sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

PM é preso por suspeita de abusar de criança de 10 anos no RJ

G1 - A Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (Dcav) prendeu na manhã desta quinta-feira (25) um homem suspeito de abusar da enteada de 10 anos. Trata-se de um policial militar, de 37 anos, que foi preso dentro do 34º Batalhão (Magé), na Baixada Fluminense.
A denúncia de abuso foi feita pela própria enteada. Segundo depoimento da menina na unidade especializada, os abusos aconteciam desde 2014, quando ela tinha apenas 7 anos. "O crime é estupro de vulnerável, com pena de reclusão de oito a 15 anos", explicou o delegado adjunto da Dcav, Rodrigo Moreira.
A vítima fez imagens do próprio abuso com o celular no dia 23 de janeiro. "Ela deixou o telefone filmando, mostra ele botando ela no colo dele, passa a mão por baixo do vestido dela", disse o delegado. Com as imagens e depoimentos, o delegado pediu a prisão temporária, concedida pela Justiça na noite desta quarta-feira (24).
Segundo a Polícia Civil, o PM já teve problemas por outros delitos: estava na área administrativa do 34º Batalhão porque em 2017 foi preso por receptação pela Polícia Rodoviária Federal por dirigir um carro roubado. Agora, o suspeito será levado para o Batalhão Especial Prisional, em Niterói, na Região Metropolitana do Rio.

Suspeitos de roubarem carro, adolescentes de 12, 15 e 16 anos morrem em batida com caminhonete durante fuga na BA

G1 - Três adolescentes de 12, 15 e 16 anos morreram no final da tarde de quinta-feira (25), após o carro em que estavam bater em uma caminhonete na BR-242, em Luís Eduardo Magalhães, no oeste da Bahia. A informação é da Polícia Rodoviária Federal (PRF).
De acordo com a polícia, o carro havia sido roubado por eles em Luís Eduardo Magalhães e, quando eles passavam na altura do km-890 da rodovia, bateram de frente com a caminhonete. A PRF não tem detalhes das circunstâncias do roubo do veículo.
Após a batida, os veículos pararam em uma área de matagal, no acostamento da via. O carro ficou destruído e a caminhonete também sofreu danos.
O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas os três adolescentes morreram no local do acidente. Eles ficaram presos às ferragens e os corpos foram retirados pelo Corpo de Bombeiros Militar.
A PRF disse, ainda, que dois homens estavam na caminhonete. Eles foram socorridos pelo Samu. Um deles foi encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento de Luís Eduardo Magalhães e passa bem. O outro foi para o Hospital do Oeste, em Barreiras, mas não há detalhes do estado de saúde dele.
Os corpos dos adolescentes foram encaminhados para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Barreiras. Não há detalhes sobre sepultamento, nem a identidade das vítimas.



Aos 22 anos, filho do deputado da tatuagem de Temer arranja emprego de R$ 10 mil no governo

Yorann (e), filho do deputado Wladimir Costa (d), arranjou emprego no governo federal
-Época - Yorann Costa, filho do deputado Wladimir Costa (SD-PA), foi nomeado delegado federal da Secretaria de Desenvolvimento Agrário no Pará. Costa ficou famoso durante a tramitação da denúncia contra Michel Temer no ano passado por ter tatuado -- de mentirinha -- o nome do presidente no ombro. O salário é de R$ 10 mil. Yorann tem 22 anos e estuda Direito e Gestão Pública.
Nas redes sociais, ele agradeceu à “determinação de Jesus Cristo” por sua nomeação. A secretaria é cota do Solidariedade, de Paulinho da Força (SD-SP).

BBB18: Mara critica Bolsonaro e afirma: “Se quiser me processar, que venha!”


Minuto Livre - Na tarde desta sexta-feira (26), os brothers decidiram falar sobre política e Mara fez duras críticas ao presidenciável Jair Bolsonaro (PSC-RJ): “Não vale nada, prefiro morrer do que ver ele ganhando alguma coisa. Se o Bolsonaro quiser me processar, que venha. Será um orgulho para mim”.
Logo depois, Paula avisou que não era permitido falar sobre política pelas regras do Big Brother Brasil. Diego interrompeu a sister e disse: “Claro que pode. A única coisa é que o programa não vai te defender por nada. É por sua conta o que você vai falar. Você pode ser processado lá fora e coisas do tipo”.
Mara voltou a falar e finalizou: “Então que me processe mesmo, não vale nada. Quero ganhar um milhão com as bandeiras que eu tenho. Não com a dos outros”.

Ex-BBB posta foto com o bumbum de fora e Tiago Leifert tira sarro: 'Aceitando depósito'

Aproveitando a tarde desta sexta-feira (26) num resort, em Caldas Novas, Goiás, o ex-BBB Antonio acabou mostrando demais ao descer num dos escorregas. O jovem foi fotografado com o bumbum de fora e publicou o registro em sua conta no Instagram. Entre os muitos comentários, um deles chamou atenção. Foi o de Tiago Leifert, apresentador do “Big Brother”, que tirou sarro do ex-participante: “Aceitando depósito”.

Uma publicação compartilhada por Antonio Rafaski (@antonio_rafaski) em


Frio nos EUA bate recorde de 130 anos, segundo serviço de meteorologia

Correio do Brasil - Condições climáticas de extremo frio darão início ao novo ano na maior parte a leste das Montanhas Rochosas dos Estados Unidos neste fim de semana, levando temperaturas mínimas recordes ao Centro-Oeste, dificultando viagens e esfriando as celebrações de Ano-Novo. As condições extremas, no entanto, fizeram a alegria dos esquiadores em Jackson Hole, no Estado norte-americano do Wyoming (WY).
Já em Nova York, a temperatura na Times Square chega aos 12 graus Celsius abaixo de zero; com ventos frios de quase 18 graus negativos nestas primeiras horas de 2018.

Congelamento
Na região central dos EUA, esta semana, o frio tende a chegar às marcas registradas pela última vez há 130 anos; em partes do Nebraska. Segundo David Eastlack, meteorologista do serviço de meteorologia, isso inclui uma mínima recorde de 30 graus negativos para esta terça-feira.

— O frio intenso será perigoso — disse.
Eastiack também alertou moradores do Nebraska e de Iowa para que evitem sair de casa ou viajem de carro. Ele disse que os ventos frios estarão por volta de 37 graus negativos; um nível em que congelamento pode acontecer dentro de 10 minutos. O serviço meteorológico previu que mínimas podem atingir entre 7 e 34 graus abaixo de zero de Montana às Dakotas e Minnesota; bem abaixo da média.

Desemprego cai para 17,9% na Grande São Paulo, segundo o Dieese

Jornal Corporativo - A taxa de desemprego nos 39 municípios da região metropolitana de São Paulo passou de 18,3%, em julho, para 17,9% da População Economicamente Ativa (PEA) em agosto. A queda representa um recuo de 2,2%.
Desde maio, têm-se registrado ligeiras quedas na taxa, segundo a Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED) do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) e Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Fundação Seade), que foi divulgada hoje (27).
No entanto, as chances de se encontrar um emprego estão abaixo do verificado nos dois últimos anos. Em agosto de 2016, havia 17,2% de desempregados e, em 2015, 13,9%. Em agosto deste ano, foram estimadas 1,988 milhão de pessoas desempregadas, número inferior a julho em 63 mil pessoas.
Apesar de as empresas terem demitido mais do que contrataram, o desemprego diminuiu porque 102 mil pessoas saíram do mercado de trabalho por motivos diversos. O saldo de postos criados ficou negativo (-0,4%) com o fechamento de 39 mil vagas.
O pior quadro foi constatado no comércio, que efetuou um corte de 61 mil empregados (-3,7%). A indústria, por sua vez, eliminou outros 15 mil trabalhadores (-1,1%). Os efeitos só não foram maiores porque as contratações superaram as demissões na construção civil e nos serviços. Na construção, surgiram 7 mil empregos, uma alta de 1,2% e, nos serviços, 40 mil, um aumento de 0,7%.
A pesquisa aponta ainda que o setor público enxugou mais o seu quadro de pessoal (-4,3%) do que o setor privado (-0,3%) e que houve uma melhora na qualidade dos empregos criados. Os contratos sem carteira assinada caíram 1,6% e manteve-se praticamente estável o número de trabalhadores registrados (-0,1%).
O Dieese registra ainda queda de 2% no total de autônomos e crescimento de 2,8% nas oportunidades de emprego doméstico.
Em relação aos ganhos, ocorreu recuperação de 1,7% entre junho e julho com os assalariados passando a receber a média de R$ 2.137. Em relação aos ocupados, o rendimento aumentou 2% ,com a média de R$ 2.076.

