quarta-feira, 18 de abril de 2018

Conheça a trama principal e o elenco da próxima novela das nove, 'Segundo Sol'


Faltando menos de um mês pra começar, a Rede Globo já começou a fazer a divulgação da substituta de O Outro Lado do Paraíso, que se passará na Bahia e cuja estréia está marcada para o mês de maio. Giovanna Antonelli e Emílio Dantas, que fez a narrativa do teaser abaixo, são os protagonistas principais do folhetim de João Emanuel Carneiro.



Ela dá vida à Luzia, que começa a trama como uma catadora de mariscos na fictícia Ilha de Boiporã, e após muitas reviravoltas, ela abandona seus dois filhos e assume a profissão de DJ e também um novo nome, Ariella. Já ele vive o cantor de axé Beto Falcão, que forjará a própria morte para conseguir fazer sucesso, também com nova identidade.

Giovanna Antonelli está em uma novela de João Emanuel Carneiro
pela terceira vez após viver a interesseira Bárbara em 'Da Cor do Pecado'
e a estelionatária Atena na trama das nove 'A Regra do Jogo'
Deborah Secco e Adriana Esteves serão respectivamente intérpretes as vilãs Karola e Laureta. No começo, as duas vão tramar para separar Beto de Luzia, mas o autor garante que não deixará claro ao telespectador o vínculo entre as duas.

Depois de Carminha em Avenida Brasil, Adriana Esteves se prepara para
viver mais uma vilã
Deborah Secco como Karola, amiga de Laureta em Segundo Sol
Vale lembrar que esta não seria a primeira novela de João Emanuel Carneiro a se passar na Bahia. Na época que estava escrevendo Da Cor do Pecado, que marcou sua estréia na TV, a produção do folhetim tentou negociar com a prefeitura de Salvador sobre as gravações antes delas serem iniciadas, mas não teve sucesso, e a locação teve então que ser mudada.

Maria de Médicis, diretora geral do folhetim, comandou a equipe durante o tempo que estiveram fora do Rio de Janeiro
Entre vários nomes que integram o elenco de Segundo Sol, estão Vladimir Brichta, que fará Remy, o irmão de Beto; Fabíula Nascimento, que assumiu o papel de Cacau, irmã de Luzia; Caco Ciocler, o arquiteto Edgar; Giovanna Lancelotti, intérprete de Rochelle, estudante de moda e filha de Edgar; Luisa Arraes, Manuela, e Chay Suede, Ícaro (os filhos de Luzia); André Dias, como o islandês Groa; Luis Lobianco, o Clóvis, e Armando Babaioff, o Ionan (ambos também irmãos de Beto); Francisco Cuoco, o patriarca da família Falcão, Nestor; Arlete Salles, a esposa deste, Naná; Nanda Costa, como a policial Maura, vítima de assédio sexual no trabalho, entre outros.

A diretora Maria de Médicis dirige as atrizes Deborah Secco e Adriana Esteves
André Dias como o islandês Groa, amigo de Luzia
José de Abreu e Arlete Salles nos bastidores de Segundo Sol
Armando Babaioff como Ionan
Maria de Médicis orientando Emílio Dantas durante as gravações em Salvador
Luis Lobianco, estreante em novelas, como Clóvis
Vladimir Brichta como Remy
Giovanna Lancellotti será Rochelle, estudante de moda com duplo caráter
Fabíula Nascimento como Cacau, também marisqueira e irmã de Luzia
Dennis Carvalho dirigindo Caco Ciocler

Na véspera de lançar clipe, Jojo Todynho diz que não dá bola para quem lhe deu as costas


Extra - Depois de derrubar a internet com o hit “Que tiro foi esse”, a carioca Jojo Todynho convidou a imprensa para uma coletiva na sede da Universal Music, em São Paulo, para anunciar sua mais nova aposta, a música “Vou com tudo”. No evento, que aconteceu na noite desta quarta-feira, dia 17, a funkeira também assinou, finalmente, o contrato com a gravadora. E diz que agora, não dá mais bola para os DJs que viraram a cara para ela antes da fama.
— Os 15 minutos de fama já foram. Agora, é pra valer! Posso dizer que vamos lançar muitas músicas este ano e algumas parcerias também — disse a cantora.

Sem papas na língua, Jojo, que tem apenas 21 anos, também falou sobre o fato de muita gente achar que ela parece mais velha:
— Tenho 21, com corpo de 50 e cara de 100, mas quem tá comendo não está reclamando. Eu já estou acostumada a levar pedradas. Quando lancei a minha primeira música “Sentada diferente”, tive que bater na porta de muita gente pedindo para tocar minha música, mas pouca gente me dava moral. Hoje, quem virava a cara pra mim agora quer ser meu amigo. Então digo logo: se não estava comigo no início da fama, nem vem tentando querer tomar Toddynho hoje.

Gravado em uma mansão na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, o clipe de “Vou com tudo”, que será lançado nesta sexta-feira, dia 20, vai apresentar uma Jojo ainda mais poderosa cercada por homens musculosos em uma festa na piscina.

Noveleira que só, Jojo tem como par romântico no clipe o ator Thiago Thomé, o segurança Radu, de “O outro lado do paraíso”. Sem camisa, mostrando bem os músculos, o ator faz um papel de sedutor no filme.
— Todo mundo sabe que sou noveleira. E eu vivia falando dele na internet. Até que nos conhecemos e eu acabei me tornando amiga dele e da mulher. Então no clipe foi bem tranquilo. Teve gente falando que estávamos juntos, mas isso é tudo mentira.

Além de Thomé, “Vai com tudo” conta com a participação de passistas da Acadêmicos do Salgueiro — capitaneados pelo coreógrafo Carlinhos do Salgueiro.

Jojo se prepara, agora, para fazer shows em Miami, nos Estados Unidos, e outros países da Europa, entre eles Portugal.
— Será bacana! Vamos rodar tudo e, claro, vou para a Disney também. Vou me esbaldar muito lá. É um sonho de criança. Falo isso, sem deslumbre, porque tenho trabalhado muito. Tem gente que diz que estou ficando metida, mas quem me conhece sabe que minha essência é a mesma — desabafa Jojo, revelando um episódio que ocorreu recentemente: — Outro dia, um rapaz me pediu uma foto. Na hora que posei, ele ligou a câmera e falou: “Xinga meus amigos aí. Diga que o time deles não vale nada”. Quando me recusei, ele falou que eu estava ficando metida.

#BOMBA - Renata Sorrah vai viver transexual que não usa nome feminino em 'O Sétimo Guardião'

O papel mais lembrado da carreira de Renata é Nazaré Tedesco, de 'Senhora do Destino'
Eternizada como a vilã Maria de Nazaré Tedesco em Senhora do Destino (2004), a atriz Renata Sorrah foi escolhida pelo autor, Aguinaldo Silva, para a próxima novela das nove 'O Sétimo Guardião' e dar vida à uma transexual que não gosta de usar nome feminino. Com isso, Aguinaldo promete causar muita polêmica entre os membros da classe LGBT. "Os ativistas vão me crucificar. Chega de vitimismo", disse ele.

A atriz trabalhou em quase todas as novelas de Aguinaldo, sendo lembrada ainda
por ter interpretado a alcoólatra Helena Roitman em 'Vale Tudo' (1988)
Antes, a volta da vilã que consagrou Renata Sorrah nas telinhas já havia sido confirmada pelo autor, mas a atriz confessou ter receio de reviver a personagem e não conseguir emplacar outros.
O Sétimo Guardião tem data de estréia marcada para novembro, substituindo Segundo Sol.

Chaminé de ar puro para limpar atmosfera na China

Jornal do Brasil - Uma chaminé de 60 metros de altura foi construída no centro de um bairro chinês. Ao invés de fumaça, o gigantesco cilindro purifica (um pouco) o ar respirado pelos habitantes de Xian, uma das cidades mais contaminadas da China.
País que mais polui no mundo, a China tenta por todos os meios produzir ar puro, chegando inclusive a fechar fábricas nos momentos de pico de contaminação.
Milhões de chineses já não saem de casa sem uma máscara que filtra partículas finas e instalaram em suas residência purificadores de ar.
Em Xian (norte), antiga capital imperial que vê o céu azul durante menos da metade do ano, as autoridades adotaram medidas como instalar um purificador experimental nos arredores para filtrar o ar da rua.


O dispositivo, alimentado por energia solar, aspira o ar viciado do solo e o filtra quando sobe pela chaminé antes de expulsá-lo purificado para a atmosfera.
Pode limpar diariamente entre 5 e 16 milhões de metros cúbicos de ar, dependendo do tempo e do nível de contaminação, segundo Cao Junji, especialista em meio ambiente da Academia de Ciências chinesa.
A chaminé, que ainda está em fase de testes, reduz de 10 a 19% a taxa de partículas finas na atmosfera em um raio de 10 km2, assegurou na terça-feira à imprensa.

Em imagem que circula na web, Suzane Von Richthofen é lançada como deputada pelo PT

Acusada de mandar matar os pais em outubro de 2002, Suzane Von Richthofen aparece em uma imagem que já foi vista milhares de vezes como uma possível candidata a deputada federal pelo Partido dos Trabalhadores (PT), um dos mais odiados do país.
Ironicamente, a imagem diz que o número final da candidatura da assassina é 666, ou seja, o nome de uma figura bíblica criada para enganar à todos, e o slogan "em defesa da família". Ainda bem que isso é só uma brincadeira, né não, gente?

Aos 47 anos, Luciana Vendramini surpreende fãs com jovialidade

R7 - O tempo parece que parou para Luciana Vendramini. Aos 47 anos, a modelo e atriz anda surpreendendo pessoas na internet por manter-se jovem. No campo de comentários da foto ao lado, há dezenas de exclamações sobre o assunto.
— Sempre a mesma menina da década de 80 que encantou a todos ...Linda.
— Espetacular. Parece que o tempo não passou para você. Continua lindíssima!
— Com certeza você tomou água na fonte da juventude, não dá pra saber se você tem 20,30 ou 40.
— Os anos passam e você continua maravilhosa!

Luciana fez sucesso nos anos 1980. Com 16 anos, com autorização dos pais, foi a primeira modelo menor de idade a posar nua para uma revista masculina. Um ano depois, se casaria com o ex-vocalista do RPM, Paulo Ricardo.

Segunda instância rejeita último recurso de Lula no caso do triplex

EBC - A Oitava Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) rejeitou hoje (18), por unanimidade, o último recurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na segundainstância contra a sua condenação por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex no Guarujá (SP).
Participaram do julgamento os desembargadores Victor Laus, Leandro Paulsen e o juiz federal Nivaldo Brunoni, que substituiu o relator, desembargador João Pedro Gebran Neto, que está de férias. A votação do recurso durou poucos minutos, pois acusação e defesa não fizeram sustentação oral.


Com a publicação do acórdão [sentença colegiada] da decisão, o que deve ocorrer em até 10 dias, encerra-se a tramitação do caso de Lula na segunda instância, onde o ex-presidente buscava reverter sua condenação a 12 anos e um mês de prisão no caso do triplex.
O recurso rejeitado nesta quarta-feira foi um embargo de declaração contra decisão, de março, na qual os desembargadores da Oitava Turma – João Pedro Gebran Neto, Leandro Paulsen e Victor Laus – negaram o primeiro embargo de declaração de Lula contra sua condenação no TRF4.
O embargo de declaração é um tipo de recurso destinado a esclarecer obscuridades e contradições de uma sentença, embora não preveja a mudança na decisão final de um julgamento. A defesa, porém, havia apontado contradições cujos esclarecimentos poderiam, segundo os advogados, resultar na absolvição de Lula.
No segundo embargo, os advogados de Lula tinham argumentado que, no julgamento do primeiro, o relator Gebran Neto caiu em contradição ao reconhecer, em um trecho de seu voto, que a transferência do triplex para o ex-presidente nunca foi efetivada pela empreiteira OAS, embora, em outra parte, tenha escrito que a condenação por corrupção passiva ocorreu devido ao recebimento do bem.
Os embargos dos embargos foram protocolados pela defesa Lula após a prisão do ex-presidente no último dia 7, por ordem do juiz Sergio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, que não aguardou o julgamento do último recurso na segunda instância.

Novos recursos
A partir de agora, a defesa poderá somente apresentar os recursos especial e extraordinário, destinados ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) e ao Supremo Tribunal Federal (STF), respectivamente. Tais apelações não preveem reexame de provas e se destinam a questionar irregularidades processuais que eventualmente tenham violado leis federais ou princípios constitucionais.
Os prazos para entrar com esses recursos dependem do tratamento que será dado ao caso. A lei dá à defesa 15 dias corridos a partir da publicação do acórdão final do processo pela segunda instância, mas caberá à vice-presidente do TRF4, desembargadora Maria de Fátima Laberrère, decidir se a contagem começa com a negativa do segundo ou do primeiro embargo de Lula.
A desembargadora vai analisar se os recursos especial e extraordinário atendem aos requisitos necessários antes de serem encaminhados às instâncias superiores.

'Celebridade' volta a marcar 15 pontos nos capítulos de segunda e terça-feira. Será que a trama vai se levantar?


Desesperada por audiência, a Rede Globo começou a picotar a novela Celebridade, passando a exibir até três capítulos originais em apenas 1, já que a média parcial da reprise era de apenas 13.8 (14) pontos, e se não fosse cortada, a tendência era cair mais e mais.

Malu Mader em cena com Hugo Carvana, na clássica cena que o empresário Lineu é encontrado morto por Maria Clara
Esta semana, Celebridade começou a marcar 15 pontos na segunda-feira em São Paulo, registrando a mesma pontuação no capítulo de ontem. Daqui até o final, a novela vai superar o atual recorde, que é de 17 pontos? Essa era a expectativa de quem estava assistindo na segunda passada (09), quando foi ao ar a morte do empresário Lineu Vasconcelos, porém, o folhetim não conseguiu se reerguer e marcou 14 pontos (com picos de 18).

Próxima temporada de Tá no Ar: a TV na TV será a última


Diário de Pernambuco - A próxima temporada de Tá no ar: a TV na TV será a última. É o que revelou o colunista do site UOL, Mauricio Stycer, nesta quarta-feira (18).
Marcius Melheem garantiu a criação de um novo programa para 2020. “Estamos desenvolvendo. Ainda definindo formato. Mas vai manter o conceito que norteia Tá no ar e Zorra: dialogar com a sociedade”, disse.
Sobre o fim do Tá no ar, Melheem afirmou a decisão se dá pela intenção de inovar. “É preciso seguir, ter novas ideias, criar coisas novas, outros programas”, disse Marcius Melhem ao site.
A quinta temporada do programa teve o último episódio exibido nesta semana. A sexta e última temporada estreia em janeiro de 2019. Com esquetes curtas, o humorístico da Globo criado por Marcelo Adnet, Marcius Melhem e Maurício Farias satiriza programas televisivos da casa e de outras emissoras.

