segunda-feira, 25 de fevereiro de 2019

Delegada diz que agressor arrancou pedaços de paisagista com mordidas

Elaine prestou depoimento nesta segunda-feira (25)
R7 - A delegada Adriana Belém, da 16ª DP (Barra da Tijuca), concluiu, nesta segunda-feira (25), o inquérito que investiga a agressão contra a paisagista Elaine Caparróz. Ela disse não ter dúvidas de que o crime foi premeditado pelo suspeito Vinicius Serra, de 27 anos. Ele será indiciado por tentativa de feminicídio.
“A vítima detalha desde o início o contato que estabeleceu com o Vinícius através de redes sociais e aplicativos de mensagens. Ele sempre tentou forçar alguma forma de encontrá-la em casa e sozinha. Após o filho [Rayron Gracie] postar uma foto com ela em uma rede social, Vinícius viu o perfil e solicitou a amizade dela”, afirmou Belém.
A delegada ouviu Elaine pela primeira vez nesta tarde, já que a paisagista ficou seis dias internada por conta das lesões. Adriana Belém contou que a vítima relatou detalhes da violência durante o depoimento.
“Foi uma atitude monstruosa. Ele chegou a arrancar pedaços dela com mordidas e cuspir. Ele não pode conviver em sociedade.”
Ainda abalada, após o depoimento, Elaine disse que espera o cumprimento da lei e que a Justiça faça seu trabalho: “Não adianta você denunciar e eles depois saírem para o convívio normal e voltar a cometer crimes. Que a Justiça possa dar uma atenção maior, para que possamos combater este tipo de crime e evitar que esses delinquentes fiquem soltos.”

Possível rixa com família Gracie
Com o inquérito finalizado nesta segunda, Belém falou sobre uma possível rixa de Vinícius, que também é lutador, com membros da família Gracie, muito conhecida no meio das artes marciais. “Vamos apurar com a Justiça para ver se tem algo nessa linha, iremos apurar essa circunstância.”
Segundo a delegada, nenhum advogado de Vinícius Serra se apresentou para representá-lo. Os pais do agressor foram intimados para depor, mas não compareceram à delegacia. O R7 tenta contato com a defesa do acusado e deixa o espaço aberto para qualquer manifestação.

Ministro pede que escolas filmem alunos cantando o Hino Nacional

Jornal do Brasil - O Ministério da Educação (MEC) mandou nesta segunda-feira, 25, para todas as escolas do País um e-mail pedindo que as crianças sejam perfiladas para cantar o hino nacional e que o momento seja gravado em vídeo e enviado para o governo.
"Prezados Diretores, pedimos que, no primeiro dia da volta às aulas, seja lida a carta que segue em anexo nesta mensagem, de autoria do Ministro da Educação, Professor Ricardo Vélez Rodríguez, para professores, alunos e demais funcionários da escola, com todos perfilados diante da bandeira do Brasil (se houver) e que seja executado o hino nacional", diz o texto.

O ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodriguez (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
A carta foi enviada para escolas públicas e particulares do País. "Isso é ilegal, o MEC não tem competência para pedir nada disso às escolas", diz o diretor da Associação Brasileira de Escolas Particulares (Abepar), Arthur Fonseca Filho.
Diretores de escolas ficaram chocados com conteúdo da carta, principalmente porque pede para que as crianças sejam filmadas. Muitos chegaram a pensar que se tratava de fake news ou vírus em enviado por e-mail.


"Solicita-se, por último, que um representante da escola filme (pode ser com celular) trechos curtos da leitura da carta e da execução do hino nacional. E que, em seguida, envie o arquivo de vídeo (em tamanho menor do que 25 MB) com os dados da escola", diz o corpo do e-mail. Fonseca Filho disse ainda que as escolas não tem autorização para enviar imagens de seus alunos para o governo.
Anexada, o MEC enviou uma carta assinada pelo ministro, que, segundo a recomendação, deveria ser lida aos estudantes. Procurada, a assessoria de imprensa do ministério informou que a carta é apenas uma recomendação e não uma ordem.

