terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Atriz de ‘O outro lado do paraíso’ acredita que Desirée e Juvenal vão ficar juntos


Extra - Priscila Assum vai passar por um saia justíssima em “O outro lado do paraíso”. No capítulo do próximo sábado, Juvenal (Anderson Dizzi), às vésperas de seu casamento com “Cândida”, constata que sua noiva não é moça pura e, sim, uma quenga. No pacote de decepções, inclui-se ainda a descoberta da verdadeira identidade da moça: Desirée. O flagrante acontece graças a uma armação de Sheila (Mariana Mendonça), que dá um jeito de levar o lapidador ao bordel só para tirar a máscara de sua colega de trabalho. A reação dele ao saber não poderia ser pior.
— Juvenal fica magoado com motivo e detona a Desirée. Essa maluquinha até botou um cliente na casa dele para fingir ser o pai dela. No momento em que é desmascarada, Desirée percebe que o golpe não deu certo e que ela acabou se ferrando porque realmente está apaixonada pelo Juvenal — adianta a atriz de 35 anos.

Não vai ser nada fácil para Juvenal superar essa dor, mas Priscila acredita na vitória desse sentimento que nasceu de um jeito torto:
— O amor deve ser maior do que o preconceito. É óbvio que tem uma barreira social. Quando Desirée pede desculpa a Juvenal e pergunta se ainda tem alguma chance, ele responde que não porque não gosta de quenga. Apesar dessa reação inicial, acho que os dois podem ficar juntos. Juvenal percebe que aquela maluquinha mexeu com ele. Como Desirée tem muita garra, ela vai correr atrás do que quer. Espero que consiga conquistá-lo.

Como se não bastasse ter traído a confiança de Juvenal, Desirée ainda tem uma concorrente de peso.
— Estela (Juliana Caldas) não está correndo por fora, está correndo por dentro (risos). O pior é que em breve os três vão estar juntos no mesmo ambiente — conta, referindo-se às aulas de alfabetização que a jovem com nanismo dará em Pedra Santa.

Em 1983, era lançado o primeiro modelo de carrocerias Torino, da Marcopolo. Reveja essa e outras versões deste veículo!

Foto: Marco A. Goldani/Site: DBP Buss
Torino é o nome do modelo de veículos urbanos fabricado pela empresa Marcopolo, criada no Rio Grande do Sul. Foi lançado em 1983 para substituir outro modelo fabricado pela mesma empresa, o Veneza II, e até os dias atuais ganhou mais cinco novas versões diferentes.

Ônibus da empresa manauara União Cascavel (foto: Emerson Dorneles/site: Ônibus Brasil)
- 1989: a versão deste ano tem três nomes: Torino 1989, G4 e Torino LN. O que muda nele é o desenho da janela do motorista e o dos faróis frontais e traseiros, além da abertura das portas.

Ônibus da empresa Boa Viagem, em Salvador (foto: André Moreira Gross/site: Ônibus Brasil)
- 1994: com um layout totalmente diferente na parte frontal, esse modelo é conhecido por apenas um nome: Torino GV (Geração Cinco).

Ônibus da empresa Futuro, do Rio de Janeiro (foto: Alex de Souza/site: OCD Holding)
- 1999: idealizado no final de 1998, entrou em circulação no ano seguinte sob o nome de Torino 1999 ou GV II. Recebeu alterações gerais: novo desenho nos faróis frontais e traseiros, na janela do motorista e no vidro traseiro. Como a Marcopolo também era dona de parte da Ciferal, ela mandou fazer a cópia fiel do Torino GV II, o Turquesa. É um dos poucos modelos dos anos 1990 que roda em diversas empresas do país, já que suas últimas unidades saíram em meados dos anos 2000.

Ônibus da empresa São Braz, em Curitiba (foto: Luiz Scarabotto/site: Ônibus Brasil)
- 2007: sai de cena o Torino 1999 e entra o Torino 2007 ou GV-U, que mudou novamente o estilo dos faróis dianteiros e traseiros, a janela do motorista, as portas e o vidro traseiro. As últimas unidades saíram do mercado em 2014.

