segunda-feira, 24 de dezembro de 2018

'O Sétimo Guardião': Feliciano muda seu visual


O mendigo Feliciano (Leopoldo Pacheco), de O Sétimo Guardião, vai se transformar em um novo homem nos próximos capítulos. Cortará os cabelos, fará a barba e até tomará banho! Vale lembrar que ele não é muito chegado a limpeza, já que sempre detestou se higienizar.


As cenas da transformação de Feliciano irão ao ar no dia 19 de janeiro e acontecerão no casarão que foi de Egídio (Antônio Calloni) - repassado para Gabriel (Bruno Gagliasso). O motivo desse 'milagre' é a festa de inauguração do restaurante de Tobias (Roberto Birindelli), e irá chocar todos os moradores da pacata Serro Azul. As informações são do site Notícias da TV.

O Tempo Não Para: Betina resolve bater de frente com os Sabino Machado sem máscaras


Observatório da Televisão - Nos próximos capítulos de O Tempo Não Para, Betina (Cleo) e Lúcio (João Baldasserini) mostrarão para a sociedade, que ambos, são os vilões do folhetim das 19h, da TV Globo. Em conversa com o comparsa, Betina revelará ao amado, que deixará a sua máscara cair. “Lúcio… Uma moeda pelos seus pensamentos”, dirá Betina, ao presenciar um Lúcio apreensivo. “Quanto menos você souber o que se passa na minha cabeça, melhor”, acrescentará o irmão gêmeo de Emilio (João Baldasserini), friamente.


“Tô preocupada com você”, dirá. Mas Lúcio tentará se esquivar do questionamento de Betina. “Eu tô bem… Amanhã vou pra frente do palco cumprimentar meus inimigos… sem máscara alguma”, dirá Lúcio, se referindo a Samuca (Nicolas Prattes) e cia. Vale ressaltar, que Lúcio não sabe, mas Dom Sabino já sabe, que foi ele, que mandou Lalá (Micael), trocar as balas de sua pistola, episódio esse, que culminou no acidente envolvendo Marocas (Juliana Paiva).
“Cê vai bater de frente com o Samuca?”, questionará a malvada. “E com o Dom Sabino… com a Marocas… com todos eles”, responderá. “Será que esse é o melhor momento pra gente sair das sombras?”, perguntará Betina. Lúcio pedirá a amada, discrição. “Sugiro que você continue fora disso, Betina…Não sei se é apropriado… É melhor você se preservar”, indagará Lúcio.

Nos EUA, Tom Hanks vai a lanchonete e paga a refeição de todos os clientes


Isto É - O ator norte-americano Tom Hanks foi a uma loja da rede de lanchonetes In-N-Out Burger, nos Estados Unidos, e praticou um ato de generosidade. De acordo com informações da CBS Los Angeles, Hanks arcou com as despesas de almoço de todas as pessoas que estavam no local.
Saudado pelos presentes ao chegar para fazer uma refeição, o premiado ator tirou selfies com os clientes do restaurante e também com a equipe de funcionários. Não demorou para que as fotos viralizassem nas redes sociais, rendendo elogios à generosidade do astro de filmes como “Forrest Gump” e “Apollo 13”.

A pouco conhecida história de 'Noite Feliz', uma das mais famosas músicas de Natal


BBC - Em 24 de dezembro de 1818, o padre austríaco Joseph Mohr pediu ao amigo organista Franz Xaver Gruber que compusesse a melodia para um poema escrito por ele dois anos antes. Nascia assim Stille Nacht, heilige Nacht, uma das mais famosas canções natalinas, traduzida para mais de 300 idiomas e conhecida em português como Noite Feliz.
Naquela noite, Mohr e Gruber executaram a música pela primeira vez durante o serviço da igreja de São Nicolau em Oberndorf bei Salzburg, na Áustria. Hoje, a canção é quase onipresente no Natal, figurando desde 2011 na lista do Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).
O poema foi criado em um período difícil para Salzburgo. O então principado eclesiástico independente sofreu diversas ocupações durante as Guerras Napoleônicas. Os conflitos trouxeram caos e fome - em especial no Ano Sem Verão de 1816, quando temperaturas extremamente baixas destruíram plantações na Europa e América do Norte.
Naquele mesmo ano, Salzburgo perdeu sua independência e foi incorporada à Áustria. "As palavras deste cântico foram escritas nestas circunstâncias. Elas expressam uma ânsia por redenção e paz", explica à BBC News Brasil Peter Husty, curador da exposição Silent Night 200 - The Story. The Message. The Present ("Noite Feliz 200 - A História. A Mensagem. O Presente", em tradução livre), no Museu de Salzburgo.


