quinta-feira, 17 de maio de 2018

Quase 200 pessoas são presas em todo Brasil por serem pedófilas

[foto: Valor]
O MESP (Ministério Extraordinário de Segurança Pública) deteu nesta quinta-feira (17) cerca de 200 envolvidos em pedofilia durante a segunda parte da 'Operação Luz na Infância', deflagrada em parceria com as Polícias Civis de todos os estados. A primeira ocorreu no ano passado.

Elemento é levado ao xilindró em São Paulo
[foto: UOL]
Todos os suspeitos foram presos em flagrante, entre eles dois irmãos piauienses que tinham mais de 3 mil CDs em casa com esse conteúdo escuso, o vereador baiano Toinho Carolino, um advogado mineiro com mais de 750 mil arquivos em seu computador, e um homem goiano de 74 anos. Este último produzia e compartilhava pornografia infantil desde a década de 1990 e atraía as crianças com bichinhos de pelúcia, encontrados no quarto dele.

Preso chega à DHPP de Brasília
[foto: O Globo]
O advogado preso em Uberlândia tinha 26 anos e foi o primeiro da lista
[foto: Estado de Minas]

Boa parte dos presos não tinha passagem pela polícia e são formados ou funcionários públicos. Não são só os adultos, não! Até adolescentes se deram mal nessa operação.
Os únicos estados que ficaram de fora dessa operação foram Rio Grande do Norte e Paraná, já que neles há constantes averiguações da polícia contra a pedofilia. As informações foram retiradas dos sites Valor, Correio 24hrs, G1, O Globo e Diário do Estado.

Agentes da polícia federal levam objetos apreendidos dos pedófilos em Recife
[foto: Folha PE]

Nenhum comentário: