quarta-feira, 21 de março de 2018

Estudo revela que '13 Reasons Why' gera comportamentos positivos


Catraca Livre - A série "13 Reasons Why" gerou polêmica quando foi lançada no ano passado, pela Netflix. Isto porque o conteúdo dos episódios tratam de suicídio e bullying no período escolar. Além disso, durante os capítulos, outro tema de extrema importância foi mostrado: a cultura do estupro. Por isso, a Netflix encomendou uma pesquisa para entender os efeitos do produto lançando, e os resultados são surpreendentes.
Um estudo realizado pelo Centro de Mídia e Desenvolvimento Humano da Northwestern University, que tem um foco ativo de pesquisa sobre o impacto da mídia em crianças e adolescentes, revelou alguns dados encorajadores já que haviam opiniões controversas sobre os tópicos da série.

Quase três quartos dos adolescentes e jovens adultos relataram que tentaram ser mais atenciosos sobre como eles tratavam os outros depois de assistir ao programa.

Mais da metade dos telespectadores adolescentespediram desculpas a alguém pelo modo como os trataram; e mais de dois terços estavam mais motivados para ajudar alguém que estava deprimido, intimidado ou agredido sexualmente.

Quase três quartos dos adolescentes e jovens adultos disseram que o programa fez com que eles se sentissem mais confortáveis sobre fases difíceis.

Mais de dois terços dos pais relataram que assistir ao programa levou-os a se comunicar com seus filhos sobre temas difíceis; 71% dos adolescentes e jovens discutiram a série e assuntos relacionados com seus pais.

Dois terços dos pais em nosso estudo pediram que o elenco saísse do personagem para discutir como obter apoio.

"Fomos pessoalmente inspirados pelas histórias que os espectadores compartilharam depois de assistir ao programa e estamos dispostos a compartilhar algumas dessas histórias com o mundo. A esperança é que os passos que estamos dando agora ajudem a dar suporte a conversas mais significativas, já que a segunda temporada será lançada ainda este ano. Vimos em nossa pesquisa que os adolescentes realizaram ações positivas depois de assistir à série, e agora - mais do que nunca - estamos vendo o poder e a compaixão dessa geração advogando em nome de si mesmos e de seus pares", confirmou Brian Wright, responsável por séries originais Netflix.

O streaming anunciou que antes de cada episódio da segunda temporada um aviso alertará sobre o teor "intenso" do enredo. Entenda:


Outro ponto importante é que existirá um trabalho para que a discussão não seja apenas "fictícia". Nas redes sociais podem ser encontrados vídeos de pessoas reais que vivenciaram situações semelhantes as que acontecem nos capítulos. Veja:


Os resultados completos da pesquisa, que entrevistou 5.400 adolescentes, jovens adultos e pais de adolescentes dos Estados Unidos, Reino Unido, Austrália, Nova Zelândia e Brasil entre novembro de 2017 e janeiro de 2018, podem ser vistos aqui.
Ainda não há uma data de estreia definida para 13 Reasons Why, apenas a confirmação de que o lançamento acontece em 2018.