quinta-feira, 3 de maio de 2018

Assassinato das adolescentes Maria Eduarda e Tarsila Gusmão completa 15 anos nesta quinta-feira (03)


Até hoje um crime que não foi solucionado. Em 03 de maio de 2003, as adolescentes Maria Eduarda Dourado e Társila Gusmão, ambas com 16 anos, saíram da casa que estavam hospedadas, em Serrambi (que dá nome ao caso), praia pertencente ao município de Ipojuca, interior de Pernambuco, para fazerem um passeio de lancha com amigos em Maracaípe, outra praia, localizada no sul do estado, e nunca mais foram vistas.


Os corpos foram encontrados num canavial de Camela (bairro da mesma cidade) dez dias depois em estado de decomposição avançado e consumidos por animais.
Os acusados eram os irmãos kombeiros Marcelo e Valfrido Lima, que sempre negaram suas participações no crime. Eles foram absolvidos em um juri popular sete anos depois e as duas famílias recorreram à decisão, mas o Marcelo voltou a ser preso em 2015 por adulteração da placa de seu veículo.

Os irmãos Marcelo e Valfrido Lima juraram inocência no caso
Os kombeiros sujaram mais ainda seus nomes ao serem indiciados em 2015 por estarem envolvidos numa quadrilha que adulterava veículos de kombis roubadas.
O Caso Serrambi está sendo investigado até hoje e já tem mais de 10 mil páginas processuais. Afinal, quem matou Maria e Tarsila? As informações sobre o crime são dos sites Diário de Pernambuco, Pernambuco News, Época, Ronda JC e G1.

'Pensei em desistir, mas sempre vinha um pra falar 'Playstation'', conta Yudi


Emais (Estadão) - O apresentador e cantor Yudi Tamashiro falou a respeito de uma fase não tão boa de sua vida em entrevista ao programa Sensacional, da RedeTV!.
Yudi conta que, à época em que apresentava o Bom Dia & Cia., infantil do SBT, saía de casa às quatro da manhã e chegava a voltar às sete da noite: "Era tudo muito intenso, só que quando você é muito novo, você quer aproveitar."
Questionado sobre o fato de ter apresentado o programa bêbado certa vez, prosseguiu: "Minha vida realmente estava muito assim, principalmente em balada, em mulherada, enfim, depois que eu saí do Bom Dia & Cia. que eu senti realmente a liberdade assim, que eu falei: 'Pô, tem um mundão fora do estúdio, tem coisas que eu não aproveitei e preciso aproveitar'."

Yudi Tamashiro e Priscila Alcântara quando ainda eram apresentadores do Bom Dia & Cia
"Eu aproveitava bastante, mas hoje vejo que tudo isso é passageiro. Eu procurava minha felicidade em balada, em bebida, em coisas que no dia seguinte eu já acordava com dor de cabeça e arrependido de fazer tudo que eu fazia. Eu chorava direto", desabafou.
O ator ainda revelou que ser reconhecido pelos fãs foi um dos fatores que lhe deram força para continuar: "Várias e várias vezes eu pensei em desistir da minha carreira, da minha vida, ir morar fora, só que toda vez que eu saía de casa sempre vinha um para me falar do 'Playstation', sempre vinha um falando: 'Você faz parte da minha infância, gosto muito de você, obrigado'. E são essas pessoas que nunca me deixaram desistir da minha carreira."
"Atrás do artista tem um ser humano também. A gente passa por dificuldades, dificuldades grandes, mas que jamais vamos demonstrar isso, porque um artista de verdade esconde o sofrimento para levar alegria para vocês", acrescentou.
Yudi ainda aproveitou a entrevista para elogiar seu ex-patrão, Silvio Santos: "Acho que cada pessoa tem um dom. Se souber aproveitar esse dom da forma certa, consegue crescer e ninguém segura. O Silvio tem esse feeling de olhar e falar: 'Isso funciona, isso não funciona. Isso tem um tempo e isso é eterno'".
O Sensacional vai ao ar nesta quinta-feira, 3, a partir das 22h45 desta quinta-feira, 3, na RedeTV!.

Filho da escritora Zíbia Gasparetto, médium e também escritor Luiz Gasparetto morre aos 68 anos


Nesta quinta-feira (3), o médium e escritor espírita Luiz Gasparetto, de 68 anos, perde a batalha que enfrentava contra um câncer de pulmão. A notícia da morte do filho da também médium e escritora Zíbia Gasparetto foi divulgada por seus familiares e assessores em sua página no Facebook.
“Luiz Gasparetto, o homem que deixa na Terra, seu legado de espiritualidade. Foram mais de 30 livros publicados, milhares de palestras em diversas cidades do mundo, muitas vidas e corações tocados por seus ensinamentos, e ele gostaria que você se lembrasse de que, melhorar o mundo, começa com a melhora de si mesmo. Faça acontecer! No mundo espiritual, tudo tem começo e meio. O fim só existe, para quem não percebe o recomeço. Nosso espírito é eterno. Feliz recomeço, Gaspa!”.


Luiz revelou à todos sobre a doença em fevereiro deste ano através de um vídeo, no qual apareceu debilitado por conta do tratamento.
Além de ter escrito livros, ele, que também era formado em psicologia, foi apresentador dos programas Terceira Visão, nos anos 1980, na Rede Bandeirantes, e Encontro Marcado, entre 2005 e 2008 na Redetv!. Luiz também foi colunista da revista Ana Maria até o início da década, e locutor do programa Gasparetto Conversando com Você, na Rádio Mundial.
Foi publicado na página do escritor que o velório e a cremação estão previstos para serem realizados amanhã no Memorial Parque Paulista, em Embu das Artes, interior de São Paulo, entre as 10 e 15 horas.

Doleiros de Cabral tinham como 'clientes' JBS e Odebrecht, diz investigação


Diário de Pernambuco - Uma das maiores operações já montadas pela Lava Jato a incluir o Rio, a Operação "Câmbio, desligo", deflagrada nesta quinta-feira, 3/5, tendo como alvos 45 doleiros que operavam para o ex-governador Sérgio Cabral (MDB), prendeu também dois doleiros que trabalhavam para a JBS. Conhecidos pelos apelidos "Paco" e "Raul", eles foram capturados no Uruguai. Segundo a Procuradoria da República, foi montado pelo grupo de Cabral um "banco paralelo", que lavava dinheiro sujo no Brasil e no exterior, e que também foi utilizado pela Odebrecht.
Foi a maior investida contra a lavagem de dinheiro no País desde a do Banestado, afirmou o coordenador da Lava Jato no Rio, procurador Eduardo El Hage. "Os doleiros faziam a junção entre demanda de dólar no exterior e de real no Brasil. Precisavam ter uma rede complexa de financiadores, era tal qual um sistema bancário. Essas contas têm íntima relação com todo o ciclo da corrupção no Brasil. Juca e Tony (doleiros de Cabral) forneciam serviços para empreiteiras como a Odebrecht", explicou o procurador da República Rodrigo Timóteo.
A operação contou com o apoio de autoridades uruguaias e mirou em doleiros que serviram no Brasil e no exterior ao esquema de corrupção, lavagem de dinheiro e evasão de divisas atribuído ao ex-governador. Segundo as investigações, foi movimentado mais de US$ 1,6 bilhão. Pelo menos US$ 100 milhões seriam de Cabral.
O procurador da República Stanley Valeriano pontuou que sem o esquema não teria sido possível ao grupo de Cabral movimentar tanto dinheiro de propina. "Não seria possível movimentar cifras tão altas se não fossem os doleiros. Eles dão suporte a várias outras atividades criminosas, possibilitam outros crimes de evasão se dividas, sonegação, tráfico de drogas."
Estão sendo cumpridos 45 mandados de prisão preventiva no Brasil contra doleiros e seis de prisão preventiva no exterior no Paraguai e Uruguai, além de quatro mandados de prisão temporária e 51 de busca e apreensão determinados pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio. As equipes desde cedo estão nas ruas nos Estados do Rio, São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e no Distrito Federal. A Interpol foi acionada para prisões na Alemanha (um alvo) e nos Estados Unidos (dois alvos).
A operação baseou-se na delação premiada dos doleiros de Cabral Vinícius Claret, o Juca Bala, e Cláudio Barboza, o Tony, que estão presos, assim como o ex-governador. Eles revelaram que a rede se utilizou de três mil off shores instaladas em 52 países.
Das três mil contas, boa parte delas não foi objetivo de repatriação do dinheiro, informou o superintendente da Receita, Luiz Henrique Casemiro. Conforme mostra fluxograma divulgado pela Procuradoria, Cabral está no centro do esquema, tendo seu operador Carlos Miranda a função de contatar os irmãos doleiros Renato e Marcelo Chebar (também delatores) e, estes, Juca e Tony.
A dupla operava com Dario Messer, o chamado "doleiro dos doleiros". Por circular na alta sociedade carioca, em especial em eventos da comunidade judaica, e entre celebridades, ele trazia clientes.
O fluxograma mostra também que os doleiros do Rio se relacionavam com os demais doleiros que tiveram a prisão decretada e que trabalham em São Paulo e demais Estados.
A necessidade de utilizar essa rede se deu pelo fato de o montante de dinheiro sujo ser grande demais, revelam as investigações. Messer está sendo procurado no exterior. Ele tem cidadania brasileira e paraguaia.
O sistema funcionava assim: o grupo de Cabral, segundo os delatores, entregava aos doleiros dinheiro sujo, em reais, no Brasil, e este era "transformado" em dólares limpos no exterior. No processo de branqueamento, os envolvidos ainda faziam pagamentos de boletos, compravam e vendiam cheques oriundos do comércio.
O juiz Marcelo Bretas, da 7.ª Vara Federal Criminal do Rio, justificou assim as prisões: "A gravidade da prática criminosa de pessoas com alto padrão social que tentam burlar os trâmites legais não poderá jamais ser tratada com o mesmo rigor dirigido à prática criminosa comum".
Ele considera ainda que foi criado um sistema financeiro paralelo pela organização criminosa vinculada a Cabral.
Os atos supostamente praticados, acredita o juiz, "afetam toda a economia do País, pois há uma verdadeira rede de câmbio paralelo, movimentando soma de bilhões de dólares sem passar pelo trâmites legais. A impressão que se tem é que a apontada organização criminosa, cujas diversas ramificações estão ainda a ser escrutinadas, criaram um 'sistema financeiro paralelo' ao oficial, de forma a desrespeitar as normas existentes sobre a matéria e colocar em risco a credibilidade do sistema financeiro do Brasil perante instituições internacionais."
Bretas escreveu ainda: "Repise-se que muitos dos ora investigados já foram investigados ou denunciados no passado por delitos de mesma tipologia, todavia, isso não parece ter desestimulado a perpetuação da conduta".