O contexto local não impediu que a canção se tornasse um sucesso em todo mundo. Primeiro a música se espalhou em um manuscrito na região dos autores. Depois, o construtor de órgão Carl Mauracher a levou para Zillertal, um vale em Tirol, onde era cantada por corais. Dali, se alastrou pela Alemanha, Europa e Estados Unidos.
"O Cristianismo levou essa música para o mundo com missionários (protestantes e católicos). Ela virou acessível em muitas línguas e dialetos, tonando-se global", afirma Thomas Hochradner, chefe do Departamento de Musicologia da Universidade Mozarteum, na Áustria, e idealizador da exposição Silent Night 200.
A exibição traz informações detalhadas sobre a canção - como o fato de que ela é cantada por 2 bilhões de pessoas no mundo -, além de objetos que ilustram o estilo de vida no tempo da composição, autógrafos de Mohr e Gruber, e o piano usado para tocar a música.

Uma infinidade de traduções e adaptações
A propagação de Stille Nacht em diversos idiomas resultou em traduções nada fiéis ao texto original. Muitas delas são, na verdade, adaptações. A versão em português, por exemplo, foi intitulada Noite Feliz, embora o título real seja algo como "Noite Silenciosa".


A primeira estrofe também abriga a frase "pobrezinho nasceu em Belém", inexistente no poema austríaco. "As chamadas traduções são novas poesias que tentam manter a mensagem do texto, mas precisam levar em conta o ritmo e as rimas (da língua)", diz Hochradner.
Segundo Husty, geralmente as traduções buscam manter o sentido central da canção: o Natal como festa da redenção e sinal de paz. Mas nem sempre é o caso, como prova a Weihnachtsringsendung, a versão nazista do cântico.
O regime de Hitler tinha um problema óbvio com Natal: Jesus era judeu. E o antissemitismo estava no centro da existência da ditadura nazista. Por isso, sua equipe tentou remover todo o contexto religioso da celebração. Isso incluía reescrever canções natalinas sem referências a Deus, Cristo ou fé.
Na Alemanha nazista, o primeiro verso de Stille Nacht transformou-se em um louvor a Hitler. A letra dizia: "Tudo é calmo, tudo é esplendido / Apenas o Chanceler fica em guarda / O futuro da Alemanha para vigiar e proteger / Guiando nossa nação certamente."


A música também não escapou do uso comercial em inúmeros filmes (a Forbes afirma que ela apareceu em 295 até 2015) e interpretações por cantores famosos, incluindo Sinead O'Connor, Elvis Presley, Etta James e Kelly Clarkson.

Os compositores
Mohr nasceu em 1792 em Salzburgo, onde estudou e foi ordenado padre. Em 1815, o religioso tornou-se curador na pequena municipalidade de Mariapfarr. No ano seguinte, escreveu o poema que o tornou conhecido.
Em 1817, Mohr foi transferido para Oberndorf bei Salzburg. Na cidade, o padre conheceu Gruber, nascido em Hochburg em 1787 e que tocava órgão na igreja local. Eles cultivaram uma amizade por toda a vida.


Os dois são tão famosos na Áustria que os locais onde nasceram, trabalharam e morreram possuem memoriais e museus em sua homenagem.
Para celebrar os 200 anos do hit natalino, Hochburg, Mariapfarr, Arnsdorf, Hallein, Oberndorf, Hintersee, Wagrain, Fügen e Salzburgo fizeram uma parceria para uma exposição nacional. "Os austríacos gostam e cantam a canção, principalmente em sua versão original, que difere um pouco daquela mais comum no mundo. É mais uma tradição do que orgulho", afirma Hochradner.
Para Husty, Stille Nacht transcende a religião. "Ela conta a história do nascimento de Jesus. Então é um cântico religioso ao mesmo tempo em que é para a paz no mundo."

