segunda-feira, 17 de junho de 2019

MC Delano deixa prisão após pagar quase R$ 7 mil de fiança


Estado de Minas - O cantor e compositor de funk belo-horizontino Delano Axel Silva Amaral, o MC Delano, de 22 anos, saiu da prisão na tarde desta segunda-feira. Delano ganhou o direito à liberdade provisória após uma audiência de custódia na manhã desta segunda-feira, no Fórum Lafayette, em Belo Horizonte. Ele foi detido no sábado suspeito de tentar beijar uma fã à força em uma boate.
Ele teve de pagar fiança no valor de sete salários mínimos (R$ 6.986). O cantor ficou pouco mais de 24 horas preso. No domingo, ele foi enviado ao Presídio Inspetor José Martinho Drumond, em Ribeirão das Neves, na Grande BH, e deu entrada às 13h26. Ele foi liberado da penitenciária às 15h35.
O caso ocorreu após um show do funkeiro no Clube Chalezinho. A jovem, que tem 20 anos, conta que acompanhava uma amiga na boate. Por volta das 6h de sábado, essa amiga precisou ser atendida fora da casa noturna por um bombeiro, pois estava passando mal. Segundo informações da assessoria de imprensa da Polícia Civil, foi nesse momento que a vítima viu e reconheceu o MC Delano.
Segundo consta no boletim de ocorrência, ela contou que se aproximou do artista, com a intenção de cumprimentá-lo pela sua carreira e de dizer que o admirava. Contudo, segundo a vítima, Delano tentou agarrar e beijar a mulher. Ao ver o ocorrido, o bombeiro interveio e fez com que o artista parasse. A Polícia Militar foi chamada e a vítima e o suspeito seguiram para a Central de Flagrantes.
O funkeiro foi autuado por importunação sexual, tipificado pelo artigo 215-A do Código Penal Brasileiro. O crime é caracterizado por “praticar contra alguém e sem sua anuência ato libidinoso com objetivo de satisfazer a própria lascívia ou a de terceiro”, sendo a pena prevista de reclusão de 1 a 5 anos, se o ato não constitui crime mais grave.

Proteção da vítima
“Entre as medidas cautelares definidas para a soltura, está a obrigação de manter distância mínima de 200 metros da vítima e a proibição de ter qualquer contato verbal, escrito ou visual com ela”, informou o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) no início da tarde desta segunda-feira. “O Ministério Público, em audiência, defendeu o direito do cantor de responder o processo criminal em liberdade. Os advogados de defesa também argumentaram no mesmo sentido, ressaltando que a prisão se baseou somente nas declarações da vítima, sem que as testemunhas fossem ouvidas pela polícia”, informou o órgão.
A juíza Fabiana Cardoso Gomes Ferreira levou em consideração que Delano é réu primário e tem endereço fixo e ocupação lícita. A magistrada destacou que o funkeiro foi detido imediatamente após o ato e que “em crime contra os costumes, a palavra da vítima tem especial relevância”. O cantor também terá que comparecer a todos os atos do inquérito e da ação penal se ela for instaurada.

Justiça expede mandado de busca e apreensão ao celular de Najila Trindade


Correio da Bahia - Após solicitação da Polícia Civil, a Justiça expediu um mandado de busca e apreensão no celular da modelo Najila Trindade. A baiana, que acusa Neymar de estupro e agressão, não entregou o aparelho, onde poderiam estar armazenadas provas do caso, após prometer o fazer em depoimento.
Em depoimento prestado no início deste mês, Najila prometeu às autoridades que entregaria o celular até às 20 horas do dia 11 de junho. Como a modelo não entregou o aparelho, as autoridades da 6ª Delegacia de Defesa da Mulher de São Paulo fizeram o pedido à Justiça para busca e apreensão para retirar o telefone no apartamento da modelo.
De acordo com o UOL, a solicitação chegou ao Fórum de Santo Amaro e o Ministério Público se manifestou a favor do pedido de busca e apreensão apenas para colher dados de conversas de Najila com Neymar e com uma amiga.
O pedido foi aprovado no final da tarde do último dia 12. Apesar disso, a Polícia Civil não conseguiu cumprir o mandado até o momento. A modelo não é vista há dias no apartamento em que morava e que alega ter sido arrombado.
Najila afirma ter um vídeo de sete minutos em seu celular, gravado no segundo encontro com Neymar, em 16 de maio. Este seria a versão completa do vídeo que viralizou e mostrava a modelo dando tapas em Neymar e reclamando sobre a noite anterior. As mensagens entre ela e o jogador também estariam no aparelho. O não-fornecimento do celular levou o advogado Danilo Garcia de Andrade a renunciar à causa da modelo.
O novo advogado de Najila Trindade, o também baiano Cosme Araújo, disse ao UOL que não tem conhecimento sobre o mandado e que desembarcará em São Paulo possivelmente esta semana. Como a investigação segue em segredo de justiça, a polícia civil não se manifestou sobre o cumprimento do mandado.

'Você Sabia?': "Mulheres Apaixonadas", substituta de "Esperança" elevava em nove pontos a média da faixa 'das oito'

Reynaldo Gianecchini e Priscila Fantin nos bastidores de Esperança
Não foi nada fácil para a Globo lidar com a crise que Esperança instaurou às oito da noite. A novela de Benedito Ruy Barbosa, que completou 17 anos de estréia nesta segunda-feira (17), substituiu o fenômeno O Clone, da Glória Perez, e não deixou saudade em sua despedida, tanto é que terminou com apenas 38 pontos de média, sete a menos que o esperado - 45 pontos - e nove atrás da antecessora. A crise tornou-se momentânea assim que Mulheres Apaixonadas - escrita por Manoel Carlos - abalou as estruturas e começava a chamar a atenção do público a cada capítulo.

Christiane Torloni, Maria Padilha e Giulia Gam foram irmãs em Mulheres Apaixonadas
No ar por quase sete meses, Mulheres Apaixonadas, que trazia Christiane Torloni como a mais nova Helena de Maneco, colocou a faixa nobre nos trilhos e terminou com os mesmo 47 pontos conquistados por O Clone. Uma elevação dessa não ocorria desde 1985, quando Roque Santeiro (de Dias Gomes) substituiu Corpo A Corpo (de Gilberto Braga) e elevou a mesma quantidade de pontos. Vale lembrar que esses números são referentes à região metropolitana de São Paulo.
Até três anos atrás, Esperança tinha sido o último trabalho de Benedito Ruy Barbosa para o horário nobre. O autor levou ao ar a também rural Velho Chico e sentiu mais uma vez o gostinho da derrota ao falhar na missão de tirar a faixa das nove da crise, iniciada no ano anterior com Babilônia - escrita por Gilberto Braga com João Ximenes Braga e Ricardo Linhares. A meta era 35 pontos desde a estréia de Império (2014), e Velho Chico terminou com apenas 29.

Menina de 8 anos que viu Rhuan Maycon ser morto pela mãe no DF volta para o Acre

Menina de 8 anos que viu Rhuan Maycon ser morto pela mãe no DF volta ao Acre para morar com o pai, Rodrigo Oliveira
[foto: TV Globo/Reprodução]
G1 - A menina de 8 anos que estava na casa onde Rhuan Maycon foi morto e esquartejado pela mãe voltou ao Acre nesse sábado (15). Depois de passar 15 dias em um abrigo de Taguatinga, a criança viajou para Rio Branco, onde deve voltar a estudar.
A garota estava sob proteção do Conselho Tutelar desde 1º de junho, quando a mãe, Kacyla Pessoa, e a companheira dela, Rosana Cândido, assassinaram Rhuan a facadas. O corpo da vítima foi localizado dentro de uma mala deixada em um bueiro (veja detalhes abaixo). A menina não se feriu.

Rhuan Maicon tinha quatro anos quando saiu do Acre com a mãe, segundo avô
[foto: Arquivo da família]
A criança viajou para o Acre acompanhada do pai, o servidor público Rodrigo Oliveira, de 29 anos. As passagens foram custeadas pelo governo do Distrito Federal.
Ele chegou a Brasília dois dias após o crime, mas não teve autorização da Justiça para levar a filha de volta para casa. A autorização só foi concedida quando a criança falou com assistentes sociais e psicólogos que gostaria de conviver com o pai, que não via há cinco anos.

Rosana (E) e Kacyla (D) foram presas por matar e esquartejar menino de 9 anos no DF

[foto: Divulgação PC/DF]
Na delegacia, Oliveira contou à polícia que a filha estava desaparecida desde 2014, quando Kacyla e Rosana fugiram do Acre levando a menina e Rhuan. As crianças só foram localizadas após o crime em Samambaia.
A conselheira tutelar Cláudia Regina Carvalho disse ao G1 que, de início, a menina não quis voltar a conviver com o pai, "devido à alienação parental e o tempo sem se ver". No entanto, depois, aceitou conhecer o restante da família.
"O pai mostrou fotos para ela entender o que houve e reconhecê-lo como uma pessoa presente, desde a gravidez até o nascimento dela", explicou.
"Com as visitas diárias e conversas, ela [a menina] aceitou viajar. Em todo momento respeitamos a vontade dela."

Partes do corpo de menino de 9 anos assassinado em Samambaia foram escondidas em mochilas
[foto: TV Globo/Reprodução]

Cinco anos de buscas
A reportagem não conseguiu contato com Rodrigo nesta segunda-feira (17). Mas, no início do mês, o servidor público contou ao G1 como foram os anos de procura pela filha. O pai da menina disse que a última vez que viu fotografias da criança foi em 2017, em uma rede social.
A família fazia buscas constantes na internet com a ajuda do avô do menino assassinado.
"Foram cinco anos angustiantes. Foram anos de uma caça pelo paradeiro dela, que só tiveram fim com essa tragédia, infelizmente."
Rodrigo contou ainda que teve um relacionamento de oito meses com Kacyla, quando ela ficou grávida da menina. Depois disso, o casal ficou junto por mais quatro anos, quando os dois se separaram.
Neste período, o servidor afirmou que conseguiu a guarda da filha, quando a ex-mulher iniciou um relacionamento com Rosana – suspeita de matar o próprio filho. O motivo na época era porque a ex-companheira maltratava a criança, contou Rodrigo.
"Foi aí que ela fugiu e viajava de estado para estado com minha filha. Nós só conseguimos encontrar ela devido a essa tragédia."

A morte de Rhuan

Bueiro na QR 425 de Samambaia, onde mala com partes do corpo da criança foi deixada
[foto: TV Globo/Reprodução]
O corpo de Rhuan Maycon foi encontrado esquartejado dentro de uma mala deixada na quadra QR 425 de Samambaia, no DF. Partes da vítima foram localizadas por moradores da região, na madrugada de 1º de junho.
A mãe do menino, Rosana Cândido e a companheira dela, Kacyla Pryscila, cometeram o crime. As duas estavam em casa quando a polícia chegou.

A investigação
Na semana passada, a Polícia Civil do DF concluiu a investigação e indiciou Rosana e Kacyla pela morte de Rhuan. O casal vai responder por homicídio qualificado, tortura, ocultação de cadáver, lesão corporal gravíssima e fraude processual – porque tentaram limpar o local onde a criança foi morta. Se somadas, as penas podem chegar a 57 anos de prisão para cada uma.
Segundo o delegado-adjunto da 26ª DP, Guilherme Melo, que coordenou o caso, a "forma de execução da criança foi cruel".
"Rhuan Maycon levou 11 facadas, sendo que duas atingiram o coração", afirmou. A causa da morte foi comprovada por um laudo do Instituto Médico Legal (IML).

Fachada da 26ª Delegacia de Polícia em Samambaia Norte — Foto: Maíra Alves/G1
Ainda de acordo com a polícia, as duas mulheres tiveram participação ativa no crime. "Os golpes de faca foram deferidos pela mãe do menino, e a Kacyla segurou a criança".
"A morte seria uma vingança. A mãe disse que sentia ódio e nenhum amor pela criança", contou o delegado.
"Rosana disse que era muito vingativa e se comparou, inclusive, com o Deus justiceiro do Velho Testamento [na Bíblia]."
Com a conclusão da investigação, o inquérito seguiu para o Ministério Público, que pode oferecer ou rejeitar denúncia contra as suspeitas.

Brasil busca classificação para as oitavas da Copa feminina

Brasil busca classificação
[Foto: Jeff Pachoud/AFP]
Lance! - O Brasil busca a classificação para as oitavas de final da Copa do Mundo feminina, nesta terça-feira, contra a Itália. A Seleção consegue se classificar com uma vitória ou um empate. A partida vai ser às 16h, na cidade de Valenciennes. Thaisa, meia do Milan e única atleta brasileira que joga na Itália, projetou o confronto.
- Eu acho que o futebol italiano agregou no meu jogo a parte tática, eles têm algo a mais e são conhecidos pela tática. Esse estilo italiano eu aprendi e tem agregado muito no meu estilo de jogo. Acho que vai ser difícil, elas estão bem taticamente, mas nós temos muito potencial. A gente tem estudado muito elas e vamos determinadas para uma vitória - analisou a meia, que fez parte da primeira equipe feminina da história do Milan.

TABELA
O Brasil ocupa a segunda posição do Grupo C, com três pontos, mesma pontuação da Austrália, terceira colocada. A Itália lidera com seis pontos. A Seleção Brasileira se classifica para a próxima fase com o empate ou com uma vitória. Uma derrota com poucos gols sofridos pode garantir também a classificação, dependendo do resultado da partida entre Austrália e Jamaica.

TRIO DA JUVE
A Itália faz boa campanha. Venceu os dois jogos (Austrália e Jamaica), com sete gols marcados e apenas um sofrido. Entre os principais destaques da equipe estão as jogadoras da Juventus, Bonansea, Cristiana Girelli e Aurora Galli, que somam sete gols na competição.

Xuxa revela ter atuado em filme erótico para agradar Pelé: 'fiz e me estrepei'

iBahia - A apresentadora Xuxa surpreendeu ao revelar que fez um filme erótico para agradar Pelé, seu primeiro namorado. No longa a eterna rainha dos baixinhos interpretava uma garota de programa e teve relações sexuais com um menino de 12 anos.
“Odiei fazer ‘Amor Estranho Amor’. Me enganaram, falaram um monte de coisa, que era para ser feito assim, assado. Foi o único trabalho que Pelé me fez fazer, porque ele falou: ‘Faz por causa do meu amigo’. Fiz e me estrepei”, revelou Xuxa em entrevista para Eliana.


No bate papo, a apresentadora da Record ainda contou para a loira do SBT que o Rei Pelé foi o primeiro amor da sua vida.
“Namorei durante seis anos. Foi meu primeiro relacionamento sério da minha vida. Eu tinha 17 anos, dos 17 aos meus 23 anos. Foi meu primeiro amor. Eu fui muito apaixonada por ele. Tive que lidar com traição, com mentira, porque ele dizia que o Pelé precisava fazer certas coisas, e eu, depois de um tempo, comecei a achar que isso era normal. Quando não estava mais com ele, vi que não era normal”, contou a apresentadora.

Revólver de suposto suicídio de Van Gogh vai a leilão

O revólver é exibido em Paris antes do leilão - AFP/Arquivos
Isto É - O revólver com o qual Vincent van Gogh teria se suicidado, conhecido como “a arma mais famosa da história da arte”, será leiloado nesta quarta-feira (19), em Paris.
A arma Lefaucheux, de calibre de 7 mm, está estimada entre 40.000 e 60.000 euros (45.000 e 67.000 dólares). Será leiloada pela casa AuctionArt-Rémy Le Fur no Hôtel Drouot.
Van Gogh teria atirado no peito, aos 37 anos, e morreu dois dias depois ao norte de Paris.
Em 27 de julho de 1890, o mestre holandês teria caminhado até um campo próximo da hospedaria onde estava instalado em Auvers-sur-Oise. Ele teria, então, levantado a camisa e atirado no peito com uma arma do proprietário do estabelecimento.
O revólver teria caído das mãos de Van Gogh, que, ferido, teria voltado para a pensão, onde faleceu dois dias depois.
O revólver, cuja autenticidade é provável que nunca seja formalmente confirmada, foi descoberto em 1965 por um agricultor nesse mesmo campo.
Depois de sua descoberta, o camponês entregou a arma – muito danificada – a Arthur Ravoux, proprietário dessa hospedaria. Desde então, o objeto teria permanecido na família, conta a casa de leilões AuctionArt.
Foi apresentado publicamente pela primeira vez em 2012 com a aparição do livro “Aurait-on retrouvé l’arme du suicide?” (“Teria-se encontrado a arma do suicídio?”), o qual narra a história do revólver.

– Indícios verossímeis –
Vários indícios tornam verossímil a hipótese de que o artista teria se suicidado com essa arma.
Além de ter sido encontrada no mesmo lugar onde o pintor teria atirado em si mesmo, o calibre corresponde ao descrito pelo doutor Paul Gachet, que cuidou dele durante sua agonia. A natureza do ferimento também é compatível com a baixa potência da arma.
Finalmente, estudos científicos apontam que o revólver permaneceu enterrado por 75 anos, tempo transcorrido até sua descoberta.
Em 2016, o museu que leva seu nome em Amsterdã apresentou a arma, na exposição “Nos confins da loucura, a doença de Vincent Van Gogh”.
O artista teria se instalado em Auvers-sur-Oise dois meses antes de seu suicídio, aconselhado pelo irmão, Théo, após passar um ano em uma instituição para doentes mentais.
Em 1888, Van Gogh teria cortado a própria orelha em uma briga com seu amigo e pintor Paul Gauguin e a teria oferecido a uma prostituta.
Em sua fase em Auvers-sur-Oise, Van Gogh estava no auge da carreira, pintando mais de uma obra por dia. Ao mesmo tempo, era vítima de grandes crises psicológicas que se acentuaram pouco antes de sua morte.
Outra teoria sobre a origem da arma, muito polêmica, foi apresentada em 2011 por dois investigadores americanos. Segundo eles, Van Gogh não se suicidou. Ele teria sido, na verdade, vítima de um disparo acidental por parte de dois irmãos adolescentes que brincavam com uma arma.

'Flash TV': "Esperança", novela de Benedito Ruy Barbosa, completa 17 anos nesta segunda-feira (17)


*INFORMAÇÕES: MEMÓRIA GLOBO E TELEDRAMATURGIA
*IMAGENS: MEMÓRIA GLOBO E GSHOW
Em 17 de junho de 2002, a Globo tinha o prazer de transmitir o primeiro capítulo da novela das oito Esperança, escrita por Benedito Ruy Barbosa como uma tentativa de embarcar no sucesso de Terra Nostra, escrita por ele quase dois anos antes. A produção substituiu o fenômeno O Clone, de Glória Perez, e antecedeu o também sucesso Mulheres Apaixonadas, de Manoel Carlos. Teve 209 capítulos e contou com nomes como Priscila Fantin, Antônio Fagundes, Reynaldo Gianecchini, Maria Fernanda Cândido, Raul Cortez, Ana Paula Arósio, Gabriela Duarte, Lúcia Veríssimo, Regina Dourado, Oscar Magrini, Gianfrancesco Guarnieri e Regina Dourado entre outros.

Reynaldo Gianecchini e Priscila Fantin nos bastidores de Esperança
Repercussão
Em termos de audiência, Esperança não deu nem um pouco certo em terras brasileiras, tanto é que terminou com apenas 38 pontos de média geral - sete abaixo do exigido pela emissora carioca entre 1995 e 2007 -, e a queda de audiência contribuiu para o fracasso da reprise de Terra Nostra no Vale A Pena Ver de Novo.
Reynaldo Gianecchini e Priscila Fantin em cena de Esperança
Apesar da péssima receptividade por parte do público, a novela venceu os prêmios Contigo! e Qualidade Brasil SP na categoria de melhor do ano. No exterior, Esperança virou fenômeno na Rússia, Itália e Israel, sendo exibida nestes países com os títulos Terra Esperanza e Terra Nostra 2.

Sinopse
O enredo de Esperança, ambientado na década de 1930, era focado no amor impossível de Toni (Reynaldo Gianecchini) e Maria (Priscila Fantin), ambos nascidos na cidade italiana de Civita. O pai dela, Giuliano (Antônio Fagundes), não via essa união com bons olhos devido à condição financeira de Toni que não era das melhores. O casal planejou fugir para o Brasil, mas Giuliano chegou a tempo de não deixar que a filha fosse embora.

Antônio Fagundes e Priscila Fantin em cena da novela das oito Esperança
Distante um do outro, Maria engravida do amado, mas casa-se com o rico e perverso Martino (José Mayer), que termina assassinado por motivos políticos. Já Toni passou a trabalhar num armarinho do judeu Ezequiel (Gilbert), e mesmo sem se esquecer da promessa que fez de reencontrar Maria, acabou por se envolver com a filha de Ezequiel, Camilli (Ana Paula Arósio). A trama ganhou mais força assim que Maria, antes do marido morrer, veio ao Brasil e passou a disputar com Camilli o amor de Toni; e Genaro, pai deste, saiu da Itália para fazer as pazes com o filho.
Ana Paula Arósio com Priscila Fantin em cena de Esperança
Com Benedito Ruy Barbosa afastado por problemas de saúde e baixa audiência, Walcyr Carrasco entrou em cena e transformou o triângulo amoroso principal num quadrado ao criar o judeu Samuel (Paulo Ricardo), apaixonado por Camilli.
Paulo Ricardo como Samuel em Esperança
Paralelamente a isso, foi discutida na mesma novela o uso de mão-de-obra infantil e a má remuneração dos trabalhadores, dois problemas muito comuns na época. Os assuntos foram representados pelos universitários José Manoel (Nuno Lopes), Felipe (Daniel Lobo), Marcos (Chico Carvalho) e Rafael (Mariz), que trocavam ideias quando se encontravam; e a operária e enfermeira Nina (Maria Fernanda Cândido), que liderou a greve dos operários.

Maria Fernanda Cândido na pele de Nina nos bastidores de Esperança
Teve ainda a disputa por terras, neste caso, uma fazenda localizada em São Paulo, travada pela viúva Francisca (Lúcia Veríssimo) com os também fazendeiros Vincenzo (Othon Bastos), Adolfo (Antônio Petrin) e Farina (Paulo Goulart).

Lúcia Veríssimo nos bastidores de Esperança
Paulo Goulart e Ranieri Gonzalez em cena de Esperança
Curiosidades
- No Brasil, Esperança é a pior audiência registrada no horário das oito. Em décimos, a média é menor que a de Suave Veneno, de Aguinaldo Silva, que penou muito em sua exibição original, entre janeiro e setembro de 1999. Nem mesmo Viver a Vida e Passione, que tiveram, respectivamente, 36 e 35 pontos de média, conseguiram essa façanha, já que a meta para estas duas novelas passara a ser de 40 pontos.
Reynaldo Gianecchini com Raul Cortez e Eva Wilma em Esperança
- Até hoje, Benedito não consegue se entender com Walcyr a respeito da reta final de Esperança e trocam farpas constantemente. O primeiro diz que o término não foi do jeito que ele queria e até ameaçou agredir Walcyr, que chegou a rebater ao lembrar a elevação da audiência que teve assim que assumiu o comando.

Benedito Ruy Barbosa
- Foi a quarta novela de Benedito que abordou a imigração italiana. Antes, além de Terra Nostra, escreveu Os Imigrantes (1981), na Band, e Vida Nova (1989), na Globo, e ambas foram bem sucedidas no Ibope. Já Terra Nostra patinou à partir do quarto mês de exibição, mas conseguiu elevar em seis pontos a média da faixa nobre na grande São Paulo e em quatro no Rio de Janeiro, terminando com 44 e 47 pontos, respectivamente.

Lauro Corona e Deborah Evelyn em cena de Vida Nova (1989)
Ana Paula Arósio entre Thiago Lacerda e Marcello Antony nos bastidores de Terra Nostra (1999)
- Por trás das câmeras, os atores e demais envolvidos no projeto sofreram com a demora da entrega dos capítulos. Por isso, algumas cenas eram gravadas na véspera ou no mesmo dia em que eram exibidas.
Maria Fernanda Cândido e Nuno Lopes em cena da novela Esperança
Trilha Sonora
Esperança teve dois álbuns distribuídos. O nacional, estampado por Priscila Fantin, teve como destaques a então debutante Vanessa da Mata com o single Por Onde Ir, de seu primeiro álbum auto-intitulado; Onde Está o Meu Amor, da banda de pop-rock RPM; e a abertura Esperança, cantada por Laura Pausini, Gilbert, Daniel, Alejandro Sanz e os participantes do reality show Fama, grande sucesso da Globo transmitido entre 2002 e 2005.


01. ESPERANÇA – Gilbert, Laura Pausini, Alejandro Sanz e Fama Coral
02. EU E O SABIÁ – Chitãozinho & Xororó
03. VEM SONHAR (PARLAMI D’AMORE MARIÙ) – Leonardo
04. ONDE ESTÁ O MEU AMOR ? – RPM
05. MILAGREIRO – Djavan
06. MUITO AMOR – Fagner
07. VIOLA QUEBRADA – Pena Branca & Xavantinho
08. NOVAMENTE – Clara Becker
09. NOTÍCIAS – Marina
10. TEMPLO – Chico César
11. ONDE IR – Vanessa da Mata
12. O CIO DA TERRA – Chico Buarque e Milton Nascimento
13. BICHO DO MATO – Arlindo Farias
14. O QUE FOI FEITO DEVERÁ – Elis Regina
15. ESPERANÇA – Fama Coral
16. CUITELINHO – Nara Leão

O álbum internacional teve Nuno Lopes na capa e 18 canções de dialetos italiano e espanhol, sendo duas delas Speranza, versão de 'Esperança', e Seamizai, ambas cantadas por Laura Pausini. O brasileiro Chico Buarque também teve uma canção sua incluída aqui. Seu êxito Yolanda foi regravado em parceria com o cubano Pablo Milanéz. Também foram incluídos Alejandro Sanz, Celine Dion, Sarah Brightman, Leonardo e o ator Gilbert, que também canta.


01. J’TTENDAIS – Celine Dion
02. TI AMO – Sergio Endrigo
03. TU – Sarah Brightman
04. YOLANDA – Chico Buarque
05. CUANDO NADIE ME VE – Alejandro Sans
06. L’ABITUDINE – Andrea Bocelli e Helena
07. ADEUS… E NEM VOLTEI – Madredeus
08. CORE’NGRATO – Roberto Murolo
09. SEAMISAI – Laura Pausini
10. PARLAMI D’AMORE MARIÚ – Leonardo
11. LA MUSICA É FINITA – Ornella Vanoni
12. AMORE PERDUTO – José Carreras
13. IL MONDO – Jimmy Fontana
14. PASSA E VA – Mafalda Minnozzi
15. MARECHIARE – Família Lima
16. CHIMERA – Gianni Morandi
17. YERUSHLAIM SHEL ZAHAV – Gilbert
18. SPERANZA – Laura Pausini

Show de Marcos e Belutti é interrompido após bomba atingir cantor


Metrópoles - Um susto tomou conta de uma apresentação da dupla sertaneja Marcos e Belutti nesse domingo (16/06/2019), em Ourinhos (SP). Um dos cantores foi atingido por uma bomba em cima do palco. O show teve de ser interrompido.
Bruno Belutti foi ferido pelo artefato, usado para criar efeitos especiais durante o espetáculo. Cenas filmadas no local mostram o momento em que ele é acertado de raspão.


Ao notar que o parceiro precisou sair do palco, Marcos pediu licença ao público e foi saber como o colega estava. A performance foi retomada assim que ficou constatado que Belutti não se feriu. A exibição encerrou a Feira Agropecuária e Industrial (FAPI) de Ourinhos.

Milton Gonçalves processa Paulo Betti por racismo


IstoÉ - O ator Paulo Betti está sendo processado pelo ator Milton Gonçalves, acusado de racismo. Segundo a Folha de S. Paulo, o crime aconteceu após comentário em grupo de WhatsApp e em meio a disputa pela presidência do Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Estado do Rio de Janeiro, já que ambos concorrem em chapas concorrentes.
Betti enviou no grupo “Profissão Artistas” no dia 16 de abril deste ano, a seguinte mensagem: “A atual diretoria do sindicato está lá há muito tempo e tem uma forte representação negra com Jorge Coutinho e o grande Milton Gonçalves, além do querido Cosme, isso complica bastante a luta, pois pode confundir as coisas”.


Milton alega que as falas de Betti possuem “insinuações evidentemente maledicentes”. Segundo determinação do juiz Daniel Werneck Cotta, o ator terá 15 dias para apresentar sua defesa. Caso seja condenado, pode pegar de um a três anos de prisão, mas multa.

Mansões de Neymar na praia estão bloqueadas pela Justiça

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Em meio a um escândalo por acusação de estupro, o atacante Neymar está com imóveis em seu nome bloqueados pela Justiça devido a processo por sonegação fiscal que tenta levar R$ 69 milhões do atleta. Em levantamento feito pela Folha de S.Paulo, foram encontrados 36 imóveis em nome do atleta, de sua família ou de suas empresas que estão indisponíveis.
Duas mansões em condomínio de luxo no Jardim Acapulco, no Guarujá, que, somadas, têm 3.000 m² de área, estão entre eles. Apesar de serem dois imóveis distintos, as casas são grudadas e utilizadas pela família do atleta. Elas estão entre as favoritas do jogador pela localização nobre, um bairro onde ele gosta de estar pela proximidade com a cidade de Santos e de seus amigos, chamados pelo jogador de "parças".

Neymar Jr (Foto: Gustavo Gomes/Agência Brasil)
As mansões foram adquiridas pela família do jogador em 2011, mesmo ano em que o atleta recebeu adiantamento de 10 milhões de euros do Barcelona. O valor pago pela família do atleta foi de R$ 7 milhões pelas duas casas, somadas. Hoje, seu valor de mercado é de R$ 14 milhões.
Foi nas casas do Jardim Acapulco que, em 2014, após sofrer lesão contra a Colômbia nas quartas de final da Copa do Mundo, ele se refugiou. No dia em que o Brasil foi derrotado pela Alemanha por 7 a 1, o atleta recebeu amigos para uma noite de pôquer.
Desde o início de junho Neymar vive um inferno pessoal. Ele é investigado por estupro após acusação da modelo Najila Trindade, viu ser aberto outro inquérito policial contra ele no Rio de Janeiro por ter postado em seu Instagram vídeo com imagens íntimas da mulher e sofreu lesão no tornozelo que o fez ser cortado da Copa América.
Entre esses problemas, o jogador também tem o processo na Receita. Outro imóvel da família de Neymar que sofreu arrolamento é um apartamento no bairro da Vila Mariana, próximo ao Parque Ibirapuera, com valor de mercado de cerca R$ 15 milhões --foi adquirido em 2015 por R$ 6,1 milhões e tem 760 m².
Já em Itapema, litoral de Santa Catarina, três apartamentos em nome do atleta sofreram bloqueio. O primeiro, adquirido em 2013 por R$ 1,4 milhão, com 470 m² de área privativa. Os outros dois, de tamanhos semelhantes, comprados em 2016 por R$ 2,4 milhões cada um.
Outros 28 imóveis de valores menores no nome de Neymar ou de suas empresas em Santos, São Paulo, Guarujá, Praia Grande e São Vicente, também estão bloqueados.
Os bloqueios impedem que os bens sejam negociados, mas não que sejam utilizados. O objetivo é garantir o pagamento à Receita Federal ao fim do processo por suposta sonegação de tributos na transferência do Santos para o Barcelona (ESP), em 2013.
O clube catalão pagou cerca de 40 milhões de euros a uma empresa do pai de Neymar em parcelas nos anos de 2011, 2013 e 2014. As autoridades, porém, apontaram que esse valor deveria ter sido destinado ao jogador. O imposto para pessoa física é de 27,5%, maior do que foi pago na época, 17%, na condição de pessoa jurídica.
Em 2015, o atacante foi autuado em R$ 188 milhões, sob a alegação de que deixou de declarar R$ 63,6 milhões de 2011 a 2013. Sobre esse valor, incidiram multa e juros. Os R$ 69 milhões são referentes a uma cobrança contestada pela defesa do atleta, que diz que o pagamento deveria ser de R$ 11,5 milhões.
Em relatório, o Carf apontou que o atleta costuma utilizar seus bens de forma blindada por meio do nome de outras pessoas. "Já vimos que bens móveis e imóveis, adquiridos com a prestação de serviços personalíssimos do atleta, foram blindados em nome de outras pessoas, físicas e jurídicas", disse o Carf.
"É recorrente que em casos de planejamento tributário abusivo, o objetivo seja justamente fazer com que valores que deveriam ter seu fluxo financeiro naturalmente destinado a uma determinada pessoa sejam 'desviados' e redirecionados a outras pessoas físicas ou jurídicas, de maneira a ocultar o real beneficiário dos rendimentos", diz o órgão.
Em abril, a Folha de S.Paulo mostrou que as duas aeronaves em nome de uma empresa do atleta também estão bloqueadas.
Outras três empresas do jogador também estão com cotas do seu capital social arrolado por conta do processo: a N & N Consultoria (arrolamento de 50%), a N&N Administração de Bens (50%) e a Neymar Store (80%).
"Os bens foram arrolados como garantia do débito. Continuam na propriedade da pessoa, mas é um procedimento normal feito pela Receita. Eles ficam guardados como garantia, mas [Neymar] não perde a propriedade", diz o advogado do atleta no caso, Marcos Neder.
Neste ano, o pai do jogador, Neymar da Silva Santos, foi a uma reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes.
A pasta informou que "o empresário pretendia prestar esclarecimentos sobre processo pendente de julgamento no âmbito administrativo fiscal" e acrescentou que "independentemente da audiência, todo o encaminhamento da questão ocorrerá no âmbito do respectivo processo e observará todas as premissas legais aplicáveis".
Com o fim do Ministério da Fazenda, o Carf passou a ser vinculado ao Ministério da Economia, razão pela qual o pai de Neymar pediu o encontro com Guedes.
Procurada pela reportagem, a assessoria de imprensa de Neymar afirmou que não iria comentar.

'Dance Classic': "Free The Night", segundo single notável de DJ Joe K


O DJ brasileiro Joe K fazia sucesso mais uma vez com 'Free The Night', lançado no fim de 2009, dois anos após bombar nas pistas com a releitura de 'Born Slippy', originalmente gravada pela banda Underworld na década de 90. O hitmaker já tem no currículo os singles 'I Wish' (2005), 'Take Yo Praise' (2008), 'Better Man' (2010) e 'You're Not Alone' (2014) entre outros.
Free The Night foi bastante executada nas rádios de dance music - como Jovem Pan e Energia 97 - e tornou-se um dos maiores destaques daquele período, ainda mais por ter sido bastante utilizado nos repertórios distribuídos pela Building Records, tais como 'As 7 Melhores 2010', 'Planeta DJ - Hits 2010', 'Adrenalina 2011' e 'Vibe 97 - Vol. 13'. O single foi gravado em parceria com o cantor e ator estadunidense Jason Paige, sendo a versão original a mais conhecida.

DJ Joe K
A faixa ganhou versões criadas por Tiko's Groove, DJ também nascido no Brasil; o projeto Spyzer e a dupla suíça Yvan Lujic e Daniel Ivanisenic, além de ter uma versão do próprio Joe com Beto Dias.

"MIB: Homens de Preto - Internacional" lidera bilheteria com 28 milhões de dólares nos EUA

LOS ANGELES (Variety.com) - Hollywood parece mostrar um contagioso caso de esgotamento do modelo de franquias neste verão, depois que "MIB: Homens de Preto - Internacional" e "Shaft" se tornaram as mais recentes sequências ignoradas pelos frequentadores de cinema na América do Norte.
"MIB: Homens de Preto - Internacional", da Sony, liderou as vendas de ingressos nas bilheterias de fim de semana, com 28,5 milhões de dólares, mas ainda assim ficou aquém das expectativas. Esses números representam cerca de metade do que os filmes anteriores da sequência de ficção científica arrecadaram durante o primeiro fim de semana em cartaz.
O filme, estrelado por Tessa Thompson e Chris Hemsworth, não deve atingir o mesmo patamar dos filmes originais estrelados por Will Smith e Tommy Lee Jones; os analistas previam um fim de semana de estreia acima de 30 milhões de dólares.
Dirigido por F. Gary Gray, a sequência tem Thompson e Hemsworth como agentes que protegem a Terra de uma série de ataques alienígenas. "MIB: Homens de Preto - Internacional" está agora apostando em espectadores no exterior para tornar a aventura de ação um sucesso. A Sony co-financiou o filme com a Hemisphere e a Tencent, gastando 110 milhões de dólares na produção, cerca de metade do que custou "MIB 3".
Críticos elogiaram a química entre Hemsworth e Thompson, que primeiro dividiram a tela em "Thor: Ragnarok", mas as críticas foram pouco inspiradoras para a sequência, que vem sete anos após o filme anterior e 25 anos após o primeiro.

'Cine Classic': "A.I. - Inteligência Artificial", ficção científica lançada em 2001


INFORMAÇÕES: N LETRAS, MNEMOCINE e RECANTO DAS LETRAS
O filme 'A.I. - Inteligência Artificial' completará 18 anos de lançamento nos cinemas estadunidenses no próximo dia 29 deste mês. Produzido, roteirizado e dirigido por Steven Spielberg, este filme é uma mistura de ficção científica com o drama e tinha como protagonista o robô David Swinton, interpretado por Haley Joel Osment.
Haley Joel Osment e Jude Law em cena do filme A.I. - Inteligência Artificial
Na sinopse, ambientada no século XXII, David foi criado pela empresa Cybertronics, especializada em androides, e fora adotado pela dupla Monica (Frances O'Connor) e Henry Swinton (Sam Robards) com objetivo de substituir temporariamente o filho biológico Martin (Jake Thomas), que se encontrava em estado vegetativo. A mãe passou a ver o robô como filho assim que o viu, diferentemente de Henry, que nunca concordou com a adoção.
Cena de A.I. - Inteligência Artificial com Haley e Frances O'Connor
Obrigada pelo esposo, Monica abandona David numa estrada para protegê-lo de ser destruído pela mesma empresa que o fabricou, e à partir daí, crendo na chance de ser aceito caso se comporte como os humanos, o robô percorre um longo caminho em busca da Fada Azul, a mesma que transformou o boneco Pinocchio em menino.

Haley e Jude em cena de A.I. - Inteligência Artificial
A produção de Steven Spielberg, distribuída pela Warner Bros., dura cerca de 2 horas e contou com a presença de Jude Law, que interpretou o robô e garoto de programa Gigolo Joe; e Jack Angel, que dublou o urso Ted, único amigo de David.

David e a Fada Azul, dublada por Meryl Streep
No Brasil, A.I. - Inteligência Artificial entrou em cartaz em 07 de setembro do mesmo ano, quatro dias antes do atentado terrorista ocorrido no World Trade Center de Nova York que vitimou 2.977 pessoas e feriu mais de 6.200.

Namorada de Rafael Miguel diz que pai “quebrou prato” em sua cabeça


Metrópoles - A jovem Isabela Tibcherani, namorada do ator Rafael Miguel, morto no domingo passado (09/06/2019) junto com sua família, contou em entrevista ao Fantástico, que seu pai, Paulo Cupertino, suspeito do assassinato era uma pessoa violenta e que a agrediu algumas vezes.
Ao detalhar as agressões, ela disse que Cupertino já quebrou um prato em sua cabeça, quebrou uma cama ao jogá-la em cima do móvel e ainda a agrediu com chutes.
Cupertino matou o ator e os pais dele por não aceitar o namoro da filha. Ele está foragido desde o dia do crime.
Temendo violência do próprio pai, o advogado de Isabela pediu e foi atendido pela Justiça medidas protetivas para a jovem. O Tribunal de Justiça de São Paulo entendeu a necessidade de “medidas protetivas de urgência” a Isabela , à mãe dela, Vanessa, e aos avós. Com isso, Paulo Cupertino Matias está proibido de se aproximar da família, mantendo distância mínima de 100 metros. Ele também não pode manter qualquer forma de contato, seja por telefone, pessoalmente ou pela internet.