Defesas
A defesa do ex-governador Sergio Cabral mandou nota sobre a operação desta quinta: "A operação policial de hoje em nada afeta a defesa do ex-governador Sérgio Cabral, não se refere à sua pessoa e nem ao seu mandato."
Em nota, a Odebrecht afirma "que está colaborando com a Justiça no Brasil e nos países em que atua. Assinou Acordo de Leniência com as autoridades do Brasil, Estados Unidos, Suíça, República Dominicana, Equador, Panamá e Guatemala. Implantou um sistema para prevenir, detectar e punir desvios ou crimes. E adotou modelo de gestão que valoriza não só a produtividade e a eficiência, mas também a ética, a integridade e a transparência "
A assessoria de imprensa da JBS afirmou que a Operação "Câmbio, Desligo" não traz nenhum fato novo envolvendo a empresa e que todas as denúncias envolvendo a JBS no âmbito da Operação constam no acordo de colaboração da holding J&F.

Xuxa Meneghel volta a pedir orações para a mãe que sofre de Mal de Parkinson


TV Foco - Xuxa Meneghel vem enfrentando momentos difíceis, não só em seu programa na Record, como na sua vida pessoal. A apresentadora publicou foto de sua mãe, Alda, nesta quinta-feira, 03 de maio, com um pedido para seus seguidores, algo que já havia feito meses atrás.
“Por favor… peço a vcs que tem muita fé que rezem por minha guerreira, minha Aldinha. Bgda que Deus dê em dobro a vcs”, escreveu a mãe de Sasha na legenda de uma publicação em que aparece abraçada com sua matriarca, que tem Mal de Parkinson e perdeu alguns movimentos do corpo por conta de 2 AVCs.
A apresentadora da Record TV recebeu o apoio de milhares de seguidores. Dona Alda vive com a filha, onde fica sob cuidados permanentes de enfermeiras.
Mesmo com a doença em estágio avançado, Xuxa tenta manter a normalidade na vida da mãe. Em 2015, ela levou Dona Alda para uma viagem curta até Angra dos Reis, no Rio de Janeiro.