Após mosca e barata, Ana Maria Braga toma champanhe de Natal com formiga na Globo


TV Foco - Ana Maria Braga teve a má sorte de ser presenteada com um champanhe “batizado” nesta véspera de Natal na Globo. Após problemas com moscas, baratas, abelhas e todo tipo de inseto, agora foi a vez de uma formiga aparecer andando em uma taça de champanhe.
Após colocar morangos no recipiente, a loira foi surpreendida com o bichinho subindo pela parte de dentro do copo, mas não se importou e tomou assim mesmo. Nas redes sociais, o público está cada vez mais atento ao que acontece e fez questão de reparar no ocorrido.
“Você põe um morango, vem com seu champanhe e vai servir a sua visita. O copo fica lindo, a noite fica mais alegre e as pessoas vão se sentir presenteadas”, dizia Ana, quando o inseto apareceu. “Tinha um bichinho la na hora da explicação”, apontou uma telespectadora.

Confira o momento que a mosca sai de um lugar para o outro dentro do copo a seguir:


'500 mulheres para calar um homem', diz Bruna Lombardi sobre João de Deus

Folha PE - As centenas de denúncias de abuso sexual feitas contra João de Deus, nas últimas semanas, pegaram de surpresa várias celebridades que chegaram a se consultar com o médium nos últimos anos. Dessa vez foi a atriz Bruna Lombardi, 66, que usou as redes sociais para comentar o caso. "Todos perdemos um pouco", escreveu.
A atriz conta que visitou a Casa Dom Inácio de Loyola, onde o médium faz os atendimentos, em Abadiânia (GO), em julho deste ano, "apenas por curiosidade, ninguém precisava de cura e nem buscava apoio espiritual", e que todos, inclusive João de Deus, foram extraordinariamente gentis.
Ela fala também do impacto das denúncias que vieram depois e de como "dói pensar que foi preciso quinhentas mulheres pra calar a voz de um homem." "Dói pensar num sistema conivente que fragiliza a tal ponto a posição da mulher, que ela se recolhe, com dor e vergonha, sabendo que não tem a força suficiente para ser ouvida."
As denúncias contra João de Deus ganharam força no dia 7 de dezembro, quando o programa Conversa com Bial (Globo) mostrou entrevistas com mulheres que afirmam terem sido abusadas durante consulta com o médium. Depois da exibição, outras mulheres se apresentaram, o que levou a prisão dele no último domingo (16).
O médium nega todas as acusações. Antes de se entregar à polícia, ele afirmou, durante uma de suas poucas aparições após as denúncias que "quer cumprir a lei brasileira". "Ainda sou irmão de Deus. Quero cumprir a lei brasileira. Estou nas mãos da lei. João de Deus ainda está vivo", afirmou a fiéis.
Bruna Lombardi aproveitou o caso envolvendo o médium para falar sobre casos de violência contra a mulher: "Quantas vidas massacradas ainda vão se calar diante de uma sociedade que absolve feminicídios? Que admite e compactua com a violência doméstica? Que nem registra abusos entre marido e mulher?", disse no Instagram.
"Mas da mistura de tudo isso nasce uma nova flor. Uma nova liberdade. Uma nova força. Não somos mais as bruxas caçadas e queimadas, somos fruto da mistura de tudo isso, que resulta numa nova resistência. Agora somos imbatíveis. Podemos contar umas com as outras, podemos ser o que somos e alcançar o que queremos."