Ônibus da viação Modelo, em Aracaju (foto: Ícaro Chagas/site: Ônibus Brasil)
- 2014: não lembra nem de longe os modelos criados nos anos anteriores, já que tudo, sem exceção, foi novamente mudado.

Mais Fotos:

Empresa Joevanza (foto: Emanuel E/site: Ônibus Brasil)
Empresa Barramar (foto: Emanuel E/site: Ônibus Brasil)
Empresa São Pedro (foto: Márcio Lima/site: Ônibus Brasil)
Empresa Verdemar (foto: Felipe Pessoa de Albuquerque/site: Ônibus Brasil)
Foto: André Luís Gomes de Souza/Site: Ônibus Brasil
Empresa Amigos Unidos
Empresa Madureira Candelária
Foto: Roberto Marinho/Site: Ônibus Brasil
Empresa Praia Grande
Foto: Felipe Pessoa/Site: Ônibus Brasil
Expresso Pégaso
Foto: Acervo Projeto Mais Ônibus/Site: Ônibus Brasil
Metra (Site: Diário do Transporte)
Auto Viação Curitiba (foto: Wagner Domingos Ivanesken/site: Ônibus Brasil)
Viação Progresso (foto: Rafael Rodrigues Forêncio/site: Ônibus Brasil)
Viação Verdun (foto: Alexandre Britto/site: Ônibus Brasil)
Expresso Vitória (foto: Júnior Rios/site: Ônibus Brasil)
Unitrans (foto: Thiago da Silva/site: Flogao)
Viação São Jerônimo (foto: Diego Lip/site: Ônibus Brasil)
Companhia Carris Porto-Alegrense (foto: Vítor Dias/site: Ônibus Brasil)
Viação São Cristóvão (foto: Emanuel/site: Ônibus Brasil)
Empresa Praia Grande (foto: Laurainbus/site: Flogao)
Real Auto Ônibus (foto: Zé Ricardo Reis/site: Ônibus Brasil)
Empresa de Ônibus São Bento (foto: Maurice Gonçalves Natacci/site: Ônibus Brasil)
Transportes São Silvestre (foto: Alexandre Britto/site: Ônibus Brasil)
Viação Pérola (foto: Eduardo de Oliveira/site: Ônibus Brasil)
Viação Rio Vermelho (foto: Acervo Luiz Lima/site: Ônibus Brasil)
Viação São Paulo (foto: Rafael Rodrigues Forencio/site: Ônibus Brasil)
São Cristóvão Transportes (foto: José França S. Neto/site: Ônibus Brasil)
Bahia Transportes Urbanos (foto: Rodrigo Vieira/site: Ônibus Brasil)
Breda Rio (foto: Roberto Marinho/site: Ônibus Brasil)
Companhia Municipal de Transportes Coletivos (foto: Douglas DCZ/site: Ônibus Brasil)
Cooper Pam (foto: Felipe Gonzales/site: Ônibus Brasil)
Via Verde (foto: Leonardo dos Santos Eustáquio/site: Ônibus Brasil)
Mobilidade Urbana de Anápolis (foto: Gabriel Cícero da Silva Fonseca/site: Ônibus Brasil)
Real Alagoas (foto: DNL Aficion Bus/site: Ônibus Brasil)
Autoviária Paraense (foto: Lucas Jacó/site: Ônibus Brasil)
Boa Viagem (foto: Léo Rodrigues/site: Salvador Ônibus Em Fotos)

Jovem que 'fumou dinheiro' no ES passa em concurso para delegada no PA


G1 - Depois de ficar conhecida por ser flagrada dirigindo embriagada e tentando fumar uma nota de R$50 durante a abordagem policial, em 2012, no Espírito Santo, a advogada Luiza Gomes, de 24 anos, foi aprovada em um concurso para delegada da Polícia Civil no Pará. O resultado foi divulgado no Diário Oficial do Estado do Pará desta terça-feira (27).
Nesta terça-feira (27), o G1 procurou Luiza, mas as ligações não foram atendidas e as mensagens não foram respondidas. A advogada também foi procurada pelo Gazeta Online. Ela atendeu ao telefone, mas não quis dar entrevista. Veja o nome de Luiza Gomes no DO do Pará:


Episódio da "eficácia"
A jovem foi multada na manhã do dia 17 de agosto de 2012, após ser flagrada pela polícia sem carteira de habilitação e visivelmente embriagada. Na ocasião, Luiza disse ser conhecedora das leis e que sempre encontrava brechas para casos como o dela. "Essa questão de beber e dirigir, qual a eficácia da lei? Não existe eficácia. A partir do momento que a gente vê que tem alguma brecha, a gente se aproveita daquilo. Nós, estudantes de direito, tentamos nos aproveitar disso", disse, à época.

Luiza em 2012, quando tentou 'fumar' uma nota de 50 durante uma abordagem policial
Durante quatro meses, Luiza prestou serviço à comunidade, no Hospital da Polícia Militar, em Vitória. Após o término do processo judicial, em 2014, ela foi considerada apta a tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). A mãe de Luiza, que emprestou o veículo à jovem, teve que pagar R$ 400 em cestas básicas para a Associação Feminina de Combate ao Câncer (Afecc), durante 30 dias.

Início da virada
Em 2015, durante um evento de MMA, onde foi cage girl, Luiza comentou o caso. "Claro que uma pessoa ou outra lembra, e isso eu vou ter que enfrentar por muito tempo, talvez até para o resto da minha vida, mas o que importa é a gente aprender com os nossos erros e seguir em frente, não pode, por conta de um episódio que aconteceu, ficar naquilo pra sempre", disse a jovem que fazia fisiculturismo nesta época.
"É uma coisa que eu quero deixar para trás, foi um momento muito difícil", disse Luiza, em 2015, ao G1.

Luiza disputou campeonato de fisiculturismo

Datena anuncia saída do “Brasil Urgente”


Na manhã desta terça-feira (27), aconteceu a divulgação da programação da Band para os próximos meses. Na ocasião, o apresentador Datena anunciou que em breve deixará o comando do programa policial, “Brasil Urgente“, em seu lugar ficará o filho Joel Datena, que já apresenta a atração aos sábados.
Atualmente com 60 anos, o apresentador irá a partir do dia 1º de abril apresentar o programa “Agora é com Datena”, que será exibido nas tardes de domingo, na emissora do Morumbi.
“Se pudessem analisar minha felicidade em sair de um programa policial. A Band queria fazer uma transição lenta, mas por mim, sairia hoje mesmo”, disse Datena.
Sobre Joel Datena, o apresentador falou: “Meu filho está preparado para fazer o programa. Quem teve a ideia foi Rosana Saad [diretora de relações públicas da Band]. Ele ficará no meu lugar praticamente encerrando a minha carreira.”
O apresentador disse também que ele se preparou durante toda a sua vida, para um dia apresentar um programa como esse aos domingos. De acordo com informações adiantadas pela Band, o programa que Datena apresentará no canal, irá atrás de novos talentos musicais.

Filha de Datena nua
A filha do apresentador, Letícia Wiermann Datena, resolveu relembrar o ensaio que realizou para à revista Playboy. Na noite do último dia 21, ela publicou uma foto onde aparece completamente sem roupa em seu Instagram… Confira!

Tiago Leifert causa polêmica ao dizer que esporte não é lugar para política


Diário de Pernambuco - Tiago Leifert causou polêmica nesta segunda-feira (26), por conta de sua coluna no site GQ, da Globo. Nela, o jornalista defende que "evento esportivo não é lugar de manifestações políticas". Para ele, os dois temas não devem se misturar. "Um evento como jogo de futebol serve a manifestações políticas? Eu acho que não. Não vejo motivos para politizar o esporte", escreveu ele.
Além disso, ele argumentou de que o esporte é um "desligamento da realidade": "Imagine só: você chega em casa cansado, abre uma garrafa de vinho e ela grita ‘Fora, Temer!’. A gente precisa respirar". "Textão é no Facebook. Deixem o esporte em paz", concluiu Tiago. O apresentador está nos assuntos mais comentados no Twitter.
Na ocasião, muitos internautas reprovaram a opinião de Tiago. Como forma de mostrar para o jornalista que ele estaria "equivocado", um perfil chegou a publicar o caso em que um corredor negro norte-americano venceu uma corrida durante as Olimpíadas de 1936 e incomodou Aldof Hitler - que pregava a supremacia da raça branca -, três anos anos antes da Segunda Guerra Mundial.

No ar com a reprise de 'Explode Coração', Renée de Vielmond não pensa em voltar à TV

Há 21 anos, Renée de Vielmond interpretou Beth, mulher divorciada e com dois filhos que se viu apaixonada por um homem anos mais novo que ela, o Serginho (Rodrigo Santoro), enteado de César (Rodrigo Santoro), que antes fora seu marido. O romance de Beth e Serginho foi muito criticada por conta da enorme diferença de idade entre ambos, mas decidiram não dar ibope aos comentários e continuaram juntos.
A atriz está afastada em definitivo da TV desde o final de Paraíso Tropical em 2007 para cuidar das memórias do ator José Wilker, falecido em 2014. Antes, ela havia integrado o elenco de Escalada (1975), Anjo Mau (1976), Brilhante (1981), Barriga de Aluguel (1990), De Corpo e Alma (1992) e Pátria Minha (1994). Além de atriz, Renée também é formada em História.

Renée de Vielmond e sua única filha, Mariana, fruto de seu casamento de 8 anos com José Wilker

Agência divulga imagem de passaporte brasileiro usado por Kim Jong-un


G1 - A agência de notícias Reuters divulgou nesta terça-feira (27) a imagem de uma cópia de um passaporte brasileiro que foi emitido para o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un. Fontes de segurança da Europa disseram à agência que Kim Jong-un e seu pai, Kim Jong-il, usaram passaportes brasileiros, obtidos de maneira fraudulenta, para pedir vistos para países do Ocidente na década de 1990.
A imagem do documento com a foto de Kim Jong-un mostra que ele foi emitido em 1996 com o nome de Josef Pwag, com nascimento em São Paulo em 1º de fevereiro de 1983. Não se sabe a real data de nascimento de Jong-un, mas estima-se que em 1996 ele tivesse entre 12 e 14 anos.


O passaporte com a foto de Kim Jong-il foi emitido em nome de Ijong Tchoi, com nascimento em 4 de abril de 1940, também em São Paulo. Jong-il, que morreu em 2011, nasceu em 1941. Os dois documentos têm como repartição expedidora a embaixada do Brasil em Praga.
A embaixada da Coreia do Norte no Brasil negou comentar o caso. O Ministério de Relações Exteriores do Brasil disse à agência que está investigando. A Reuters teve acesso apenas às cópias dos passaportes, por isso não conseguiu discernir se foram adulterados. Não está claro se os vistos foram emitidos.


"Eles usaram passaportes brasileiros, que claramente mostram fotos de Kim Jong-un e Kim Jong-il, para tentar obter vistos de embaixadas estrangeiras", disse à Reuters uma fonte de segurança do Ocidente em condição de anonimato. "Isso mostra o desejo de viajar e aponta para as tentativas da família de construir uma possível rota de fuga", acrescenta.
Outras quatro fontes confirmaram que dois passaportes brasileiros com as fotos de Jong-un e Jong-il foram usados para tirar vistos. E disseram que os passaportes podem ter sido usados para viajar ao Brasil, ao Japão e a Hong Kong. As fontes se negaram a comentar como as cópias dos documentos foram obtidas.
Uma fonte brasileira, que também falou sob anonimato, afirmou que os dois passaportes eram documentos legítimos quando foram enviados a consulados com os espaços para preenchimento em branco.
O jornal japonês "Yomiuri Shimbun" reportou em 2011 que Kim Jong-un visitou a Disneylândia em Tóquio em 1991 usando um passaporte brasileiro. Isso teria acontecido antes da emissão do passaporte que aparece na imagem divulgada nesta terça.