quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

"Triste", diz ex-presidente da Comissão Europeia sobre julgamento de Lula

Jornal do Brasil - Ex-primeiro-ministro de Portugal e presidente da Comissão Europeia de 2004 a 2014, José Manuel Durão Barroso afirmou, durante o Fórum Econômico Mundial de Davos, na Suíça, que se sente triste com o julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
Durão Barroso disse, ainda, que respeita o princípio da presunção de inocência e autonomia dos tribunais e que, por isso, evitaria fazer comentários para que não haja interpretação de "tomada de decisão".
O ex-premiê, que é presidente do banco de investimentos internacional Goldman Sachs, presidiu o órgão da União Europeia durante grande parte do governo Lula. "Fiquei triste por ser um presidente de uma grande nação da qual sou muito amigo", comentou em Davos.