Menino de 12 anos constrói reator de fusão nuclear no próprio quarto


Revista Galileu - Com apenas 12 de idade, o garoto Jackson Oswalt montou um reator de fusão nuclear no quarto de brinquedos de sua casa no Tennessee, Estados Unidos, em janeiro de 2018. Com isso, ele se tornou a pessoa mais jovem do mundo ter construído tal equipamento, segundo o jornal The Guardian.
O grupo de entusiastas nucleares, Open Source Fusor Research Consortium, reconheceu a realização de em 2 de fevereiro deste ano, de acordo com reportagem do portal Commercial Appeal. Oswalt, agora com 14 anos, construiu uma máquina que gera plasma no qual ocorre a fusão nuclear – que esmaga átomos para formar átomos mais pesados, liberando energia.
Reações nucleares podem ser produzidas de maneira caseira e geralmente envolvem fusão, em vez de fissão (dividir átomos). A fissão requer substâncias muito pesadas e controladas, como o urânio. A fusão envolve os isótopos ultraleves do hidrogênio, como o deutério, que são mais fáceis de adquirir. Quando dois átomos leves se fundem, o "átomo mais pesado" resultante é um pouco mais leve do que os dois que o formaram, resultando em massa adicional que é liberada como energia.
Conseguir a fusão em casa não significa que Oswalt construiu um reator nuclear que poderia gerar mais energia do que é necessário: o instrumento do menino exigiu 50 mil volts de eletricidade e custou US$ 10 mil.
Segundo o portal Science Alert, amadores produzem fusão em pequena escala para ser perigosa para as pessoas. O dispositivo de Oswalt, por exemplo, não poderia ser reaproveitado como uma bomba.
O site Fusor.net emitiu alertas de que reações de fusão impropriamente protegidas podem ser "letais". O princípio básico das fusões é que usam ímãs para suspender isótopos de gás hidrogênio no vácuo, depois bombeiam eletricidade para superaquecer até que os átomos comecem a se fundir em hélio. Para provar que a fusão ocorreu, Oswalt precisou mostrar que os nêutrons (que foram liberados durante o processo de fusão de deutério) foram produzidos.

Marcos Palmeira, o Guma de 'Porto dos Milagres', será protagonista da próxima novela das nove


Longe das novelas desde Velho Chico - de três anos atrás -, Marcos Palmeira será um dos protagonistas da próxima que será exibida às nove da noite. Escrita por Walcyr Carrasco, A Dona do Pedaço tomará o lugar de O Sétimo Guardião e terá a difícil missão de elevar (de novo) os índices do horário, que começaram a cair desde a estréia de Segundo Sol, no ano passado.

Marcos Palmeira e Camila Pitanga nos bastidores de Porto dos Milagres, que estreou no Canal Viva no último dia 11
O ator, cujo último trabalho foi a supersérie Os Dias Eram Assim (do ano retrasado), interpretará o personagem Amadeu, que se apaixonará por Maria da Paz, vivida por Juliana Paes, e chega a ir para o altar com ela, mas não se casa devido a uma troca de tiros na igreja.
Em todos estes anos nessa indústria audiovisual, esta é a primeira vez que Marcos irá trabalhar com Walcyr Carrasco. Vale lembrar que o autor chegou a escrever os capítulos finais de Esperança, que teve Marcos no elenco e foi transmitida no extinto horário das oito há dezesseis anos.
Depois de sair de cena no Vale A Pena Ver de Novo como o cineasta Fernando em 'Celebridade' e como o delegado Gilberto em 'Belíssima', ambas exibidas entre dezembro de 2017 e janeiro deste ano, Marcos está sendo visto no Canal Viva com a reprise inédita de 'Porto dos Milagres', na qual interpretou o pescador Guma. Esta mesma novela seria reprisada às tardes na Globo há treze anos, porém, o Ministério da Justiça vetou a decisão.

Mara Maravilha volta a fazer apresentações como cantora gospel


Gospel Prime - Fora da grade do SBT, Mara Maravilha retomou sua carreira como cantora gospel e voltou a se apresentar várias cidades.
Em entrevista ao Notícias da TV, a cantora comentou sobre sua carreira, dizendo até que voltará a cantar músicas infantis. “Estou retomando a minha carreira de cantora. Eu canto gospel, romântico, pop e infantil. E tenho playlists variadas nas melhores plataformas digitais. Eu canto até em espanhol”, disse.
Mara apresentava o programa “Fofocalizando” até agosto do ano passado, mas por conta de desentendimentos com seus colegas de programa, ela acabou ficando na “geladeira” da emissora de Silvio Santos.
Agora ela faz participações esporádicas no Jogo dos Pontinhos, do Programa Silvio Santos, e não há informações de que ele seja colocada em alguma outra atração da emissora.

Irmã de miliciano assinava cheques de campanha de Flávio Bolsonaro


Rede Brasil Atual - Valdenice de Oliveira Meliga, irmã dos policias militares Alan e Alex Rodrigues de Oliveira – milicianos presos em agosto do ano passado, na Operação Quarto elemento – funcionária do então deputado estadual Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) e tesoureira de seu campanha ao Senado no ano passado, possuía uma procuração e, inclusive, assinava cheques em nome do filho do presidente. É o que revela reportagem da revista Isto É deste final de semana, que traz cheques do agora senador assinado pela assessora.
Flávio Bolsonaro também empregou no seu gabinete na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro até novembro do ano passado a mãe e a mulher do capitão da Polícia Militar Adriano Magalhães da Nóbrega, apontado pelo Ministério Público do Rio (MP-RJ) como líder do Escritório do Crime, milícia suspeita de envolvimento no assassinato da vereadora Marielle Franco.


Laranjal do PSL
Além do envolvimento com a milícia, a revista também revela, conforme reportagem de Viviane Nascimento, para o Seu Jornal, da TVT, que o gabinete de Flávio Bolsonaro funcionou como um polo de organização do esquema de candidatos laranjas do PSL, partido do presidente da República, para desviar verbas do fundo partidário. Alessandra Ferreira de Oliveira, outra funcionária do seu gabinete, exerceu a função de primeira-tesoureira do PSL, cabendo a destinar recursos para as candidaturas do partido no estado do Rio.
Sua empresa, a Alê Soluções e Eventos Ltda, foi responsável pela contabilidade de 42 campanhas do PSL, recebendo em pagamento parte das verbas destinada aos candidatos. Candidatas ouvidas pela reportagem relatam ter devolvido praticamente todo o dinheiro recebido.

Queiroz
Além das revelações trazidas pela publicação, outro ex-assessor de Flávio Bolsonaro no Legislativo fluminense assumiu, em depoimento ao MP-RJ nesta semana, que repassava mensalmente cerca de dois terços de seus salários para o também ex-assessor Fabrício Queiroz.
Investigado pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) como tendo realizado "movimentações atípicas" de R$ 1,2 milhão em sua conta, entre janeiro de 2016 e janeiro de 2017, Queiroz é apontado como suspeito de ser o responsável pelo recolhimento de parte dos salários desses assessores, que depois eram encaminhados à família do atual deputado e senador eleito. Dentre a movimentação suspeita, consta um cheque de Queiroz no valor de R$ 24 mil destinado à primeira-dama Michelle Bolsonaro.

'Nova Política'
O comentarista político José Lopez Feijóo diz que as novas denúncias envolvendo mais laranjas e milicianos, somadas às articulações políticas do presidente Jair Bolsonaro (PSL), que deve distribuir cargos para tentar aprovar a sua proposta de "reforma" da Previdência, sepultam de uma vez por todo o discurso moralista de suposto combate à corrupção.
Ele também relembra o caso da candidata ao Senado pelo PSL, Carmen Flores, que teria repassado verba pública do fundo partidário para a filha e a neta. E cobra o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro. "Como se vê, no quesito corrupção, a família e o governo Bolsonaro estão em grandes dificuldades para explicar estas enormes complicações. O mais estranho é o silêncio do juiz Sérgio Moro, que virou ministro da Justiça, todos sabem, se dizendo um paladino do combate à corrupção", diz em sua coluna para o Seu Jornal.

Assista à reportagem:

Moro e PF apresentam a Bolsonaro andamento de investigação sobre facada

Jornal do Brasil - O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, afirmou que a investigação conduzida pela Polícia Federal sobre a facada ao presidente da República, Jair Bolsonaro, ainda não está concluída. Segundo o ministro, a audiência agendada para as 17 horas desta segunda-feira, 25, entre ele, Bolsonaro e o diretor-geral da PF, Maurício Valeixo, é para informar ao presidente o resultado até aqui da apuração.
"Ainda está em andamento. O presidente é a vítima, então é interessado. Então, será apresentado a ele o resultado da investigação até o momento", disse Sérgio Moro, nesta segunda-feira, na saída de um seminário sobre segurança pública em Brasília.
Além dos três, estarão na reunião o delegado responsável pelo caso, Rodrigo Morais, e o superintendente da PF em Minas Gerais, o delegado Cairo Costa Duarte. O teor do relatório da PF até o momento ainda não foi divulgado.


