sexta-feira, 23 de março de 2018

#HouseClassics: Todos os sucessos do grupo Undercover

Undercover é o nome do grupo de dance music que esteve em atividade entre 1991 e 2004. Foi criado no Reino Unido, e o primeiro single lançado foi Baker Street, no ano seguinte à formação do grupo. É um remake da canção homônima composta por Gerry Rafferty, lançada em 1978, e no Brasil, integrou o repertório dos álbuns Top Hits (1993) e 100% Dance (2004), da Som Livre, Super Hits 2 (1993), da WEA.

foto: Discogs

O segundo single de Undercover também é um remake. Never Let Her Slip Away foi composta e gravada por Andrew Gold em 1978, e a versão deste quarteto saiu no mesmo ano. Ambas as músicas não são muito conhecidas no Brasil, entretanto, ela atingiu a 2ª colocação na parada de sucessos irlandesa, além de alcançar a posição #3 na Bélgica, #5 na Inglaterra e a #8 na Nova Zelândia.



Em 1993, a música Lovesick entrou no repertório da coletânea Top Surprise, lançada pela Som Livre no ano seguinte. Diferente de tudo que já foi feito, este é o primeiro single composto pelos próprios integrantes do Undercover.



Dois anos depois, o grupo faz um cover de Every Breath You Take, da banda The Police, originalmente gravada e lançada nos anos 1980. A roupagem feita pelo Undercover, que não tem vídeo oficial, serviu de tema da 3ª temporada de Malhação, exibida pela Rede Globo no mesmo ano, e fez parte de vários repertórios também lançados em CD pela gravadora Paradoxx Music.



E ainda:

Capa do single I Wanna Stay With You, de 1992. Foi composto pela dupla Gallagher & Lyle e lançado originalmente por eles nos anos 1970.

Capa do single The Way It Is. A canção verdadeira foi lançada pela banda Bruce Hornsby and The Range, em 1986.

Capa do single Best Friend, de 1994. Não obteve grande alcance nas paradas de sucesso, mas o grupo chegou a gravar um videoclipe oficial

Capa do terceiro single feito pelo próprio grupo, Bring Back Your Love, conhecida no Brasil por integrar a coletânea As 7 Melhores - Vol. 5, distribuído pela Paradoxx Music

Receita de Vinil e CD ultrapassa a de downloads digitais de música nos EUA

Canal Tech - A guerra entre midas física e digital tem um novo vencedor neste ano nos Estados Unidos. O relatório anual da Recording Industry Association of America (RIAA) mostrou que, pela primeira desde 2012, as receitas de downloads digitais foram menores que as de CDs, vinil e outras mídias físicas.
Em 2017, a receita com downloads digitais despencou 25% para um total de US$ 1,3 bilhão. Em comparação, o comércio de mídia física rendeu US$ 1,5 bilhão, mesmo apresentando queda de 4% em relação a 2016. O total de vendas foi impulsionado, principalmente, pelo mercado de CDs e discos em vinil.
Com isso, a participação de mídias físicas na indústria de música foi de 17% contra 15% representados pelos downloads digitais.


Por outro lado, o mercado de assinaturas por streaming foi mais uma vez o grande meio de receitas ano passado, com 65% de participação. O modelo teve crescimento de 43% em um ano, somando US$ 5,6 bilhões em 2017. Como um todo, a indústria da música nos EUA teve um aumento de receita de 16% em comparação com 2016.

Fonte: RIAA

Alok fala sobre música que escreveu para fã de 12 anos que morreu


Capricho - Alok sobe nesta sexta-feira (23/03) no palco do Lollapalooza Brasil 2018 para fechar a noite. Ele toca ao mesmo tempo que o Red Hot Chilli Peppers e, em entrevista à CAPRICHO, conta que pretende atrair o público com uma setlist exclusiva e um show cheio de efeitos audiovisuais. Uau!
O DJ também revelou que o feat. com Anitta deve sair ainda este semestre e que talvez faça uma parceria com a Luísa Sonza um dia. Imagina? Mas a parte mais tocante mesmo ficou para a nova música dele, Ocean, que vai ser lançada no mês que vem. Alok escreveu sobre uma fã de 12 anos que tocou seu coração antes de morrer.