Outras manifestações
A apresentadora Ana Furtado, 45, também falou sobre as denúncias contra João de Deus, neste sábado (22), no programa É de Casa(Globo), e afirmou que pretendia visitar o médium depois que recebeu alta do câncer de mama. "Eu chorei quando essas denúncias começaram a aparecer", afirmou ela.
"Ele sempre foi uma figura muito especial com dom divino e abençoado. Todas as pessoas que vão até ele buscam um alento", continuou a apresentadora. "É muita decepção, muito triste perceber que essa é a verdadeira índole dele. É entregar nas mãos da justiça."
Também já haviam se manifestado sobre o caso as apresentadoras Oprah Winfrey, 64, e Xuxa, 55. "Infelizmente eu me enganei, e me enganei feio. Então estou vindo aqui para pedir desculpas a você, porque já divulguei o documentário dele, falei que ele era uma pessoa legal. Estou até um pouco envergonhada", disse a brasileira.
A atriz Camila Pitanga, 41, era frequentadora do centro de João de Deus e afirmou, pelo Instagram, estar indignada e perplexa. "Ainda estou digerindo os depoimentos contundentes. Nos últimos anos frequentei a Casa e, mesmo não tendo nada de negativo a relatar, o caso me choca com o crescente número de acusações", afirmou.
"Como mulher, desejo que as investigações não cessem e contribuam para o fim de casos como este", continuou a mensagem da atriz. "Queria deixar minha solidariedade às mulheres que, corajosas, trouxeram à luz esses acontecimentos inadmissíveis. Vocês não estão sozinhas. Com todo o meu amor."
A jornalista Maria Cândida, 47, também frequentadora da Casa Dom Inácio de Loyola, afirmou estar "horrorizada". "É muito mais do que covardia. Eu já estive lá, o conheci pessoalmente num momento em que eu buscava transformação e me ajudou muito ter estado lá. Mas esse abuso não pode existir", afirmou nas redes sociais.

César Tralli, jornalista da Rede Globo, é assaltado e perde relógio


O jornalista da Rede Globo César Tralli, que comanda pela manhã o telejornal SP1, foi abordado por um homem enquanto fazia uma caminhada no bairro Jardim Paulista, em São Paulo. O crime ocorreu por volta das 15h50 deste sábado (22) - um dia antes de seu aniversário de 48 anos -, tendo como objeto roubado um relógio de pulso.
César fez um boletim de ocorrência no 78º Distrito Policial. Logo depois, os policiais fizeram buscas nos arredores do bairro e o elemento não foi localizado. Até o momento, o caso ainda está sendo investigado, tendo como base câmeras de segurança de um condomínio residencial e de um estabelecimento comercial. As informações são do site Notícias da TV.

“O Sétimo Guardião”: Marilda envelhece e se desespera


RD1 - Uma água milagrosa e rejuvenescedora é o desejo de todo o mundo. Quem conseguiu ter acesso a ela em Serro Azul, correu para garantir um pouco e manter a beleza em dia na trama de “O Sétimo Guardião”. Exemplo disso foi Marilda (Letícia Spiller). Depois que mergulhou de corpo inteiro na fonte secreta, aproveitou para levar um pouquinho da substância para casa e ficar ainda mais bonita.
Acontece que nem tudo são flores e a loira cai numa emboscada. Marilda acorda e, ao procurar o frasco que continha o resto da água milagrosa, percebe que acabou. Desesperada, ela olha no espelho e não se reconhece. “O pé de galinha virou pata de jacaré!”, fala sobre si mesma.


Imediatamente Marilda vai atrás da irmã, Valentina Marsalla (Lilia Cabral) para pedir um pouco mais da água. Afinal, a casa da vilã tem um passagem secreta até a fonte. Acontece que Valentina recusa e diz que não irá abrir. Marilda insiste e decide entrar na fonte através do lavabo da casa da irmã. “A arma que preciso pra não virar uma bruaca”, diz ela com uma lanterna em mãos.
Quando está quase chegando ao local, Marilda descobre que Valentina fechou a passagem secreta. Quando Socorro (Inês Peixoto) e Raimunda (Julia Konrad) comentam o envelhecimento dela, a loira fica ainda mais desesperada. “O que aconteceu com a senhora? Sua pele. Sua cara. Tudo despencou!”. “Ah, me distraí e comi alguma coisa com lactose… Ou então com glúten. Isso acaba com uma mulher hoje em dia! Mas já, já passa”, mente Marilda, saindo de perto das duas para não ser descoberta.

Tsunami na Indonésia deixa 373 mortos e mais de 5600 desabrigados


A Indonésia foi atingida neste sábado (22) por um tsunami que arrasou com a vida dos habitantes das praias que ficam na região sul do país. O governo indonésio revelou que 373 pessoas morreram e outras 5.665 estão sem ter onde ficar devido à enorme onda, formada pela erupção do vulcão Krakatau.
De acordo com o registro divulgado, 1.459 pessoas estão feridas e outras 128 desaparecidas, sem contar com o prejuízo que os sobreviventes tiveram com casas, estabelecimentos e veículos completamente destruídos.


Antes da tragédia, a população não tinha recebido nenhum alerta sobre o tsunami, pois não fora registrado tremor de terra. Foi informado ainda que o vulcão ainda está em erupção, o que pode provocar o surgimento de novas ondas. As informações são dos sites UOL e G1.

Novelas da Record “arrebatam” público e são líderes de audiência nos EUA


RD1 - Se no Brasil as novelas bíblicas da Record não têm audiência tão expressiva, no exterior, elas vão muito bem, obrigado. É o caso da Univision, um dos maiores canais de língua espanhola nos Estados Unidos que, ao transmitir “O Rico e Lázaro” e “Jesus”, tiveram grande crescimento de audiência.
O canal foi o único a ter aumento no número de telespectadores no quatro trimestre de 2018. No total, a média geral da emissora foi de 10%, e entre o público de 18 e 49 anos, o índice subiu para 14%. Nos períodos analisados, as concorrentes caíram.
“O Rico e Lázaro”, por exemplo, teve exibição encerrada em 10 de outubro. Garantiu audiência média de 1,7 milhões de telespectadores, colocando a Univision em 1º lugar entre as redes de língua espanhola de segunda a sexta, na faixa das 20h.
Enquanto isso, “Jesus”, que estreou em 5 de novembro, já conquistou o 1º lugar logo de cara. Foram 3,5 milhões de pessoas alcançadas no país, fechando com média de 1,9 milhão de telespectadores.
O “milagre” das produções fez com que a Univision se tornasse líder de audiência dentre as redes em espanhol no horário nobre e média total do dia, pelo 26º ano consecutivo, além de encerrar 2018 como a 5ª maior rede de transmissão em horário nobre pelo 15º ano consecutivo.

Record não quer viver de novelas bíblicas “para sempre”
A intenção do canal de Edir Macedo, apesar da repercussão no exterior, é de não viver só de produções bíblicas. O vice-presidente artístico do canal, Marcelo Silva, já teria afirmado a diversos colegas próximos da casa que a emissora não viverá “para sempre” desse filão.
Já se tem em mente que, num momento futuro, as novelas e séries da casa possam ganhar uma outra identidade e investir num outro tipo específico de histórias – assim como o SBT, que desde 2012 tem se destacado pela produção de tramas para o público infantil e adolescente.

Maurício de Sousa diz que Turma da Mônica não vai tratar de identidade de gênero


Revista Fórum - O cartunista Mauricio de Sousa, criador da Turma da Mônica disse que os seus personagens masculinos, como Cebolinha, Cascão, Chico Bento entre outros, incluindo a versão em que os personagens atingiram a juventude, não deverão usar peças de roupa cor-de-rosa nem brincar de boneca tão cedo.
“Não posso mudar o comportamento dos nossos personagens com novas bandeiras, novas tendências, novas ideologias, e arrebentar toda a nossa história”, disse à Folha o autor de quadrinhos.
O cartunista disse ainda que seus personagens funcionam apenas com padrões já absorvidos: “Se é uma bandeira que estão levantando agora, nós não devemos levantar junto. Se é uma bandeira que já foi empunhada pela sociedade, daí nós temos de estar lá”, afirma o pai de Mônica e de outros nove filhos que inspiraram personagens seus.
Discutir nas histórias em quadrinhos da Mauricio de Sousa Produções a escolha do gênero independentemente do sexo então, nem pensar. Nada de menino fazer trança ou passar rímel.
“Eu me coloco como um criador com um nível de cultura que tende para um conservadorismo. Não somos ignorantes, estou observando. Mas há uma preocupação com a vida de um grande estúdio, onde hoje trabalham muitos artistas”, diz.
Essa não é uma decisão comercial “apenas”, prossegue, “também é filosófica”. “É um conservadorismo vivo e atento, pronto para entrar em transformações assim que a sociedade aceitá-las [as mudanças].”