Protagonista de 'Todo Mundo Odeia' o Chris faz comercial do McDonald's para brasileiros


O McDonald's lançou nesta quarta-feira (18), exclusivamente para o Brasil, um comercial que falava sobre a opção de refis para os refrigerantes, e pra isso, convidou o ator Tyler James Williams, protagonista-título da série Todo Mundo Odeia o Chris. Embora não esteja no Facebook, o carinha que mora logo ali aproveitou para dar uma cutucada nos fãs brasileiros que, sempre que ele publica alguma coisa em suas redes sociais, comentam frases relacionadas à série, de quatro temporadas transmitidas entre 2005 e 2009 em 88 episódios.

Tyler James Williams entre Imani Hakim e Tichina Arnold, posando pra foto com Terry Crews e Tequan Richmond nos bastidores de Todo Mundo Odeia o Chris
O dublador Philipe Maia foi chamado para emprestar sua voz ao ator no comercial, intitulado #TodoMundoAmaRefil. Ele também foi responsável por dublar o ator Chris Rock, que roteirizou e narrou a série.

Turquia vai afastar 3.000 membros das Forças Armadas, indica ministro da Defesa


Observador.pt - O exército turco vai afastar nos próximos dias cerca de 3.000 efetivos suspeitos de ligações com o fracassado golpe de julho de 2016, anunciou esta quarta-feira o ministro da Defesa. “Desmascarámos uma estrutura de 3.000 pessoas no interior das Forças Armadas. Nos próximos dias, serão despedidos por decreto-lei”, declarou Nurettin Canikli, citado pela agência noticiosa estatal Anadolu.
As autoridades turcas desencadearam vastas purgas nas instituições após a tentativa de golpe de Estado durante a noite de 15 para 16 de julho e dirigida por militares. Ancara acusa o predicador Fethullah Gülen, que dirige uma influente confraria, de promover este golpe. Exilado nos Estados Unidos desde 1999, apesar de manter uma importante rede de apoiantes na Turquia, Gülen tem negado qualquer envolvimento.
Mais de 55.000 pessoas foram detidas e mais de 140.000 despedidas ou suspensas na sequência do estado de emergência instaurado em 20 de julho e que se mantém em vigor, após ter sido prolongado por mais três meses na quarta-feira. As purgas, dirigidas inicialmente contra os golpistas e presumíveis cúmplices, em particular no interior das Forças Armadas, rapidamente alastram aos meios pró-curdos, de esquerda e setores críticos, abrangendo responsáveis políticos, jornalistas e professores.
A oposição e organizações de defesa dos direitos humanos têm criticado com veemência o estado de emergência, acusando o poder de o utilizar para silenciar todas as vozes críticas, e a Comissão Europeia tem exigido a sua suspensão. No entanto, o Governo de Ancara continua a insistir que apenas tem sido dirigido “contra organizações terroristas e apoiantes”, como esta quarta-feira voltou a sublinhar o ministro da Defesa, Nurettin Canikli. “Mais ninguém é afetado”, assegurou.

Relembrem os papéis de destaque de Camila Pitanga, que estará novamente no ar com a reprise de Belíssima

Os fãs da atriz Camila Pitanga poderão matar as saudades com a volta do novelão Belíssima, onde ela interpretou a empregada doméstica Mônica, que trabalhava para a ex-vedete Mary Montilla (Carmem Verônica) e conquistou o coração de Alberto Sabatini (Alexandre Borges), o diretor de promoções na loja de roupas íntimas de mesmo título que a novela, e Cemil (Leopoldo Pacheco), que também trabalha no mesmo estabelecimento de olho nos operários.

Camila Pitanga posa com Alexandre Borges e Thomas Veloso, que interpretou Toninho, filho de Alberto Sabatini em 'Belíssima' (2005)
A reprise da novela está marcada para a primeira quinzena de junho, substituindo o sucesso Celebridade, no Vale A Pena Ver de Novo.
Camila, cuja primeira novela foi 'Fera Ferida', aos 16 anos, está fora das telas desde o fim de 'Velho Chico', onde interpretou a filha do Coronel Afrânio (Antônio Fagundes), Maria Teresa. Relembrem aqui outros trabalhos da atriz, que começou sua carreira artística em 1988 como assistente de palco do programa 'Clube da Criança', na Manchete:


A Próxima Vítima - 1995: ela interpretou a aspirante à modelo Patrícia, que sonhava desfilar nas passarelas e ter seu nome e suas fotos nas mais diversas revistas. A família inteira era contra a decisão da moça.
Foi a primeira vez que ela atuou com seu pai, Antônio Pitanga, e juntos fizeram os mesmos papéis na trama, que também foi escrita por Sílvio de Abreu e ao ar às oito da noite.


Porto dos Milagres - 2001: na trama de Aguinaldo Silva e Ricardo Linhares, Camila deu vida à Esmeralda, sua primeira antagonista, que fazia de tudo para ter o pescador Guma (Marcos Palmeira) ao seu lado. Tinha vários embates com a mocinha Lívia (Flávia Alessandra) por causa deste mesmo homem.


Paraíso Tropical - 2007: foi há onze anos que ela recebeu o melhor papel de sua carreira: a prostituta Bebel, lembrada até hoje por ser "uma mulher de catiguria", como ela mesma dizia. Depois de passar a noite com o empresário mau caráter Olavo (Wagner Moura), os dois não conseguiram esquecer um do outro e passaram a se ver mais vezes, mantendo uma relação amorosa cheia de altos e baixos.
Camila Pitanga viveu ali a melhor fase na TV, levando durante o ano nove troféus de melhor atriz. Sua personagem não chamou a atenção do Brasil só pelo seu humor, como também pelo seu jeito de se vestir, copiado por muitas telespectadoras.


Cama de Gato - 2009: à partir de outubro deste mesmo ano, o telespectador poderia ver a atriz até limpando privada. Sua personagem, Rose, era faxineira e trabalhava dobrado para sustentar os quatro filhos que teve com o gigolô Tião (Ailton Graça).
Camila, mais uma vez, fez par romântico com Marcos Palmeira, intérprete de Gustavo Brandão, empresário bem sucedido no ramo de perfumes e cosméticos. Além disso, trabalhou novamente com seu pai, Antônio Pitanga, que interpretou o padrasto de Rose, Miguel.


Insensato Coração - 2011: pela segunda vez atuando numa trama de Gilberto Braga, Camila viveu a executiva na área de marketing Carol, mulher bem sucedida em sua profissão, mas que ia mal na vida pessoal, pois acreditava que não poderia nunca engravidar devido a um problema uterino. Ao longo da trama, envolveu-se com o mulherengo André (Lázaro Ramos) e com o empresário Raul (Antônio Fagundes). Enquanto estava em relacionamento com o primeiro, que trabalhava como design de móveis, foi pega de surpresa ao descobrir que estava grávida.


Lado A Lado - 2012: no folhetim, que se passou no começo do século passado, a atriz global deu vida à Isabel, filha de um ex-escravo que trabalhava como empregada doméstica para sobreviver desde os 14 anos, além de lutar por direitos iguais tanto para os brancos quanto para os negros.
Fez mais uma vez par romântico com Lázaro, que deu vida ao barbeiro Zé Maria.


Babilônia - 2015: ela viveu a batalhadora Regina, moradora do Morro da Babilônia, no Rio, que trabalhava como vendedora na praia do Leme para sustentar a mãe, Dora (Virgínia Rosa), o irmão Diogo (Thiago Martins), que era nadador, e a filha, Júlia (Sabrina Nonata), fruto de seu casamento com o jornalista Luís Fernando (Gabriel Braga Nunes) sem saber que ele era casado. No começo da novela, que é uma das menos assistidas da Globo, Regina estudava medicina, mas precisou parar tudo por causa do assassinato de seu pai, o motorista Cristóvão (Val Perré), cometido pela arquiteta Beatriz (Glória Pires).

Erdogan antecipa eleições gerais na Turquia para junho deste ano


O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, antecipou as eleições parlamentares e presidenciais para 24 de junho deste ano. Elas estavam originalmente marcadas para novembro de 2019.
O anúncio foi feito nesta quarta-feira, após conversas com o líder do principal partido nacionalista da Turquia, Devlet Bahceli, que havia pedido a antecipação do pleito na véspera.
Segundo Erdogan, as eleições precisam acontecer antes para acelerar a inauguração de um novo sistema presidencial para lidar com os desafios futuros.
A Turquia está passando de um sistema parlamentar para um presidencial que vai aumentar os poderes do estadista. As mudanças entram em vigor com as próximas eleições.

Fonte: Associated Press.

Comissão do Senado vai pedir que Lula receba mais visitas


Curitiba - A Comissão de Direitos Humanos do Senado deve requerer, em relatório sobre as condições do cárcere de Luiz Inácio Lula da Silva, que o ex-presidente precisa ter acesso a visitações, por ser "um preso político", com "35% de preferência do eleitorado".
É o que defenderam os 11 senadores que visitaram nesta terça-feira, 17, a "cela" especial preparada para Lula na sede da Polícia Federal, em Curitiba, o berço da Operação Lara Jato, para início do cumprimento provisório da pena de 12 anos e um mês de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no caso triplex do Guarujá (SP).
"Isso que vamos pleitear no relatório", disse o senador João Capiberibe (PSB-AP), relator da comissão, após vistoria dos parlamentares nesta terça na PF de cerca de duas horas, ao responder à imprensa se iam pleitear direitos especiais de visitas para Lula. "Porque ele tem hoje 35% da preferência do eleitorado. Não conheço nenhum preso comum assim", completou.
O senador afirmou que "Lula tem 72 anos e é um homem muito interativo". "Passava os dias conversando, discutindo, trabalhando, e hoje ele está muito isolado. Esse isolamento é uma grande preocupação da comissão."
Para o senador, é preciso cumprir a Lei de Execução Penal que permite visitas de amigos e da família. "O advogado está sempre presente, mas ele precisa de ter diálogo com mais pessoas. Ele é um preso político. É um homem que tem hoje 35% da preferência do eleitorado brasileiro, então é um caso raríssimo na história do nosso País. Trata-se do maior líder popular da história do Brasil, não é um preso comum, é um preso político."
A vistoria da Comissão foi aprovada no dia 11, em requerimento da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM). O pedido de visita ao local foi feito um dia após um grupo de 11 governadores, acompanhados dos senadores Gleisi Hoffmann (PR) - presidente do PT -, Lindbergh Farias (PT-RJ) e Roberto Requião (MDB-PR).
Questionado se a visita também era política, Capiberibe disse que a "visita era uma preocupação da Comissão de Direitos Humanos com as condições carcerárias". "Mas a visita não deixa de ser uma visita política, porque se trata de um preso político."
Onze dos 14 senadores da Comissão de Direitos Humanos que visitariam o cárcere da Lava Jato estiveram com Lula.
Após a juíza federal Carolina Moura Lebbos, da 12ª Vara Federal, determinar que só membros da comissão poderiam entrar na unidade, estiveram no local: Regina Sousa (PT-PI), Paulo Paim (PT-RS), Lindbergh Farias (PT-RJ), Gleisi Hoffmann (PT-PR), Paulo Rocha (PT- PA), Fátima Bezerra (PT-RN), Humberto Costa (PT-PE) , José Pimentel (PT-CE), Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), João Capiberipe (PSB-AP) e Lidice da Mata (PSB-BA).
Capiberibe informou à saída que vai preparar um relatório da vistoria realizada na Custódia da PF e na cela de Lula e que ele deve ser votado na próxima semana.

Lula está na cadeia desde a semana passada
Estabilidade
A presidente da Comissão de Direitos Humanos, senadora Regina Sousa, afirmou que Lula pediu para a militância e seus aliados não desistirem da lula. "Ele pede que a gente não desista que a gente continua fazendo a luta, a boa luta pela democracia nesse País."
Os membros da comissão permaneceram na sede da PF das 14h15 até as 16h. Ao saíram, disseram que o ex-presidente afirmou não estar preocupado com ele. "Outra coisa que surpreendeu foi que ele disse não estar preocupado com ele. 'Eu não estou preocupado comigo. As minhas condições de vida aqui não são tão diferentes dos últimos 20 anos da minha vida. Nos últimos 20 anos eu frequentei um restaurante, não fui ao cinema, ficava na minha casa conversando com Marisa, a esposa dele, com os filhos e com os netos'", relatou Capiberibe.
Segundo o senador, que fará o relatório sobre a vistoria, o ex-presidente "está preocupado com a estabilidade que o País atravessa e com o funcionamento das instituições". "Essa foi a preocupação dele transmitida à comissão."
Regina Sousa disse que as condições da cela são razoáveis. "Mas o importante é que o presidente está isolado, no último andar, fechado, solitária, essa é a terceira visita, ele tem necessidade de conversar. Conversamos muito com ele. O recado que ele deixa é que ele está menos preocupado com ele e mais preocupado em restabelecer o estado de direito nesse País. "
Segundo Capiberibe, "o presidente Lula está tranquilo e indignado". "Indignado com a distorção das informações que estão chegando à população. E ele diz que a única arma que ele tem é a sua inocência. E por isso que ele se submeteu... porque ele poderia ter pedido asilo em uma embaixada, ter pedido asilo em uma fronteira, mas ele acredita na democracia e acredita na Justiça. Essa é a afirmação que mais me surpreende."
O senador disse que quando perguntou das condições em que o ex-presidente estava, ele respondeu: "Olha Capi, em relação a você, que passou pela tortura, pela prisão na ditadura, eu estou bem, aqui está tranquilo".

Custódia
Antes de visitar Lula, os senadores vistoriaram as instalações da carceragem da PF, onde estão outros 20 prisioneiros, metades deles réus da Lava Jato - como o ex-ministro Antônio Palocci (Fazenda e Casa Civil/Governos Lula e Dilma) e o empreiteiro Léo Pinheiro, da OAS, ambos ex-amigos de Lula que perante o juiz Sérgio Moro incriminaram o ex-presidente.
"Nós conversamos com os presos, falei pessoalmente com cada um, indaguei sobre as condições carcerárias, sobre alimentação, sobre vestimenta, banho de sol, eles consideraram o tratamento adequado", relatou Capiberibe. "Tem cela com 2 (presos), tem cela com 4", finalizou.

Um dos autores do assassinato de Marísia e Manfred von Richthofen é preso por agredir uma mulher

Cristian passeando no camburão mais uma vez
Em Sorocaba, a polícia prendeu na madrugada desta quarta-feira (18) Cristian Cravinhos, um dos meliantes que mataram os pais de Suzane von Richthofen (à mando desta) quinze anos antes. Ele, pra não ser levado à delegacia por agredir uma mulher (supostamente sua ex) e ter em casa uma pistola calibre 9 mm, ofereceu mil reais aos policiais, o que agravou sua situação. A vítima confirmou as agressões, mas preferiu não registrar um boletim de ocorrência.
Durante a audiência de custódia, que foi marcada para às 9hrs, a o juiz determinou que esse elemento deve voltar à prisão imediatamente por não estar cumprindo com as regras do regime aberto. Sendo assim, Cristian, que se encontra no Centro de Detenção Provisória (DCP), será transferido para o presídio de Tremembé, também no interior de São Paulo.

Os irmãos Cristian e Daniel Cravinhos com Suzane von Richthofen em 2002
Cristian estava em liberdade desde agosto do ano passado após ser beneficiado pelo bom comportamento. O irmão dele, Daniel, também conseguiu o regime aberto, e até agora não se meteu em nenhuma encrenca. Já Suzane ainda está aguardando a resposta da justiça.