sexta-feira, 28 de dezembro de 2018

'É um quadro de horror', diz promotora que denunciou João de Deus

Jornal do Brasil - Responsável pela primeira denúncia por crimes sexuais oferecida à Justiça contra o médium João Teixeira de Faria, o João de Deus, a promotora Gabriela de Queiroz Clementino afirmou nesta sexta-feira, 28, que os casos reunidos pelo Ministério Público formariam um "quadro de horror". Segundo ela, João de Deus também pode ser alvo de novas denúncias, com base em crimes que ainda estão sob investigação.
"O Ministério Público entende que há uma conexão probatória entre os casos e por isso ofereceu uma única denúncia", disse Gabriela, em coletiva de imprensa após a formalização da denúncia. Os depoimentos corroboram o relato de cada crime e não tem como dissociar e estabelecer as testemunhas específicas para cada imputação feita. Elas formam um conjunto. É um quadro só, um quadro de horror que foi desenhado com várias etapas em uma só pincelada."


João de Deus, está preso desde 16 de dezembro no Núcleo de Custódia do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, a cerca de 105 quilômetros de Abadiânia, cidade onde ele realizava atendimentos espirituais na Casa Dom Inácio de Loyola. Como há investigado preso, a lei exige que a denúncia seja feita em até 15 dias. Esse seria o motivo pelo qual, segundo a promotora, foi oferecida esta denúncia reunindo apenas quatro crimes.
"Existem outros relatos até mais fortes do que os contidos nessa denúncia que virão em outras peças acusatórias sequenciais", afirmou. Segundo a promotora, o MP e a polícia já colheram, somados, mais de cem depoimentos. Nas próximas etapas, serão ouvidas mais vítimas e testemunhas para embasar outras possíveis denúncias.
A íntegra da denúncia não foi disponibilizada uma vez que o processo corre sob sigilo, razão pela qual os nomes das quatro vítimas e das testemunhas não foram informados. Segundo a promotora, os crimes são de violação sexual mediante fraude e de estupro de vulnerável, com penas entre 2 anos e 6 anos de prisão. Em caso de condenação, as penas de cada crime são somadas.
Segundo a promotora, o oferecimento da denúncia reforça a necessidade de prisão de João de Deus. O médium tenta obter uma decisão de soltura no Supremo Tribunal Federal em um habeas corpus que poderá ser analisado, no recesso judiciário, pelo presidente do tribunal, ministro Dias Toffoli.
"Um dos critérios para a ordem de prisão é que haja indícios de autoria e materialidade. Isso foi visualizado pelo juiz no nascedouro. Hoje com a conclusão da avaliação e a conclusão do MP que existe justa causa para oferecer denúncia, a gente visualiza com ainda mais segurança na afirmação da presença desses requisitos", disse Gabriela.

Meghan Markle deu maconha para convidados do seu primeiro casamento, diz jornal


Estadão - Meghan Markle, agora duquesa de Sussex, deu cigarros de maconha como lembrança na festa do seu primeiro casamento, na Jamaica, com o cineasta Trevor Engelson, em 2011.
O relacionamento durou dois anos e as informações foram obtidas pelo jornal The Sun, que teve acesso aos e-mails da ex-atriz com alguns dos convidados.
Na época, o porte da droga era proibido na ilha caribenha e só foi legalizado em 2015, quando o consumo de pequenas quantias foi liberado no país. "Eu não fumo maconha e, até onde sei, nem Meghan. Eu não sei o que fiz com o meu [presente]. Acho que joguei fora", disse o pai Thomas Markle.
O The Sun entrou em contato com a assessoria de Meghan, mas não obteve retorno.

Antes de morrer: Miúcha se despediu de familiares e amigos e viu o mar antes de ser internada


RD1 - Sentindo o avanço do câncer, a cantora e compositora Miúcha, antes de ser internada, cumpriu um último desejo e foi a um hotel de Copacabana, na Zona Sul do Rio, para se despedir da família, de amigos e também para ver o mar.
Amiga da artista, a produtora Paula Lavigne publicou nesta sexta-feira (28), numa rede social, uma foto do encontro. Também nesta sexta, o corpo de Miúcha foi enterrado no Cemitério São João Batista, em Botafogo, na Zona Sul da cidade.
O velório de Miúcha foi fechado. Apenas amigos e parentes puderam acompanhar a cerimônia na capela do cemitério. Ana de Hollanda, irmã da cantora e compositora, chegou ao local dizendo que Miúcha não gostava de tristeza.
“A afinação, a doçura, o bom gosto, o charme e tal, que ela cantava… A graça. Ela é muito engraçada, ela fazia humor, levava para cima. Quando errava, ela fazia uma piada que as pessoas amavam. Essa é a Miúcha, ela improvisava assim, inusitada”, afirmou Ana.
O irmão de Miúcha, Chico Buarque, ficou em silêncio durante o cortejo. A sobrinha dele, Bebel Gilberto, filha de Miúcha, cantou a música “Correnteza”.
Filha da cantora com João Gilberto, com quem Miúcha foi casada por oito anos, Bebel estava bastante emocionada e disse aos jornalistas que a mãe foi quem a ensinou a aproveitar tudo de bom na vida e sorrir sempre.
“Ela me ensinou a aproveitar tudo de bom na vida. Sorrir pra todo mundo sempre. O mais importante era aproveitar a vida. Ela sempre ia viajar e ficava, nunca voltava no dia planejado. Só amor. Ela foi uma grande mãe. Eu vou morrer de saudade dela”, declarou a filha.

Boninho faz nova revelação sobre o “Big Brother Brasil 19”


RD1 - O diretor do “Big Brother Brasil 19” usou o seu perfil no Twitter para dar ao público mais uma dica da nova temporada do reality show da Globo.
Na publicação, ele revelou que mais 10 participantes pré-escolhidos foram excluídos das seletivas, restando apenas 40.
“Oi! Mais dez ficaram de fora! Agora 40 podem ou não virar o o ano com uma chave do ‘BBB19’ e vai ser um ano recheado de prêmios. Um time fantástico de parceiros já apostou no nosso jogo”, avisou.
Um fã do programa questionou se a próxima temporada teria os quadros mais polêmicos da última edição, como o “Jogo da Discórdia” ou a lavagem de roupa suja entre os brothers.
“Lógico”, respondeu Boninho. A décima nona edição do “Big Brother Brasil” estreia no dia 15 de janeiro, com a promessa de uma primeira semana cercada por desafios, segundo o próprio diretor.

Oi! Mais dez ficaram de fora! Agora 40 podem ou não virar o o ano com uma chave do e vai ser um ano recheado de prêmios. Um time fantástico de parceiros já apostou no nosso jogo.
1.246 pessoas estão falando sobre isso

Ana Clara é dispensada do Vídeo Show

Catraca Livre - Coincidência ou não, a ex-BBB e apresentadora Ana Clara Lima deixou o programa Vídeo Show nesta sexta-feira, 28, depois de protagonizar uma situação inusitada envolvendo o nome de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro.
“Após cinco meses como integrante do Vídeo Show, Ana Clara Lima não está mais no programa. Ela se despede da atração e se junta às ex-BBBs Vivian Amorim e Fernanda Keulla como repórter do BBB19”, informou o site GShow, da Rede Globo.


No programa desta sexta, a ex-BBB falava sobre superstições de ano novo quando leu um tuíte de um internauta que passou uma simpatia falsa, como se realmente fosse uma tradição.
“Simpatia: Dia 31, meia noite beba açaí com laranja, pule 17 ondas e grite: São Queiroz! São Queiroz! Faz um depósito pra nós!”, disse a apresentadora.
Rapidamente, os telespectadores repercutiram a falta de atenção da novata e fizeram piada com a situação.
“Açaí + laranja + 17 ondas + pedido de depósito pra São Queiroz! Esse é #videoshow de hoje [risos]”, disse um. “Só ficamos na dúvida se foi sem querer ou se ela aproveitou pra cutucar mesmo… Hahahah”, comentou outro. “Kkkkkkkk… A mina do Vídeo Show zuou!”, completou um terceiro. “Mandaram a simpatia do Queiroz para o ‘Video Show’. A guria leu toda animada, meu Deus”, disse mais um.

Homem adota menina com 'síndrome de Down' rejeitada por mais de vinte famílias


O caso aconteceu na Itália e é protagonizado por Alba, uma menina de um ano e seis meses que é portadora da síndrome de Down e foi rejeitada pela mãe biológica. Outras vinte famílias que passavam pelo processo de adoção pararam no meio do caminho quando descobriram da condição de Alba, mas não foi o caso de Luca Trapanese, de 41 anos. De acordo com o seu livro, 'Nata Per Te', o processo acabou em julho do ano passado, quando a menina tinha menos de 15 dias de vida. "Eles me ligaram e disseram que tinham uma menina para mim, que o nome dela era Alba e que ela tinha síndrome de Down. Foi abandonada pela mãe quando nasceu e rejeitada por mais de 20 famílias. Foi difícil conter minha alegria. Eu disse sim na mesma hora", disse ele.

[reprodução: Facebook]
Luca descreve Alba como uma menina brincalhona e que não curte ficar sozinha, sendo levada pelo pai a muitos lugares, inclusive em seu trabalho. No começo, ele argumenta que quis ficar sozinho com a bebê para não haver intromissão no modo que iria criá-la, e a apresentação à família ocorreu dias depois com a presença de todos os parentes e amigos. "Alba revolucionou completamente a minha vida. Agora tudo gira em torno dela. Ela me trouxe felicidade e uma sensação de plenitude. Tenho orgulho de ser o pai dela. Ela nunca foi minha segunda opção. Eu a quis de verdade".

[reprodução: Facebook]
Os dias se passaram, e Luca não vive apenas o presente, mas faz inúmeros planos para o futuro seu e de Alba. "Passarei o resto da vida com uma garota que amo e nós faremos várias coisas maravilhosas juntos. Nossa história destrói muitos estereótipos sobre a paternidade, a religião e a família. Não foi intencional. É simplesmente a nossa história".
As informações dessa história emocionante estão no G1.

Luane Dias detona Léo Stronda após romance em 'A Fazenda' e dispara: "Monstro da pior espécie"


CARAS - Luane Dias, ex-peoa de A Fazenda, chocou os seguidores ao abrir completamente o jogo sobre o breve relacionamento que teve com Léo Stronda dentro do reality show.
Primeiro, a ex-namorada do cantor decidiu fazer uma live no Instagram para explicar o que aconteceu exatamente entre os dois e logo após o vídeo, ela também escreveu no Twitter poucas e boas para o ex-peão.
"A gente tem que aprender a não esperar nada do homem, porque o homem é falho. Precisamos aprender a depositar nossa expectativa em Deus, porque ele não falha", começou ela na rede social, e continuou: "Eu não quero ser refém das boas memórias... Eu to com muito ódio no meu coração. Cansei de me culpar por coisas que eu não fiz, cansei de me torturar por alguém que jamais teve consideração por mim. Leo Stronda, você é um monstro da pior espécie!"
No Instagram, Luane Dias compartilhou o que conversou com Léo Stronda. Ele alegou que ela o enlouqueceu e pediu para que ela o esquecesse de vez.
"Não se deixe levar pelo momento. Você está se deixando. Porque você fez tudo isso de caso pensado. Eu só fiz parte dessa mentira. De uma grande mentira. Tudo o que a gente viveu não tem peso para você? Você se importa mais com os outros do que comigo", disparou ela para o empresário.
Sem poupar adjetivos ruins, de novo no Twitter ela ainda disse um pouco mais. "Chega de passar pano para macho escroto. Que nojo. Vou falar uma parada para vocês. Eu estou suave, porque a verdade liberta. Era o que eu precisava. Não gostaria de ter exposto desta maneira, mas fui obrigada a me posicionar e fiz da melhor forma possível", declarou."E ainda fui leve, não entrei em detalhes, porque são vários bagulhos pesados", terminou, alertando que tiveram coisas bem ruins entre eles.

Larissa Manoela completa 18 anos e divulga foto sensualizando: “18tão”

Metropolitana - Larissa Manoela está soprando as velinhas na tarde desta sexta-feira (28) e aproveitou para divulgar a primeira foto em seu Instagram já como maior de idade.
“E ele chegou…#18tão”, escreveu na legenda da publicação que, em menos de uma hora, conquistou mais de 403 mil curtidas.


Nos comentários, a galera não deixou de parabenizar a atriz: “Muitos anos de vida que deus te abençoe com sua vida maravilhosa”, desejou uma internauta. “Desculpa, mas você ainda tem carinha da pequena Lari! Linda!”, comentou mais uma. “Que você continue evoluindo demais! Minha inspiração”, escreveu uma terceira.
Recentemente, durante entrevista exclusiva à Metropolitana, a cantora/atriz falou mais sobre os seus planos futuros e como se vê daqui a 10 anos: “Como as coisas estão acontecendo na minha vida, eu tenho muita vontade de estudar, fazer um curso lá [fora do Brasil], além de atuar e trabalhar…”, disse.


“Bom, provavelmente daqui a 10 anos vou ser mãe, terei uma família e eu tenho muita vontade de dar aos meus filhos aquilo que seja bom para o futuro deles, então morar fora é algo incrível, que você aprende outra língua e eu acho que isso é extremamente importante, pensar além do que você já tem. Eu sou assim, eu penso dessa forma. Com o pé no chão e a cabeça muito bem formada. E eu tenho muita vontade de seguir para lá. Eu acho que é o que tudo indica”, continuou.

De Dilma a Bolsonaro, a cronologia de um Brasil conturbado


Jornal do Brasil - Jair Bolsonaro receberá, em 1º de janeiro, a faixa presidencial das mãos de Michel Temer, que assumiu a Presidência após o impeachment de Dilma Rousseff, e teve um mandato marcado por denúncias de corrupção e crises econômica e de segurança pública, com altos índices de violência.

2015
- 1º de janeiro: a presidente Dilma Rousseff, do PT, inicia seu segundo mandato, tendo como vice Michel Temer, do então PMDB (atual MDB, centro-direita).
- 15 de março: registrados os primeiros protestos maciços contra o governo e em defesa da operação 'Lava Jato', sobre um esquema de corrupção montado na Petrobras.
- 5 de novembro: o rompimento de uma barragem da mineradora Samarco em Mariana (Minas Gerais) deixa 18 mortos e provoca o maior desastre ambiental da história do Brasil.
- 2 de dezembro: a Câmara dos Deputados aceita examinar um pedido de impeachment de Dilma por manipulação das contas públicas.

2016
- 13 de março: Novos protestos contra o governo.
- 12 de maio: Dilma é afastada do cargo e Temer assume a Presidência interinamente, após o Congresso aprovar a abertura de processo contra a presidente. Sua destituição porá fim a 13 anos do PT no poder.
- 5 a 21 de agosto: Jogos Olímpicos do Rio.
- 31 de agosto: O Senado vota o impeachment definitivo de Dilma.
- 2 e 30 de outubro: o PT perde 60% de suas prefeituras nas eleições municipais, inclusive em São Paulo.
- 19 de outubro: o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, que teve papel determinante no impeachment de Dilma, é preso em função da operação 'Lava Jato'. É condenado a quase 40 anos de prisão.
- 17 de novembro: o ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, é preso no âmbito da 'Lava Jato'. Ele será condenado a cem anos de prisão.
- 29 de novembro: a aeronave da companhia boliviana LaMia, que levava a equipe da Chapecoense, cai ao se aproximar do aeroporto José María Cordoba, em Medellín. Setenta e uma pessoas morreram e seis sobreviveram.
- 13 de dezembro: o Senado aprova o congelamento dos gastos públicos por 20 anos, a primeira medida de austeridade do governo Temer.

2017
- Janeiro: uma guerra entre facções do crime organizado nos presídios do País deixam mais de 140 mortos.
- 30 de janeiro: é preso Eike Batista, que chegou a ser o homem mais rico do Brasil, por pagamento de propinas a autoridades do Rio. Ele será condenado a 30 anos de prisão.
- 14 de março: o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pede 83 investigações contra políticos com foro privilegiado, com base nas delações de 77 ex-executivos da empreiteira Odebrecht.
- 17 de maio: o jornal O Globo divulga um áudio de Joesley Batista, um dos controladores da holding J&F, acionista majoritária da gigante do setor agroalimentar JBS. Na gravação, o presidente Temer parece avalizar um pagamento de propinas.
- 26 de junho: O procurador Janot denuncia a Temer por corrupção passiva. É a primeira vez que um presidente interino é denunciado por um crime comum. Em 14 de setembro, ele será denunciado novamente como o suposto chefe de uma "organização criminosa". A Câmara dos Deputados negará as solicitações do STF para investigar.
- 12 de julho: O juiz Sergio Moro, da Lava Jato, condena o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a 9 anos e meio de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. O ex-chefe de Estado pode apelar em liberdade.

2018
- 24 de janeiro: o TRF4, de Porto Alegre, confirma a sentença de Lula e a aumenta para 12 anos e um mês de prisão.
- 16 de fevereiro: Temer decreta a intervenção militar da área de segurança do Estado do Rio de Janeiro, dominada pela violência.
- 1º de março: O IBGE anuncia que o PIB brasileiro cresceu 1% em 2017, após dois anos de recessão.
- 14 de março: A vereadora do PSOL do Rio Marielle Franco, crítica da violência policial nas favelas, é executada a tiros junto com seu motorista, Anderson Gomes.
- 7 de abril: Depois de receber ordem de prisão da PF e passar dois dias entrincheirado no Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo, em São Paulo, Lula se entrega e começa a pagar em Curitiba sua sentença de 12 anos e um mês de prisão.
- 21 a 31 de maio: uma greve dos caminhoneiros contra o aumento do diesel paralisa o país.
- 10 de junho: Com uma aprovação de 3% (Datafolha), Temer bate seus próprios recordes de impopularidade.
- 2 de setembro: Um incêndio destrói o Museu Nacional do Rio de Janeiro, o maior de história natural e antropológico da América Latina.
- 1º de setembro: O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) invalida a candidatura de Lula, que liderava as pesquisas para eleições de 7 de outubro.
- 6 de setembro: O candidato de extrema direita Jair Bolsonaro (PSL), líder das intenções de voto na ausência de Lula, é esfaqueado durante um comício em Minas Gerais.
- 11 de setembro: O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad substitui Lula como candidato do PT.
- 29 de setembro: Centenas de milhares de mulheres se manifestam na maioria dos estados brasileiros contra Bolsonaro, ao grito de "Ele Não".
- 7 de outubro: primeiro turno das presidenciais: Bolsonaro (46%) e Haddad (29%) disputarão o segundo turno.
- 28 de outubro: Bolsonaro é eleito presidente, com 55% dos votos, contra 45% para Haddad.

Netanyahu: "Israel é a terra prometida. E o Brasil é terra da promessa"

Jornal do Brasil - O presidente eleito, Jair Bolsonaro, fará visita oficial a Israel até março, conforme pronunciamento conjunto após uma reunião com o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, na tarde desta sexta-feira, 28, no Rio. Bolsonaro e Netanyahu almoçaram e se reuniram no Forte de Copacabana, na zona sul do Rio.
Após o encontro, os dois líderes fizeram um pronunciamento - apenas a imprensa israelense e as TVs puderam acompanhar a declaração. Bolsonaro começou dizendo que Brasil e Israel, mais do que parceiros, são "irmãos no futuro, na economia, em tecnologia, em tudo aquilo que possa trazer benefícios para os dois países".


Netanyahu agradeceu pela "gentilíssima recepção" e destacou que o momento era histórico, já que esta é a primeira visita de um primeiro-ministro de Israel ao Brasil na história. "Israel é a terra prometida. E o Brasil é terra da promessa (para o futuro)", afirmou Netanyahu.
Segundo o primeiro-ministro, a cooperação entre os dois países poderá trazer "benefícios tremendos aos nossos dois povos, na economia, no emprego, na segurança, na agricultura, recursos hídricos, na indústria, em todos os domínios da atividade humana".
"Convidei o presidente Bolsonaro para visitar Israel, e ele aceitou, e ele será bem-vindo como um grande amigo, um grande aliado, um irmão", disse Netanyahu.
Bolsonaro respondeu dizendo que pretendia visitar Israel até março, com "uma comitiva de vários setores da sociedade". "O que for acertado entre nós será muito bom para brasileiros e israelenses. E, por que não dizer?, também para grande parte do mundo, porque estamos demonstrando que essas parcerias trazem o bem-estar para seus povos. Queremos que mais gente faça parceria com Israel, bem como conosco também", disse Bolsonaro.
O presidente eleito fez apenas uma breve referência à política nacional, ao dizer que seu governo será "difícil". "Começamos um governo difícil a partir de janeiro, mas o Brasil tem potencialidades, tem massa humana, como a formada em nosso ministério, para que possamos vencer esses obstáculos. Em parte, precisamos, sim, de bons aliados, de bons amigos, de bons irmãos, como Benjamin Netanyahu", afirmou Bolsonaro.
Após o encontro no Forte de Copacabana, a agenda oficial de Netanyahu inclui um encontro com a comunidade judaica carioca na sinagoga Kehilat Yaacov, também em Copacabana. Bolsonaro deverá acompanhar o primeiro-ministro no evento.
Netanyahu desembarcou no Brasil por volta das 11h15 desta sexta-feira, no Aeroporto Tom Jobim-Galeão. O primeiro-ministro ficará no Rio até o dia 1º, quando seguirá para Brasília, onde acompanhará a cerimônia de posse de Bolsonaro.

Glória Perez relembra os 26 anos do assassinato da atriz Daniella Perez


A escritora Glória Perez publicou uma foto de sua filha, Daniella Perez, lamentando sua morte precoce. Ela tinha apenas 22 anos e trabalhava na novela assinada pela mãe, De Corpo e Alma, quando foi assassinada com 18 golpes de punhal pelo seu colega de elenco, Guilherme de Pádua, que estava possesso por ver o seu papel perder um pouco a importância.

Daniella em foto publicada por Glória no seu perfil

"Quanto mais o tempo passa, mais dói esse dia!". Foi assim que começou a publicação de Glória, que aproveitou ainda para relembrar sua luta para incluir o homicídio qualificado na lista de crimes hediondos e questionar a impunidade dos assassinos. Guilherme e sua então esposa e também cúmplice Paula Thomaz foram condenados a 19 anos de prisão, mas só cumpriram 1/3 da pena. "Fica a impunidade dos assassinos. Fica a primeira emenda popular da História do Brasil, a lei que introduziu o homicídio qualificado entre os crimes hediondos, através da campanha que, passando de mão em mão, reuniu em 3 meses apenas, numa época sem internet e sem apoio de nenhum grande órgão da imprensa, o número de assinaturas exigidas pela constituição para fazer passar uma lei proposta pelo povo. A aprovação pelo senado correu riscos, com senadores bem conhecidos se esgueirando para evitar que desse quorum. Interveio o presidente da casa, Humberto Lucena, que diante da ameaça, lançou mão do recurso de urgência urgentíssima e fez passar o projeto".
Na época da tragédia, Daniella destacava-se como a dançarina Yasmin em De Corpo e Alma, exibida no extinto horário das oito da Rede Globo entre 04 de agosto de 1992 e 05 de março do ano seguinte em 185 capítulos, e já estava em sua terceira novela desde que chegou na emissora carioca dois anos antes. Ela já tinha feito uma participação especial em Barriga de Aluguel - também assinada por sua mãe - como a também dançarina Clotilde, e em O Dono do Mundo - de Gilberto Braga - onde interpretou Yara, irmã da protagonista Stella, vivida por Glória Pires.

Relembrem a curta trajetória da atriz Daniella Perez e seu assassinato, que completa 26 anos nesta sexta (28)


Nome Completo: Daniella Ferrante Perez Gazolla
Data de Nascimento: 11 de agosto de 1970
Local: Rio de Janeiro-RJ
Filiação: Glória Maria Rebelo Ferrante e Luiz Carlos Saupiquet Perez
Ocupação: atriz e dançarina
Data de Óbito: 28 de dezembro de 1992
Local: Rio de Janeiro-RJ
Causa: assassinato (golpes de punhal)

* Texto: Daniella Perez (blog); Memória Nacional (programa Vídeo Show); Canal Ciências Criminais; Último Segundo (IG); Globo Repórter
Em 28 de dezembro de 1992, Daniela Perez deixou de ser um dos destaques da novela das oito 'De Corpo e Alma' - que estava em seu quarto mês de exibição - para protagonizar um dos casos que mais chocou e comoveu o país, além de ter ganhado repercussão internacional. A atriz, que tinha apenas 22 anos e interpretava a dançarina Yasmin no folhetim - assinado por Glória Perez (sua mãe), foi brutalmente assassinada pelo seu colega de cena Guilherme de Pádua, que fazia o caminhoneiro Ubirajara (ou Bira). Foi com ele que a personagem se envolveu para esquecer Caio (Fábio Assunção), integrante de uma família que estava brigada com a dela.


Daniella Perez e Fábio Assunção nos bastidores de De Corpo e Alma
"25 anos é menos que 25 dias, que 25 horas, que 25 segundos. Filho não se conjuga no passado" - Glória Perez

No dia do crime, por volta das 21hrs, Daniella e Guilherme tinham acabado seus expedientes e, assim que posaram para fotos com fãs que os aguardavam na porta dos estúdios Tycoon, na Barra da Tijuca, seguiram caminhos diferentes. Ele estava acompanhado de sua esposa e cúmplice Paula Thomaz, grávida de um mês e meio. Ao avistar sua vítima em um posto de gasolina abastecendo seu Escort preto, não pensou duas vezes ao entrar em sua frente, socar-lhe a cara e deixá-la desacordada. Paula, que estava escondida no porta-malas do Santana, sai e assume o volante. Já num matagal próximo dali, os assassinos deram 18 golpes de punhal no coração e no pescoço.

Guilherme de Pádua e Paula Thomaz
Em depoimento à polícia, Guilherme disse que entrou em pânico ao ver que sua vítima não respirava e usou uma tesoura para abrir-lhe o pescoço como uma solução. Ao perceber que não tinha nada mais a fazer, decidiu simular um assalto seguido de morte e surrupiou uma pochete e uma bolsa que pertenciam à Daniella, itens estes que nunca apareceram.

Daniella Perez é encontrada morta pela polícia em 28 de dezembro de 1992
O elemento, que hoje se diz pastor e seguidor da palavra de Deus, só pensava mesmo em se vingar de alguma maneira por achar que estava perdendo a importância na trama. Mal tinha começado a carreira na televisão, mas queria chegar ao topo o mais rápido possível, e esse foi o motivo de ter feito o que fez. Ele e Paula foram condenados a 19 anos e seis meses de prisão por homicídio qualificado com motivo torpe, sendo libertados em 1999 após cumprirem apenas 1/3 da pena.

O psicopata sendo levado a julgamento (janeiro de 1997)
Nesse tempo que esteve viva, Daniela vinha mostrando a que veio desde os cinco anos, quando se interessou pela dança e pela arte dramática. Aos 18, chegou a fazer dois semestres de Direito na faculdade Cândido Mendes - localizada em Ipanema -, mas trancou o curso para ser dançarina e ingressar na companhia de dança 'Vacilou, Dançou'. Sua paixão era tanta que chegava a fazer cerca de seis aulas por dia para brilhar nos palcos.


A primeira oportunidade que teve de ser conhecida nacionalmente apareceu em 1989, quando foi convidada para participar de Kananga no Japão, da extinta Rede Manchete, e apresentar um número de dança com aquele que veio a ser seu esposo: Raul Gazolla. No ano seguinte, foi transferida para a Globo e fez uma participação especial em 'Barriga de Aluguel', também escrita por Glória. Seu primeiro papel de destaque só veio em 'O Dono do Mundo' - de Gilberto Braga -, na qual interpretou Yara, irmã da protagonista interpretada por Glória Pires, Stella.



Daniella Perez como a Yara da novela O Dono do Mundo
Na semana do crime, Glória se afastou de seu ofício e deixou tudo nas mãos de Gilberto e sua colaboradora, Leonor Bassères. Juntos, eles decidiram que Yasmin sairia da trama para estudar dança no exterior após ganhar uma bolsa de estudos, enquanto Ubirajara desapareceria sem fazer falta à ninguém. Assim que voltou aos seus afazeres, Glória tratou de incluir mais dois temas: a morosidade da Justiça e a inadequação do Código Penal.

Daniella e Glória Perez (foto de 1991)
Até hoje, Daniella, que tem seu nome empregado em uma creche municipal do Rio, é lembrada por vários fãs que fazem homenagens no Youtube com imagens e trechos de sua aparição na TV, seja em novelas ou comerciais. Sua mãe lamenta todos os dias 11 de agosto e 28 de dezembro pela sua partida prematura.
A última vez que pôde ser vista no ar foi na reprise de O Dono do Mundo, feita pelo Canal Viva entre 27 de outubro de 2014 e 12 de junho do ano seguinte.

Daniella Perez com Stênio Garcia e Marilu Bueno, que fizeram seus pais Domingos e Maria Lúcia em De Corpo e Alma
"Dani, um escritor já disse que a gente não morre, fica encantado. Eu e seus irmãos, Rodrigo e Rafael, queremos acreditar que seja assim mesmo quando olhamos a casa vazia de você, de sua dança, de sua alegria. Acreditamos que nos encontraremos novamente no tempo, no espaço, em algum lugar onde vamos dançar e sermos felizes novamente" - carta escrita por Glória Perez e lida no último capítulo de De Corpo e Alma (05/03/1993)