Confira:

Canal Viva anuncia volta de 'A Indomada' no lugar de Explode Coração às onze da noite


Pegando à todos que já esperavam Roda de Fogo (novela escrita por Lauro César Muniz - 1986) de surpresa, o Canal Viva trocou a reprise dessa novela pela que foi escrita por Aguinaldo Silva e Ricardo Linhares em 1997. 'A Indomada' entrará na grade do canal vinculado à Rede Globo em função do sucesso de 'Tieta', também de Aguinaldo Silva, no ar entre maio e dezembro do ano passado, e originalmente veiculada em 1989.
O folhetim, que tem entre outros atores José Mayer, Adriana Esteves, Eliane Giardini, Marcos Winter, Eva Wilma, Ary Fontoura, Renata Sorrah, Betty Faria, Selton Mello, Paulo Betti e Luiza Tomé, teve média geral de 48 pontos na grande São Paulo, além de ter sido saritizada pelo Casseta & Planeta Urgente e reprisada no Vale A Pena Ver de Novo dois anos depois da estréia.
Vale lembrar que há cinco anos, o Viva incluiu essa novela numa enquete para o público escolher qual seria a substituta de Rainha da Sucata, mas perdeu para 'Água Viva' (de Gilberto Braga - 1980).

Avó tenta tirar tatuagem de neto com esponja e vira meme nas redes sociais


Vírgula - O publicitário goiano Thiago Boca acabou deixando a avó famosa nas redes sociais ao postar um vídeo em que mostra para ela uma tatuagem feita faz alguns anos.
“Consegui esconder por mais de 15 anos. Hj minha vó descobriu, eu tenho uma tatuagem”, escreveu na legenda do vídeo.
“É a marca da besta!”, diz Dona Ana, enquanto tenta esfregar e tirar o desenho da pele do neto com uma esponja de cozinha. Thiago ainda brinca: “Se esfregar direito sai”.
Em quatro dias, o vídeo já tem mais de 6 mil visualizações no Instagram.

Uma publicação compartilhada por Thiago Boca (@thiagoboca) em

Evaristo Costa brinca com meme envolvendo o novo bebê real


Revista Maire Claire - Evaritsto Costa parece ser uma daquelas pessoas que perde o amigo, mas não perde a piada, no melhor dos sentidos. Nesta quinta-feira, 3, ele usou entrou na onda do meme que envolve o Príncipe William, a Duquesa Kate e o seu mais novo herdeiro, Príncipe Louis. "Finalmente trouxeram o bebê Louis para eu conhecer. Um príncipe!", escreveu em sua legenda.
"Melhor pessoa, definitivamente", "Kkkkkkk mooorta com esse influencer digital!" e "Você é muito criativo com suas publicações... kkk", foram alguns dos comentários que ele recebeu.

Casamento de Bruno e Raquel contará com discurso surpreendente de Nádia


Caras - Nádia (Eliane Giardini) foi a grande barreira para o romance de Raquel (Erika Januza) e Bruno (Caio Paduan) prosperar desde o início da trama, quando eles se conheceram na casa do delegado, onde a jovem foi contratada para ser empregada doméstica.
Segundo o Notícias da TV, após inúmeras brigas, discussões e ofensas vindas da racista, a mãe de Diego (Arthur Aguiar) pedirá a palavra na cerimônia de união entre a juíza e seu amado e provará ali sua redenção. "Quero que todos me ouçam. Eu dizia que não era racista. Mas era racista, sim. A Raquel há muitos anos foi trabalhar na minha casa como doméstica. Meu filho se apaixonou por ela, e eu separei os dois, porque ela é negra. Mais tarde ela retornou à cidade, como juíza", iniciará.
"Em vez de admirá-la, eu tratei de fazer tudo para que eles não se aproximassem. Mesmo se amando", assumirá. "A senhora me deu trabalho, dona Nádia", responderá Raquel.
"Eu sei que perturbei muito a vida de vocês. Mesmo sabendo que meu filho Bruno só seria feliz ao lado desta mulher. Mas Deus me enviou um ensinamento. Meu neto, Marquinhos, que é afrodescendente. Muita gente duvida, mas ele é realmente meu neto. Tanto do meu lado, como do meu marido, temos ascendentes negros. Eu amo esse menino. Eu descobri que não importa a raça de uma pessoa, não importa a cor da pele. Importa o amor", concluirá ela.
Ainda discursando diante dos convidados de uma cerimônia intimista em um salão de festas, a ex-racista fará um pedido para os noivos. "Raquel, Bruno, eu quero fazer um pedido a vocês. Me deem muitos, muitos netos!" "Eu vou dar sim, muitos netos para a senhora", dirá a juíza Raquel.
O capítulo está previsto para ir ao ar na próxima sexta-feira, 04 de maio.
Nesta quarta-feira, 3, Erika Januza usou as redes sociais para agradecer a oportunidade de dar vida à personagem Raquel Custódio.
"Orgulho, alegria, gratidão, tudo ao mesmo tempo e muito mais por este trabalho. 'Dra. Raquel Custódio, nascida e criada no Quilombo da Formiga'. Juíza sim! E representando sim! Obrigada a Deus por ter me dado a profissão que aprendi a amar e fazer com todo gosto do mundo. Obrigada aqueles que abrem seus corações a darem oportunidades, a acreditar! Obrigada Walcyr Carrasco pela confiança, nossos diretores maravilhosos por todo cuidado. Com certeza já fazem parte da minha história", garantiu a atriz.

A SUBSTITUTA
Segundo Sol substituirá O Outro Lado do Paraíso na grade da programação no dia em 14 de maio. A novela conta a saga de Luzia (Giovanna Antonelli), mulher simples e batalhadora que terá sua vida virada do avesso após se apaixonar por Beto Falcão (Emilio Dantas). No decorrer da trama, Luzia percorre uma longa jornada para reescrever a própria história e reunir a família, despedaçada em decorrência de uma série de armações criadas por Karola (Deborah Secco), namorada de Beto, e Laureta (Adriana Esteves), figura poderosa da cena noturna de Salvador. “A novela é um drama familiar, a luta dessa mulher para recompor sua família e sua vida. A grande força dessa história são os laços familiares e a chance que todos nós merecemos de começar de novo”, pontua o autor, João Emanuel Carneiro.

Casamento de seis anos de Simony teria terminado por traição

Folha Vitória - O casamento de Simony com o engenheiro Patrick Souza teria chegado ao fim após seis anos. Segundo informações do colunista Leo Dias, a cantora teria contado para amigos próximos que não está mais com Patrick, com quem participou da primeira temporada do Power Couple, alcançando a segunda colocação. A notícia teria surpreendido, já que o término teria acontecido depois que a artista descobriu uma traição por parte do ex.


Nas redes sociais, Simony teria apagado todas as publicações onde aparecia ao lado de Patrick. A cantora tem quatro filhos, sendo que um deles, Anthony, é fruto de seu casamento com o engenheiro. Os dois não estariam mais morando juntos.
Atualmente, Simony está com a agenda lotada com o retorno do Balão Mágico. Com isso, amigos próximos teriam garantido que o fim de seu casamento não teria abalado a cantora.
Procurada, a assessoria de imprensa da artista ainda não foi encontrada para confirmar a informação.

Caio Castro surpreende ao revelar por que sofre preconceito na TV Globo


Mídia News - Caio Castro foi o convidado do programa Vai Fernandinha que foi ao ar nesta quarta (2). Em bate papo com a apresentadora Fernanda Souza, o ator, que foi descoberto em um concurso promovido pelo Caldeirão do Huck em 2008, admitiu que, mesmo após dez anos na TV, ainda sofre preconceito dos colegas veteranos de TV Globo.
“Até hoje. Como peço dispensa da preparação porque prefiro fazer à minha maneira para chegar na leitura e vomitar [o texto], os atores das antigas, por algum motivo, ficam: ‘vai, vamos ver’“, revelou Caio Castro. “Alguns chegaram em mim e disseram: ‘pensei várias paradas erradas, tinha muito preconceito errado, não sei por quê’“, disse o ator. Ele interpretou D. Pedro I na novela Novo Mundo, em 2017, e atualmente apresenta o reality show Are You The One? Brasil, da MTV.
Na conversa, ele também relembrou como foi selecionado para o teste: “Conseguiram o telefone da minha casa, eu não estava, meu pai atendeu. Pedi 200 reais para o meu pai, peguei um ônibus para o Rio, dividi táxi com gente que não conhecia. Tinha pouco dinheiro, não conhecia ninguém, fui na cara e na coragem. Dei uma dormida na rua, porque cheguei muito cedo. Quando acordei, tinha não sei quantas mil pessoas. Parecia doideira eu falar isso, mas eu já sabia [que ganharia o concurso], não tinha dúvidas“, disse.
Caio Castro também revelou que, a princípio, queria fazer parte do elenco da série Malhação: “A minha pretensão era de fazer Malhação. Eu não sabia o que era ser ator, o que era o ofício. Mas eu sabia que eu queria fazer Malhação”, relembrou.

Dudu Camargo se revolta ao descobrir salário de Marcão do Povo

Meio Norte - Dudu Camargo deu ataque de estrelismo nos corredores do SBT após descobrir o salário do jornalista Marcão do Povo, que divide o comando do 'Primeiro Impacto' com o pupilo de Sílvio Santos.
Segundo o jornalista Ricardo Feltrin, o jovem soube que Marcão fatura cerca de R$ 40 mil. Dudu ganha R$ 30 mil. Revoltado, ele foi reclamar com a direção da emissora paulista.
Ainda de acordo com a publicação, Dudu defende que ele e o colega devem ganhar o mesmo valor, já que apresentam o mesmo programa nas manhãs do SBT.
A rivalidade dos dois é antiga. Apesar de apresentarem o programa juntos há meses, eles costumam se ignorar nos bastidores da atração.

#VexameTotal - Fábio Assunção é preso (outra vez)

Fábio Assunção como o juiz Ramiro da série 'Onde Nascem Os Fortes'
A maioria deve ter pensado que depois daquele escândalo aprontado em Arcoverde, interior de Pernambuco, o ator de Onde Nascem Os Fortes mudaria, mas parece que isso não aconteceu. Nesta quinta-feira (03), na grande São Paulo, Fábio Assunção foi levado à delegacia por ter batido em dois carros. Segundo a Polícia Militar, ele recusou-se a fazer o teste do bafômetro e resistiu à prisão, fatos contestados pelo advogado do ator, Theodoro Balducci.


Ele já tinha sido preso há menos de 1 ano, em Arcoverde
O intérprete do vilão Ramiro na supersérie Global ficou detido até o meio-dia, e deverá responder em liberdade por embriaguez ao volante.
Com mais essa polêmica, além de outras fora das telas, ele tá correndo o risco de perder seu contrato fixo com a emissora, da qual é contratado desde o ano de 1990, quando estreou às oito da noite em 'Meu Bem, Meu Mal'. Praticamente, toda sua carreira na TV foi feita na Globo, e tem em seu currículo os sucessos 'De Corpo e Alma' (1992), 'O Rei do Gado' (1996), 'Por Amor' (1997), 'Força De Um Desejo' (1999), 'Coração de Estudante' (2002), 'Celebridade' (2003), 'Paraíso Tropical' (2007), 'Tapas & Beijos' (2011/15) e 'Totalmente Demais' (2015).
As informações foram retiradas dos sites G1 e Notícias da TV, e da blogueira Keila Jimenez.

Música inédita de Avicii é tocada por Nicky Romero em festival


Na última sexta-feira (27), o DJ Nicky Romero homenageou seu colega de profissão Avicii, falecido no dia 20 do mês passado em Omã enquanto passava férias com alguns amigos. No festival Kingsland, nos Países Baixos, Nicky tocou uma música de Avicii em parceria com o vocalista da banda Coldplay, Chris Martin. "Heaven" foi produzida no ano passado e tem até áudios vazados no Youtube, mas não foi lançada oficialmente como um single. A canção foi classificada por Nicky como uma das melhores de Avicii. Ouçam:

Avicii morreu repentinamente aos 28
Avicii foi encontrado morto no dia 20 do mês passado, e a causa provável segundo a família do DJ e produtor é suicídio, já que ele tinha problemas com o meio industrial, sofria de depressão e era alcoólatra. Ele tinha apenas 28 anos e era conhecido desde 2009, quando fez remixes de Holiday (do compositor e produtor Dizzee Rascal), Fade (da dupla Solu Music e da cantora estadunidense Kimblee), Escape Me (de Tiësto e C.C. Shefield), Gettin' Over You (do DJ David Guetta, em parceria com a dupla LMFAO e os cantores Chris Willis e Fergie - do Black Eyed Peas) e Girl Gone Wild (da cantora Madonna) entre outros, além de ter promovido as seguintes canções de sua autoria, My Feelings For You (com Sebastien Drums), Seek Bromance e Tweet It (em parceria com Norman Doray e, novamente, Sebastien Drums).
O DJ sueco, cujo nome de batismo era Tim Berg, também tinha em sua lista de sucessos as canções Fade Into Darkness (2011), Levels (2011), I Could Be The One (2011 - em parceria com Nicky Romero), Wake Me Up (2013), Hey Brother (2013), The Days (2014), Broken Arrows (2015) e Without You (2017 - com o também sueco Sandro Cavazza).