terça-feira, 27 de março de 2018

Simony revela arrependimento por relação com rapper que começou na cadeia: "Não faria de novo"


Revista Quem - Em entrevista ao Na Lata, programa de Antonia Fontenelle no YouTube, a cantora Simony abriu o coração e confessou: se arrepende do relacionamento com AfroX, rapper que conheceu e com quem engrenou um romance quando ele ainda estava preso. "Ele era presidiário, mas eu não sabia. Achei que era mentira porque todos esses rappers inventam isso, que foram presos. Ele fazia shows fora, tinha um juiz que autorizava, não só ele como outras bandas. Aconteceu de me envolver, quando descobri já era tarde, confesso que quis voltar atrás.Eu olho para aquela Simony e não faria de novo. Me arrependo", afirmou.
A ex-Balão Mágico explicou acreditar existir uma razão maior para a relação com AfroX. "Não me arrependo pelos meus filhos, que são maravilhosos. Acho que isso tinha que acontecer para eu ter o Ryan e a Aysha. Tem coisas que precisavam acontecer. Mas acho que não precisava disso, não foi um relacionamento bacana para mim, eu não olho hoje e falo 'eu amei". Hoje diria 'Simony, você é maluca?'. Não sei entender o que foi aquilo. Quando ele saiu e fomos viver juntos, vi que não tinha nada a ver, incompatibilidade total. Quando Aisha nasceu, já não tinhamos mais relacionamento nenhum", disse ela, que teve dois filhos com ele, Aysha, de 15 anos, e Ryan, de 17, e em 2001, chegou a ficar 25 horas presa no complexo do Carandiru, em São Paulo, durante uma rebelião.
A cantora também é mãe de Pietra, de, 14, da relação com o jogador de futebol Diego, e o pequenino Anthony, 4, da união com o engenheiro Patrick Silva.

Confira a entrevista: