sábado, 13 de janeiro de 2018

Ingredientes comuns nas saladas registram alta nos preços em SP

SBT - Quem costuma ir à feira para abastecer a geladeira já percebeu que alguns itens estão mais pesados no bolso do que na balança. Apesar da queda no preço de ingredientes do prato principal, como o arroz e o feijão, ter impulsionado a queda da inflação no ano passado, a salada está mais cara em São Paulo. Segundo a Ceagesp, o preço do tomate italiano chegou a subir 42,6%, e a alface e a cebola também tiveram alta. Dessa vez, um dos motivos para o aumento do custo é o preço dos combustíveis.