segunda-feira, 28 de janeiro de 2019

Jair Bolsonaro é alvo de piada no Fantástico


O programa Fantástico pegou um trecho do discurso dado por Jair Messias Bolsonaro no Fórum Econômico Mundial para ridicularizá-lo em rede nacional através do quadro Isso a Globo Não Mostra. Com toda razão, haja vista que ele bosteja pela boca de vez em quando. Desta vez, o atual presidente, eleito no segundo turno com 55% dos votos, começou dizendo o seguinte: "Somos o país que mais preserva o meio ambiente. O Brasil é um paraíso".


A gozação gerou polêmica entre os eleitores do político não só por se simpatizarem com ele, mas também por pensarem que a Globo estaria lhe colocando a culpa do que aconteceu na cidade de Brumadinho, em Minas Gerais, quando uma barragem de rejeitos construída da Vale se rompeu e matou 65 pessoas na última quinta-feira (25). Por outro lado, ela também caiu na graça de seus opositores. Leiam alguns comentários:










Telespectadores se emocionam com final surpreendente de Marocas em 'O Tempo Não Para'


Caras - Foi ao ar na noite dessa segunda-feira, 28, o último capítulo de O Tempo Não Para, novela das 19h da TV Globo, e os fãs comentaram o desenrolar do episódio por meio das redes sociais.
O que surpreendeu os internautas e os deixou surpresos foi o final de Marocas, interpretada por Juliana Paiva. Sendo uma das congeladas, com mais de 100 anos, a personagem tomou um antídoto para ficar curada e então, começou a envelhecer!
Nesse momento, os telespectadores ficaram emocionados achando que a moça morreria. Após um emocionante momento de flashback dos pombinhos e contando com a companhia do amado, Samuca, interpretado por Nicholas Prattes, Marocas começou a rejuvenescer para a surpresa de todos.
No Twitter, os comentários foram engraçadíssimos e os fãs relataram a emoção. "Globo, devolve as lágrimas que eu acabei de derramar, sua safada! Por um segundo eu quase acreditei!", declarou uma internauta. "Chorei quando achei que ela ia morrer!", comentou outro moço.



Antonia Fontenelle polemiza após acusações de homofobia, e alfineta Ludmilla, Anitta e Nego do Borel


Metro Jornal - A apresentadora Antonia Fontenelle causou polêmica e foi acusada de homofobia em suas redes sociais, após publicar um desabafo nos stories de seu Instagram.
Tudo começou quando Antonia comentou "que bonitinho" em um vídeo que mostrava Clebson Teixeira, namorado de Lulu Santos, pedindo o cantor em casamento em pleno palco de seu show.
"Eu achei muito bonitinho o jeitinho carinhoso dele e comentei 'Que bonitinho', do fundo do meu coração. Aí comecei a ver agora um monte de marcação, [de que eu deveria] ter feito um texto gigante a respeito do que vi. Olha, vou dizer uma coisa a vocês: vocês querem respeito? Então vocês tem que respeitar, também! Tão pensando o que? Que vou me render à ditadura de vocês?", se irritou.
Em seguida, prosseguiu: "Que agora tem que rezar a cartilha de vocês? Tem que falar tudo do jeitinho que vocês querem? Vão pra casa do c***! Vocês me respeitem que o buraco aqui é bem mais embaixo! Vocês tem que aprender a respeitar as pessoas! Que m*** é essa?"
Na sequência, Antonia citou artistas que passaram por polêmicas recentes envolvendo seu posicionamento em relação ao público LGBT.
"Não me chamo Nego do Borel, não me chamo Ludmilla, não me chamo Anitta, não me chamo 'pessoas que dependem de vocês', da ditadura de m*** de vocês pra viver, tá? Me respeitem. Vocês querem respeito, vão ter que respeitar."
"O que é isso? Os valores tão todos invertidos agora? As coisas tem que ser do jeito que vocês querem? Tem que bater continência pra vocês? Tem que passar e baixar a cabeça pra vocês? Me respeitem também, c***! Que m***!".
Na tarde desta segunda-feira, 28, Antonia publicou um novo story, em que escreveu: "Tudo se resume no respeito, independente de cor, raça ou orientação sexual. Não sou obrigada Meus amigos gays trabalham e são educados. […] Nenhum movimento pode ser forte se não houver respeito e dignidade"
Os comentários de Antonia Fontenelle renderam inúmeras críticas nas redes sociais.

Homenagem a Caio Junqueira eleva audiência da Record


RD1 - A homenagem da Record ao ator Caio Junqueira, falecido na última quarta-feira (23), vítima de um acidente automobilístico, elevou a audiência da emissora. O filme “Tropa de Elite” (2007), no qual Caio se destacou como Neto, aspirante do BOPE, conquistou o terceiro melhor índice do canal ao longo da última quinta-feira (24).
Foram 9,9 pontos, com 11 de pico e 17% de participação no número de televisores ligados (share), das 22h36 à 0h30. Os dados são referentes à Grande São Paulo. No Rio de Janeiro, “Tropa de Elite”, exibido na faixa “Cine Record Especial”, emplacou 12 de média, com 13 de pico e 21% de share.
Em São Paulo, o longa-metragem ficou à frente do “Jornal da Record” (9,2 pontos) e do “Balanço Geral SP” (8,2 pontos), empatou com “Jesus” (também 9,9) e perdeu para o “Cidade Alerta” (11,9) e para a reprise de “A Terra Prometida” (2016).
Caio Junqueira estreou na TV ainda criança. Chegou à Record em 2004, como Geraldo, de “A Escrava Isaura”. Voltou à Globo posteriormente, fixando-se na concorrente a partir de 2009, com a série “A Lei e o Crime”, de Marcílio Moraes; no ano seguinte, protagonizou “Ribeirão do Tempo”, do mesmo autor. Seu último trabalho foi a série “O Mecanismo” (2018), na Netflix.

Luana Martau, de Cordel Encantado, voltará às novelas em 'Órfãos da Terra', próxima novela das seis


Desde o último dia 14, Cordel Encantado está sendo o atual cartaz do Vale A Pena Ver de Novo, e uma das atrizes que podem ser revistas é Luana Martau, que interpretou Carlota, filha da vilã Úrsula e do mascarado Petrus, interpretados por Débora Bloch e Felipe Camargo.
Luana está longe das novelas desde 2015, quando esteve na divertida I Love Paraisópolis, que foi ao ar às sete da noite, mas integra o elenco fixo do programa humorístico Tá No Ar: a TV na TV, que já está em seu último ano de exibição, e está escalada para Órfãos da Terra, escrita pelas mesmas autoras de Cordel Encantado - Duca Rachid e Thelma Guedes. Esta novela, que entrará no lugar de Espelho da Vida às seis, terá como tema os refugiados.

Brumadinho: número de mortos chega a 65

Jornal do Brasil - O número de mortos no rompimento de barragem de Brumadinho (MG) subiu para 65 mortos, após mais um dia de trabalho das equipes de resgate. Deste total, 31 foram identificados. Há ainda 279 desaparecidos, 192 resgatados, 386 localizados e 135 desabrigados.
No 4º dia de buscas, aproximadamente 280 bombeiros trabalham nas buscas após o rompimento da barragem da Vale. Desde as 4h desta segunda-feira (28) os profissionais atuam na área.


No domingo (27), a Defesa Civil de Minas Gerais informou que os donativos arrecadados em quase 72 horas após o rompimento da barragem em Brumadinho já são suficientes e que não é mais necessário o envio de mais materiais.
A barragem da mina Córrego do Feijão, da mineradora Vale, localizada em Brumadinho, se rompeu na tarde de sexta-feira (25), deixando mortos, feridos e centenas de desaparecidos.
A onda de rejeitos de minério de ferro atingiu a área administrativa da empresa e a comunidade da Vila Ferteco. O rompimento ocorreu na Barragem 1, que foi construída em 1976 e tinha volume de 12,7 milhões de m³. Segundo a Vale, a barragem tinha encerrado as atividades há cerca de três anos, pois o beneficiamento do minério na unidade é feito à seco.

Situação de Bolsonaro exigiu 'verdadeira obra de arte' em cirurgia, diz porta-voz

Jornal do Brasil - O porta-voz da Presidência da República, coronel Otávio do Rêgo Barros, afirmou nesta segunda-feira, 28, que a situação do presidente Jair Bolsonaro, em função das duas cirurgias as quais foi submetido após ser esfaqueado em campanha eleitoral, exigiu dos médicos uma "verdadeira obra de arte" para a retirada da bolsa de colostomia.
O procedimento durou cerca de sete horas e foi concluído com êxito, de acordo com a assessoria do Planalto. "A cirurgia foi conduzida de forma especial porque o presidente possuía uma quantidade grande de aderências por causa das outras duas cirurgias. As aderências exigiram uma verdadeira obra de arte em relação a cirurgia", disse Barros.


Ele também leu detalhes do boletim médico divulgado pelo Hospital Albert Einstein após a cirurgia. A equipe médica informou que o presidente "encontra-se clinicamente estável, consciente, sem dor". O documento foi divulgado às 17h desta segunda-feira, 28.
O porta-voz disse hoje que Bolsonaro deverá ter alta médica em dez dias. Ele confirmou que o presidente ficará em descanso total por 48 horas, retornando às atividades na quarta-feira (30) por volta das 10h. Neste período, o vice-presidente, general Hamilton Mourão, exercerá a Presidência da República. No hospital, Bolsonaro está acompanhado da primeira-dama, Michelle, além dos filhos Eduardo, Flávio e Renan.
Boletim médico divulgado pelo Hospital Albert Einstein informa ainda que o procedimento transcorreu "sem intercorrências e sem necessidade de transfusão de sangue".
O boletim aponta ainda que foi realizada uma "anastomose do íleo com o cólon transverso", que é a união do intestino delgado com o intestino grosso. "No momento, o paciente encontra-se, na Unidade de Terapia Intensiva, clinicamente estável, consciente, sem dor, recebendo medidas de suporte clínico, prevenção de infecção e de trombose venosa profunda", diz o boletim médico.

Silvio Santos comove família de Wagner Montes com gesto singelo e emocionante


1 News - Nesse final de semana ocorreu o velório e cremação do apresentador e político Wagner Montes. O comunicador era uma espécie de filho para Silvio Santos. Aos 64 anos, Wagner Montes faleceu em decorrência de múltiplas infeções e uma pneumonia.
No velório do comunicador, Silvio Santos, que está com 88 anos de idade, também marcou presença. Ele emocionou a família do comunicador com um gesto simples, porém comovente.
Chamou a atenção do público durante o velório do jornalista na Assembleia Legislativa do Rio, uma coroa de flores com uma faixa escrito “condolências de Silvio Santos”.
A foto pode ser vista abaixa e mostra a importância do comunicador da Record para Silvio e a história do SBT. Lembrando que os dois trabalharam juntos durante o Show dos Calouros. 


No sábado, a emissora, por meio de sua assessoria, divulgou uma nota de pesar: “O SBT lamenta profundamente a perda de Wagner Montes. O jornalista e deputado fez parte da história da emissora e do Brasil. A diretoria e o acionista Silvio Santos prestam solidariedade aos amigos e desejam que Deus conforte sua família”.

Silvio já havia comovido em enterro de Lombardi e Hebe Camargo com outros gestos de grandeza
Essa não é a primeira vez que Silvio Santos comove em um velório. Na morte do amigo Lombardi, que fazia as locuções dos seus programa, o dono do SBT fez questão de marcar presença e foi fotografado emocionado, como mostra a capa desse artigo.
Já na morte da amiga Hebe Camargo, Silvio Santos viralizou com um selinho dado na apresentadora, que ficou anos trabalhando no SBT.