Vem conferir a entrevista completa:

CH: Como tá a expectativa para o Lollapalooza nesta sexta? Você está preparando algo especial?
Alok: Com certeza! Tô preparando algo muito específico pro Lolla. É um set exclusivo. Por mais que eu tenha feito vários shows que antecedem o Lolla, o set é algo que eu realmente tô fazendo só pra lá. O show vai ser especial porque vai fundir a música com o audiovisual. A gente tá com uma equipe supergrande por trás, então tá todo mundo bem empolgado.

Uma publicação compartilhada por Alok Petrillo (@alok) em

CH: Você está num horário super privilegiado, fechando a noite, mas também é ao mesmo tempo do Red Hot Chilli Peppers. Rola um medo ou sensação de responsabilidade maior?
Alok: Com certeza uma responsabilidade maior, mas ao mesmo tempo eu gosto desse desafio, até porque eu sou superfã do Red Hot – se eu não estivesse tocando eu ia estar com certeza no show deles – mas eu tô bem otimista, porque vai ser uma coisa totalmente inédita, uma superprodução.

CH: Além das músicas, o que você acha que vai ter de diferente do show que você fez em 2016 no festival?
Alok: Por mais que eu vá colocar lá os meus hits e tal, eles vão ser tocados numa versão nova, tudo sincronizado num sistema que chama Time Code que só eu uso de brasileiro. Nele, todas as músicas são sincronizadas com o led, com o solo, com a iluminação e fica bem legal. De dois anos pra cá, é impressionante tudo que mudou, eu nem me conheço.


CH: Recentemente você tocou no casamento do Whindersson e da Luísa Sonza. Como foi a festa? Tava tão animada quanto parecia nas fotos?
Alok: Mais do que as fotos! As fotos não fazem justiça, mas acho que o Whindersson ainda vai postar algo do casamento no Youtube dele e vai dar pra ter uma noção maior do que foi aquilo ali, porque foi uma loucura.

CH: Depois do casamento, a Luísa falou numa entrevista que adoraria gravar um feat com você. Vocês já conversaram sobre isso?
Alok: Já conversamos, sim. Eu acho que a Luísa tem uma carreira bem boa pela frente na música. Acho que ela tá despontando agora e tem bastante personalidade. Vamos torcer para que nossos caminhos se cruzem pra eu poder fazer uma produção pra ela, de repente.

CH: Você encontrou com a Anitta recentemente e a gente tá cada vez mais ansiosos para esse feat. Quando sai? Você pode contar um pouquinho sobre a música?
Alok: Vai ser uma mistura de reggaetón e eletrônico e eu espero, do fundo do coração, que saia no primeiro semestre ainda. Mas se, por algum motivo não rolar, até o segundo semestre sai com certeza.

Uma publicação compartilhada por Alok Petrillo (@alok) em

CH: E qual é o próximo lançamento pra esperar?
Alok: Eu tenho uma música que vai ser lançada no próximo mês, chamada Ocean, que é uma parceria com o Zeeba e IRO, os dois cantando juntos. É uma música muito muito especial, incrível. A letra é muito forte também.

CH: Ela fala sobre o quê?
Alok: A letra, na verdade, é uma história que eu vivi, de uma fã de 12 anos que queria muito me conhecer e conhecer o mar. Daí, como eu ia tocar perto do litoral, a gente combinou de se encontrar, mas ela não pode ir porque ficou doente e acabou ficando cega. Aí eu liguei pra ela no dia seguinte, a gente conversou bastante e aquilo me deixou meio fora do eixo. Eu comecei a compor no mesmo dia e aí no dia seguinte ela faleceu.
A letra é mais ou menos sobre isso, sobre esse lance de qual é o sentido real da vida, sobre dar valor ao afeto e às pessoas. A música é uma mensagem da filha pra mãe também, dizendo pra não ficar preocupada… é uma música bem forte.

