quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Forças Armadas fazem operação em presídio no RJ

EBC - A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária do Rio de Janeiro (Seap), com o apoio das Forças Armadas, realiza operação de varredura nesta quarta-feira (21), na Penitenciária Milton Dias Moreira, em Japeri, na Baixada Fluminense. O local foi palco de uma rebelião com 18 reféns no último domingo. O motim terminou de forma negociada já na madrugada de segunda-feira, com os rebelados libertando todos os reféns e se entregando em seguida.
De acordo com a Seap, estão envolvidos na operação 100 agentes penitenciários, 30 integrantes do grupamento de intervenção tática da secretaria e cerca de 250 homens do exército.
Ainda segundo a secretaria, as tropas das Forças Armadas participam da vistoria com o emprego de cães farejadores e de especialistas em detecção de metais, enquanto os agentes penitenciários ficam responsáveis pela revista dos detentos e pelo vasculhamento e varredura tátil de celas e outras instalações da prisão.
A secretaria esclareceu ainda que os militares não vão ter nenhum tipo de contato com os detentos, que serão retirados previamente dos locais que forem inspecionados pelas Forças Armadas. As autoridades informaram que só divulgarão mais detalhes em um balanço que será divulgado após o fim da operação.
Esta vistoria é mais uma ação do Plano Nacional de Segurança Pública, que está inserido no contexto do decreto de Garantia da Lei e da Ordem, assinado pelo presidente Michel Temer em julho do ano passado. A operação, portanto, não tem relação direta com a intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro aprovada nesta terça-feira no Senado.