quinta-feira, 20 de setembro de 2018

Leo Dias passa pelo penúltimo dia de tratamento contra drogas; saiba seu estado


TV Foco - Internado numa clínica no interior de São Paulo para se tratar do vício em drogas, Leo Dias passou nesta quinta-feira (20) pelo penúltimo dia do tratamento e teve seu estado clínico divulgado.
O apresentador do SBT, que está internado na clínica desde a última segunda-feira (17), chegou a ficar com dificuldade para dormir por causa do tratamento, mas agora, de acordo com boletim divulgado nesta quinta, o IBTA informa que Leo Dias já “está dormindo bem”, assim como tem se alimento e está se sentindo bem. Confira a seguir o boletim divulgado às 17h57.
“O jornalista, colunista e apresentador Leo Dias deu entrada em 17/09/2018 no IBTA (Instituto Brasileiro de Terapias Alternativas) em Paulínia-SP, encontra-se hoje (20) no seu penúltimo dia de tratamento. Passou por atendimento de Body Talk, Física Quântica, com Prof. Rogério Souza, avaliação médica com Dr. Milton Carvalho Ferreira Neto, sessão de EFT (Emotional Freedom Techniques) com a terapeuta Simone Souza e por atendimento psicológico cognitivo com Dr. Alberto Marques Edwards Junior além das sessões (doses) diárias de ibogaína. Ele encontra-se sentindo bem, tem se alimentado e já está dormindo bem. Amanhã (21) fará a conclusão do tratamento”, comunicou o IBTA.

'Sério desafio para humanidade': é indicada doença infecciosa mais perigosa do mundo


Sputnik News - A Organização Mundial de Saúde (OMS) qualificou a tuberculose como sendo a doença infecciosa mais perigosa do mundo, ressaltando em relatório que medidas urgentes devem ser aplicadas para contê-la.
Apesar dos esforços globais para prevenir a proliferação da doença, apenas em 2017 10 milhões de pessoas foram infectadas com tuberculose, causando a morte de 1,6 milhão, segundo a organização.
Ao mesmo tempo, a OMS lembrou que, graças às medidas conjuntas da comunidade internacional, desde 2000 foi possível impedir a morte de 54 milhões de pessoas infectadas, enquanto o número de novos casos de contaminação diminui 2% por ano.
Porém, constata, essa doença continua sendo a mais perigosa, superando até a síndrome da imunodeficiência adquirida (AIDS).
De acordo com avaliações da OMS, países com baixa e média renda não contam neste ano com apenas 3,5 bilhões de dólares para prevenção e tratamento da tuberculose, acrescentando que o montante pode dobrar até 2022 caso medidas necessárias não sejam postas em prática.
Outro problema é que mais e mais pessoas estão se mostrando resistentes aos medicamentos utilizados no tratamento, em particular ao antibiótico bactericida rifampicina.
Especialistas da organização também avisaram que um em cada quatro habitantes da Terra é potencial portador da infecção.
Cientista russo e diretor do Instituto Nacional de Pesquisa especializado na saúde e medicina, David Melik-Guseinov, compartilha as preocupações da OMS.
Segundo o pesquisador, a tuberculose é uma doença que frequentemente não pode ser curada com medicamentos, pois as bactérias que a provocam se adaptam aos antibióticos.
"O fato de um em cada quatro habitantes do planeta poder ser infectado com esta doença a torna ainda mais perigosa do que a AIDS e do que o câncer, em se tratando de propagação massiva. É um sério desafio para a humanidade no século XXI", comentou ao serviço russo da Rádio Sputnik.
A tuberculose é uma doença infectocontagiosa causada por várias microbactérias, podendo atingir quase todos os tecidos do corpo, especialmente os pulmões.

#Tbt - A misteriosa executiva Ângela de 'Torre de Babel' (1998)


Em 1998, a vilã da vez era Ângela Vidal, interpretada por Cláudia Raia na polêmica novela das oito 'Torre de Babel', escrita por Sílvio de Abreu para substituir 'Por Amor', de Manoel Carlos. Ângela era administradora do Tropical Tower Shopping, que explodiu misteriosamente no capítulo 45 do folhetim, sendo ela uma das possíveis suspeitas. No passado, Ângela perdeu seu pai, João Vidal, que era funcionário de seu patrão, César Toledo (Tarcísio Meira), e morreu numa explosão ocorrida no próprio local de trabalho.

Ângela Vidal não mostrava ser quem era de fato antes da explosão do shopping. À partir daí, se mostrou uma pessoa muito perigosa!
A executiva era extremamente apaixonada pelo filho de César, Henrique (Edson Celulari, seu esposo na vida real - entre 1993 e 2010), que não correspondia e ainda lhe chamava de "cara" por usar terno no trabalho.
Sabendo que iria voltar à cadeia pelo assassinato da ex de Henrique, Vilma (Isadora Ribeiro), a malvada se suicidou, jogando-se do alto de um novo shopping erguido no mesmo local.

Cláudia Raia, Edson Celulari e Isadora Ribeiro nos bastidores de Torre de Babel

#Tbt - Flora, a grande 'atriz' de A Favorita (2008)

Patrícia Pillar como Flora e, ao fundo, Cláudia Raia, intérprete de Donatela
O #tbt da dramaturgia é dela, que se fez de inocente no começo de A Favorita (exibida em 2008), mas aos poucos foi deixando sua máscara cair. Flora Pereira da Silva ficou presa por 18 anos pela morte de seu amante, Marcelo, ao descobrir que este estava disposto a se casar com a rival, Donatela Fontini (Cláudia Raia). Foi com ele que Flora teve uma filha, Lara (Mariana Ximenes), que foi criada por Donatela esse tempo todo que esteve presa.

Patrícia Pillar como Flora no último capítulo de A Favorita
Na infância, Flora e Donatela foram criadas juntas por Pedro (Genésio de Barros), pai da ex-presidiária, já que os pais da segunda morreram. Elas ainda chegaram a cantar juntas, formando a dupla sertaneja 'Faísca e Espoleta'.

As personagens Donatela e Flora caracterizadas, respectivamente, como Faísca e Espoleta

Patrícia Pillar foi a atriz mais feliz do ano seguinte, pois levou pra casa todos os prêmios na categoria 'Melhor Atriz', entre eles, o Troféu Imprensa (juntamente com o Internet), Melhores do Ano, APCA, Extra e Contigo!.

#Tbt - "Não Enche", de Caetano Veloso, tema de Bebel em Paraíso Tropical


"Não Enche" foi gravada em 1997 pelo cantor e compositor baiano Caetano Veloso para o álbum de estúdio Livro, lançado no mesmo ano. A canção entrou no ano seguinte para a trilha sonora da minissérie Labirinto, de Gilberto Braga, e voltou a ser ouvida pelos telespectadores nove anos depois, quando fez parte da trilha sonora nacional de Paraíso Tropical, novela do mesmo autor e exibida no horário das oito, sendo executada quando iam ao ar as cenas da garota de programa Bebel (Camila Pitanga), um dos destaques do folhetim.

Letra:
Me larga, não enche
Você não entende nada
E eu não vou te fazer entender
Me encara, de frente
É que você nunca quis ver
Não vai querer, nem vai ver

Meu lado, meu jeito
O que eu herdei de minha gente
Eu nunca posso perder
Me larga, não enche
Me deixa viver, me deixa viver
Me deixa viver, me deixa viver

Cuidado, oxente!
Está no meu querer
Poder fazer você desabar
Do salto, nem tente

Manter as coisas como estão
Porque não dá, não vai dá

Quadrada! Demente!
A melodia do meu samba
Põe você no lugar
Me larga, não enche
Me deixa cantar, me deixa cantar
Me deixa cantar, me deixa cantar

Eu vou
Clarificar a minha voz
Gritando
Nada mais de nós!
Mando meu bando anunciar
Vou me livrar de você

Harpia! Aranha!
Sabedoria de rapina
E de enredar, de enredar
Perua! Piranha!
Minha energia é que
Mantém você suspensa no ar

Pra rua! se manda!
Sai do meu sangue
Sanguessuga
Que só sabe sugar
Pirata! Malandra!
Me deixa gozar, me deixa gozar
Me deixa gozar, me deixa gozar

Vagaba! Vampira!
O velho esquema desmorona
Desta vez pra valer
Tarada! Mesquinha!
Pensa que é a dona
E eu lhe pergunto
Quem lhe deu tanto axé?

À toa! Vadia!
Começa uma outra história
Aqui na luz deste dia "D"
Na boa, na minha
Eu vou viver dez
Eu vou viver cem
Eu vou vou viver mil
Eu vou viver sem você

Eu vou viver sem você
Na luz desse dia "D"
Eu vou viver sem você

Avião vindo de SP faz pouso de emergência em Nova York

SÃO PAULO, 20 SET (ANSA) – Um voo da Delta Airlines que partiu de São Paulo fez um pouso de emergência no aeroporto John F. Kennedy , em Nova York, na manhã nesta quinta-feira (20). Não houve feridos no incidente.
O Boieng 767-300, proveniente de Guarulhos, pousou em Nova York por volta das 6h da manhã no horário local (7h em Brasília) e teve de ser rebocado até o portão de desembarque. Ainda na pista, bombeiros lançaram água sobre o trem de pouso localizado abaixo da asa direita, para conter o superaquecimento do sistema de freios.
A autoridade que cuida do aeroporto postou em seu Twitter que “houve falha hidráulica por superaquecimento de freios” e que a situação foi controlada. Em nota, a Delta relatou que “O voo 472 que vinha de São Paulo a Nova York pousou com segurança e foi rebocado até o portão devido a uma potencial falha mecânica. Os passageiros desembarcaram normalmente. A segurança dos clientes e funcionários é sempre nossa maior prioridade”.
O blogueiro do site de notícias brasileiro “UOL”, Leonardo Sakamoto, estava no voo. “Nós, passageiros, sentimos apenas um tranco no pouso e depois achamos que estava chovendo por conta dos jatos d’água dos bombeiros”, relatou Sakamoto em uma rede social. (ANSA)

Fonte: Isto É

Polícia apreende metralhadora ponto 50 na Barra da Tijuca

Jornal do Brasil - Policiais da Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas (DRFC) apreenderam, na manhã desta quarta-feira, 19, uma metralhadora Browning .50. A arma, que mede quase 1,7 metro e pesa nada menos que 38 quilos, é capaz de furar blindagem de carro forte e de aeronaves. A metralhadora tem capacidade de disparar de 400 a 600 tiros por minuto. Trata-se do maior armamento já apreendido no estado do Rio.


A ponto 50, como é conhecida, é uma arma de guerra. Ela estava com dois homens que, segundo os policiais da especializada, estavam negociando a sua venda, na Barra da Tijuca, na zona oeste. Os dois foram presos, mas seus nomes não foram ainda divulgados. Não há informações sobre os compradores.

Com Estadão

#BackTo2000s - "Put Your Records On", de Corinne Bailey Rae


No início de 2006, Corinne Bailey Rae estava bombando nas rádios com a canção "Put Your Records On", que virou single em fevereiro daquele ano para promover o álbum auto-intitulado da cantora de soul. Aqui no Brasil, virou tema da novela das oito Páginas da Vida, exibida entre julho do mesmo ano e março do ano seguinte em 203 capítulos.
Os países que a canção teve um bom desempenho foram Inglaterra (#1), Bélgica (#2), Escócia (#4), Hungria (#5), Nova Zelândia (#6) e Estados Unidos (#6).

Globo bate o martelo e personagens de A Força do Querer retornam à telinha em nova novela


TV Foco - Há menos de uma semana da estreia, Espelho da Vida promete levantar novos questionamento sobre o espiritismo com a história apresentada na TV Globo. Vitória Strada, Rafael Cardoso, Alinne Moraes e João Vicente de Castro formam o quarteto de mocinhos e vilões da novela.
De acordo com informações do jornalista Flávio Ricco, do UOL, a direção da emissora bateu o martelo e decidiu pela volta de dois personagens que tiveram importante função e grande destaque em outro folhetim exibido pelo canal carioca recentemente.


A periguete Carine e o bandido Kikito do sucesso A Força do Querer vão aparecer nos dois primeiros capítulos de Espelho da Vida. Carla Diaz e Marcos Junqueira contracenam diretamente com Rômulo Arantes Neto, que será um ator de novelas na trama.

'The Economist' classifica Bolsonaro como 'a última ameaça da América Latina'

Jornal do Brasil - O candidato do PSL à Presidência nas eleições 2018, Jair Bolsonaro, é o destaque da capa da edição desta semana da revista britânica The Economist. No seu artigo principal, a publicação destaca o deputado como "a última ameaça para a América Latina" e considera que um eventual governo Bolsonaro seria "desastroso" para o Brasil e a região.
O texto compara o avanço de Bolsonaro e de suas propostas ao avanço do populismo nos Estados Unidos, com Donald Trump; na Itália, com Matteo Salvini; e nas Filipinas de Rodrigo Duterte. Para a Economist, Bolsonaro soube explorar a combinação de recessão econômica, descrédito com a classe política e aumento da violência urbana com a apresentação de visões conservadoras e uma proposta de economia pró-mercado.

Revista estampa Bolsonaro na capa de sua última edição
(Foto: Reprodução)
"Os brasileiros não devem se enganar. Bolsonaro tem uma admiração preocupante por ditaduras", diz o texto, que o compara ao ditador chileno Augusto Pinochet.
"A América Latina conheceu homens fortes de todo tipo e a maioria dessas experiências foi horrorosa. Provas recentes disso são a Venezuela e a Nicarágua."
A revista lembra ainda que o próximo governo precisará do apoio do Congresso e dificilmente Bolsonaro terá maioria parlamentar. "Para governar, Bolsonaro poderia degradar o processo político ainda mais, potencialmente abrindo caminho para algo ainda pior", diz o texto.
"Em vez de acreditar nas promessas vãs de um político perigoso na esperança de que ele resolva todos os problemas, os brasileiros precisam perceber que a tarefa de consertar sua democracia e reformar sua economia não será rápida nem fácil."

Vítima de médico estuprador em Assédio, Monica Iozzi diz: ‘Monstros estão entre nós’


Extra - O médico capaz de realizar o sonho da maternidade é também o monstro que faz de suas pacientes vítimas de violência sexual. A minissérie “Assédio”, livremente inspirada no livro “A Clínica: a farsa e os crimes de Roger Abdelmassih”, de Vicente Vilardaga, coloca luz sobre o pesadelo vivido por mulheres que sofreram abusos durante tratamentos de fertilização artificial. Na obra com toques de ficção, disponível a partir de amanhã no Globoplay, coube a Antonio Calloni dar vida a Roger Sadala, o especialista em reprodução humana que trocou a ética profissional pela violação de corpos femininos.
— Assédio é inadmissível, seja moral, sexual, do homem sobre a mulher, da mulher sobre o homem, do homem sobre a criança... Qualquer tipo de assédio tem que ser banido do planeta. Discutir esse tema é fundamental para a sociedade em geral — enfatiza Calloni, de 56 anos.

Distanciar-se do julgamento moral foi o caminho encontrado pelo ator para exercer o seu ofício.
— Nada que é humano me é estranho. Todo mundo tem todas as possibilidades dentro de si. Fui abrindo as minhas gavetas internas e tirando um pouco de perversão, ódio, amor, carinho... Enfim, todos os componentes que o personagem tem. Ele se tornou o que se tornou porque “adoeceu’’ com o poder que tinha nas mãos, desequilibrou-se e virou um criminoso. O instinto ganhou da cultura. É uma pena, mas isso, às vezes, acontece — lamenta.

Antonio Calloni interpreta médico criminoso na minissérie “Assédio”
Foto: Ramon Vasconcelos/Rede Globo/Divulgação
O silêncio das vítimas, que durou anos, constrastava com a imagem de homem gentil, sedutor e religioso que Roger desfilava pela alta sociedade de São Paulo. Não à toa, ele despertou paixões como a de Carolina (Paolla Oliveira), que se tornou sua amante e, tempos depois, mulher.
— Ela era casada, foi paciente dele e se apaixonou. Carolina acreditou em Roger e continua até hoje falando que ele não fez nada — destaca a atriz de 36 anos, em referêrncia à atual companheira de Roger na vida real.

Cenas de estupro em sério
Já no primeiro episódio de “Assédio’’, Roger estupra uma paciente, Stela (Adriana Esteves), enquanto ela está sedada para se submeter a um tratamento de fertilização. As cenas de violência sexual, recorrentes nos dez capítulos da minissérie, exigiram um cuidado especial para serem realizadas.
— Numa sequência de estupro é preciso ter cuidado com a atriz, combinar antes o que vai fazer, onde vai estar sua mão, como vai ser a pegada. Mas como existe muita técnica envolvida, não há nenhum tipo de desconforto nisso. Tenho um respeito profundo pelas atrizes com as quais contraceno — garante Antonio Calloni.

Paolla Oliveira e Antonio Calloni contracenam em “Assédio”
Foto: Ramon Vasconcelos/Rede Globo/Divulgação
Intérprete de Carmen, outra vítima do médico, Monica Iozzi não esconde sua indignação diante dessa história inspirada em fatos reais, que mais parece um filme de terror.
— Sendo mulher, é difícil assistir a uma coisa de tamanha violência. Os monstros estão entre nós — diz a atriz de 36 anos, que completa: — Um criminoso como Roger estar em casa me revolta. Essa série não é sobre os crimes dele, mas sobre a força das mulheres que conseguiram que ele fosse julgado e condenado.

Médico cumpre pena em casa
Um dos pioneiros da fertilização in vitro no Brasil, Roger Abdelmassih foi condenado, em 2010, a 278 anos de prisão por 52 estupros e quatro tentativas de estupro a 39 mulheres. Em setembro de 2017, o ministro Ricardo Lewandowski concedeu ao ex-médico — seu registro foi cassado em 2011 — o direito a cumprir a pena em casa.

A Fazenda 10: Rafael Ilha lembra episódio de overdose em moto


Isto É - Rafael Ilha surpreendeu os participantes do reality show ‘A Fazenda 10’, da Record TV, ao falar sobre um momento delicado da sua vida, o seu passado com as drogas.
O músico contou ter passado por um momento de grande susto em cima de uma moto, quando chegou a sofrer uma overdose. “Eu tive uma overdose em cima de uma moto. Acordei com um motorista de ônibus massageando meu peito”, afirmou.
Após a revelação, Perlla disse: “Você é um vencedor”. Ilha completou: “Sou mesmo, Deus foi muito bom pra mim”.
O músico também chegou a falar sobre o início do seu vício. “Eu comecei com baseado, mas não teve nada a ver com a carreira. Foi da juventude, não foi por estar no meio artístico”, finalizou.

Mourão diz que comentário sobre lares só com mãe e avó é 'constatação'


O Globo - Um dia após dizer que lares apenas com "mãe e avó" são "fábrica de elementos desajustados", o general Hamilton Mourão, vice de Jair Bolsonaro (PSL) na disputa pela Presidência, insistiu na declaração. Segundo ele, a frase era uma "constatação" do que ocorre nas comunidade carentes e não uma crítica às mulheres. Durante palestra na Associação Comercial de São Paulo, nesta terça-feira, o militar da reserva afirmou que crianças são cooptadas pelo tráfico quando, por falta de creche e escola integral, são deixadas em casa pelas mães e avós que saem para trabalhar.
— Não estou criticando as mulheres, estou fazendo uma constatação de algo que ocorre notadamente nas nossas comunidades carentes — disse.

O militar da reserva afirmou que as crianças são aliciadas pela criminalidade porque as mães não têm onde deixar os filhos por falta de investimento do Estado em unidades de ensino.
— Essas mães e essas avós saem para trabalhar, e a grande maioria são cozinheiras, são faxineiras, vivem uma dureza de vida o tempo todo. Elas não têm com quem deixar os filhos porque o Estado não está presente para dar creche, uma escola de tempo integral, onde essa criança possa permanecer, e essa criança vira presa fácil do narcotráfico — disse Mourão para uma plateia majoritariamente masculina. No local havia apenas dez mulheres.

O vice de Bolsonaro afirmou que o Brasil vive uma "crise psicossocial" e de valores que afeta a família, principalmente as que vivem em comunidades carentes, onde a população masculina é ausente.
— Ontem, em uma exposição similar a essa, deixei claro que esse atingimento da família é muito mais crucial nas comunidades carentes, onde a população masculina, em grande parte, está toda presa, ou está ligada à criminalidade, ou já morreu, o que deixa a grande responsabilidade de levar a família à frente nas mãos de mães e avós — disse.

A declaração original de General Mourão, durante uma palestra nesta segunda-feira para empresários do setor da habitação em São Paulo, foi duramente criticada. Na ocasião, disse que ambientes "sem pai, nem avô", são "fábrica de elementos desajustados."
— A partir do momento em que a família é dissociada, surgem os problemas sociais que estamos vivendo. E atacam eminentemente nas áreas carentes, onde não há pai nem avô. É mãe e avó. E, por isso, tornam-se realmente uma fábrica de elementos desajustados e que tendem a ingressar nessas narcoquadrilhas que hoje afetam todo nosso país e em particular as nossas grandes cidades — afirmou.

População não deve entregar futuro de famílias a institutos de pesquisa, diz Ciro Gomes

Jornal do Brasil - O candidato do PDT ao Palácio do Planalto, Ciro Gomes, afirmou que não é razoável a população entregar seu voto e o futuro de sua família a institutos de pesquisa. A fala veio em resposta a questionamento sobre o desempenho do pedetista no último DataFolha, divulgado nesta quinta-feira, 20. No levantamento, Ciro aparece estável com 13% das intenções de voto, enquanto o petista Fernando Haddad o ultrapassou e agora está com 16% - ambos os números na pesquisa estimulada.
"Veja, o que a gente precisa tirar como cidadão no Brasil de lição dessas pesquisas, que estão saindo praticamente todo dia, é que não é razoável que um cidadão amadurecido politicamente entregue sua decisão, sua preferência em relação a sorte da nação, da sua família, a institutos de pesquisa. Nem porque eles podem ser desonestos, porque nesse País até deputado se compra, quando mais instituto de pesquisa, mas basicamente porque nós temos um sistema que podemos ter duas opções, um no primeiro turno e outro no segundo", afirmou, durante encontro no Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB/SP), em São Paulo.
Ciro defendeu que o eleitor deve votar no candidato que ele considera melhor e mais preparado e que tenha condições de "vencer o fascismo e a violência que é a grande ameaça que paira hoje sobre a nação brasileira. Que é o extremismo militarista radicalizado, hostil as mulheres, aos negros, aos índios e a população LGBT", disse.


Na ocasião, o pedetista também foi questionado sobre propostas para a mobilidade urbana. Segundo o candidato, o Brasil precisa de uma reforma no setor e tem de parar de repetir modelos em que conjuntos habitacionais são construídos em regiões bastante afastadas. "O trabalhador paga uma terceira jornada de trabalho para se locomover para o trabalho", afirmou o ex-governador do Ceará.

Lulu Santos defende apresentação polêmica de Priscila Tossan no 'The Voice Brasil'


Rio - Depois de muita polêmica, Lulu Santos resolveu se pronunciar sobre a apresentação de Priscila Tossan no "The Voice Brasil". A cantora fez a performance da música infantil "O Sapo" para defender sua permanência no programa. Muitos telespectadores e internautas criticaram a escolha da canção.
Técnico de Priscila, Lulu Santos disse que "respeitou a singular personalidade e espírito livre da cantora". "Acho uma lástima q a escolha da musica da apresentação de ontem de Priscila Tossan tenha sido construída como falta de respeito ou deboche a quem quer que seja", iniciou Lulu.

Priscila Tossan
"Muito pelo contrário. Foi em completo respeito à singular personalidade e espírito livre da cantora que eu, a produção musical e a direção do show aceitamos e abraçamos sua sugestão de reinterpretar a doce cantiga infantil, como um contraponto à profunda canção de Tom Jobim e Vinicius de Moraes que cantara na noite anterior mas também apostando num pouco de humor e leveza para aliviar a tensão natural de um momento dramático como uma eliminatória", afirmou o cantor.
Ainda assim, Lulu pediu desculpas a quem se sentiu ofendido. "Não devemos ter estado totalmente errados porque a voz foi escolhida pelo público votante, seu fans e, acredite, ela os tem. De qualquer forma fica aqui nosso mais sincero pedido de desculpas a quem por ventura tenha se sentido ofendido, jamais foi nossa intenção que sempre é a de divertir e entreter e se possível, iluminar".
 



Eu gosto da priscila tossan o que eu não gosto é dessa idolatria que o lulu tem nela e super já achando que o time dele já ganhou a temporada com a priscila, isso chega a ser chato pros outros participantes do próprio time dele


É sério que a Priscila Tossan cantou O SAPO NÃO LAVA O PÉ e mesmo assim tem gente babando ovo dela????????


Que apresentação infantil e debochada essa da Priscila Tossan. O público brasileiro não usa os motivos certo para votar, um programa que deveria ser para dar a vitória a um cantor de verdade, o povo vota com base no jeito....


O que é essa Priscila Tossan cantando o Xapo? Se ela ganhar o , eu rasgo meu diploma da Fundação das Artes porque eu realmente não aprendi nada.
Menina sem expressão e com dicção horrível. Tem gente muito melhor caindo fora.