O ataque ao presidente da República foi feito no dia 6 de setembro de 2018, durante a campanha eleitoral, por Adélio Bispo, que está preso desde então.
Em vídeo gravado quando ainda estava internado para retirar a bolsa de colostomia, Bolsonaro cobrou da PF uma resposta sobre o caso.
No vídeo, o presidente citou a necessidade de a corporação dar uma resposta para o caso "nas próximas semanas".

Renata Vasconcellos surpreende fãs ao postar foto descabelada


RD1 - Mostrando ser “gente como a gente”, Renata Vasconcellos, no último domingo (25), publicou em sua conta no Instagram uma foto na qual aparece bem à vontade, sem grandes produções.
Sem maquiagem e com os cabelos ao vento, a âncora do “Jornal Nacional”, da Globo, ao legendar o registro, de forma bem-humorada se autodescreveu como “descabelada”.
Discordando da jornalista global, vários internautas fizeram questão de dizer na postagem o quanto Renata, a cada dia que passa, está mais linda e também mais jovem.
“Descabelada e plena!”, escreveu uma seguidora. “Linda até descabelada”, disse outra. “Cada dia mais bonita e rejuvenescida”, opinou uma terceira internauta. Por fim, uma última fã comentou: “Renata, você é linda de qualquer jeito”. O clique, a propósito, recebeu mais de 83 mil curtidas.

“Ainda tenho um chamado a cumprir”, diz Ludmila Feber ao desmentir boatos


Gospel Mais - Como se já não bastasse ter que lidar com a difícil luta contra um câncer, a cantora gospel Ludmila Feber agora precisa vir a público para desmentir boatos irresponsáveis espalhados pela internet de que era teria morrido.
Ludmila publicou um vídeo na tarde do último domingo (24) para desmentir os boatos, deixando claro que ainda há “um chamado para cumprir” em prol do Reino de Deus aqui na terra.
“Gente querida, gente abençoada, tô viva pra a glória de Deus!”, disse ela logo no início da gravação, que tem como título “Estou VIVA pra glória de Deus”.
“… parece que lançaram uma nota de que eu havia partido pro Senhor, não!, ainda não, eu ainda tenho um chamado a cumprir. Todos os dias da minha vida já estão contados no livro da vida de Deus”, disse a cantora de 53 anos.
Ludmila se mostrou confiante de que a sua vida está nas mãos do Senhor, e que “Deus ainda é poderoso pra fazer muito além, do que eu possa imagina, do que você possa imaginar, não só na minha vida na sua”.
Uma das vozes evangélicas mais conhecidas da música cristã, Ludmila Feber descobriu que estava com um câncer no início do ano passado. Ela iniciou o tratamento com quimioterapia em 16 de maio.
Inicialmente a cantora não revelou que tipo de câncer que estava combatendo, mas depois, durante uma das suas ministrações em junho, revelou que é um câncer no pulmão.
Apesar da localização, que pode afetar a capacidade respiratória, Ludmila até hoje continua ministrando em várias igrejas, mostrando o quanto Deus tem lhe dado forças para continuar com seu ministério.
“Quem diria que, basicamente, o diagnóstico é no pulmão? Agora me diga se alguém de pé agora, se esgoelando, tem alguma coisa?”, disse ela em junho passado, referindo-se a si mesma. “Porque Deus, porque o sobrenatural de Deus, porque nada e nem ninguém vai calar a nossa fé ou roubar o nosso fôlego de vida”.

Assista o último vídeo da cantora abaixo:

Assine o Canal

Macaulay Culkin não é chamado para apresentar o Oscar 2019 e ironiza no Twitter


Caras - Conhecido por estrelar o famoso filme dos anos 90 Esqueceram de Mim, o ator Macaulay Culkin resolveu usar o Twitter para demonstrar a sua insatisfação por não ter sido chamado para o Oscar 2019, que está acontecendo nesta noite de domingo, 24.
"Acabei de descobrir que eles não terão um apresentador neste ano. Estou voltando para casa!", escreveu o ator como legenda em uma foto em preto e branco, em que aparece de smoking de cabeça baixa.


Em outro tweet, o artista de 38 anos marcou os apresentadores Jimmy Kimmel e Billy Crystal e questionou:"Aparentemente existe uma 'lista' na qual o seu nome deve estar para ser apresentador. Vocês conseguem me colocar nesta lista?, ironizou.
Ainda em janeiro deste ano, Macaulay polemizou ao comentar a indicação do irmão Kieran Culkin na premiação Globo de Ouro 2019. "Deveria voltar a atender as suas ligações", declarou o ator de novo em sua rede social.