítima.
Segundo Campos, através dos depoimentos dos suspeitos, a polícia descobriu que há uma disputa por herança na família. O caso segue em investigação.
Os presos foram levados para os presídios da cidade, onde estão à disposição da Justiça.

Fonte: G1

Já sem identidade, Marcia Castro se joga na pista baiana 'bass' de 'Treta'


G1 - Cantora baiana que nunca transitou pela via industrializada da música rotulada como axé music, Marcia Castro despontou há dez anos de forma promissora com a edição de álbum independente, Pecadinho (2007), que evidenciou a verve e a forte personalidade da intérprete. Ao longo dessa última década, contudo, essa personalidade foi sendo diluída em discos menos imponentes. No segundo álbum, De pés no chão (2012), o canto de Castro já empalideceu diante de produção pautada por excessos. No terceiro álbum, Das coisas que surgem (2014), disco em que a cantora se apresentou como compositora de fôlego curto, o canto ficou ainda mais esmaecido por conta da produção sem cor de Gui Amabis.
Treta – quarto álbum da artista, lançado pela gravadora Joia Moderna com capa criada por Giovanni Bianco a partir de foto de Gui Paganini – completa o processo de diluição da personalidade artística da cantora. Gravado entre Salvador (BA) e São Paulo (SP), sob direção artística de Marcos Vaz, Treta é álbum moldado com batidas eletrônicas que joga Castro numa pista quente, baiana, em que as paixões carnais são o mote de repertório pautado por sensualidade artificial, como se a quentura fosse produzida por micro-ondas.
Esse cancioneiro resulta pouco inspirado em músicas como Chave de cadeia (Marcia Castro, Marcos Vaz e Jurema Paes), mas também alinha acertos. Com tempero saboroso realçado pelo arranjo de Ruxell, Baba no quiabo (Ava Rocha, Gui Calzavara, Mariana de Moraes, Luciano Salvador Bahia e Marcia Castro) é apimentado funk à moda baiana que poderia ter sido gravado por Anitta se a musa do pop funk carioca tivesse vivido entre as ladeiras do Pelô. Também com pulsão inebriante, a música-título Treta (Bruno Capinan) soa como mix da levada do grupo É o Tchan com o pancadão da BaianaSystem (mas evidentemente sem a força social e política da banda de Russo Passapusso). Essa mistura inusitada também é evocada, de forma mais fluida, em Desce bum (Rafa Dias, Oz, Chibatinha e Raoni).


A questão de Treta, o álbum, é que ele mostra uma cantora sem coerência, assumindo personalidades de outras cantoras. A parte em inglês de Vulgar (Márcia Castro) – música bilíngue ouvida também em remix alocado ao fim do disco – poderia estar na voz de qualquer cantora que abraça o banalizado pop em voga no mainstream do mercado fonográfico norte-americano. A fórmula é seguida tão à risca em Vulgar que há até a (já protocolar) conexão com o universo do hip hop – no caso, com os versos em inglês ouvidos na voz do jamaicano Rap Wolf.
Formatado basicamente com os synths e beats do produtor e arranjador Marcos Vaz, além do toque da guitarra de Juninho Costa, Treta soa paradoxal no sentido de que apresenta som moldado para o mercadão pop nativo, com a dose de trivialidade exigida por esse gênero, em disco editado por gravadora de alcance indie. Referências da baianidade nagô, como a percussão tocada por Gustavo Di Dalva em Sinto desejo (César Lacerda), são recorrentes no disco entre batidas de funk e kuduro. Não por acaso, Rafael Dias – mentor da Àttooxxá, banda soteropolitana que vem cruzando batidas eletrônicas com ritmos como o pagode baiano em movimento musical rotulado como Bahia Bass – é nome também recorrente como compositor do repertório de Treta. Rafa Dias, como é conhecido no universo musical, é coautor de músicas altamente eletrificadas como Tensão (Marcia Castro, Rafa Dias, Oz, Chibatinha e Raoni).


De todo modo, paira a sensação de que, mais uma vez, pelo terceiro disco consecutivo, o canto fervido de Marcia Castro ficou em segundo plano – no caso, entre sobressalentes beatseletrônicos. Quando a letra de uma música vai além do tatibitate dos versos de Ela é pan(Marcia Castro, Marcos Vaz, Rafa Dias, Oz e Chibatinha), caso de Boneca (Marcia Castro e Luciano Salvador Bahia), o canto de Marcia não consegue expor todo o sentido e nuances dos versos porque a voz está ajustada à temperatura-padrão da pista.
"Cada disco brota de um jeito", parece justificar Marcia Castro na primeira frase do longo texto de agradecimento publicado no encarte da edição em CD de Treta, álbum que se conecta com o movimento Bahia Bass e que tem o mérito de propagar liberdade sexual (e, portanto, política) em tempos de tolhimentos de desejos e expressões. Pode até ser. De qualquer jeito, como o single Noites anormais (Rafa Dias) já sinalizara em agosto, Marcia Castro até está antenada com os atuais sons do Brasil, mas parece ter perdido definitivamente a identidade como cantora ao se jogar com baianidade eletrônica na pista artificialmente sexualizada do álbum Treta. (Cotação: * * 1/2)
(Crédito da imagem: Marcia Castro em fotos de Gui Paganini. Capa do álbum Treta. Arte de Giovanni Bianco)

Orfanato recebe videoteca do presídio de Cabral, que tinha até títulos infantis


RIO - Após a polêmica instalação de uma videoteca na Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, onde estão presos o ex-governador Sérgio Cabral (PMDB) e outros presos da Lava-Jato no Rio, o equipamento foi doado para o orfanato Casa do Menor São Miguel Arcanjo, em Nova Iguaçu. O GLOBO conversou com a presidente da entidade, Lúcia Cardoso, que disse que a televisão de 65 polegadas, home theater, aparelho de DVD e 160 filmes Blue Ray foram entregues na tarde desta quarta-feira.
Na unidade do abrigo em que o equipamento ficará, moram 40 crianças especiais e adolescentes. A instituição tem 31 anos de funcionamento e atende também, em outras unidades, cerca de 700 adolescentes que fazem cursos profissionalizantes.
Lúcia conta que só soube que os equipamentos faziam parte da videoteca do presídio de Cabral quando a imprensa ligou para o orfanato.
- Não me liguei no que estava acontecendo - conta a presidente da instituição, afirmando que não teve tempo de ver quais são os títulos dos 160 DVDs, mas que, entre eles, há filmes infantis.
De acordo com o Lúcia, será feita uma seleção dos filmes que podem ou não ser usados com as crianças e adolescentes. O material e os equipamentos, que podem valer entre R$ 8,5 mil e R$ 15 mil, serão usados em aulas de reforço escola e atividades pedagógicas.
Lúcia disse que o orfanato é cadastrado junto ao governo do estado para receber doações. Nesta quarta-feira, ela recebeu uma ligação falando sobre a doação dos equipamentos e consultou as áreas jurídica e fiscal da instituição. Só depois disso foi que o trâmite para o recebimento dos aparelhos foi feito.
A instituição já recebeu outras doações do governo do estado, como móveis e computadores, e uma van que serve para levar as crianças para a escola e a hospitais. A Receita Federal já doou roupas e eletrônicos apreendidos.
Além das unidades no Rio, a Casa do Menor tem outras no Ceará e Alagoas, onde moram 150 crianças e adolescentes.

A POLÊMICA
Também nesta quarta-feira, o Ministério Público do Rio requisitou à Secretaria Estadual de Administração Penitenciária (Seap) informações sobre a instalação e doação de equipamentos para a videoteca que funcionaria na cadeia onde está Cabral. A Seap cancelou ontem a suposta doação de equipamento de TV, DVD e home theater para a instalação da videoteca no presídio em Benfica. A secretaria informou que os aparelhos foram doados pela Igreja Batista do Méier e pela Comunidade Cristã Novo Dia. A decisão foi tomada após três voluntários da Igreja Batista do Méier, que assinam o termo de doação ao presídio, afirmarem que foram enganados por alguém de dentro da cadeia.
Segundo o "Jornal Nacional", da TV GLOBO, a compra dos equipamentos teria sido feita em dinheiro vivo a mando de Wilson Carlos, ex-secretário de governo preso junto com Cabral. Ele seria o responsável por operar a sala. A cada três dias de trabalho, a pena de Wilson diminuiria um dia. A nota fiscal da aquisição estava em nome de Eliana Nogueira do Carmo, que negou que tenha comprado os objetos.

Fonte: O Globo

Aluno alega ser vítima de bullying e faz ameaças de morte para colegas via WhatsApp, diz polícia


A Polícia Civil identificou um estudante de 17 anos que encaminhou ameaças de morte, via WhatsApp, a vários colegas do Colégio Estadual Olavo Bilac, onde estuda, em Goiânia. Segundo a delegada Paula Meotti, responsável pelo caso, o menor foi ouvido na manhã desta quarta-feira (1º) na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), junto com os pais, e confirmou ser o autor das mensagens. Em seguida, foi liberado. Ele alegou que tomou a atitude por ser vítima de bullying na escola.
O G1 entrou em contato, por email, às 14h42, com a Secretaria de Estado da Educação, Cultura e Esporte (Seduce) e aguarda retorno.
O garoto, que cursa o 1º ano do ensino médio, prestou depoimento também na presença de um conselheiro tutelar. Ainda de acordo com a delegada, ele afirmou que mandou ameaças a 16 colegas, tanto de sua sala quanto de outras. No entanto, a polícia investiga se esse número pode ser maior.
"Ele afirmou que sofria bullying relacionado a sua sexualidade, opção religiosa e a compleição física avantajada. Afirmou também que se sentia excluído na escola, que não tinha amigos e não era aceito, causando, assim, um grande sofrimento mental", disse Paula ao G1.
Na mochila dele, foi encontrado um livro que possui o suicídio como tema. A delegada afirmou que os pais ficaram chocados com a história. Eles disseram que não tinham ideia de que o filho era alvo do problema e que a família é estruturada e amorosa.
Entre as mensagens, o estudante, que sempre se passava por uma pessoa do sexo feminino, escrevia que "teria prazer de matar todos de lá [colégio]". O estudante chegou a dizer na delegacia que pensou em fazer algo de concreto contra os colegas, como envenená-los, mas não teve coragem de executar o plano. Por isso, optou pelas ameaças.
"Ele contou que se sentia um certo prazer e satisfação ao ver os colegas que praticavam bullying contra fragilizados e com medo ao serem ameaçados", pontua.
Ele responderá em liberdade pelo ato infracional análogo ao crime de ameaça. Pelo fato dele ser menor, o inquérito será remetido para a Delegacia de Polícia de Apuração de Atos Infracionais (Depai).

Alteração de número
A responsável pelo caso disse que o adolescente conseguiu mudar o número de identificação de seu celular para tentar manter o anonimato, o que dificultou ainda mais a procurar por ele.
As mensagens começaram a ser disparadas no último final de semana, mas o inquérito foi aberto na terça-feira (31), quando os pais de dois alunos procuraram a delegacia para denunciar o caso. Nesta manhã, mais uma mãe fez o mesmo. A partir disso, a polícia começou a cruzar dados e levantar informações em redes sociais para encontrar o perfil de que fazia as ameaças, chegando até o adolescente.
A delegada afirmou que, apesar da proximidade entre os casos, o estudante não mencionou em nenhum momento o ataque no Colégio Goyases, onde um adolescente de 14 anos atirou contra seis colegas, matando dois e ferindo quatro. À polícia, o atirador contou que era vítima de bullying.

Fonte: G1

Karla Karenina é comparada à esposa de Rodrigo Lombardi


Por essa, Karla Karenina não esperava. A atriz, que interpretou a Dita na novela “A Força do Querer”, da TV Globo, desabafou, na última semana, a respeito de um post de uma página humor que a comparava à esposa de Rodrigo Lombardi, Betty Baumgartner.
A revolta da artista surgiu depois que alguns internautas começaram a julgar a sua beleza e a de Betty, como se elas não fossem bonitas o suficiente para ter o artista como marido.
"Meu povo, me diga uma coisa: qual o problema dessa moça? O que é que tem o Caio [personagem de Lombardi na novela de Glória Perez] casado com a Dita? O Rodrigo tem um excelente gosto e é um ser humano incrível! #comentarioinfeliz #dita #caio #rodrigolombardi", escreveu.
Uma internauta saiu em defesa de Karla: "Quanta falta de respeito, quanto julgamento desnecessário e ofensivo. As pessoas precisam parar, segurar a língua na boca. Ninguém é obrigado a seguir os padrões impostos por essa sociedade hipócrita. Deixa o homem ser feliz com a mulher q ele escolheu. Isso cheira a inveja".


Rodrigo Lombardi, Betty, e o filho do casal, Rafael
Fonte: Catraca Livre

Mãe de atirador do Colégio Goyases quebra silêncio e depõe em delegacia


A mãe do garoto de 14 anos que levou arma à colégio e matou dois colegas de sala compareceu com o marido na delegacia de Goiânia, em Goiás, e lá permaneceu por mais de 3 horas. A advogada Rosângela Magalhães, que defende os pais no caso, sem dar mais detalhes do depoimento, disse apenas que o menino, que está recolhido pelo conselho tutelar, era carinhoso, estudioso e responsável, e nunca foi percebido nenhuma diferença no comportamento dele. A mãe dele, assim como o pai, são policiais militares, e a pistola usada pelo garoto no incidente era dela.
O Colégio Goyases só retornou às atividades na última segunda-feira (30), com exceção do oitavo ano, que recomeçou na terça (31).

Criminosos fazem reféns durante assalto a agência dos Correios em Santa Bárbara


Criminosos armados renderam clientes e funcionários durante assalto a uma agência dos Correios em Santa Bárbara d’Oeste(SP). Segundo a Polícia Militar, que atendeu a ocorrência, pelo menos cinco homens invadiram o local e fizeram cerca de 30 pessoas reféns na manhã desta quarta-feira (1°). Após cerca de 1h30 de negociação, os reféns foram liberados sem ferimentos.
Segundo a polícia, os criminosos invadiram a agência pouco antes das 10h e já anunciaram o assalto. Mulheres, homens e idosos que aguardavam para ser atendidos, além de funcionários, foram trancados na agência. A Polícia Militar foi acionada e chegou ao local logo após os reféns serem rendidos.
A Rua Dona Margarida, no Centro da cidade, onde fica a agência, foi isolada pela polícia para negociação com os criminosos, que exigiram a presença da imprensa no local.


Pouco antes de 11h15, os criminosos começaram a liberar os reféns. Mulheres e idosos foram os primeiros a deixar a agência. Em seguida, um a um, os criminosos foram saindo do local e deixando as armas em um gramado em frente à agência. Três homens se entregaram e foram presos pela polícia, mas dois suspeitos estão foragidos. Ainda não há informações de como eles conseguiram fugir da agência.
Entre os reféns, uma mulher passou mal e precisou ser atendida no local, mas nenhuma pessoa foi agredida durante a tentativa de assalto. Os policiais fazem buscas pelos dois criminosos foragidos e investigam como o grupo chegou ao local.
Os Correios se posicionaram sobre o assalto nesta manhã. Segundo a empresa, os funcionários estão recebendo acompanhamento psicológico e os Correios colaboram com a investigação da polícia fornecendo todas as informações necessárias. A agência permanecerá fechada, e uma segunda foi colocada como opção de atendimento para a população na cidade. Confira a nota na íntegra abaixo:

“Os Correios confirmam o fato na agência de correio de Santa Barbara d´Oeste. Ninguém ficou ferido.
Os empregados vítimas da ocorrência estão recebendo acompanhamento psicológico, com orientação e direcionamento para tratamento (psicoterapia) conforme o caso.
A ocorrência está sendo apurada pela Polícia Federal. A área de segurança dos Correios está em constante contato com as autoridades policiais, fornecendo dados, informações e imagens de elementos que praticam ações criminosas em suas unidades.
A agência permanecerá fechada para apuração interna. Até sua reabertura, recomendamos, como alternativa de atendimento, a agência de correio franqueada Tivoli, localizada na Rua do Osmio, 699.”

Fonte: G1

Maria Zilda Bethlem, de Bebê A Bordo e Por Amor, está solteira desde o ano passado

Maria Zilda em Por Amor (1997)
Data de Nascimento: 20 de outubro de 1951
Local: Rio de Janeiro (RJ)
Ocupação: atriz e produtora

No ar em Por Amor (1997), como a decoradora Flávia, e posteriormente em Bebê A Bordo (1989), como a solteirona Ângela, ambas no Canal Viva, a atriz Maria Zilda Bethlem está afastada da telinha desde Êta Mundo Bom!, do ano passado, e solteira desde maio deste ano. Ela revelou ao TV Fama que encerrou seu casamento de nove anos com a arquiteta Ana Kalil, e diz ainda estar aberta a qualquer tipo de relacionamento, "seja em forma de mulher, em forma de homem ou em forma de trabalho".
No passado, a atriz já foi casada durante muitos anos com o diretor de televisão Roberto Talma, com quem teve dois filhos, Rodrigo e Raphael.

Maria Zilda e Ana Kalil
Maria Zilda Bethlem e José de Abreu em Bebê A Bordo
Ela fez sua estréia como atriz em 1974, quando atuou em Fogo Sobre Terra, no horário das oito, tendo ainda no currículo Escalada (1975), 'Sem Lenço, Sem Documento' (1977), Água Viva (1980), Guerra dos Sexos (1983), Selva de Pedra (1986), Vamp (1991), De Corpo e Alma (1992), Decadência (1995), Agora É Que São Elas (2003) e Caras & Bocas (2009), e os filmes O Grande Palhaço (1980), Bete Balanço (1984), Rádio Pirata (1987) e Vagas Para Moças de Fino Trato (1993).
Quem quiser encontrá-la nas redes sociais, é só acessar @mariazildabethlem no Instagram.

Maria Zilda em 2017 (foto: instagram)

Ator de 'Velho Chico' diz que atores acharam graça da morte de Domingos Montagner

A morte do ator Domingos Montagner com a novela Velho Chico em pleno curso, em 15 de setembro do ano passado, ainda rende assunto. Dessa vez, o ator e humorista Batoré, que também atuou em Velho Chico, revelou em gravação para o Programa do Gugu, que irá ao ar ainda hoje (1º), que alguns atores fizeram pouco caso da morte de Domingos, ignoraram a situação e até fizeram piadas. "Tinha gente ali que não... É como se não tivesse acontecido nada, cara. Gente que ele fazia questão de cumprimentar todo dia, de beijar o rosto e... Piadinha, piadinha nessa hora não é bem-vinda. 'Ah, gente, morreu, vamos... Já morreu'. Não, espera aí, é um pai de família", contou.


Naquele dia 15 de setembro, já era planejado desde a noite anterior nadar no rio junto com outros atores. Segundo Batoré, todos os atores conversavam sobre isso durante um jantar que tiveram.
Domingos Montagner se tornou um nome conhecido do público quando atuou na novela Cordel Encantado, em 2011. Ele fez ainda outros trabalhos como a minissérie O Brado Retumbante (2012), e as novelas Salve Jorge (2012), Jóia Rara (2013) e Sete Vidas (2015). Quando chegou na TV, Domingos tinha um extenso currículo de peças teatrais e circenses.