Com informações da Folha

Neta recém-nascida de Martinho da Vila deve passar por cirurgias


Área VIP - O cantor Martinho da Vila é avô mais uma vez. Acontece que a nora do artista, Déborah Sathler, deu à luz a Madalena, fruto do relacionamento dela com o filho de Martinho, Tunico da Vila.
“Madalena meu bem-querer chegou quando bem quis, empoderada, no dia 23 de dezembro às 9:22 da manhã depois de romper a bolsa às 3 da manhã. Assim como na sua concepção o sinal foi o cheiro doce invadindo o quarto. Aos 8 meses Mada chegou em 2018, no ano do Orixá da Vida”, comemorou Tunico.
“Mada rompeu a bolsa ontem à noite, a menina das águas ditou o dia e a hora, 23 de dezembro de 2018 às 9:20 da manhã essa capricorniana arretada! Entramos casal sairemos daqui uma grande família cheia de afeto e diversidade. Nossos pés no chão, toda força e reza pra ela”, escreveu Déborah.
A pequena Madalena, ainda no útero, foi diagnosticada com Síndrome de Hipoplasia do Coração Esquerdo, um grave problema que envolve várias partes do lado esquerdo do coração.
Em entrevista à Quem, Déborah falou que depois do nascimento, uma cirurgia estava prevista para acontecer ainda na maternidade. “De 3 a 5 dias depois que ela nascer, fará a primeira cirurgia. Quando estiver com quatro ou cinco meses, fará a segunda. E com quatro anos, fará a terceira”, disse.
Após o diagnostico da doença, Déborah e Tunico foram orientados a interromper a gravidez cotou Déborah: “Procurando um dos médicos, antes do Dr. Jefferson, ele chegou a falar: ‘vocês sabem que vocês têm direito de interromper a gravidez?’ Jamais interromperia minha gravidez porque ela é uma criança especial. Não existe garantia de que vai vir um filho perfeito. Tanto que meu filho nasceu prematuro e tem epilepsia e dificuldade de cognição. De forma nenhuma vou pensar que fui punida por Deus. Tem um grupo no Face de pais de filhos com a Síndrome de Hipoplasia do Coração Esquerdo e muitos não aceitam, ficam muito revoltados com Deus. E o Tunico e eu tentamos ajudar. Muitos nos aplaudem. Eu falo para o meu marido: ‘Tunico, eu estou grávida, eu não posso ficar triste'”, falou.

Show de Zezé di Camargo e Luciano na posse de Bolsonaro é cancelado


Notícias Ao Minuto - Responsáveis pela programação da cerimônia de posse do presidente eleito Jair Bolsonaro, a deputada federal eleita Joice Hasselmann (PSL-SP) e a primeira-dama Michelle Bolsonaro aceitaram uma recomendação do chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) e cancelaram os shows previstos para o evento presidencial, que acontecerá no próximo dia 1º de janeiro.
Estavam previstos shows da dupla Zezé di Camargo e Luciano, do cantor Eduardo Costa e de artistas da música gospel e católica.
“O general Moreno, que é o chefe do GSI, esteve comigo e com a primeira-dama e disse que havia uma preocupação com a segurança e nos alertou sobre os riscos de seguir com a ideia do show”, disse a Joice Hasselmann à colunista Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo.
Apesar do cancelamento das apresentações, os artistas que iriam cantar na posse do capitão reformado foram convidados para a cerimônia.

Enzo Celulari prepara festa surpresa para Claudia Raia e se declara: "Mãe mais gostosa que existe"

CARAS - Claudia Raia comemorou mais um aniversário e dessa vez ganhou um presente para lá de especial.
Seu filho mais velho, fruto do relacionamento com o ator Edson Celulari, preparou uma agitada festa surpresa para a mamãe na Bahia.
A festa aconteceu em Trancoso, no Sul da Bahia, durante o fim da tarde.
Pelas redes sociais, Enzo fez questão de deixar uma singela homenagem para a mulher mais importante de sua vida e não poupou nos elogios.
“Parabéns para a mãe mais gostosa que existe. Eu te amo muito e te desejo tudo de melhor que esse mundo tem a oferecer. Você é fod*. Vamos aproveitar”, escreveu o moreno.
“Filho mais gato, generoso e amoroso. Passaria 2019 inteiro falando de você. Te amo”, respondeu a musa.
Veja a foto compartilhada pelo empresário: