quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

Saibam o que Luíza Valdetaro faz da vida! Ela voltará a aparecer na TV com reprise no 'Vale A Pena Ver de Novo'

Luiza Valdetaro no último dia 02
[foto: Instagram/conta pessoal]
Luíza Valdetaro reaparecerá na televisão à partir de janeiro no Vale A Pena Ver de Novo, quando entrará 'Cordel Encantado', da dupla Duca Rachid e Thelma Guedes, no lugar de Belíssima, de Sílvio de Abreu. Ela interpretou Antônia, irmã mais nova do vilão Timóteo (Bruno Gagliasso), por quem tinha sua vida controlada e infernizada.
Luíza Valdetaro e Maurício Destri, seu par romântico em 'Cordel Encantado'
Longe das novelas desde o fim de 'Joia Rara', há cinco anos, Luíza voltou a morar no Brasil no começo do ano e está solteirissima! Em abril, se divorciou do empresário Mariano Marcondes, com quem teve Sophia, nascida em julho de 2016 na terra da Rainha Elizabeth. O político foi preso três meses depois pela Operação Lava Jato, e este ano foi condenado a 10 anos.
A atriz, que também é mãe de Maria Luíza - nascida em 2008 -, estreou na Globo em 2003 na novela das oito 'Celebridade', de Gilberto Braga. Também atuou no grande sucesso 'América', veiculada um ano e quatro meses depois, e em 'Gabriela', de 2012.

Roberto Carlos surpreende em gravação de especial de fim de ano e comove Marina Ruy Barbosa


TV Foco - Roberto Carlos gravou nesta terça-feira (04) seu tradicional show para a programação de fim de ano da Globo, mas surpreendeu ao receber Marina Ruy Barbosa e comoveu a atriz.
Ao longo de sua trajetória Roberto cantou muito. Mais do que músicas, histórias. Mais do que histórias, histórias de amor. Foi nesse clima de romance, emoção e saudosismo, que foi gravado na noite desta terça-feira, dia 04, nos Estúdios Globo, no Rio de Janeiro, o especial ‘Roberto Carlos: Muito Romântico’.
Dono de um extenso repertório, o cantor fez uma apresentação com diferentes ritmos, do rock ao romântico, passando pela MPB e pelo Pop. Em um palco especial, ambientado com uma cenografia moderna com painéis de led e cortina de contas que se iluminavam de acordo com as músicas, o Rei recebeu nomes como Alejandro Sanz, Michel Teló e Zizi Possi. Mas não são apenas os músicos que marcam presença no Especial de fim de ano. A atriz Marina Ruy Barbosa dividiu o palco com Roberto, em uma apresentação especial.
O Rei abriu o show com a música ‘Detalhes’, e em seguida cumprimentou o público: “Que prazer rever vocês aqui novamente. Muito obrigado por todo carinho e por todo amor, que me alimentam profundamente. Falar de amor é o meu negócio mesmo…”, disse, emocionado. Na sequência, as canções ‘Se você pensa’ e ‘Como dois e dois’ antecederam a parceria com Michel Teló, que cantou junto com Roberto ‘Caminhoneiro’ e também ‘Humilde Residência’, um dos sucessos de Teló. “Roberto, estou aqui pela segunda vez realizando meu sonho de cantar com você. Estou muito feliz!”, disse o cantor.
Na plateia, nomes como Agatha Moreira, Giovana Lancelotti, Isabella Santoni, Gloria Maria, Juliana Alves, Jennifer Nascimento, Eri Johnson, Rômulo Estrela, Pâmela Tomé, entre outros, cantaram em coro cada sucesso como ‘O portão’, e ‘Proposta’. O cantor espanhol Alejandro Sanz subiu ao palco para apresentar o seu dueto com o Rei, o single lançado este ano, ‘Esa Mujer’. “É um prazer estar aqui com você e com todo o Brasil. Roberto, estou realizando um sonho que tenho desde menino, de poder cantar com você”, encantou-se o espanhol, que cantou ainda ‘No tengo nada’, sua nova música.
O show seguiu com mais um solo de Roberto com ‘Você em minha vida’, música que antecedeu mais um dueto, desta vez com a convidada Zizi Possi, que cantou ‘A Paz’. Conhecida também por interpretar canções em italiano, ela cantou ainda ‘Non ti scordar di me’. Emocionada por dividir o palco com Roberto depois de 36 anos no especial de fim de ano, Zizi comemorou: “Estou na adrenalina há semanas né? Que honra cantar com você!”. Depois de ouvir elogios do Rei, ela ainda admitiu, rindo: “Agora não vou dormir por um mês”.

Marina Ruy Barbosa durante momento com Roberto Carlos; atriz cantou com ele em especial da Globo
(Foto: Reprodução/Instagram)
Roberto cantou também clássicos como ‘Ilegal, imoral ou engorda’ e ‘Romântico’. Ele dedicou ‘Menina’ para Marina Ruy Barbosa, ainda na plateia. Foi a deixa para que a atriz subisse ao palco para soltar a voz com o Rei. A canção escolhida foi um sucesso de 1979, ‘Na paz do seu sorriso’. “Estou tão emocionada. Queria que esse momento se congelasse. Certamente esse é um dos dias mais emocionantes e mais importantes da minha vida”, contou ela, comovida, antes de deixar o palco ao som de ‘Negro Gato’.
Um encontro familiar marcou o fim do espetáculo: Dudu Braga, filho de Roberto, subiu no palco com sua Banda ‘RC na Veia’ e, com muito rock and roll, tocou músicas clássicas de seu pai, como ‘Quando’, ‘Lobo Mau’, ‘É proibido Fumar’ e ‘Eu sou terrível’. “Pra mim é uma honra cantar com a banda do meu filho. Na verdade, o Dudu é que é meu grande ídolo”, resumiu o pai, orgulhoso. A apresentação terminou com uma sequência de ‘Não vou ficar’, ‘Todos estão surdos’ e ‘Jesus Cristo, que embalou a tradicional, e esperada, entrega das rosas.
O show, que será exibido dia 21 de dezembro na Globo, tem direção artística de LP Simonetti, direção geral de Mario Meirelles e direção musical de Guto Graça Mello e do maestro Eduardo Lages.

Bruno Lopes pede Priscila Fantin em casamento


Caras - Priscila Fantin aproveitou um momento de folga das gravações dos VTs promocionais do espetáculo Paixão de Cristo nesta quarta-feira, 5, e revelou durante uma caminhada entre os cenários na manhã que está noiva deBruno Lopes. “Quando é demais, não cabe, transborda, da vontade de gritar para o mundo! Olha que lindo!!”, disse ela, mostrando apaixonada o dedo, cheia de orgulho.
Demonstrando todo seu amor pela atriz, Bruno preparou uma surpresa inesquecível e desenhou o anel especialmente para o momento. “Eu queria fazer uma coisa única e especial, como é o nosso sentimento. Tenho um amigo que é joalheiro, o Cauê Macedo, então pedi para ele produzir do jeito que idealizei!", declarou.


O ator ainda explicou como foi processo de criação da joia que usou para dar início a oficialização da relação. "Desenvolvi o design, escolhi as pedras preciosas e o tom do ouro. Todo esse processo levou quatro meses“, revelou.
O casal aproveitou a atmosfera abençoada da cidade-teatro Nova Jerusalém, em Pernambuco, para tornar público o pedido que o ator fez à amada. Eles, que estão juntos há um ano, já se consideram marido e mulher, mas pretendem oficializar a união nos cinco continentes.

Luciano Huck diz que não é hora de oposição a Bolsonaro

Folha PE - O cardápio de um jantar promovido pelo RenovaBR para apresentar os resultados do primeiro ano de funcionamento do grupo teve salada verde com queijo brie e peito de pato curado, medalhão recheado com fonduta (tipo de fondue) de queijos, espumante francês -e também política.
Durante o encontro, na noite desta terça-feira (4), na Casa Fasano (salão de eventos no Itaim Bibi, zona oeste), o apresentador Luciano Huck -um dos principais apoiadores e divulgadores da entidade- disse aos 17 participantes eleitos em outubro e a aos mais de 400 convidados que a transição para o governo Jair Bolsonaro (PSL) exige paciência.
"O momento do país não é de formação de oposição, mas é, sim, de diálogo. Acho que a agenda do país hoje, independentemente de ideologia, tem muita coisa que é necessária para que o país não quebre", afirmou no microfone o comunicador, que quase foi pré-candidato à Presidência da República.
Na entrada, questionado por jornalistas sobre a composição do novo governo, Huck afirmou: "Eu acho que neste momento não é hora de fazer oposição. A gente tem que dar um crédito e ver o que vai acontecer. As agendas que forem positivas para o país, a gente tem que apoiar. E onde a gente não concordar, a gente tem que se manifestar".
Bolsonaro recebeu voto de confiança de Luciano Huck
Ele elogia, por exemplo, a pauta do presidente eleito na economia: "Tem uma clara agenda econômica eficiente, tem bons nomes técnicos ali". Diz que o país deve fazer reformas, mas não pode descuidar da área social nem prescindir da redução da desigualdade, argumento que repisa em suas aparições públicas.
Antes do segundo turno, o comunicador e empresário se opôs à articulação de uma nota anti-Bolsonaro no Agora!, movimento de renovação política do qual faz parte.
O apresentador conduziu no palco uma pequena entrevista com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e o governador eleito de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo).
Indagado sobre a política externa de Bolsonaro, que indicou para o Itamaraty o embaixador Ernesto Araújo, FHC palpitou que o Brasil não ganha ao entrar em brigas como a disputa entre Estados Unidos e China.
"O Brasil tem a vantagem de poder jogar com todos. Do ponto de vista do Brasil, é um erro tomar um partido neste momento. Temos que tomar o nosso partido, que é o partido do Brasil", disse o tucano, sob aplausos.
"Vamos ver o que [o novo chanceler] vai fazer. Não deve se afastar daquilo que é essencial. O interesse é o nosso. Não é nem da Chinanem dos Estados Unidos nem da Europa. E nós temos que ter uma coisa que eles têm: estratégia", afirmou.
Instado a aconselhar Zema, o ex-presidente foi genérico: "A essa altura da vida eu aprendi que conselho é inútil. Se você chegou lá e já foi eleito, seja como é. A única coisa importante na vida é autenticidade".
FHC analisou que a eleição do empresário em Minas é sintoma do que chama de fim do ciclo dos partidos criados em sua geração. "Os partidos atuais estão esfacelados. A sua eleição [referindo-se a Zema], como a eleição do presidente Bolsonaro, é a demonstração de que os partidos não existem mais tal como eles eram."
Aos novos parlamentares que o ouviam, o ex-presidente dirigiu um discurso pouco empolgante. "Os deputados e senadores vão perceber logo que têm força, mas essa força é evanescente, ela some, você não sabe onde está. Vão ter que se organizar. Não tem muito jeito. Se não organizar, aquilo não funciona."
Falou ainda que é papel do governo dar rumo ao país e que "o Legislativo participa, mas quem faz andar a máquina é o Executivo".
Pelas mesas se espalhavam deputados federais eleitos como o ex-ministro Marcelo Calero (PPS-RJ), a cientista política Tabata Amaral (PDT-SP), a advogada Joênia Wapichana (Rede-RR, primeira indígena eleita para a Câmara desde 1982) e o engenheiro João Campos (PSB-PE, filho do ex-governador Eduardo Campos).
Na plateia havia também novos políticos que não tiveram o apoio do Renova e estão na capital paulista para um curso promovido pela organização e pelo Insper para capacitar congressistas estreantes e ensinar o beabá da função. Todos os que exercerão o primeiro mandato foram convidados para as aulas.
Circularam ainda pelo evento a atriz Maitê Proença, que é apoiadora da iniciativa e esteve cotada para assumir o Ministério do Meio Ambiente de Bolsonaro ("Não houve convite. Foi uma ideia de um grupo que queria indicar meu nome", disse ela à reportagem), a apresentadora Angélica, mulher de Huck, e a modelo Daniella Sarahyba, casada com o empresário Wolff Klabin, um dos idealizadores do projeto.
Com 120 candidatos distribuídos em 22 legendas, o Renova contribuiu para a eleição de filiados a Novo, Rede, PDT, PSB, DEM, PPS e PSL. Eles tiveram acesso a uma extensa capacitação no primeiro semestre do ano e puderam receber bolsas de R$ 5.000 a R$ 12 mil como ajuda de custo durante o período. O programa é bancado com doações de empresários e executivos.
A lista inicial de eleitos contabilizava 16 pessoas, mas o candidato a deputado estadual no Rio Renan Ferreirinha (PSB) entrou na relação depois de uma decisão da Justiça Eleitoral que deferiu uma candidatura do partido e abriu mais uma vaga de titular para a sigla na Assembleia.
Dados apresentados pelo grupo apartidário durante o jantar indicam que o apoio da plataforma pesou na decisão de 94% dos novatos que encararam as urnas e que 61% dos participantes mudaram de opinião sobre algum tema por causa de palestras ou de debates ocorridos ao longo da formação. No total, os candidatos do grupo receberam 4,5 milhões de votos.

Netflix anuncia 4ª temporada de Lúcifer


Depois das ações dos fãs forçarem a permanência da série Lucifer, a Netflix anunciou que a quarta temporada, em produção, chegará ao catálogo no ano que vem, mas a terceira já poderá ser conferida a partir de 15 de dezembro. E os escritores da trama anteciparam que o primeiro episódio dessa nova empreitada foi intitulada de Everything’s Okay (Está Tudo Bem), assinado por Joe Henderson e dirigido por Sherwin Shilati.
As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Cátia Paganote mostra reencontro emocionante com filha após expulsão de “A Fazenda 10”


RD1 - Cátia Paganote compartilhou o momento emocionante do reencontro com a filha, após dois meses confinada em “A Fazenda 10”, da Record. As duas voltaram a se ver depois que a ex-paquita foi expulsa do reality show por agredir Evandro Santo.
Na publicação, feita nesta sexta-feira (30), ela mostra o momento cheio de emoção com a filha, Valentina, de 7 anos, fruto do casamento com o ex-jogador do fluminense, Djair – eles já são separados.
“Nestes mais de 70 dias vocês me viram rir, pular, dançar e muitas vezes chorar. Quero compartilhar com vocês este momento mais que especial do meu reencontro com a minha filha Valentina”, disse a ex-peoa.
Cabe lembrar que Cátia foi a primeira participante da temporada a evitar os programas da Record. Ela se recusou a participar da live da Record e também do “Hoje em Dia”, hoje.

#BackTo1990s - "Essential Selection - Summer 1998", álbum duplo do DJ Pete Tong


Em agosto de 1998, a rádio BBC distribuiu nas lojas britânicas diversas cópias do álbum Essential Selection - Summer 1998, com 30 músicas que marcaram a estação daquele ano. Entre os destaques, mixados pelo DJ Pete Tong, estavam os alemães Mousse T. - com seu hit "Horny" - e paul Van Dyk - que apresentava o single "For An Angel". Também estiveram presentes o projeto Storm, a cantora Ultra Naté, a girl-band All Saints, o DJ David Morales - creditado como The Face -, e o quinteto 4 Hero.

1.01–Wax - Doctor - Magnum Force 5:58
1.02–Goldie - Believe (MJ Cole Remix) 6:25
1.03–4 Hero - Starchasers (Masters At Work Main Mix) 5:17
1.04–M Dubs - Over Here (Sugar Shack Break Beat Funk) 2:42
1.05–Amira - My Desire (Club Asylum Classic Vocal Mix) 4:55
1.06–All SaintsBootie Call (Club Asylum Dub) 4:03
1.07–Another Level - Freak Me (Club Asylum Mix) 6:10
1.08–Karen Ramirez - Looking For Love (Don Carlos Love And Devotion Mix) 5:40
1.09–D'Influence - Rock With You (Mousse T's Feel Da Beat Dub) 1:46
1.10–Mousse T. vs. Hot 'N' Juicy - Horny '98 (Extended Mix) 4:27
1.11–Ultra Naté - New Kind Of Medicine (Tenaglia's D Tour Dub) 2:42
1.12–Danny Tenaglia - Music Is The Answer 7:00
1.13–Mass Syndicate - You Don't Know (M.A.S. Collective Gospel Club Mix) 4:16
1.14–The Face - Needin' U (Boss Anthem Mix) 6:23
1.15–Jungle Brothers - I'll House You '98 (Hitmen Remix) 5:05
1.16–Lucid - I Can't Help Myself (Judge Jules Remix) 4:59


2.01–2 Phat ****** - Ride 3:33
2.02–Dope Smugglaz - The Word 4:17
2.03–Sponk - Is Anybody Out There 4:38
2.04–Alan Braxe - Vertigo (Virgo Edit) 2:15
2.05–Mother - Funk Bomb 7:07
2.06–Quake - The Day Will Come (Quake's Vocal Mix) 5:43
2.07–Agnelli & Nelson - El Nino (Matt Darey Latino Remix) 8:14
2.08–Paul van Dyk - For An Angel (PvD E-werk Club Mix)7:26
2.09–Nalin & Kane - Beachball (Tall Paul Remix) 5:45
2.10–Cevin Fisher's Big Freak - The Freaks Come Out (Sharp 'Freaks At Trade' Remix) 5:03
2.11–Funky Choad - The Ultimate (Tall Paul Remix) 4:38
2.12–Da Fool - I Don't Need Your Love (Da Fools Premium Mix) 5:46
2.13–Storm - Storm 4:10
2.14–Stretch & Vern - Michel Lombert 5:50

2.12 - o título correto da música é "Meet Him At The Blue Oyster Bar"

Susana Vieira revela que já fez sexo no avião com desconhecido


Metro Jornal - Susana Vieira ganhou recentemente destaque no noticiário por ter revelado que luta contra leucemia há quase três anos. Nesta segunda-feira, 3, houve espaço na vida da atriz para risos.
Durante a edição do Lady Night, Tatá Werneck colocou Susana Vieira em situações cômicas que motivaram revelações. Questionada sobre sexo, a atriz revelou que já teve relação sexual com um desconhecido no avião. "De Paris para o Rio de Janeiro. Só que a pessoa saltou em São Paulo. Fiquei apaixonada. Conheci ele no voo. Tipo, primeira classe…no tempo que tinha primeira classe", relembrou. Susana Vieira descreveu como era o homem: "Era uma pessoa muito bem vestida, tinha pasta, cartão. Quando você vê, está acontecendo e ninguém percebe".
A atriz também relembrou o primeiro contato que teve com um rapaz ao ir ao cinema. "Foi a primeira vez que tive contato com o sexo masculino in loco. Aquela mão e tal, foi a primeira vez que eu senti uma coisa verdadeira, excitada dentro de uma calça jeans", afirmou.

Catia Paganote revela desejo de beijar Leo Stronda e causa climão com Luane Dias


RD1 - Catia Paganote foi expulsa de “A Fazenda” após a produção do programa considerar agressão para com Evandro Santo. Em participação no programa “Hoje em Dia“, da Record TV, a ex-Paquita contou que gostaria de repetir o beijo que deu em Leo Stronda.
Em entrevista ao portal “R7”, Catia Paganote respondeu perguntas de internautas e disparou sobre selinho em Stronda: “Era só uma brincadeira”. Indagada sobre “Em momento algum rolou um clima?”, Cátia respondeu: “Não. É que assim, Ana Paula colocava pilha, a Perlla e eu pedia para parar. Eu tenho idade para ser a mãe dele“.
“Mas não desmerecendo, porque o Léo é uma pessoa bacana. É um homem bonito, sensual e atrativo”, afirmou Cátia que mudou de ideia após a exibição de um vídeo.
“Léo se quiser a gente pode repetir”, propôs a loira. “Menina ele está namorando”, disse Viana. “Sacanagem”, disparou Cátia que gerou um climão com Luane que fez um desabafo no Instagram sobre seu relacionamento com Leo.

Extrema pobreza aumenta e chega a 15,2 milhões de pessoas em 2017

Foto: Agência Brasil
Diário de Pernambuco - O número de pessoas na faixa de extrema pobreza no Brasil aumentou de 6,6% da população em 2016 para 7,4% em 2017, ao passar de 13,5 milhões para 15,2 milhões. De acordo com definição do Banco Mundial, são pessoas com renda inferior a US$ 1,90 por dia ou R$ 140 por mês. Segundo o IBGE, o crescimento do percentual nessa faixa subiu em todo o país, com exceção da Região Norte onde ficou estável.
Os dados fazem parte da Síntese dos Indicadores Sociais 2018, divulgada hoje (5) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que entende o estudo como “um conjunto de informações sobre a realidade social do país”. O trabalho elaborado por pesquisadores da instituição tem como principal fonte de dados para a construção dos indicadores a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) de 2012 a 2017.
O estudo mostra ainda que também aumentou a proporção de pessoas abaixo da linha de rendimentos. Em 2017, era de 26,5%, enquanto no ano anterior ficou em 25,7%. Os percentuais significam a variação de 52,8 milhões de pessoas para 54,8 milhões. De acordo com definição do Banco Mundial, são pessoas com rendimento até US$ 5,5 por dia ou R$ 406 por mês. A maior parte dessas pessoas, mais de 25 milhões, estava na Região Nordeste.
Houve elevação ainda na proporção de crianças e adolescentes (de 0 a 14 anos) que viviam com rendimentos até US$ 5,5 por dia. Saiu de 42,9% para 43,4%, no período.

Condições de vida
A pesquisa identificou que em 2017 cerca de 27 milhões de pessoas, ou seja, 13% da população, viviam em domicílios com ao menos uma das quatro inadequações analisadas: características físicas, condição de ocupação, acesso a serviços e presença de bens no domicílio. A inadequação domiciliar foi a que atingiu o maior número de pessoas: 12,2 milhões, ou 5,9% da população do país. Isso significa adensamento excessivo, quando há residência com mais de três moradores por dormitório.
No Amapá o nível atingiu 18,5%, enquanto em Santa Catarina ficou em 1,6%. No mesmo ano, 10% da população do país viviam em domicílios sem coleta direta ou indireta de lixo e 15,1% moravam em residências sem abastecimento de água por rede geral. O Maranhão foi o estado que registrou a maior falta de coleta de lixo: 32,7% da população não tinha acesso ao serviço.
Ainda na ausência de melhores condições, o estado do Acre é o que registrou maior percentual (18,3%) de pessoas residentes em domicílios sem banheiro de uso exclusivo. Já o Piauí, tinha a maior proporção da população sem acesso a esgotamento sanitário por rede coletora ou pluvial (91,7%).
Esses resultados mostram uma diferença grande para o estado de São Paulo, onde houve a maior cobertura para cada um dos serviços. A proporção da população sem coleta de lixo ficou em 1,2%, sem acesso a abastecimento de água por rede alcançou 3,6% e sem esgotamento sanitário por rede foi 7,0%.

Grande sucesso das seis é a nova reprise do 'Vale A Pena Ver de Novo'


A Rede Globo confirmou nesta quarta-feira (05) a próxima reprise do Vale A Pena Ver de Novo. De Thelma Guedes e Duca Rachid, Cordel Encantado entrará no lugar de Belíssima no 'Vale A Pena Ver de Novo', e a previsão de reestreia é logo no começo de janeiro.
A exibição original do fenômeno ocorreu entre os meses de abril e setembro de 2011, sendo protagonizado por Bianca Bin e Cauã Reymond, intérpretes do casal Açucena e Jesuíno, tendo como um dos vilões o ator Bruno Gagliasso, que fez o Coronel Timóteo. Obteve média geral de 25.9 (26) pontos em São Paulo e 29.8 (30) no Painel Nacional de Televisão (PNT), sendo inclusive lançada em DVD pela Globo Marcas há cinco anos.

SBT e Danilo Gentili enfrentam guerra judicial contra a TV Band que envolve milhões de reais


Diário do Centro do Mundo - Guilherme Rodrigues no Observatório da Televisão informa que, em 2013, Danilo Gentili rompeu o contrato que mantinha com a Band e mudou para o SBT, emissora na qual desde então apresenta o The Noite. A decisão fez com que o canal da família Saad resolvesse mover um processo contra a empresa de Silvio Santos e o humorista.
Segundo o colunista Ricardo Feltrin, o juiz Mario Sergio Leite, da 2ª Vara Cível de Osasco, em São Paulo, decidiu que o SBT terá que indenizar a Band em R$ 3,68 milhões.
O veículo de comunicação alega que teve grande prejuízo com o rompimento do vínculo empregatício do comediante e que houve uma concorrência desleal nas negociações. A decisão é em primeira instância.
Contudo, com relação a Danilo, o artista foi condenado a pagar R$ 1,2 milhão para a antiga empresa. O veredito é de segunda instância. Feltrin tentou falar com Gentili, mas não teve retorno.

#AFazenda - Felipe Sertanejo perde para João Zoli a chance de ser milionário


O lutador Felipe Sertanejo saiu da 'Fazenda' na madrugada desta quarta-feira (05) após perder a disputa com João Zoli pela permanência no reality da Record. Ele recebeu 29% dos votos para continuar no jogo e disputar juntamente com Evandro Santo, Rafael Ilha e Caíque Aguiar o prêmio de R$1,5 milhão.

Barbaridade: Cachorro é agredido e envenenado por funcionário dentro de um supermercado


Foi em Osasco, na grande São Paulo, que ocorreu um crime brutal e irracional. Um cão abandonado foi assassinado por um funcionário da rede de supermercados Carrefour. De acordo com a denúncia feita por Rafael Leal, da ONG Cão Leal, o elemento, que deu ao pobre cão uma mortadela com chumbinho dentro, estava obedecendo ordens dos superiores que queriam fazer uma limpa no estabelecimento para recepcionar os supervisores da matriz da rede. Tudo pelo lucro!
Houve ainda a hipótese de que o cachorro tivesse sido vítima de um atropelamento, mas foi derrubada com o depoimento de outros funcionários que testemunharam a ação e reafirmaram que o animal foi agredido fisicamente.
Caso tudo isso seja provado, o culpado poderá pegar de três meses a um ano de detenção e até um pouco mais, e a Carrefour correrá risco de responder processo judicial se sua ganância vier à tona. As informações são dos sites G1, Portal Rondônia e Jornal do Brasil.

Cantora diz que Silvio Santos pagou sua cirurgia de R$ 30 mil e revela que Faustão nunca a ajudou na Globo


TV Foco - A cantora MC Vesga fez uma revelação inesperada em entrevista ao UOL. Ela disse que Silvio Santos pagou sua cirurgia caríssima e que, apesar de já ter se apresentado em programas como Domingão do Faustão, na Globo, Pânico, e até Eliana, nunca nenhum deles se disponibilizou a ajudá-la.
Silvio, por sua vez, surpreendeu a todos com a boa ação em seu programa, em julho deste ano, quando se ofereceu para pagar a cirurgia da artista, que estava como caloura em seu dominical e chamou atenção ao mostrar um desvio nos olhos, causado por um acidente de carro aos 17 anos.
Ele questionou se ela já havia procurado um médico, mas para a sua surpresa, a cirurgia era caríssima: “É só um olho. Já procurei três médicos, a cirurgia é muito cara, é mais de R$ 10 mil”. Foi aí que Silvio se ofereceu para pagar tudo e pediu que ela procurasse um oftalmologista.
O dono do SBT sugeriu um profissional conhecido dele para fazer o alinhamento ocular e ordenou que a produção do seu programa cuidasse disso. A mulher ficou no SBT após a gravação e conversou com Silvio no camarim, e agora, ela comemora a vitória da sua vida.


“O Silvio Santos foi como um pai para mim, mudou a minha vida. Pagou a cirurgia, internação, tudo, foi mais de R$ 30 mil. Só a consulta com o médico custa R$ 1 mil. Melhorou muito minha autoestima, me sinto bem melhor. Tenho gratidão eterna a ele”, comemora.
“Já participei de vários programa, ‘Domingão do Faustão’, ‘Pânico’, ‘Eliana’. Nunca ninguém ofereceu, e eu nunca pedi nada também e tinha o sonho de operar”, revela. Ao longo da sua carreira, ela trabalhou como repórter em um programa local em Porto Alegre, onde entrevistou vários famosos.


Leonardo, Hebe Camargo, Sidney Magal e Gretchen foram alguns deles, e agora, ela conta as suas expectativas. “Meus planos agora são fazer minha profissão se tornar realidade, ser repórter ou apresentadora de TV de algum programa, não ser taxada como um olho torto só”, anuncia.

MC Vesga e Sílvio Santos
“[Quero] ser quem eu sempre fui, uma profissional que ama televisão. Estudei para isso e quero que venham muitas oportunidades, que vou agarrá-las”, completa ela, que é jornalista e que abandonou o antigo nome artístico: “Estou com novo nome artístico, já escolhido para uma pessoa que ganhou uma história nova de vida, meu nome agora é Airy”.

#BackTo2000s - a dramaturgia brasileira em 2004


06 de janeiro - estreava a minissérie 'Um Só Coração' na Rede Globo. Foi escrita por Maria Adelaide Amaral e Alcides Nogueira como forma de prestar homenagem aos 450 anos da cidade de São Paulo em 54 capítulos.
Ana Paula Arósio em 'Um Só Coração' como a socialite Yolanda Penteado
26 de janeiro - às 19hrs, estreava 'Da Cor do Pecado', de João Emanuel Carneiro. A novela foi um sucesso arrebatador em todo o país ao longo de seus sete meses de exibição, obtendo 43 pontos de média geral na grande São Paulo e 50 no Rio de Janeiro. Segundo dados nacionais divulgados pelo Ibope e compartilhados pela Folha de São Paulo, a novela das sete foi o segundo produto mais visto no mês de abril, com 48 pontos, atrás apenas de 'Celebridade' (novela das oito de Gilberto Braga), que registrou 51. Foi ainda neste mesmo mês o produto mais assistido em Recife, Salvador e Brasília, além de ter se igualado à Celebridade.
Caio Blat, Reynaldo Gianecchini, Rosi Campos, Cauã Reymond, Pedro Nerschling e Leonardo Brício integravam a Família Sardinha, que garantia momentos de riso ao público
Com 185 capítulos escritos - o último foi ao ar em 27 de agosto - , Da Cor do Pecado era focada no triângulo amoroso composto pelo botânico Paco (Reynaldo Gianecchini), a vendedora de ervas Preta (Taís Araújo) e a ardilosa Bárbara (Giovanna Antonelli), que fora trocada por ela e fez de tudo para o romance dos dois chegar ao fim só para por as mãos na grana de Afonso (Lima Duarte), o pai de Paco.

29 de janeiro - morria a escritora e autora de novelas Leonor Bassères aos 77 anos, vitimada por um câncer no pulmão. Cerca de quinze dias antes, a doença havia entrado em metástase e ela havia sido obrigada a ficar em casa no total repouso.
Leonor, além de ter publicado livros para o público infanto-juvenil, trabalhou como colaboradora de Gilberto Braga em 'Água Viva' (1980), 'Corpo A Corpo' (1984) e Celebridade entre outras obras, além de ter sido uma das principais autoras de 'Vale Tudo' (1988), juntamente com Gilberto. Em seu último texto, criado em 07 de agosto de 2003, Leonor confessou que seu último desejo era morrer dormindo para, em outras palavras, não sofrer.

Leonor Bassères também foi autora de 'Mico Preto' (1990) e escreveu alguns capítulos de 'De Corpo e Alma', de Glória Perez, dois anos depois
"Como curtir uma morte bem curtida. Fazia um dia lindo na manhã em que eu morri. Desses que a gente chamava "gloriosos". Próprios para ir à praia, jogar tênis, correr pela orla com o namorado, essas coisas. Sem nem mencionar que a pessoa precisa não estar numa cadeira de rodas, roída por um câncer do pulmão na metade de cima, e por uma hepatite medicamentosa no resto. Sempre pedi a Deus ou a essa autoridade que manda nos homens e na terra, morrer dormindo. Achava lindo e confortável. Mas morte em manhã linda de verão também servia, já que o que estava ficando insuportável era a vida. Fechei os olhos e pensei 'vamo nessa' e fui".

17 de fevereiro - foram exibidas em 'Celebridade' as cenas do misterioso assassinato do empresário Lineu Vasconcellos (Hugo Carvana), encontrado morto em seu escritório do Grupo Vasconcellos - voltado para o entretenimento - pela ex-modelo e também empresária Maria Clara Diniz (Malu Mader) - protagonista da história -, acompanhada do advogado Queiroz (Otávio Müller).
Malu Mader e Hugo Carvana na antológica cena de Celebridade
Vários personagens se tornaram suspeitos, entre eles, seu ex-genro e cineasta Fernando (Marcos Palmeira), seu neto Inácio (Bruno Gagliasso), a alpinista social Darlene (Deborah Secco) e o vingativo Ubaldo (Gracindo Junior), que o acusava de ter lhe roubado a autoria da música 'Musa do Verão' junto com seu falecido irmão, Wagner - assassinado pelo Ubaldo -, que a registrou e colocou Maria Clara como sua musa inspiradora.
O culpado do crime foi revelado no último capítulo, em 25 de junho, sendo ninguém mais ninguém menos que Laura Vasconcelos, que ficou possessa depois de ter as provas da verdadeira autoria de Musa de Verão roubadas novamente.

23 de março - 116 capítulos depois, chegava ao fim no SBT a novela 'Canavial de Paixões', que estreou em 13 de outubro do ano anterior. Foi uma adaptação da obra mexicana 'Cañaveral de Pasiones', de Maria Del Carmem Peña e José Cuauhtémoc Blanco, feita por Henrique Zambelli e Simone Boer, sendo também um artifício da emissora de Sílvio Santos para concorrer com Celebridade, que também estreou no mesmo dia.


Teve no elenco atores que a Globo já explorou, como Cláudia Ohana, Victor Fasano, Helena Fernandes, Oscar Magrini e Débora Duarte, e a história se passava em um povoado católico cuja economia se baseava no plantio de cana-de-açúcar.

13 de abril - ia ao ar o primeiro episódio do seriado A Diarista. À princípio, seria só mais um especial de fim de ano, mas fez tanto sucesso de público quando foi exibido que a Globo decidiu deixá-lo como um programa fixo.
Cláudia Rodrigues e Dira Paes em 'A Diarista'
A atração foi criada por Glória Perez, desenvolvida por Bruno Mazzeo, Maria Mariana e Aloísio de Abreu, e protagonizada por Cláudia Rodrigues, que interpretou a personagem Marinete até três anos depois.

18 de abril - mais um especial virou queridinho da Globo e também do público. Tratava-se do Sob Nova Direção, criado e estrelado por Heloísa Périssé, que fazia a ex-rica Isabella, e Ingrid Guimarães, a Patrícia (Pit), melhor amiga de Isabella. O seriado foi desenvolvido por mais de 10 roteiristas ao longo de quatro temporadas.


26 de abril - o público vibrou bastante com a surra que Laura levou de Maria Clara no capítulo 169 de Celebridade. Cansada do sofrimento que lhe foi causado ao longo da trama, a empresária se tranca com sua algoz num banheiro e lhe desfere 28 tapas, relembrando todas as armações da vilã.
Nesse tão sonhado dia, a novela bateu recorde de 58 pontos na grande São Paulo, 65 no Rio de Janeiro e 62 no Painel Nacional de Televisão.

Malu Mader e Cláudia Abreu ganharam as ruas de todo o país na semana da icônica surra
07 de maio - terminava a novela das 18hrs 'Chocolate com Pimenta', de Walcyr Carrasco. Foi um dos poucos fenômenos da faixa na década passada e a segunda novela com maior média geral - perde o posto de líder para 'Alma Gêmea', também de Walcyr.
Murilo Benício e Mariana Ximenes interpretaram o casal Danilo e Aninha
Obteve 35.4 (35) pontos de média geral ao longo dos 209 capítulos, e o enredo foi livremente inspirado na opereta A Viúva Alegre, de Franz Lehár. Teve no elenco nomes como Priscila Fantin, Ângelo Paes Leme, Kayky Brito, Ary Fontoura, Elizabeth Savala, Lília Cabral, Juliana Alves, Tânia Bondezan, Fúlvio Stefanini, Ernani Moraes, Drica Moraes, Marcello Novaes e Caco Ciocler.

28 de junho - começava às oito 'Senhora do Destino', de Aguinaldo Silva, até hoje um dos grandes sucessos da faixa. Teve 221 capítulos e foi reprisada duas vezes: entre março e agosto de 2009 em 123 capítulos, e entre março e dezembro do ano passado, desta vez com menos cortes e sem intromissão da Justiça.


O público acompanhou ao longo dos oito meses de exibição a luta da nordestina Maria do Carmo (Susana Vieira) para achar sua filha, Lindalva, roubada ainda recém-nascida pela enfermeira Nazaré (Renata Sorrah), que a criou como se fosse sua filha biológica e rebatizou-lhe de Isabel (Carolina Dieckmann).

07 de setembro - morria aos 77 anos Miriam Pires, que estava no ar em Senhora do Destino como a cozinheira Clementina, que também era governanta da casa de Do Carmo. A atriz, cuja causa da morte foi toxoplasmose, exercia seu ofício desde a década de 1940, quando começou a fazer teatro.


Tinha em seu currículo 12 longa-metragens, entre eles, 'Aleluia, Gretchen' (1976), 'Bonitinha, Mas Ordinária' (1980), 'Gabriela, Cravo e Canela' (1983) e 'Um Trem Para as Estrelas' (1987). Na televisão, fez uma participação especial no primeiro seriado brasileiro, 'O Vigilante Rodoviário', em 1961, além de ter brilhado em novelas como 'Irmãos Coragem' (1970), 'Pecado Capital' (1975), 'Tieta' (1989) e 'Pedra Sobre Pedra' (1992).

18 de outubro - decidida a investir novamente em telenovelas dois meses após o fim da fraquíssima Metamorphoses, a Record estreava a novela de época 'A Escrava Isaura', uma adaptação feita por Tiago Santiago do livro homônimo originalmente escrito por Bernardo Guimarães.
Leopoldo Pacheco e Bianca Rinaldi em cena de A Escrava Isaura
A versão de Tiago incomodava a Globo, que exibia a novela das sete de então, Começar de Novo, um dos inúmeros fracassos da faixa. Foi muito bem aceita pelo público, obtendo uma média geral de 13 pontos, três a mais que o esperado. Foi reprisada três vezes: entre novembro de 2005 e junho do ano seguinte às 21hrs; de 29 de janeiro a 13 de julho de 2007 às 14h30, e no ano passado, entre os meses de janeiro e julho.
Teve no elenco Bianca Rinaldi - a escrava Isaura; Leopoldo Pacheco, Théo Becker, Patrícia França, Mayara Magri, Jackson Antunes, Maria Ribeiro, Déo Garcez e Odilon Wagner entre outros.

14 de outubro - Senhora do Destino registrava seu quarto recorde positivo de audiência. Neste capítulo, foram exibidas as cenas do primeiro encontro entre Maria do Carmo e sua filha Isabel após quase vinte e quatro anos.
Susana Vieira e Carolina Dieckmann em cena de Senhora do Destino
27 de outubro - ia ao ar, na mesma novela, outra surra muito bem acompanhada pelos brasileiros. Foi quando a "anta nordestina" sentou a mão na rival em um encontro marcado num galpão para se vingar desses 20 anos que passou sem sua filha. A sequência fizeram o capítulo registrar recorde de 58 pontos na grande São Paulo e entrou para a lista das grandes surras da TV brasileira.
Susana Vieira e Renata Sorrah em cena clássica
19 de novembro - terminava a novela das seis 'Cabocla', mais um hit da faixa, escrita por Benedito Ruy Barbosa e adaptada do romance homônimo de Ribeiro Couto. Teve Vanessa Giácomo interpretando a protagonista-título, Zuca, além de Daniel de Oliveira, Regiane Alves, Danton Mello, Malvino Salvador, Patrícia Pillar, Tony Ramos, Eriberto Leão, Carolina Kasting, Jussara Freire, Othon Bastos, Mauro Mendonça e Oscar Magrini entre outros. É a terceira novela mais assistida do horário, com 34.3 (34) pontos de média geral.

Vanessa Giácomo, Daniel de Oliveira e Jussara Freire em Cabocla