Thaís Fersoza não renova contrato com a Record e estaria negociando com a Globo pra ser repórter


Ontem saiu a notícia de que Thaís Fersoza estaria negociando seu retorno à Globo, onde não põe os pés desde 2004, após participar da 3ª e da 5ª temporada de Malhação e das novelas O Clone (2001) e Agora É Que São Elas (2003). Por enquanto, pelos filhos pequenos, a esposa de Michel Teló estaria atrás do posto de repórter do Vídeo Show, ocupado no momento por Rafa Brites, que iria se tornar apresentadora com a entrada de Thaís.
Mas essa notícia não passa de um boato. A Rede Globo negou a entrada de Thaís como repórter do programa e afirmou que não haverão mudanças. Vale lembrar que Thaís tem um canal pessoal no Youtube e está à frente do reality show Procura-se Um Apresentador, no canal Shoptime.

Não vai ao Lollapalooza? Veja como assistir aos shows na TV e internet


São Paulo – A sétima e maior edição do Lollapalooza no Brasil começa nesta sexta (23) e se estende até domingo (25). Com praticamente todos os ingressos esgotados, quem ficou de fora pode assistir às apresentações tanto pela TV, quanto pela internet.
Neste ano, os shows de grandes artistas como Red Hot Chilli Peppers, LCD SoundSystem, Pearl Jam, Imagine Dragons, Lana Del Rey e The Killers compõem o lineup do festival.
Confira as melhores opções para não perder nenhum dos shows!

Canais pagos
O Multishow e o Bis farão as transmissões oficiais do festival. Durante os três dias de festa, a programação em ambos os canais começa às 13h30.
Nesta sexta-feira, a última apresentação encerra às 23h. No sábado, o Multishow optou por deixar de fora o show do Pearl Jam, mas no Bis a programação segue até às 23h. No domingo, as emissoras encerram a transmissão uma 22h30 (Multishow) e a outra 22h15 (Bis).
Quem não estiver em casa também pode assistir aos shows pelos aplicativos Multishow Play e Bis Play. Para isso, no entanto, é necessário ser assinante dos canais.

TV aberta
A Globo é a única emissora aberta que dedica parte de sua programação ao Lollapalooza. Com apresentação de MariMoon, a cobertura acontece durante a madrugada.

Internet
Neste ano, a cobertura online do Multishow faz uma ofensiva com influenciadores digitais. No YouTube, três lives simultâneas com Didi Effe, Gabbie Fadel e Karen Bachini estarão disponíveis das 19h às 21h, no canal “Música Multishow“.
Maju Trindade, Maicon Santini e Bruno Bock fazem a correspondência para a TV e para a internet diretamente do Autódromo de Interlagos. Eles trazem entrevistas e brincadeiras com o público do festival.
Os canais “Põe na Roda“, de Pedro HMC, e “Mas Poxa Vida“, de PC Siqueira, também comentam o festival.

Fonte: Exame

Ouça Lion Heart, novo single de Amannda, a única cantora brasileira 4 entradas na parada Dance Club da Billboard USA


Break Tudo - A cantora brasileira de música eletrônica Amannda está de single novo, trata-se de ‘Lion Heart’ , música do DJ Dan De Leon em parceria com ela. “A música fala sobre sermos fortes, sobre a força interior que temos, e ninguém melhor que a Amannda poderia interpretá-la tão bem, pois é uma mulher forte com um grande coração, uma espécie de leoa e, além de sua única e bela voz.”, explica Dan sobre música.
Amannda já tem muitas conquistas na música eletrônica, ela é a recordista em entradas na parada Dance Club da Billboard dos Estados Unidos.
A composição de Lion Heart é de Zach Adam, que já trabalhou com artistas renomados como Martha Wash, Offer Nissim, First Ladies of Disco e assinou a canção interpretada pela brasileira, “Tomorrow (One Last Time)”, cuja parceria com Amannda rendeu a 23ª posição na parada da Dance Clube da Billboard. “Lion Heart fala sobre um raio de esperança para quem está em um lugar escuro, para lembrá-los de que há mais por vir, e que podemos ser fortes e corajosos diante de nossas dificuldades.”, descreve Zach.
Para Amannda, seu novo single se destaca por ser dançante e divertido, mas também traz uma mensagem profunda. “Quando Dan e Zach me mostraram a música, eu sabia que ela se encaixaria perfeitamente no meu ideal artístico, que é fazer as pessoas dançarem e inspirá-las ao mesmo tempo.”
Além do lançamento em todas as plataformas de streaming, o single ainda contará com vídeo clipe gravado em Las Vegas, que deverá ser lançado em breve, e também uma tour promocional de lançamento, que passará por Chicago, Miami e Washington, antes de retornar aos palcos brasileiros, cuja previsão é maio deste ano.
Para o pack de remixes, foram convocados produtores de renome que agitam as pistas ao redor do mundo, como: Edson Pride, DJ Deanne, Dominic Pacifico, Oscar Velazquez, Glovibes, Pumpkin Spice & Bugie, Robkrest, Twisted Dee and Lydia Sanz e House Of Labs.
Dá play:

Ao que tudo indica Marcelo de Carvalho, recém-separado de Luciana Gimenez, já fez a fila andar


Glamourama - Parece que a fila já andou para Marcelo de Carvalho, recém-separado de Luciana Gimenez. O empresário já está sendo visto ao lado de Simone Abdelnour, cujo último marido foi Bruno Garfinkel, que é amicíssimo de Luciana. Os dois já passaram juntos inclusive um fim de semana na casa de Marcelo em Ilha Bela e foram vistos juntos no jantar da Fendi no Shopping Cidade Jardim na noite dessa quarta-feira. Sentaram na mesma mesa, um de frente para o outro, porém, agiram como amigos e sem nenhum tipo de afinidade aos olhos dos demais convidados.

Sem perceber que estava sendo gravada, apresentadora do MGTV fala dois palavrões ao vivo e é afastada


Metrópoles - Livia Zanolini, apresentadora da Globo, foi ao ar na última quinta-feira (15/3) sem o decoro tradicional dos jornalistas. Ela não tinha percebido que a transmissão ao vivo já havia começado e foi captada falando palavrões no telejornal MGTV 1ª Edição, transmitido em Uberaba e outras regiões do Estado de Minas.
“Oi, boa tarde para você, bem-vindo à primeira edição do MGTV nesta quinta-feira, 15 de março”, ela aparece falando enquanto treinava sua entrada no ar, mas de repente soltou: “Agora o trem gelou aqui, p*** que pariu. É porque você está embaixo deles, eu tenho a luz para me esquentar, a luz esquenta”, falando sobre o ar-condicionado.

Não a conhecem? Vejam algumas fotos:






Ela retorna para o seu treino. “Oi, boa tarde, é hoje o início do prazo…”, diz, mas rapidamente interrompe a si mesma dizendo “desculpa gente, eu não tinha lembrado qual era o primeiro assunto, faz tempo que eu fiz essa buce**”.


Então, ela parece perceber que está sendo gravada e começa a programação normal. No site da Globo, o episódio não foi ao ar na íntegra – isso porque a programação é gravada com alguns minutos de antecedência, permitindo que haja censura, caso necessário.
No dia seguinte, não foi Livia que apresentou o telejornal. Porém, a jornalista ficou apenas uma semana afastada. Nesta sexta (23/3), ela publicou em sua página do Facebook uma foto dizendo “Voltei… E de visual novo!”, mostrando as madeixas escurecidas.


Seus seguidores demonstraram muita empolgação com o retorno da apresentadora. “Que alegria ter você de novo em nosso horário de almoço! Seja bem vinda! Adorei”, disse uma fã. “Até que enfim a Globo deu uma dentro. Que bom que voltou, Livia Zanolini”, defendeu outro. “Parabéns! Você NUNCA deveria ter sido ‘afastada'”.

Bombeiro morre ao tentar apagar incêndio em set de filme com Bruce Willis em Nova York


Revista Quem - Nesta quinta-feira (23), um bombeiro morreu no set de gravações do novo filme de Bruce Willis, Motherless Brooklyn, ao tentar apagar um incêndio no local. De acordo com o Daily Mail, Michael Davidson, 37, estava trabalhando ao lado de mais outros 175 colegas que lutavam contra o incêndio em Nova York, nos Estados Unidos.
Ele teria se separado da equipe, que recebeu um pedido de socorro e encontraram Davidson, que morreu pouco depois de ir ao hospital. O incêndio foi reportado por Edward Norton, que viu fumaça saindo do porão do prédio quando a equipe gravava uma cena, segundo as informações do New York Post.



A equipe estava no piso térreo do prédio com o elenco caracterizado com roupas dos anos 1950, época em que o filme se passa, quando o incêndio se alastrou. Todos saíram do local e esperaram pelos bombeiros.
Davidson já trabalhava há mais de 15 anos como bombeiro em Nova York e era pai de quatro meninas. O incêndio foi controlado durante a madrugada desta sexta-feira (23).

Christina Rocha, do ‘Casos de Família’, é acusada de agredir ex


Minuto Livre - Christina Rocha, apresentadora do “Casos de Família”, teve seu nome envolvido em sérias acusações reveladas pelo seu ex, Christian Peter.
O empresário alegou que sofria agressões físicas por parte de Christina, além de ser vítima de traição.
Outra revelação feita por ele foi o fato de ter precisado entrar na justiça para ter o reconhecimento da união estável e usufruir da partilha de bens e investimentos adquiridos no período que estiveram juntos.
Ambos mantiveram uma relação amorosa por sete anos e meio, e se separaram em 2016. Contudo, Rocha não teria dado nem o direito de o então companheiro pegar suas roupas da casa que dividiam.
Peter contou também teve uma briga feia com a apresentadora por causa do contato que ela mantinha com um ex-marido por meio das redes sociais. Ele alegou, inclusive, que apanhou de Cristina após duvidar de sua lealdade.


“A briga já começou por causa que era Messenger daqui, Messenger dali com o ex dela. Ela me agrediu dizendo que eu estava ofendendo ela […] Quando ela tá vendo que tá perdendo, que tá sem razão, ela vai direto para mãos […] A língua dela está nas palmas das mãos. O que ia fazer? Iria bater nela e pegar uma lei Maria da Penha? Eu me afastava e caía fora. Mas pra você levar um tapa na cara de graça é difícil, né?”, disse ao site “NaTelinha”.

Era muito amor envolvido, né?
Christian disse que depois do episódio começou a desconfiar ainda mais de que estava sendo traído por ela e decidiu segui-la até o aeroporto, onde embarcaria para o Chile.
“[…] Cinco horas da madrugada eu estava no balcão vendo ela com outro lá embarcando. Quando ela me viu quase infartou”, relatou.
Com informações do Na Telinha.

Corpo de Carlos Eduardo Miranda é velado em São Paulo


Revista Quem - O corpo do produtor musical Carlos Eduardo Miranda está sendo velando nesta sexta-feira (23), no Funeral Home, Bela Vista, em São Paulo. A cerimônia, que começou às 6h vai até às 17h, é aberta ao público. A família de Miranda, que era casado com Isabel Hammes e tinha uma filha, Agnes, de 2 anos, pede para que o cemitério que o corpo será enterrado não seja divulgado.
Miranda morreu na noite da quinta-feira (22) aos 56 anos. A notícia foi divulgada por Vladimir Alves e pelo programa TV Fama, que publicaram a notícia em suas páginas do Instagram.
"Luto! Carlos Eduardo Miranda, famoso jurado do “Ídolos”, morreu nesta quinta-feira, 22, aos 56 anos. Ele estava em casa, com a família, quando teve um mal súbito", postou o jornalista radialista.
"Ele estava em casa, com a família, quando teve um mal súbito. @tvfamaoficial conversou com Thomas Roth e Arnaldo Saccomani, também jurados do Ídolos, que confirmaram a notícia e estão em choque com a morte do amigo", dizia post do TV Fama.
Miranda ficou famoso por atuar como jurado em realities de talentos como Ídolos (2006-2007), Astros (2008-2012), Qual é o Seu Talento? (2009-2012) e Esse Artista Sou Eu (2014). Natural de Porto Alegre, ele chamou a atenção nos anos 1980, tecendo o cenário do rock alternativo no Rio Grande do Sul. Percussionista e compositor, também integrou dois grupos, como Taranatiriça, Atahualpa Y Us Panquis e Urubu Rei.
O Skank foi o primeiro grupo a lamentar a perda de Miranda. "O grande Carlos Eduardo Miranda foi uma figura seminal na nossa história. Foi ele quem chamou a atenção da imprensa do eixo Rio-SP sobre um quarteto que vinha de Minas Gerais e misturava reggae, pop, ska. Foi a chave que abriu a porta pro que viria depois", dizia post feito no Instagram da banda, composta por Samuel Rosa, Henrique Portugal, Haroldo Ferretti e Lelo Zaneti.
"Ele teria ainda grande contribuição ao longo da nossa carreira, especialmente no disco Maquinarama. Estamos muito tristes com a notícia de seu falecimento. Que sua travessia seja tão leve e divertida quanto a vida que ele levou aqui. Nossos pensamentos estão com sua filhinha Agnes e sua companheira, Bel. Vá em paz, amigo", ainda dizia o post do grupo mineiro.




Andréa Beltrão estrela peça que discute oposição entre cidadão e o Estado

Cultural recebe Andréa Beltrão para uma dupla programação teatral. Nos dias 23 e 25 de março e 30 e de março e 1º de abril, a peça "Antígona" , protagonizada por ela, será exibida com texto de Sófocles traduzido por Millôr Fernandes e com direção de Amir Haddad. No dia 30, Andréa participa, ainda, da primeira edição do ano do Camarim em Cena, ação na qual artistas compartilham com a plateia suas experiências antes de subir ao palco. A mediação é da crítica teatral Maria Eugênia de Menezes, do site Teatro Jornal.


"Antígona" tem Andréa Beltrão como a personagem-título da trama. Trata-se de uma jovem princesa que enfrenta a ordem do rei Creonte de deixar seu irmão, que lutou na guerra, sem sepultura. Ao desobedecer a determinação real, ela paga com a própria vida. Assim, fica estabelecido, então, o confronto entre o Estado e o cidadão.
“Todos esses mitos que povoavam o imaginário grego, como Antígona, faziam parte do dia a dia do povo, funcionavam como um bem público”, analisa o diretor assinalando que, quando o teatro se estabeleceu, naquele tempo, como uma forma de expressão artística, todos já conheciam o que seria representado. “Sófocles se apoderou da história e escreveu esse texto. O que Andréa e eu fizemos foi partir das informações da peça para chegarmos ao mito".
Para a atriz, um texto clássico não é de interpretação complicada. “Como um texto escrito há 2.500 anos pode falar exatamente sobre o que eu sinto agora? Não é a gente que lê o texto da tragédia grega, é a tragédia grega que lê a gente, por isso não precisamos ter medo de não entende-la. Faz parte de nós, enriquece, questiona, exige que tentemos mais uma vez”, analisa.
Para ela e o diretor, a montagem transpira atualidade gigantesca. “Fala da liberdade do cidadão diante do poder do Estado, e de como isso atinge a vida mais ancestral do ser humano”, comenta Haddad. “A peça se dá nessa reflexão feita por ator e público sobre a história, por meio de uma excelente narradora, que é a Andréa”.

SERVIÇO
Antígona
Com Andréa Beltrão
Dias 23, 24, 30 e 31 de março (sextas-feiras e sábados), às 20h
Dia 25 de março e 1 de abril (domingos), às 19h
Duração: 60 minutos
Classificação Indicativa: 16 anos (possui cenas de violência e suicídio)
Sala Itaú Cultural (224 lugares)

#LoveHouse: Paco Caniza & Peverell Bros - "Need"


Paco Caniza é um DJ e produtor franco-espanhol ainda desconhecido pela maioria, mas aprovado pelos que o conhece. É artista exclusivo da gravadora Jango Music, e já fez remixes para outros DJ's, como Lissat e Voltaxx, Ron Carroll, Tom Novy, Jerry Ropero e Abigail Bailey.
A música abaixo, 'Need', foi produzida em parceria com a recém-surgida dupla The Peverell Brothers e lançada em 2016. Ouça:


Com goleiro Bruno, Breno e Robinho, jornal monta seleção dos 'mais perigosos' fora de campo


ESPN - O jornal Marca, da Espanha, resolveu montar uma “seleção” de jogadores “mais procurados”, mas não no sentido positivo da expressão.
A lista dos jogadores que tiveram problemas graves com a justiça fora dos gramados conta com a presença de três brasileiros, dois no setor defensivo e outro no ataque.
No gol, Bruno, ex-jogador do Atlético-MG e Flamengo, é o “titular”. Ele foi condenado a 22 anos de prisão pelo homicídio de Eliza Samudio, em 2010.
O setor defensivo tem Serge Aurier, do Tottenham Hotspurs, na direita, condenado a dois meses de prisão por ter agredido um policial na saída de uma festa em 2016, e Alexis Zárate, hoje na Letônia, na esquerda, que aguarda em liberdade após ter sido condenado a seis anos e seis por abuso sexual.
A dupla de zagueiros tem Rubén Semedo, do Villarreal, preso em Valência acusado de tentativa de homicídio, ameaças, ofensas, sequestros, posse ilegal de arma e roubo com violência. Ao seu lado vem Breno, hoje no Vasco, que foi condenado a três anos e nove meses de prisão por ter incendiado sua própria casa enquanto atuava na Alemanha.
O meio de campo começa com Adam Johnson, ex-Sunderland, que foi condenado a seis anos de prisão em 2016 por ter mantido relações sexuais com uma garota de 15 anos. Na época ele tinha 28 anos e atualmente precisa de proteção dentro da cadeia por ser ameaçado por outros presos.
O polêmico Joey Barton também aparece na lista, após ter passado 74 dias na prisão por ter agredido uma garota em uma briga. Já o búlgaro Yordan Letchkov deixou os gramados e foi para a política, sendo condenado a dois anos por abuso de poder, acusado de pressionar agentes para fazer “vistas grossas” no controle de empresas.
Fechando o setor, Ricardo Centurión, ex-São Paulo, que recentemente foi pego tentado subornar um policial após ultrapassar dois sinais vermelhos em uma área escolar.
No ataque, dois atletas com problemas na Itália. Michele Padovano, ex-Napoli e Juventus, foi condenado a 8 anos e 8 meses por tráfico de drogas. Ao seu lado, o brasileiro Robinho, recentemente condenado a nove anos de prisão por suposto crime de violência sexual em uma discoteca de Milão, em 22 de janeiro de 2013.

Homem armado mantém reféns em supermercado na França

Jornal do Brasil - Um homem que disse atuar em nome do grupo extremista Estado Islâmico (EI) abriu fogo e tomou várias pessoas como reféns nesta sexta-feira em um supermercado de Trèbes, perto de Carcassonne, Sul da França. Ao menos duas pessoas, de acordo com informações passadas por fontes da investigação à AFP.
"Uma grande parte dos funcionários e clientes do Super U conseguiram escapar. Um oficial da gendarmeria de serviço está atualmente em contato com o agressor", acrescentou a fonte à agência.
Um marroquino radicalizado, de cerca de 30 anos, é suspeito de ser o autor do ataque. O homem também é suspeito de ter atirado e ferido no ombro um policial em Carcassonne, cidade que fica a 15 minutos de distância do supermercado posteriormente ocupado.
O carro do mesmo homem que atirou em um policial em Carcassonne foi encontrado no estacionamento do supermercado de Trèbes. Um policial foi ferido a tiros no ombro, quando voltava da corrida com colegas perto do batalhão de Carcassonne, por volta das 9h30 GMT (6h30, em Brasília). Ele foi levado para o hospital e não corre risco.


O primeiro-ministro francês, Edouard Philippe, afirmou que tudo leva a acreditar que o tiroteio seguido por uma tomada de reféns se trata de "um ato terrorista". "A seção antiterrorista do Ministério Público de Paris está reunindo todas as informações que temos no momento e elas sugerem que seria um ato terrorista", disse Philippe, que interrompeu a visita que fazia a Mulhouse, sem citar um número de reféns envolvidos.
A justiça antiterrorista assumiu a investigação do ataque, que o primeiro-ministro francês classificou como "sério".
Em Trèbes, o homem entrou às 11h15 (7h15 de Brasília) no supermercado SuperU e começou a disparar. Uma testemunha disse que o homem gritou "Alá Akbar" ao entrar no estabelecimento, segundo uma fonte das forças de segurança.
As autoridades locais anunciaram no Twitter que a área estava isolada e pediram à população que "facilite o acesso às forças de segurança".
Se o vínculo com o EI for confirmado, o ataque seria o primeiro desta dimensão desde a eleição do presidente Emmanuel Macron, em maio do ano passado.
A tomada de reféns acontece com a França ainda em estado de alerta, após a série de atentados desde o ataque contra a redação da revista satírica Charlie Hebdo em janeiro de 2015, que deixou 12 mortos. A onda de atentados extremistas deixou 238 mortos e centenas de feridos em 2015 e 2016.

Ex-militar do Exército e mais 9 são presos por tráfico de armas no DF

Jornal do Brasil - O ex-militar do Exército Mauro de Souza Ferreira foi preso na manhã desta sexta-feira (23) na operação Shooter, que combate esquema de tráfico de armas no Distrito Federal. Foram mobilizados 180 policias civis para cumprir 22 mandados de prisão e 43 mandados de busca e apreensão.
Também são alvos da operação dois militares ativos, dois ex-militares do Exército e um da reserva da Aeronáutica. Os pedidos de prisão são temporários, válidos por cinco dias prorrogáveis.


Entre os alvos da operação estão também colecionadores que teriam comprado armas ilegais de traficantes. As buscas e apreensões são cumpridas em seis regiões do Distrito Federal (Cruzeiro, Santa Maria, Jardim Botânico, Guará, Gama) e duas do Entorno (Valparaíso de Goiás e Novo Gama).
As investigações começaram há quatro meses, quando policiais da Coordenação de Combate ao Crime Organizado trabalhavam em outra operação que também envolvia facções.

Produtor Miranda morre subitamente aos 56 anos


O produtor musical Carlos Eduardo Miranda faleceu por volta das 20hrs desta quinta-feira (22), um dia depois de completar 56 anos. Ele estava junto com a esposa, a cantora e preparadora Isabel Hermes, e a filha, Agnes, de apenas 1 ano, quando começou a passar mal. Ele sentiu fortes dores de cabeça e foi deitar-se em seu quarto, onde acabou morrendo.
Ele, conhecido simplesmente como Miranda, foi jurado dos programas Ídolos (2006/07), Astro (2008/12), Qual É o Seu Talento? (2009/12) e Esse Artista Sou Eu (2014), além de colaborar para o despontamento das bandas famosas O Rappa e Skank.

Miranda, em 2006, com Thomas Roth, Cyz Zamorano e Arnaldo Saccomani no programa Ídolos, do SBT


Miranda com os mesmos jurados de cima no programa Astros, do SBT