Maria Rita se consolida no samba com disco ‘Amor e Música’


IstoÉ - Maria Rita não precisa mais pedir a bênção para entrar no samba. Isso ela já conquistou há pelo menos dez anos, quando lançou o disco Samba Meu. Mesmo assim, ela gosta de manter o protocolo, os rituais. A cantora lembra que, na época de Samba Meu, Arlindo Cruz, ao seu melhor estilo, lhe aconselhou sem rodeios: “Tudo bem respeitar, mas não precisa respeitar tanto assim. Você já é nossa, já chegou”. Maria Rita se lembra da frase, imitando o jeito de falar de Arlindo. Aliás, a maneira despojada, bem-humorada da cantora está na essência de qualquer sambista. Por isso, talvez, ela tenha essa sensação de pertencimento no meio do samba, que vai muito além da música.
Apesar de ter cantado sambas em seus primeiros discos, foi em Samba Meu que ela, de fato, mergulhou no gênero – e que lhe abriu alas para outros projetos, como o disco Coração a Batucar, o CD e DVD O Samba em Mim – Ao Vivo na Lapa e a turnê Samba da Maria. Agora, no 8º álbum, Amor e Música, que será lançado nas lojas e plataformas digitais nesta sexta, 26, ela não só prossegue sua trilha no samba como se consolida nele. São 12 músicas, a maioria delas inédita, incluindo de autores como Batatinha – espécie de regalo dado pela família do compositor baiano a ela -, do sogro Moraes Moreira, do marido Davi Moraes, de Marcelo Camelo, Carlinhos Brown e Zeca Pagodinho, além de regravações como de Saudade Louca, de Arlindo Cruz, Acyr Marques e Franco, e Amor e Música, outra de Moraes Moreira com Luiz Paiva (que ganhou ainda versão bolero nas plataformas digitais), e a faixa-bônus Cutuca, de Davi, Fred Camacho e Marcelinho Moreira, que já é conhecida dos shows da cantora e da trilha da novela Pega Pega.
Como sua identificação com o gênero se fortaleceu ao longo dos anos, a ideia é seguir a carreira pelo samba? “É difícil projetar, porque sou muito inquieta. E sou uma intérprete. Brinco que sou uma cantadora de histórias. A minha relação com o samba passa por uma questão de relevância, de entendimento do que é o meu instrumento, a identificação com as melodias, com a poesia do samba. Então, o samba me serve, serve ao meu instrumento”, ela explica, ao Estado. “Não adianta eu gritar para os quatro cantos do mundo: eu sou uma p… cantora e não ter uma música que sirva a esse instrumento. Acho que entendi isso durante o Redescobrir, aquele repertório com músicas da minha mãe (Elis). Sempre fui muito ‘sirvo à música, sou grata à musica, devo a vida à musica’. O movimento era muito mais nesse sentido, e passei a entender que a música tem que me servir também.”
Lançar um disco agora não estava nos planos de Maria Rita. No ano passado, ela fez grande show em São Paulo, em comemoração aos 15 anos de carreira, que seria registrado em DVD, com algumas canções inéditas. Mas o projeto não foi adiante. “A gente esbarrou numas questões de pós-produção técnicas, não valia a pena o esforço para tentar entender como aquilo poderia ser resolvido”, lamenta. A decisão de partir para um disco, no entanto, não foi imediata. “Teve um luto, um sofrimento”, diz. “Porque você entrega muito, criativamente inclusive.”
Foi-se o projeto, mas as músicas inéditas ficaram. O que não necessariamente ajudou a dar um norte para um novo trabalho. Mas, com o tempo, Maria Rita reconsiderou aquelas canções e elas entraram no álbum que a cantora lança agora: Nos Passos da Emoção, Amor e Música, Cadê Obá, Reza e Pra Maria. E os amigos, sem pestanejar, embarcaram na nova empreitada. Pretinho da Serrinha assina como coprodutor – a produtora é a própria cantora -, além de oferecer sua música, Reza, que ele já havia registrado, para a amiga gravar. Davi Moraes, filho de Moraes Moreira, aparece assinando várias composições, com amigos do casal, como Fred Camacho e Marcelinho Moreira. O arranjador Wilson Prateado mostra um trabalho precioso, como no clássico Saudade Louca, dando fôlego renovado a um sucesso tantas vezes gravado. “É um disco muito familiar, é muito amigo, é dentro de casa”, conceitua ela.
Amor e Música, o disco, mostra ainda a atuação de diferentes gerações de compositores no gênero. Muitas vezes, a distância da parceria foi encurtada por trocas de mensagens e áudios pelo WhatsApp. Em outras, o encontro não foi planejado. Caso da parceria de Arlindo Cruz e Davi Moraes, em Cara e Coragem. Pensada originalmente como blues por Davi, a canção virou samba após Maria Rita perceber o potencial “popular” dela – e Arlindo entrar na parceria. Dias depois de os dois terminarem a música, o veterano sambista sofreu um AVC – do qual ainda está se recuperando.
Transitando do samba cadenciado ao de quadra, das canções de amor às dores da saudade, o novo disco tem um fio condutor nítido para Maria Rita: a canção Amor e Música, um lado B de Moraes Moreira (do disco Cidadão, de 1991), gravado agora como um samba. “Essa música explica o que é minha vida, é o que move meu ser: é o amor e a música. Amor pelos meus filhos, meus amigos, pelas pessoas que me escolhem no trabalho, é uma mensagem de muita esperança, muito singela”, pondera a cantora. “Acho que ela tem essa coisa do fio condutor, até por conseguir migrar de um universo para outro com essa facilidade, essa força.”

Faixa a faixa, por Maria Rita
Chama de Saudade
(Davi Moraes/Fred Camacho e Marcelinho Moreira)

“Eles escreveram em um dia. E no arranjo que o Prateado fez na parte ‘é vendaval, é calmaria, até parece a noite não ter fim’, ele vai dando uma tensão”

Nos Passos da Emoção
Davi Moraes/Moraes Moreira/Marcelinho Moreira/Fred Camacho)

“Os três mandaram para o Moraes fazer a letra. Fred é Salgueiro, Marcelinho é Beija-Flor, Moraes é Bahia e Davi é Rio. Moraes, por WhatsApp, escreveu estrofes inteiras”

Saudade Louca
(Arlindo Cruz/Acyr Marques/ Franco)
“É um clássico. Foi pela beleza mesmo dela, olha essa letra, essa poesia”

Cara e Coragem
(Davi Moraes/Arlindo Cruz)
“Davi me mostrou um blues que tinha composto. Falei para ele: é linda, exceto que não é um blues, é um samba. Disse para ele mandar para o Arlindo Cruz (colocar letra)”

Amor e Música
(Moraes Moreira/Luiz Paiva)
“Davi sempre a tocava em estúdio. Um dia, pedi para ele tocar em samba. Fiquei arrepiada. Ela não é um samba, é MPB bolero, mas vira samba e explica tudo”

Cadê Obá
(Carlinhos Brown/Davi Moraes)
“Davi gravou o áudio, guitarra e voz, para mandar para o Brown. Mandou o som, a fonética, não tinha letra. Brown fez a letra em cima dos sons que o Davi tinha feito. Demais!”

Reza
(Pretinho da Serrinha/Nego Álvaro/Vinicius Feyjão)
“Pretinho já tinha gravado. Ouvi umas 7 vezes seguidas, não conseguia parar. Um dia, ele me ligou e disse: irmã, essa música merece ganhar o mundo, pega para você”

Nem Por Um Segundo
(Zeca Pagodinho/Fred Camacho)
“A pedido do Fred, o Zeca escreveu a letra. O Fred é muito envolvido com essa turma de ‘fundo de quintal’”

Pra Maria
(Marcelo Camelo)
“Essa foi encomenda. Falei para o Marcelo: não posso fazer um projeto sem ter você. Dois dias depois, ele me mandou”

Samba e Swing
(Batatinha)
“É inédita. A família do Batatinha falou para um amigo do Davi que queria mandar uma música para mim. É um presente carregado de uma emoção tão pura. É muito maluco parar para pensar que a família do Batatinha pensou em mim para essa música”

Perfeita Sintonia
(Fred Camacho/Marcelinho Moreira/Leandro Fab)
“Essa música me serviu muito bem, tem um refrão que vai pra cima, é agudo demais”

Cutuca
(Davi Moraes/Fred Camacho/Marcelinho Moreira)
“Está há 2 anos no show Samba da Maria, está gravada desde o início do ano passado, porque entrou na novela Pega Pega. Então, como já tem uma história, coloquei como faixa-bônus”

Serviço
Maria Rita
Amor e Música
Universal Music; R$ 35
As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Casal é preso suspeito de estupro de duas crianças em Valparaíso de Goiás


DM.Cotidiano - Policiais da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM) de Valparaíso de Goiás prenderam na quinta-feira, 25, uma mulher de 43 anos e o marido dela, de 44, suspeitos de estrupo de duas crianças, de 9 e 10 anos.
Segundo a polícia, as meninas são filhas da suspeita e o homem, padrasto delas, cometia os abusos sexuais contra as vítimas no convívio da esposa.

Desabafo
A delegada responsável pelo caso, Ísis Leal informou que o casal era investigado desde julho do ano passado, quando a caçula relatou na escola sobre os abusos que ela e a irmã sofriam quando ficavam sozinhas em casa com o padrasto.
A menina afirmou que a violência era recorrente e mesmo após contar para a mãe, a mesma não teria tomado nenhuma providência.
Após o relato, uma professora procurou a delegacia para informar sobre a prática dos crimes. As irmãs contaram à polícia que era a mãe quem determinava que elas se revezassem para vigiar o padrasto, enquanto ele estivesse sozinho.
Nos depoimentos, elas afirmaram que eram nestes momentos que o homem passava as mãos nas partes íntimas delas, mordia seus seios e as obrigava a sentar no colo dele para ele se esfregasse nelas.
O casal será indiciado por estupro de vulnerável. O padrasto vai responder pela prática dos abusos e a mãe, por negligência e conivência, uma vez que não tomou providências após ser informada pelas crianças.

#IMPORTANTE - Prevenção para problemas na coluna começa desde a infância

Tribuna Online - Para prevenir futuros problemas e dores de coluna, o segredo é cuidar da postura desde a infância. Esta é apenas uma das orientações dadas pelos médicos para evitar as famosas dores nas costas, que perseguem muitos adultos ao longo dos anos.
O quadro Fala Doutor, exibido semanalmente na TV Tribuna/SBT, traz um especialista falando sobre como prevenir estes problemas, que podem gerar sérios danos para o futuro. Uma postura inadequada na infância ou pré-adolescência pode acarretar em problemas como a escoliose.

Aprenda a fazer uma deliciosa “Cestinha de Parmesão”

No quadro “Dica do Chef” desta semana, o Tribuna Notícias traz uma receita muito simples e fácil de fazer: a “Cestinha de Parmesão”.
Utilizando apenas um ingrediente (o queijo parmesão), uma panela antiaderente e uma panela como molde, você prepara uma cestinha ideal para acompanhar carnes ou saladas.
A receita desta semana foi preparada pelo chef Tomate, que trouxe duas combinações de dar água na boca: Filé mignon ao molho de gorgonzola ou uma Salada com molho pesto.

Aposentados discutem reforma previdenciária

Jornal do Commercio - Mais de 1.200 aposentados e pensionistas, somando entre capital e municípios do interior do Estado estão se mobilizando hoje (26), em assembleia geral no auditório do Sindipetro (Sindicato dos Petroleiros) para discutir a reforma da Previdência, prevista para ser votada pelo Congresso Nacional no dia 19 de fevereiro e a emenda constitucional número 95/16, que congela os gastos públicos por 20 anos. Realizada pelo Sindsep-AM (Sindicato dos Servidores Públicos Federais do Amazonas), a assembleia acontece no auditório do Sindipetro, localizado na rua Bernardo Ramos, nº 187, Centro de Manaus, ao lado da antiga prefeitura.
Na ocasião, a diretoria executiva do Sindsep-AM analisou a conjuntura atual e questões políticas e econômicas do país que refletem nos direitos adquiridos da categoria, debatendo com os filiados as ações a serem adotadas nos próximos dias. Para o secretário de finanças do Sindsep-AM, Menandro Abreu Sodré, a reforma da Previdência atinge os aposentados nos seguintes pontos: os servidores que estão próximos a se aposentar, redução de pensões para 60%.
"Agora os aposentados que tiverem direitos a pensão vão ter que optar pelo aumento do tempo de contribuição; ou pelo mínimo de ano de contribuição que vai de 15 para 25 anos, além de outras perdas", apontou.
Sobre a emenda constitucional número 95/16, Sodré ressalta que a mudança congela gastos públicos por 20 anos, engessando investimentos em saúde, educação, segurança, transporte, infraestrutura e outros.
"Para nós, essa emenda impede que haja novos concursos públicos e reajustes para os servidores, gerando um prejuízo para os nossos aposentados e pensionistas", salientou.
O dirigente sindical reforça a necessidade de união não somente dos servidores públicos federais, mas de todas as categorias de trabalhadores no âmbito do poder público e iniciativa privada.
"Estamos entrando em mais um ano sem reajustes salariais, por isso vamos lançar nossa campanha salarial na primeira quinzena de fevereiro. Assim, convocamos todos os aposentados e pensionistas, filiados a esta entidade, para que se juntem a nós em uma grande mobilização.
Não podemos admitir que um governo ilegítimo engane o povo com falácias sobre 'privilégios' que não existem no serviço público federal, muito menos admitir a retirada de direitos históricos conquistados por meio de muita luta e sacrifício", disse. Sobre o reajuste salarial, o sindicato alerta que está com perdas acumuladas em torno de 65% mais a reposição inflacionária dos últimos três anos.

Defesa de Lula recorre ao TRF1 para reaver passaporte do ex-presidente

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recorreu nesta sexta-feira (26) ao Tribunal Regional Federal da 1º Região (TRF1), sediado em Brasília, para anular a decisão que determinou a apreensão do passaporte do ex-presidente e o proibiu de deixar o país.
No habeas corpus, o advogado Cristiano Zanin argumenta que a liminar, concedida por um juiz federal de Brasília, não tem fundamento concreto e está baseada em suposições. Zanin entregou nesta tarde o passaporte à Polícia Federal.
“Onde está a declaração a indicar que o paciente [Lula] estaria disposto a pedir asilo político? Em lugar algum! A verdade é que não há nenhuma evidência, ainda que mínima, de que o paciente pretenda solicitar asilo político em qualquer lugar que seja ou mesmo se subtrair da autoridade da decisão do Poder Judiciário Nacional”, sustenta o advogado.
Na quinta-feira (25), o juiz federal Ricardo Leite, da 10ª Vara Federal em Brasília, determinou apreensão do passaporte e proibiu o ex-presidente de sair do país. A medida foi solicitada pelo Ministério Público Federal (MPF) em virtude de uma viagem que o ex-presidente faria hoje (26) à Etiópia para participar de um evento da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO).


O magistrado entendeu que a viagem poderia trazer riscos para investigação, como a fuga do país. A medida cautelar foi autorizada no âmbito do processo em que Lula é acusado na Justiça do Distrito Federal do crime de tráfico de influência na compra, pelo governo federal, de caças da Força Aérea Brasileira (FAB) da empresa sueca Saab.
Contudo, nesta sexta-feira, o desembargador João Pedro Gebran Neto, do TRF4, negou pedido feito por três advogados para apreender o passaporte de Lula. Ao analisar o caso, o magistrado entendeu que somente o Ministério Público Federal (MPF), a Policia Federal ou outras partes do processo poderiam fazer o pedido.
Gebran também considerou o pedido “inusitado”. “Nem mesmo sob a ótica do inusitado pedido para estabelecimento de ofício da restrição, ou mesmo da invocada representação em nome da sociedade brasileira, não há como dar-lhe trânsito”, disse o desembargador.

Com Agência Brasil

Moro diz ao MPF que morte de empresário pode estar ligada à Lava-Jato


O Globo - O juiz Sergio Moro afirmou, nesta sexta-feira, que "não se pode excluir a possibilidade" de que o assassinato de José Roberto Soares Vieira esteja ligado ao caso da investigação da 47ª fase da Lava-Jato, que levou a prisão de José Antonio de Jesus, ex-gerente da Petrobras. Vieira foi morto no último dia 18 com nove tiros no município de Candeias, na região metropolitana de Salvador, na Bahia.
A vítima testemunhou contra o ex-gerente da Petrobras e ajudou investigadores a desvendarem pagamentos de propina. Em depoimento em 21 de novembro, Vieira contou à Polícia Federal (PF) que ele e seu ex-sócio se desentenderam por diversas vezes porque o ex-gerente usava a empresa de ambos para receber pagamentos de terceiros, inclusive de subsidiárias da Petrobras, sem que os serviços fossem prestados.
Moro pediu explicações sobre o caso ao Ministério Público Federal (MPF). Ele deu prazo de cinco dias para que os procuradores possam se manifestar.
"Não se pode excluir a possibilidade de que o homicídio esteja relacionado a esta ação penal, já que, na fase de investigação, o referido acusado aparentemente confessou seus crimes e revelou crimes de outros", escreveu o magistrado.

MAIS DE 7 MILHÕES EM PROPINA
Vieira foi denunciado pela Lava-jato, em dezembro, junto com José Antonio, pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. Eles teriam recebido R$ 7,5 milhões em propinas, pagas pela empresa NM Engenharia.
Na investigação, o MPF apurou que os denunciados orquestraram repasses, em sua maioria a partir da NM Engenharia, para outras duas empresas sem justificativa econômica. Entre 30 de setembro de 2009 e 13 de setembro de 2015, por exemplo, eles e Luiz Maramaldo, executivo da companhia de engenharia, ocultaram e dissimularam um montante de cerca de R$ 3,8 milhões em repasses provenientes da NM, em proveito de José Antônio, por meio da pessoa jurídica JRA Transportes.
Entre setembro de 2009 e março de 2014, segundo os procuradores, os denunciados ocultaram R$ 7,5 milhões em 55 repasses provenientes da NM, também em proveito do José Antônio, por meio da JRA Transportes, Queiroz Correa e da pessoa física Adriano Correia. Os valores eram depositados em contas de parentes do ex-gerente da Transpetro e de José Roberto.
A denúncia aponta que Vieira era ligado ao ex-gerente da Transpetro e que junto com Adriano Silva Correia lavou dinheiro de propinas em 304 oportunidades. Os recursos ilícitos eram divididos entre o ex-gerente e integrantes dos Partidos dos Trabalhadores (PT), segundo o MPF.

Gastos de brasileiros no exterior sobem 31% em 2017 e chegam a US$ 19 bilhões

Jornal do Brasil - Os gastos de brasileiros em viagens no exterior chegaram a US$ 19 bilhões em 2017, uma alta de 31% em relação a 2016, que registrou gastos de US$ 14,49 bilhões, informou o Banco Central nesta sexta-feira (26). Já as receitas, ou seja, os gastos dos estrangeiros em viagens ao Brasil, ficaram em US$ 5,8 bilhões. Com isto, o saldo em viagens ficou negativo, chegando a um déficit US$ 13,2 bilhões.
Os dados das viagens internacionais fazem parte da conta de serviços (viagens internacionais, transportes, aluguel de equipamentos, seguros, entre outros) das transações correntes.

Rio contabiliza 131 macacos mortos; 69% foram vítimas de ação humana

Jornal do Brasil - O Estado do Rio de Janeiro já contabiliza 131 macacos mortos desde o início do ano. No entanto, a maioria das mortes não deve ter relação com o vírus da febre amarela. Do total, 69% registram sinais de ataques humanos, por meio de espancamento ou de envenenamento. É o que aponta a Subsecretaria de Vigilância, Fiscalização Sanitária e Controle de Zoonoses (Subvisa) da prefeitura do Rio de Janeiro, órgão ao qual está vinculado o Instituto Jorge Vaitsman, que vem recebendo os animais recolhidos em todo o estado para necrópsia.
O balanço divulgado nesta quinta-feira (25) pelo órgão aponta ainda que 32 dos 131 macacos mortos foram encontrados na cidade do Rio de Janeiro. Os dados justificam a preocupação de órgãos ambientais com um desconhecimento de parte da população em relação à forma de transmissão da febre amarela. Na capital, o Parque Nacional da Tijuca vem realizando campanhas nas redes sociais para desmitificar a ideia de que, sacrificando os animais, pode-se evitar a doença em humanos. 
Os macacos são aliados que ajudam a mapear a presença do vírus e não transmitem a febre amarela, que só é adquirida por meio da picada de um mosquito infectado. Segundo especialistas, a infecção nos animais dura entre três e cinco dias e, após esse período, eles morrem ou se tornam imunes. Dessa forma, as agressões atingem geralmente macacos sadios, que não tiveram contato com o vírus, ou que já estão imunizados.
Ante a situação, a Linha Verde, programa do Disque-Denúncia específico para delatar crimes ambientais no Rio de Janeiro, lançou uma campanha contra as agressões aos macacos. As denúncias podem ser feitas por meio dos telefones 2253-1177 (para chamadas na capital) e 0300-253-1177 (interior do estado, custo de ligação local) ou por aplicativo para celulares. De acordo com a legislação ambiental, matar animal silvestre é crime e o autor pode ser condenado a uma pena de seis meses a um ano de detenção, além de multa.

Transmissão
A febre amarela é uma doença de surto que atinge grupos de macacos e humanos e é causada por um vírus da família Flaviviridae. Em áreas rurais e silvestres, ela é transmitida pelo mosquito Haemagogus. Em área urbana, pode ser transmitida pelo Aedes aegypti, o mesmo da dengue, zika e chikungunya. No entanto, não há registros no Brasil de transmissão da febre amarela em meios urbanos desde 1942.
De acordo com boletim divulgado nesta quinta-feira pela Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro, casos já foram registrados em nove municípios fluminenses. Ao todo, 25 pessoas contraíram a doença no estado e oito morreram. A vacina, disponibilizada gratuitamente à população pelo Sistema Único de Saúde (SUS), é o principal meio de combate à doença.

Jojo Todynho desabafa: "Se fosse só por causa dos peitos, eu já tinha passado"


Jojo Todynho continua tendo que lidar com as críticas a “Que tiro foi esse”. Nesta sexta-feira, a cantora compartilhou um desabafo em seu Instagram defendendo o hit, e acrescentando que o funk é uma possibilidade de vida a muitos moradores das comunidades.
“Sou de verdade. Você que se julga o dono da moral e da ética, não tem moral nem ética. Quem tem cultura não sai destilando agressões gratuitas a quem nunca falou ‘oi, tudo bem?’. As pessoas reproduzem para as outras o que passam. Acham que os outros são culpados por sua frustração (...) Aprenda a dividir as coisas”.
Na continuação do desabafo, a moradora de Bangu criticou o argumento que sustenta que funk não é um produto cultural:
"O funk é uma luz no fim do túnel para quem vem da comunidade e quer vencer, quer dar vida melhor para sua família. Vocês tão achando que eu só curto funk? Eu curto coisa que ninguém escuta. Tem que ter espaço para todo mundo (...) É difícil, né? Ver uma menina de 20 anos com a cabeça que eu tenho. As pessoas, se tivessem a minha idade com a cabeça que tenho, não passaria por muita coisa, não aturaria muita coisa".

No depoimento, Jojo contou ainda que foi criticada após opinar sobre o comportamento da Família Lima, que está no "Big Brother Brasil 18": "Uma mulher falou que posso prejudicar minha carreira", afirmou. Em seguida, Jojo argumentou: "O mal das pessoas é esse. Se calar quando na hora que tem que falar. Aí na hora que não tem que falar, pronto, abre a boca para falar m***. Sou o que sou, mas tiro a roupa do corpo para te ajudar. Eu ajudo três famílias, nunca precisei postar na internet. Quando a gente ajuda de bom grado, de coração, a gente não precisa postar".

No fim dos vídeos, Jojo Todynho responde a quem diz que ela está aproveitando seus 15 minutos de fama:
"Eu não sou padrão e nunca serei. Os outros falam: 'deixa ela viver os 15 minutos dela de fama'. Meu amor, posso até viver meus 15 minutos de fama, mas você tá pensando o quê? Que não tenho meu pé de meia? Não me deslumbro não. Ninguém é obrigado a me achar linda, eu tenho que me achar. Mas você tem que me respeitar. Se eu não tivesse talento, se fosse só por causa dos peitos já tinha passado".

Fonte: Extra

Que Anitta, que nada! A música mais tocada no Youtube Brasil é da dupla de MCs Jhowzinho e Kadinho


Glamurama - Anitta pode ser a estrela pop do momento no Brasil, mas entre os usuários do Youtube no país ela ainda está longe de ameaçar o domínio dos MCs Jhowzinho e Kadinho, cujo hit “Agora Vai Sentar” é o mais reproduzido na versão regional do site de vídeos. Pelo menos de acordo com dados do The Pudding, site que mede a performance de videoclipes publicados no Youtube para saber quais são os campeões de audiência em mais de três mil cidades mundo afora.


Além do funk da dupla, que já conta com quase 185 milhões de visualizações (contra 158 milhões do “Vai Malandra”, que Anitta lançou há um mês), o single “Amar Amei”, do MC Don Juan, também está entre os mais visualizados no Youtube brasuca. O Top 3 é completado pela canção “Dona Maria”, do cantor sertanejo Thiago Brava, e em todos os casos os dados se referem a números compilados desde 17 de dezembro do ano passado.
Chama atenção o fato de que, em se tratando de Jhowzinho e Kadinho, e de Don Juan, o produtor é o mesmo: Konrad Cunha Dantas, mais conhecido pelo nome artístico KondZilla, que fundou no ano passado a KondZilla Records e é considerado um dos principais responsáveis pelo sucesso do funk paulista. Sozinho, ele conta com mais
26 milhões de inscritos no Youtube e 10 bilhões de visualizações no site, mais do que muitos artistas famosos, do Brasil e até de fora.

DJ brasileiro mais ouvido no mundo, Bruno Martini lança nova música

No Brasil, Bruno Martini ainda é mais conhecido pelas parcerias que fez com Zeeba e Alok nos hits Hear Me Now e Never Let Me Go. Mas no exterior, o DJ é o músico brasileiro mais ouvido e popular do momento, com presença garantida em festivais como Tomorrowland, na Bélgica, Beyond Wonderland, no México e Finding Festivals, na Noruega.
A ascensão foi muito rápida. Embora tenha um histórico anterior como músico contratado da Disney Califórnia e participado do projeto College 11, produzido pela emissora, foi nos últimos dois anos que ele viu deslanchar sua atuação como DJ e produtor.
Nesse período, Hear Me Now, uma de suas composições, se tornou a música nacional mais ouvida do streaming, com 200 milhões de execuções. Além disso, fez parcerias com ídolos que jamais esperava conhecer, como Timbaland e Afrika Bambaataa.
Em 2018, ele promete trabalhar ao lado de artistas de todos os gêneros e provar que sua fusão de sons orgânicos com música eletrônica ainda pode ser explorada em vários segmentos. Sunnery James & Ryan Marciano (DJs Holandeses), Carta (maior DJ da China), Dennis DJ junto com o Vitin da Banda Onze e Vinte são alguns dos parceiros de Bruno nos próximos lançamentos.
No entanto, a primeira música do ano fica por conta de uma nova parceria com Zeeba. A música With Me é uma celebração à amizade dos dois. Em vídeo exclusivo disponibilizado pela gravadora Universal Music ao R7, os dois explicam a aproximação que vai além dos estúdios e como foi o processo de gravação e composição do novo single (que pode ser assistido abaixo).
Em entrevista, Bruno também conta como se tornou um músico de sucesso internacional e comenta as expectativas para as próximas fases da carreira.

R7 — Com Hear me Now, sua carreira deslanchou em nível mundial. Como isso mudou sua forma de planejar o trabalho desde então?
Bruno Martini — Meu pai sempre trabalhou com música eletrônica e com isso muitos DJs e artistas passaram pelo nosso estúdio. Quando minha parceria com a Disney se encerrou, conheci o Zeeba. Juntos fizemos Hear Me Now. Apresentei o Zeeba ao Alok, finalizamos a música no meu estúdio e lançamos mundialmente. Essa se tornou a música brasileira com mais streams na história, chegando a 200 milhões de execuções. Assim minha carreira como DJ deslanchou de vez. Toquei ano passado nos principais festivais do mundo inteiro.
R7 — Com um sucesso desse porte, surgem novos convites internacionais e os cachês aumentam. No seu caso, como isso tem acontecido desde o sucesso?
Bruno Martini — O mais importante para mim sempre foi a música e sempre será. O mais engraçado é que lancei uma música chamada Living On The Outside, na qual eu canto e toco todos os instrumentos. Ela foi ouvida pelo Timbaland (produtor de JayZ, Beyoncé, Justin Timberlake, Nelly Furtado, entre outros). Então ele entrou em contato com meu time e começamos a trabalhar juntos. Eu estava fazendo uma tour nos Estados Unidos e Canadá quando nos encontramos em um estúdio em Los Angeles para trabalharmos em algumas músicas. Entrei no estúdio com ele e descobri que estávamos no lugar onde Michael Jackson havia gravado Thriller. Fizemos dez músicas juntos com participações de vários artistas. A maioria ainda está inédita. Fiz música também com Afrika Bambaataa, lenda do hip hop, Sunnery James & Ryan Marciano (DJs Holandeses), Carta (maior DJ da China) e meu grande amigo Dennis DJ junto com o Vitin da Banda Onze e Vinte. Todas essas músicas serão lançadas ainda esse ano.

R7 — Existem fórmulas de composição para um hit de sucesso?
Bruno Martini — Só acredito em fórmulas na Engenharia. Acabei de me formar em Engenharia Civil . Música é arte, não existe fórmula.

R7 — Você é filho de músico. Crescer com música em casa facilitou seu desenvolvimento profissional?
Bruno Martini — Meu pai é produtor e músico. Com certeza isso me ajudou bastante no começo, quando queria aprender a tocar algum instrumento. Mas ele nunca me deu moleza. Tudo que conquistei foi por mim.

"David Guetta conseguiu levar a música eletrônica em lugares que nunca havia chegado antes" - Bruno Martini

R7 — Você é formado em Eengenharia Civil e diz que o curso, no fundo, tem bastante a ver com o que você faz nos palcos e compondo. Explique essa relação?
Bruno Martini — Toda experiência e todo estudo agrega na sua vida direta ou indiretamente. A faculdade me ajudou a ter um pensamento lógico e rápido e a me organizar em relação a horários no dia-a-dia.

R7 — Você já disse em entrevistas passadas que todo DJ hoje deveria agradecer David Guetta pelo espaço que existe para a música eletrônica. Não seria injusto com nomes que vieram antes?
Bruno Martini — Nunca desmereci ninguém e provavelmente tinha um contexto em volta quando falei isso. O que quis dizer foi que o David Guetta conseguiu levar a música eletrônica em lugares que nunca havia chegado antes. Sou muito amigo de várias gerações de DJs. Eu cresci no meio deles. Respeito muito o Marky, DJ Patife, os DJs que trabalham nas rádios, os DJs residentes e tudo mais. Sem eles, eu não poderia fazer o que faço hoje. Eu sou muito próximo do Afrika Bambaataa e tenho duas músicas junto com o ele. Inclusive acho que a mídia deveria dar mais espaço para essa galera que faz a música eletrônica acontecer.

R7 — Você também já foi um dos ídolos da Disney channel. Ter tido essa experiência prévia de sucesso colaborou para ter mais pé no chão agora?
Bruno Martini — Quando eu tinha 16 anos de idade, fui o primeiro artista brasileiro a assinar um contrato com a Disney Califórnia. A partir daí, comecei um trabalho lá. Fiz músicas que viraram tema de filmes no mundo inteiro, fiz shows em grandes estádios com Selena Gomez e Demi Lovato. Já me apresentei na Argentina, México, Colômbia. Nosso projeto era intitulado como College 11. Gravamos um seriado para a Disney com produção 100% brasileira chamado Que Talento.

Gringo no sertanejo: músico norte-americano tenta emplacar carreira no Brasil

G1 - Há dois anos, o músico norte-americano Chris Riben, de 24 anos, decidiu se mudar de vez para Belo Horizonte onde tenta emplacar sua carreira em um dos gêneros musicais mais competitivos do país, o sertanejo.
Ele busca ganhar espaço entre as incontáveis duplas e cantores solo que dominam as rádios e a internet. Das dez músicas mais ouvidas no YouTube no Brasil em 2017, quatro são do gênero sertanejo, entre elas a que conquistou o primeiro lugar: “Loka”, de Simone & Simaria e Anitta.
“Eu acho que o objetivo é fazer algo diferente. Algo que ainda não tenha sido feito. Tem muita dupla sertaneja, isso é muito bom, mas chegou a um ponto que, na minha opinião, as duplas estão muito iguais. Eu, como músico, quero fazer algo diferente, criar novas portas para as pessoas”, disse Chris, com sotaque de quem nasceu e cresceu em Nova York.


O norte-americano já tem uma música de trabalho, lançada no ano passado. “Eu conserto tudo” foi escrita por ele. “Ainda é difícil escrever músicas em português. Escrever mensagens. A gramática é super difícil”, contou o músico. Ele começou a ter contato com o idioma através da família de uma namorada. A mãe dela, brasileira, costumava cantar músicas sertanejas enquanto cozinhava.
“Toda vez que eu ia visitar minha namorada, eu via essa cena. Elas felizes, cantando sertanejo. Depois eu fiquei com isso na cabeça. Aí eu pensava, ‘Brasil é felicidade’”, contou ele que acabou se apaixonando pelo estilo. “É essa alegria que a música traz. A alegria flui neste tipo de música. Até as letras. O sertanejo conta uma história, uma história de amor. Faz as pessoas se sentirem animadas, até faz as pessoas chorarem. Isso é que me empolga na música sertaneja”, completou.
Chris aprendeu a tocar violão aos dez anos e sempre teve vontade de estudar música. Mas os pais não aprovavam. Ele teve que fazer um curso em negócios para agradá-los. Mas foi lá que ele começou a aprender português.

“Eu tive que escolher dois idiomas no curso, aí decidi aprender espanhol e português. Mas eu só aprendi mesmo quando comecei a vir para cá (Brasil), a partir de 2012”, contou Riben.

Naquela época, ele já tinha terminado o namoro, saído do curso e ido para Los Angeles com o objetivo de estudar música. Lá, Riben até tentou ingressar no pop, mas decidiu vir para o Brasil, praticar o português e aprender mais sobre a cultura. Ainda nos Estados Unidos, ele teve contato com um baterista que tocava com músicos brasileiros.
“A família dele conhecia a minha família. E ele ficava aqui em Belo Horizonte. Daí eu pensei em entrar em contato com ele. Aí eu comecei a viajar para cá e ele me ajudou muito. Entrei em contato com muitos músicos do sertanejo, principalmente em Goiânia, o que tem sido importante”, disse o jovem. Apesar de Goiás ser considerado o centro do gênero no Brasil, Riben preferiu ficar na capital mineira.

“Eu amo Belo Horizonte. As pessoas são legais. Aqui é bem tranquilo”, disse o músico.

Ele se mudou em definitivo para a cidade há dois anos. Aqui ele divide a casa com um amigo brasileiro, também músico, no bairro São Gabriel, na Região Nordeste de Belo Horizonte. Até emplacar sua carreira, ele segue pagando as contas com trabalhos de mixagem e produção em estúdio.
“O objetivo é fazer shows para poder me sustentar aqui. Já tenho feito alguns, mas a expectativa é fazer bem mais, até para as pessoas me conhecerem, conhecerem o meu trabalho. Testar mesmo”, contou Riben.
O clipe de “Eu Conserto Tudo” já tem mais de 14 mil visualizações no YouTube, onde o músico se apresenta como o “o americano sertanejo”. No Instagram, são mais de 25 mil seguidores.
“Às vezes, os brasileiros enxergam americanos como metidos. Nem todos os americanos são assim. As críticas negativas que eu recebo são, ‘você é louco? O que você está fazendo aqui? Volta pra casa!’. Mas até agora não apareceu ninguém dizendo que eu canto mal (risos)”, contou.

“Acho que passei do ponto”, diz Tati Minerato sobre briga


Veja SP - A modelo Tati Minerato e Renatta Teruel foram flagradas se empurrando durante um ensaio técnico da escola de samba Gaviões da Fiel na noite desta quinta-feira (25), no Sambódromo do Anhembi.
Um vídeo que circula na internet mostra as duas entrando em conflito até serem separadas por pessoas da equipe (assista ao vídeo abaixo).


Procurada por VEJA SÃO PAULO, Tati disse que passou do ponto e pediu desculpas pelo ocorrido. A escola de samba pretende liberar às 16 horas desta sexta-feira (26) um posicionamento sobre o caso. A reportagem não conseguiu contato com Renatta Teruel até a publicação deste texto. Confira a entrevista com Tati:

O que aconteceu?
Na verdade, essa pressão do Carnaval nos deixa um pouco mais nervosos, com os nervos à flor da pele. A gente estava no recuo da bateria, era metade do ensaio, e houve algumas provocações por parte da outra pessoa já desde o começo do ensaio. Mas o que eu queria deixar bem claro é que nada justifica o que aconteceu. Peço desculpas publicamente a todos que estavam no Anhembi, à escola. Acho que passei no ponto também. Por mais que ela tenha me provocado bastante, isso poderia ter sido resolvido depois, de uma outra forma. Tenho sangue quente e naquele momento… Para toda ação há uma reação, né. Eu na mesma hora quis revidar, coisa que não devia ter feito.

Que provocações?
Dá para ver que ela fez de propósito, puxou o costeiro, e isso foi acontecendo desde o começo do ensaio. Mas nada justifica. Isso jamais aconteceu em outros anos, com outras mulheres com quem já desfilei. Na ocasião, estava a Sabrina [Sato], na frente da bateria, e nunca houve nenhum tipo de confusão, estranhamento entre nós. Foi uma coisa de momento.

Você e a Renatta Teruel conversaram sobre isso depois?
Ainda não houve essa conversa, mas vai ter sim. Estou na escola há anos e isso nunca aconteceu. Só na bateria são onze anos como rainha. Minha mãe já era passista da Gaviões antes de eu nascer, é a minha escola do coração. Eu fiquei muito triste com o que aconteceu, com toda essa repercussão que está dando. Se Deus quiser, vai ficar tudo certo.

Jornalista da Globo reclama ao vivo da emissora: “Todo dia essa p…”


Metrópoles - A apresentadora do RNTV 1ª edição, telejornal local da Globo no Rio Grande do Norte, passou por uma saia justa na tarde desta sexta-feira (26/1).
Por conta de um erro da equipe técnica, Emmily Virgílio soltou uma reclamação ao vivo sem saber que sua voz estava no ar. “Olha aqui esses microfones. Todo dia essa putaria”, reclamou a jornalista da InterTV Cabugi. Tudo durou apenas 3 segundos. Mas isso foi tempo suficiente para a internet gravar a gafe.
No Twitter oficial de Emmily, muita gente comentou. “Cuidado com as palavras, moça!”, disse um dos seguidores. “Gente como a gente”, amenizou outra. Confira:

BBB18: Paula vence a Prova do Veto e define o Castigo do Monstro


Diário de Pernambuco - A mineira Paula venceu na tarde desta sexta (26) a Prova do Veto do "BBB18" e com isso conquistou o direito de retirar do Paredão do próximo domingo um dos indicados. A produção anunciou que o Paredão seria triplo, em princípio. Mahmoud, que venceu a Prova do Líder, indicou a estudante de jornalismo paulista radicada em Santa Catarina Ana Paula. Junto com a vitória, veio o poder de decidir os indicados à Castigo do Monstro.
No domingo, a votação da casa deverá definir mais um indicado ao Paredão, depois de o líder ser convidado a apontar um segundo nome. O vencedor da Prova do Veto, uma novidade desta edição, tem o direito de barrar uma das indicações. Animados, os brothers preparavam o almoço na casa, no início da tarde, quando Tiago Leifert interrompeu o batuque na cozinha. Os brothers (com exceção da família Lima e do líder Mahmoud) foram convocados a desligar o fogão para se reunir na sala, onde sortearam um número cada um. Em seguida, tiveram que vestir um avental, marcado com o número que tiraram.
Do lado de fora da casa, uma mesa redonda com lugares numerados já os esperava para um festival de tortas na cara. Quem levasse três tortadas era eliminado da brincadeira. O último seria o vencedor. A primeira a ser eliminada foi Ana Paula, que está noParedão e perdeu, assim, o direito de vetar um de seus adversários. O veto é um recurso que dá direito ao brother de anular uma indicação ao paredão: do líder ou da casa. A regalia, contudo, não pode ser usada pelo participante em si mesmo.


Durante a prova, o bom humor da mineira Mara arrancou uma risada de Tiago Leifert. Com a cara lambuzada, ela disse: "A dignidade de quem acabou de levar uma tortada e bota os óculos. Tem que levar a tortada no salto, meu amigo". Para o Castigo do Monstro ela indicou Jaqueline e Kaysar. O castigo é dos farofeiros, em que os brothers terão de agir como farofeiros de praia sempre que a produção colocar uma música para tocar.

Globo censura cena de briga que motivou ida de Ana Paula ao paredão


Portal A Tarde - O Big Brother Brasil 2018, da Rede Globo, cortou a cena em que os participantes Ana Paula e Mahmound protagonizam uma discussão. O desentendimento entre os dois foi motivo para que o brother, que ganhou a prova do líder na noite desta quinta-feira, 25, indicasse a sister para o paredão.
Segundo informações divulgadas pelo colunista Maurício Stycer, do Uol, e por internautas que acompanham o reality, a emissora não exibiu a briga para fugir da polêmica, descrevendo Ana Paula como uma "pessoa complicada".

Discussão
Ana Paula e Mahmound se desentenderam na tarde de quarta, 24, quando conversavam na parte externa da casa. A confusão começou quando a sister se referiu a ele como "viado".
"Eu acho esse termo muito pejorativo, não me chame assim”, pediu Mahmound, irritado. Tentando se justificar, Ana Paula disse ao colega de confinamento que se refere desta forma aos muitos amigos homossexuais que tem.
Em seguida, o brother disparou novamente: “Eu acho que deveriam tratar nós, gays, assim como os héteros, pelo nome. Eu tenho orgulho da minha condição homoafetiva”, finalizou.
No Twitter, os seguidores dividiram opiniões. Alguns saíram em defesa de Mahmound e outros de Ana Paula. "Mahmoud fez um escândalo por terem chamado ele de viado e veio com discurso de pró-amor que em menos de 24 horas chamou a Ana Paula de vaca pelas costas dela", declarou um seguidor. "Imagina que louco Ana Paula ficar, virar líder e na hora de indicar: 'eu voto no Mahmoud, o viado da casa', disse outro.
Após a indicação ao paredão, Ana Paula discutiu o caso e afirmou que Mahmoud usou a situação como desculpa. “Eu disse pra ele: ‘Eu entendi que você não quer ser visto como ‘viadinho’, mas como o maior sexólogo do Brasil, né?’. Mas acho que, se eu tivesse dito ‘gay’, também teria ofendido”, comentou.






Juiz considerou 'hostilidades' de Lula ao Judiciário ao confiscar passaporte


em.com.br - O juiz Ricardo Leite, da 10.ª Vara Federal, de Brasília, levou em consideração declarações hostis do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Poder Judiciário ao decidir tirar o passaporte do petista. Na quinta-feira, o magistrado ordenou que o documento fosse apreendido e proibiu Lula de deixar o País.
O advogado do ex-presidente entregou o passaporte na manhã desta sexta-feira, 26, à Polícia Federal, em São Paulo. A defesa afirmou que a ordem do juiz Ricardo Leite "não se justifica" e é "indevida".
O magistrado anotou que "é do conhecimento público a divulgação de declarações em que aliados políticos do ex-presidente, visando à politização de processos judiciais, cogitam a solicitação (se necessário) de asilo político em seu favor para países simpatizantes".
"Entendo que a própria versão de protestos gerados em seu favor, bem como a própria declaração do acusado, que acusa o Poder Judiciário de golpe em seu desfavor, militam no sentido de que não se esquiva de uma tentativa de fixar domicílio em algum outro país. Sua permanência em outro Estado seria, então, somente o exercício de um 'suposto' direito de defesa, ante atuação autoritária dos poderes constituídos. Diante desta postura, entendo necessária uma atuação mais direta e eficaz para coibir este tipo de pretensão", afirmou Ricardo Leite.
A decisão do magistrado impediu a ida do petista para a Etiópia. O Instituto Lula anunciou o cancelamento da viagem a seis horas do embarque para o país africano.
Lula embarcaria às 2h30 desta sexta-feira para Adis Abeba, capital etíope, com a volta programada para o dia 29. Ele participaria de um encontro da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO), a convite da União Africana, que reúne 54 países.
De acordo com o juiz, as viagens internacionais e não oficiais de Lula, "especialmente a países que não possuem tratado de extradição com o Brasil, no curso da instrução processual de várias ações penais que tramitam neste Juízo Federal Criminal, com designação inclusive de data para interrogatório (ato que conta com a participação presencial do denunciado), merecem tratamento diferenciado".
"Por outro lado, até os deslocamentos a países que possuem tratado de extradição com o Brasil retardariam a execução de sua pena, já efetivamente aplicada pelo TRF da 4ª Região, além de atrasar inúmeros processos em curso nesta Vara", anotou.
"Aliado a isto, pelo menos nos termos da legislação brasileira, o réu não possui direito ao asilo político, e a mera tentativa em obter este acolhimento em outro Estado afrontaria a decisão já enunciada pelo Tribunal Regional Federal da 4.ª Região, e obstaria o andamento de várias outras em curso nesta Vara e em Curitiba. A meu sentir, neste aspecto, restaria violado o dois pressupostos que autorizam sua prisão preventiva: assegurar a aplicação da lei penal e a conveniência da instrução criminal (esta última no sentido de necessidade do avanço do processos criminais que responde)."
Ao pedir o recolhimento do passaporte, os procuradores Anselmo Lopes e Hebert Mesquita afirmaram que a execução provisória da pena do petista no caso do triplex "pode ocorrer em questão de semanas". Eles escreveram também que "é possível afirmar que passou a existir risco concreto" de "possível fuga do País".
A decisão de apreender o passaporte de Lula foi tomada no âmbito da Operação Zelotes, que apura tráfico de influência, lavagem de dinheiro e organização criminosa na compra dos caças suecos Gripen e na prorrogação de uma medida provisória.
Na quarta-feira, 24, o Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4), em Porto Alegre, confirmou a condenação imposta a Lula pelo juiz Sérgio Moro, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex no Guarujá (SP), no âmbito da Operação Lava Jato. A pena foi elevada de 9 anos e 6 meses para 12 anos e 1 mês de prisão e será cumprida após a análise dos embargos de declaração, único recurso cabível, mas que não altera a decisão.

Defesa
O advogado de Lula, Cristiano Zanin Martins, disse a jornalistas, após deixar a sede da Policia Federal em São Paulo, no final da manhã dessa sexta-feira, que a decisão da justiça em apreender o passaporte do petista não tirou a sua serenidade. "Lula está sereno, mas, como toda pessoa que sofre uma restrição indevida de seus direitos, é natural que exista um sentimento de indignação", emendou.
Zanin reiterou que ficou estarrecido com a ordem de apreensão do passaporte, que a medida não se justifica e adiantou que vai recorrer da decisão, "até porque foi baseada em um processo que não está sob a jurisdição do juiz que determinou essa medida".
Segundo o advogado, a proibição fere o direito de ir e vir do presidente, que está assegurada pela Constituição Federal e por tratados internacionais dos quais o Brasil é signatário. "O próprio Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) não se opôs à viagem, que foi comunicada com antecedência", explicou.

Record e Rodrigo Faro são condenados por 'tortura' ao arrancar 12 dentes de homem para quadro


Diário de Pernambuco - A Rede Record e o apresentador Rodrigo Faro foram condenados pela Justiça por extrair 12 dentes em apenas dois dias de um homem que participava do quadro Arruma meu marido, veiculado no Programa do Faro em 2011. O juiz Yale Sabo Mendes, da Sétima Vara Cível do Tribunal de Justiça do Mato Grosso, considerou que houve "tortura" física e emocional contra a vítima, chamada Walmor Ferreira, que perdeu parte da gengiva e da estrutura óssea da região bucal. Foi estabelecida uma indenização de R$ 137,87 mil por danos morais, estéticos e materiais.
No processo, Walmor afirma que foi inscrito pela esposa no quadro, que tem por objetivo fazer uma "repaginação" na aparência dos participantes, no início de 2011. Ao ser selecionado e viajar de Cuiabá para São Paulo, em dezembro do mesmo ano, ele passou por procedimentos estéticos como tratamento dermatológico, limpeza de pele, aplicação de botox, corte de cabelo, barbas e visitou uma clínica odontológica parceira da emissora. O vídeo do programa está disponível no site oficial da Record.
"Ao invés de realizar o tratamento dentário, [a clínica] optou por extrair 12 dentes no período de 2 dias, ocasionando-lhe tanta dor que nem imensas doses de anestésicos foram capazes de amenizá-la. Afirma que a dor era tão intensa que solicitou ao gerente do hotel em que estava hospedado para que, de hora em hora, entrasse em seu quarto para verificar se estava tudo bem", diz o texto da sentença.
Walmor conta que foi coagido a participar das gravações do programa ao tentar desistir por estar "se sentido enganado e humilhado". No palco, tinha instruções da produção para não fazer movimentos bruscos, "uma vez que a prótese móvel (dentadura) poderia se soltar da gengiva e poria fim à farsa a que fora submetido". Ele passou quatro meses se alimentando apenas de produtos líquidos e contou com a ajuda de parentes para arcar com os custos da confecção de novas próteses.
Ainda segundo consta na ação, o único auxílio que recebeu da emissora foi uma prótese dentária móvel enviada pelos correios - que não pôde ser utilizada por não fixar na boca "em razão da gengiva ter sido praticamente mutilada pela dentista do programa". Ele também buscou ajuda psicológica para lidar com a nova aparência após se tornar motivo de "chacota", pois, conforme alega, foi comparado por Rodrigo Faro a animais do pântano.
A Record chegou a recorrer, alegando que os argumentos eram "fantasiosos". "Antes de sua participação no programa ele já não possuía a maioria dos dentes e que foi instalada uma prótese provisória enquanto seria confeccionada outra de material mais refinado, a qual foi enviada pelo correio, que é uma forma habitual de entrega do material", disse a defesa da emissora.
O juiz, entretanto, exigiu na sentença, publicada na última quarta-feira (24), o pagamento de R$ 137,87 mil em indenização, soma que totaliza despesas da reabilitação bucal (R$ 57,4 mil), dano moral (R$ 50 mil), dano estético (R$ 30 mil) e dano material (R$ 470).

Morre PM baleado na Rocinha e número em 2018 chega a 10

O PM Thiago Chaves da Silva, do BPChq (Batalhão de Polícia de Choque), que havia sido baleado durante uma operação na comunidade da Rocinha, zona sul do Rio, na última quinta-feira (25), não resistiu aos ferimentos e morreu durante a noite de ontem no Hospital Miguel Couto, na Gávea.
Durante a operação, criminosos alvejaram os policiais na localidade conhecida como Rua 1, acertando o soldado Thiago na altura do abdômen, abaixo do colete de proteção. A PMERJ (Polícia Militar do Rio de Janeiro) realizou uma campanha, através de suas redes sociais, para conseguir doações de sangue para a vítima. O mesmo passou por procedimento cirúrgico, mas não resistiu.
Com esta morte, o número de policiais mortos no Rio de Janeiro em 2018 chega a 10.

Foto de cachorro baleado na Rocinha causa comoção na internet


R7 - O intenso confronto registrado na Rocinha nesta quinta-feira (25), levou pânico a quem vive na comunidade e no seu entorno. Por horas, moradores foram impedidos de sair ou entrar na comunidade, avenidas próximas foram interditadas, um policial foi morto, outro ficou ferido, além de um moradorque também foi atingido.
Contudo, o tiroteio não vitimou apenas pessoas. Pelo menos dois cachorros foram atingidos por disparos de arma de fogo. Um dos animais, baleado no globo ocular, passa por cirurgia nesta sexta-feira (26) e perderá um dos olhos. O outro cão foi atingido na perna e foi socorrido por moradores.
A imagem do jovem carregando o animal ferido viralizou nas redes sociais e até o momento já tem mais de 1.200 compartilhamentos numa rede social. Diferentemente do que muitos pensaram, o rapaz não era dono do cachorro. Taz estava na laje de uma casa e foi vítima de uma bala perdida, durante a operação. Ao ver o cachorro ferido, o menino subiu na casa e o socorreu. Ele foi levado ao veterinário e está fora de perigo.
Já o caso do segundo animal é mais grave. Ele vive nas ruas da Rocinha e, durante o tiroteio, foi baleado no olho. Além do tiro, que provocou a perda de uma das vistas, o animal possui ainda outras doenças, agravando ainda mais seu estado de saúde.
O animal foi resgatado, levado a um veterinário e já possui um lar temporário, porém, antes de ganhar uma casa, ele precisará de tratamento. Além do tiro, ele tem uma doença transmitida por carrapatos e câncer. A pessoa que o resgatou informou que ele também começará hoje a quimioterapia.
Para conseguir arcar com os custos do tratamento, a mulher recorreu às redes sociais:
“Amanhã ele fará a cirurgia para retirada do globo ocular perfurado e infelizmente descobrimos que ele está com a doença do carrapato e um tipo de câncer venéreo. Iniciou também a quimioterapia. Precisamos de ajuda para os custos de cirurgia, quimioterapia e exames... Farei o que eu puder e quem quiser ajudar será muito bem vindo”, escreveu.
O tiroteio na Rocinha teve início com uma operação do COE (Comando de Operações Especiais) nas primeiras horas do dia. Os policiais foram recebidos a tiros em vários pontos da comunidade. A ação terminou com três suspeitos presos e outro ferido. Desde setembro, a Polícia Militar atua no local, com reforço de mais de 550 PMs e operações frequentes.